08/05/2012

Spyro, The Dragon.


Eu comecei o jogo como o de costume. Prontopara jogar um pouco de Spyro the Dragon. Comecei um novo jogo, mas não me levou a cutscene. Pelo menos, não a normal. Quando eu comecei meu novo file, fui agraciado com a visão de Gnasty Gnorc, na sua postura, numa vista perfeita de frente. Então ele começou a falar comigo, 'Você acha que isso é um jogo, não é?'

A voz dele estava muito mais como um rosnado baixo do que originalmente era.


'Bem, então, vamos jogar um joguinho. Spyro. Seu tempo começou.'



Então a tela de "Adventure Begin" (N.T: aventura começa, em tradução livre) apareceu. E me colocou na posição usual em Artisans. Eu andei para frente para resgatar o primeiro dragão...

Mas ele não estava lá.
A estátua não estava nem se quer lá.

Daí eu apenas pulei da ponte para o chão alguns metros abaixo, me perguntando porque o dragão não estava lá, então percebi que nenhum inimigo estava também.

Nem as pedras preciosas.

Sendo muito bem adaptado com a estrutura de design do jogo, eu supus que alguém tinha hackeado e modificado os dados para se livrar de todas essas coisas. Decidi fechar o jogo e começar um novo file. Quando eu selecionei a opção "fechar jogo" no menu, a mesma voz rugida e baixa soou 'Você não pode escapar de seu destino, Spyro'.

'Spyro?' Eu falei, provocando, 'Que tal você falar MEU nome, se você é tão mal.'
(Silêncio)
'O que? Nada?'
(Silêncio)
'É...' eu continuei, 'foi o que eu pensei. Medíocre.'

Então comecei um novo jogo. Fui novamente agraciado com a cutscene hackeada, e o jogo estava sem as coisas, vazio, então decidi ir e explorar para ver o que esse cara tinha feito.

Foi quando eu o vi.

Gnasty Gnorc. De pé a minha frente a uma distancia curta. De baixo da ponte. Claro como o dia. Sua cor parecia ter sido jogada em um liquidificador louco.

O que provava que isso tudo não passava de um maldito Hack. Eles não tiveram capacidade de ter as texturas corretas pelo fato de não existirem nesse nível. 
  


'Seu destino está selado' Proferiu com sua voz rugida.
'Oooh,' Fiz sarcasticamente, 'Suuper assustador!'

Então ele começou a correr em minha direção.

Em vez de ficar congelado de medo, como alguém quem não conhece como funciona hacks e modificação de jogos, eu apertei o botão de fogo.

Mas ele não reagiu a isso. Então, quem tivesse trabalhado nesse jogo, tinha feito Gnasty invencível.

Eu o empurrei.
Nada ainda.

O que eu fiz em seguida? Corri para o portal.

Assim que eu atravessei ele, adivinhe o que aconteceu? O jogo travou.

Eu comecei a rir.
Tirei o jogo de meu PS2.

'Hmm' falei comigo mesmo, 'Mas que raro jogo que eu tenho em minhas mãos. Uma versão hackeada para dar a alguém a ideia que estão dentro de sua própria História de Creepypasta.'
Apesar de agora não dar mais pra jogar, eu coloquei de volta na caixa para manter a salvo. Estava agora em minha pequena coleção.


8 comentários:

  1. Nao tive muito medo mas mostra como algumas creey pode ser feitas vlw

    ResponderExcluir
  2. Curti essa nāo

    ResponderExcluir
  3. gostei pelo fato de poder ser uma origem, ou simular uma, de como surgem os creepy pastas. A história em si foi fraca, mas até q me interessou pelo fato do protagonista na história não temer a situação.
    Como dizem: O mal assombra somente aqueles que o temem.

    ResponderExcluir
  4. Essas creepy de Jogos e Episódios Perdidos já estão muito chato...
    Pelo menos essa as coisas foram um pouco diferente

    ResponderExcluir
  5. legal,fraca,mas legal foi interessante e é certo o mal só assombra aquele que os temem eu gostaria q essas creepypastas fossem reais dai eu gostaria muito de vivencialas

    ResponderExcluir