23/03/13

O ritual da estática


Quando eu ajudei meu amigo a se mudar da sua casa antiga, encontrei um pedaço amassado de papel. Quando abri, ele era todo cheio de desenhos estranhos e letras amassadas ilegíveis. Pareciam ser instruções. A primeira imagem que consegui ver nitidamente foi de uma velha televisão. Uma daquelas bem velhas com antenas grandes. Ao lado da TV havia uma pessoa, e de cada lado do corpo havia uma marca atrás. Também notei que havia essas mesmas marcas ao lado da TV, o que implicava que as marcas estavam designando o comprimento, para que esse processo, a pessoa deveria “caber” dentro da televisão. Antes de eu continuar olhando o papel, mostrei para meu amigo. Ele fez a mesma expressão que dúvida e confusão que eu fiz quando olhou o papel, e disse que havia retirado uma TV similar a do desenho de um dos quartos de cima da casa antiga e estava trazendo para a nova. “Deve ser algo que as crianças desenharam a um longo tempo atrás” e “longo tempo atrás”, quer dizer algo por volta de 1935. Era uma casa cara, e a família bem rica, uma das primeiras a ter uma televisão. Perguntei a ele se poderia ficar com o papel, e ele realmente não se importou com isso. Pensei em tentar fazer uma versão mais compreensível e reproduzir o procedimento.



Normalmente eu não consideraria uma atividade tão suspeita, mas o ritual parecia levar ao autoconhecimento e eu poderia me utilizar de algumas técnicas de relaxamento mental. Decidi digitar as instruções para que ficassem mais fáceis de entender. Após mais ou menos de uma hora de interpretação, concluí as seguintes instruções:


Requerimentos:

1.     Você deve ter uma televisão que seja de seu tamanho ou maior que a largura de seu corpo.
2.     Você deve ter uma banheira e vela.
3.     Sua televisão deve ser audível mesmo do banheiro.
4.     Você vai precisar de algum modo de saber as horas, deixe um celular ou um relógio no banheiro.

Passos:

1.     A meia-noite coloque velas no banheiro e as acenda. Encha a banheira com água. Todas as luzes da casa devem estar apagadas antes que você prossiga para o próximo passo.
2.     Ligue a televisão. Mude o canal até encontrar um que seja só estática. O som deve provir da própria televisão, e não de caixas de som/estéreos conectadas a ela. Sente-se de frente para a televisão e diga seu nome. Nada mais.
3.     Entre na banheira e simplesmente relaxe. Ouça o som da estática vindo da TV. Fique confortável e aguarde até uma hora da manhã. Então ligue a torneira da banheira. Você precisará sair e desligar a TV. Precisará então voltar ao banheiro e desligar a água. Se a banheira transbordar, bem, você terá uma bagunça para limpar e o ritual acaba para você. Seja rápido, mas não corra. A torneira ligada é para gerar ruído mesmo quando a TV for desligada. Volte para a banheira e deixe a água ser drenada (entrar no ralo). Quando estiver vazia, saia da banheira (e então pode colocar suas roupas de volta, eu suponho).
4.     Apague todas as velas, e lentamente direcione-se até a televisão que você desligou. Tenha certeza que deixou seu celular ou relógio no banheiro. Enquanto se aproxima, chame seu próprio nome, como se estivesse tentando encontrar alguém. Ao chegar à televisão, ponha as mãos sobre a tela e posteriormente a testa.
5.       Fale sobre si mesmo (no papel havia desenhado um balão de palavras ao lado da pessoa com uma pessoa dentro do balão, então essa foi a minha interpretação).
6.     Agora, você deve confiar no seu próprio senso de tempo. Se você acredita que são três da manhã ou mais tarde, retorne ao banheiro. Ligue a luz.

No último quadrinho do papel aparece a figura de duas pessoas após a luz ser ligada, uma delas sendo normal e a outra com o corpo feito de estática.


Este ritual é de caráter meditativo e não estou ciente de possíveis riscos. Faça-o por livre e espontânea vontade.

A equipe Creepypasta Brasil não aconselha a fazer  quaisquer coisas relatadas no blog, e NÃO se responsabilizará por o que venha acontecer se você tentar.


34 comentários:

  1. ah, poxa vida, não tenho velas :'(

    ResponderExcluir
  2. Não tenho banheira, mas mesmo que tivesse não faria isso, é desperdício de tempo, de energia elétrica e de água. se em 1935 as contas eram mais baratas ok, mas hoje a conta de água e luz é cara pra caramba!

    ResponderExcluir
  3. Achei curioso o jeito com o que as instruções foram desenhadas; bastante intuitivo. Gostei.

    ResponderExcluir
  4. Tem algo errado,no ultimo quadrinho,esta falando para vc ligar a luz,porem...Tem uma pessoa de olhos fechados,porem com um terceiro olho na testa.

    ResponderExcluir
  5. Interessante, só não entendi o momento em que você está "entrando na tv". O que será que acontece entre lá dentro? Será que realmente você "entra" lá? E o que seria o efeito estática? Pelo que entendi, se forem 3 horas da manhã e você voltar ao banheiro, você irá abrir a sua percepção sensorial para coisas antes desconhecidas; e, se você errar, a sua mente ficará com estática?
    o.o'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 3 Da manhã é considerada a hora morta, a hora em que os espíritos tem livre acesso ao nosso mundo. Eu não conheço muito bem o assunto, mas o olho na testa do personagem no penúltimo quadrinho faz uma clara alusão ao terceiro olho, se não me engano é uma lenda indiana que fala que esse olho dá sabedoria e paz. Não sei o que tem a ver com estática, mas
      se eu tivesse uma banheira faria o ritual. 0_0. Tudo o que eu disse pode ser a maior besteira e muito nada a ver com o que você disse, mas me dá um desconto porque eu sou nova no assunto

      Excluir
    2. Não apenas na Índia, o terceiro olho sempre foi considerado o olho mágiko com o qual podemos visualizar o mundo espiritual. Achei estranho ele estar fechado, pois normalmente, na magia, fecha-se os dois mortais e abre-se o terceiro.

      Excluir
    3. isso é curioso será que vc pode ficar cego mais abrir o terceiro olho

      Excluir
  6. Respostas
    1. "Normalmente eu não consideraria uma atividade tão suspeita, mas o ritual parecia levar ao autoconhecimento e eu poderia me utilizar de algumas técnicas de relaxamento mental.

      Excluir
  7. Parece interessante, mas não tem uma finalidade....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Normalmente eu não consideraria uma atividade tão suspeita, mas o ritual parecia levar ao autoconhecimento e eu poderia me utilizar de algumas técnicas de relaxamento mental."

      Excluir
    2. esse é o problema ninguem sabe ao certo pra que isso serve

      Excluir
  8. Só não entendi o Tenshinhan meditando no penúltimo quadrinho. O que seria ele de acordo com o texto?

    ResponderExcluir
  9. tipo... não dá certo, ou eu fiz algo de errado, ou realmente não dá certo...
    (erá para aparecer um outro eu de estatica, ou eu poder materializar a min mesmo como estatica?)

    ResponderExcluir
  10. Em muitas culturas e na magia em geral, o terceiro olho sempre foi considerado o olho mágiko com o qual podemos visualizar o mundo espiritual. Achei estranho ele estar fechado, pois normalmente, na magia, fecha-se os dois carnais e abre-se o terceiro para perceber coisas "invisíveis".
    De qualquer forma, noto que este ritual É COM CERTEZA, COM TODA A CERTEZA, um ritual de MAGIA DO CAOS. Isso evidentemente trata-se de uma criação de um SERVIDOR, que é uma criatura criado pelo magista a fim de realizar alguma atividade para o qual fora criado.
    Servidores são "negócio sério", e além de precisarem ser sustentados e estimulados, podem muito bem rebelar-se.
    Realmente um ABSURDO divulgarem uma informação dessas como creepypasta.
    Estudo hermetismo, já tive raízes no thelema e satanismo, e foi com clareza que identifiquei todo o propósito desse guiazinho aí... há algumas interpretações abusivas, mas no geral, está correto a "tradução do tutorial"... Apenas tomem cuidado.
    E avisando que NÃO PRECISA DE BANHEIRA. Magia do caos é popular por poder ser improvisada; apenas não deve perder o propósito e finalidade.
    Se forem fazer, me contatem que faço QUESTÃO de explicar mais sobre a magia do caos.
    http://www.facebook.com/abraha.melin.1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tipo assim eu ia criar uma pessoa igual a mim para realizar determinados servisos, mais essa pessoa podia se voltar contra mim

      Excluir
  11. Sei lá, considerando que a Tv fica na sala, alguém da minha família podia estranhar eu tomando banho até as 3 da manhã, e provavelmente levaria uma surra por pingar da banheira até a sala e da sala pro banheiro. Mas é uma ótima creepy.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É E AINDA SAIR PELADO PELA CASA E RELAR NA TV COM A MÃO MOLHADA E ESTRAGAR A TV É PHODA...

      Excluir
    2. esse é o meu problema, mais se eu ficar sozinho a noite ou morar sozinho vou fazer isso

      Excluir
  12. Já vi isso mais de uma vez, não me lembro onde. Isso não é um ritual de verdade. E é bem subjetivo. Eu sempre fui muito ligado a qualquer coisa relacionada a magia, e como minha família é de princípios kardecistas eu sei bem sobre mundo espiritual por mais de uma -duas ou três- visões.
    Esse ritual em si é o que se considera magia branca avançada, e não um "servidorismo" como Abraha Melin disse. Quero dizer, até poderia ser um evocamento de servidorismo se houvesse um receptáculo -algo em que- o servidor vai habitar. Se fosse uma magia do caos criado com um espelho humano de estática, o servidor iria habitar o corpo de quem tentou criar um espelho e não há casos de criação de servidores com algo não físico, pelo menos não que eu tenha estudado.
    Vamos ao que interessa. Em muitas crenças -Até o antigo wiccanismo- acreditam que magia é igual a conhecimento do oculto. Você nunca vai ver nenhum praticante de magia controlando nada, ele apenas manipula aquilo que a natureza lhes oferece -Necromantis = mortis concepts naturalis/ Morte concebida "naturalmente"- Esse ritual em si é um ritual de auto-conhecimento, que envolve muitas coisas do "além do compreensível.". O ritual certo realmente não precisa de uma banheira, apenas de uma bacia com água, você precisa estar em contato com a água porque a água é um catalizador e purificador de energia. A televisão é meramente representada como uma grande concentração de energia e é indispensável para quem nunca fez meditação ou quem nunca estudou sobre controle da energia corpórea e espiritual. O nosso corpo pode ser comparado como um grande reator, e a televisão guarda grande parte dessa energia porque a maioria dos nossos sentimentos estão ligados a ela. A estática representa o desconhecido, você perguntar sobre si é como se você estivesse se indagando mentalmente -Quem eu sou? O que eu sou? Porque eu sou?- E você falar sobre si mesmo é como se você estivesse analisando.
    Na última imagem eu fiquei um pouco confuso. De primeira eu também achei que fosse servidorismo, mas depois eu entendi. Esse ritual é para abrir o terceiro olho, ou você encontra suas respostas, ou apenas a estática.
    É apenas um lembrete que o ritual não é 100% certo.

    -"Ah David, esse ritual tem algo de perigoso?"- Entre "" não, mas se você tiver alguma sensibilidade espiritual, ou medo de espíritos, eu recomendo você a não fazer.
    -"Ah, mas isso é importante para algo?"- Realmente? Não, hoje em dia temos a meditação que é uma maneira bem mais leve disso e você precisa ter bem menos percepção mental...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa meu comentário ficou muito grande. Me desculpem

      Excluir
    2. o que acontece se alguem com sencibilidade espiritual ou alguém que teme o sobrenatural fazer o ritual???

      Excluir
  13. AHAN TINHA CELULAR EM 1935...SE O RELÓGIO ERA DE BOLSO TINHA CELULAR DE BOLSO TMB?KKK

    ResponderExcluir
  14. voce não se transforma em estática, o que acontece é que sua alma se aprisiona em um limbo que o ser humano observa na tv e chama de estática, la nada existe, e uma das faces do inferno, nao façam isso

    ResponderExcluir
  15. Ceis tao ligado q ta escrito e alemão?? Pelo menos algumas partes sin

    ResponderExcluir