02/04/2013

O tesouro na lata

Quando eu tinha dez anos, eu e meu irmão adorávamos assustar um ao outro e também assistir filmes de terror. Nós vivíamos em uma velha casa de fazenda nos subúrbios da cidade. Um dia nós decidimos cavar por ali procurando por tesouros, eu sendo uma criança e ele um adolescentes que eu tinha que obedecer. Nós começamos nos arbustos de rosas perto de uma linhagem de árvores à esquerda da entrada da nossa garagem. Eu cavei por um minuto e então atingi alguma coisa. Era uma lata pequena, suficiente para colocar um pão de forma inteiro dentro. Nós tiramos ela do buraco. I cheiro era horrível, mas decidimos colocar na varanda da frente.

Na manhã seguinte, minha avó que morava com a gente comentou que tinha visto uma mulher vestindo um vestido de casamento na noite anterior, e que ela parecia estar procurando por alguma coisa. Minha mãe não deu ouvidos à ela mas meu irmão que sempre achou que achou que a casa era assombrada, ficou apavorado. Nós não ficamos pensando muito nisso e continuamos com nosso dia. Eu tinha esquecido da lata do dia anterior e dormi bem naquela noite. Mas meu irmão não e começou a falar para nossos pais sobre ter visto algo durante a noite quando ele foi no banheiro de madrugada.

Por causa disso meu pai decidiu mostrar-nos algo que nos chocaria pra sempre. Ele pegou um livro que ele tinha guardado em seu armário. Era uma autobiografia da agricultura familiar que tinha vivido na nossa casa anteriormente mas tinham acabado por se mudar para outra casa no final da rua. Nós estávamos olhando para as velhas fotos e lendo um trecho, que detalhava a construção da casa no final do século XVII. Acontece que ela foi construída para uma casal recém-casado que estavam esperando um bebê. Aí é que a coisa fica assustadora. A mulher deu ao bebê já morto e ele acabou sendo enterrado aonde? Em uma lata sob as roseiras. Eu e meu irmão fomos imediatamente e enterramos de volta aonde estava antes e nunca mais voltamos lá.

No dia seguinte, nossa vó disse que tinha visto a mulher novamente mas agora ela estava segurando um bebê em seus braços.

28 comentários:

  1. só não entendi se a mulher estar com o bebê nos braços foi bom ou ruim... interpretei de dois jeitos XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É... Também pensei isso.xD

      Excluir
    2. É bom lógico! Significa que a muié sossegou.

      Excluir
    3. É bom lógico! Significa que a muié sossegou.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Gostei bastante dessa...
    Divina, eu queria avisar que ja respondi o email que você me mandou, pedindo para eu falar para vc qual era meu twitter novo, devo ter respondido faz uma semana...
    abraços.

    ResponderExcluir
  4. MUUUUUUUUUUUUUUUUUUUIIIIIIIIIIIIIIIIITOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO LEGAL! Adorei :D

    ResponderExcluir
  5. KKK ELES VIU O CHERO RUIM NA LATA MAIS NUM TINHA NADA DENTRO?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se vê um cheiro, e acho que eles não abriram a lata.

      Excluir
  6. Parece final de filme de terror...
    Muito bom ^^

    ResponderExcluir
  7. As enquetes estão se encerrando muito rápido, não votei em nenhuma das três ultimas -.-

    ResponderExcluir
  8. tem até um final feliz
    que lindu T-T

    ResponderExcluir
  9. "Era uma autobiografia da agricultura familiar que tinha vivido na nossa casa anteriormente"
    Não quer dizer "família agrícola"?

    Uma revisadinha nas creeps não mata.

    ResponderExcluir
  10. Legal o fato da moça ter encontrado seu filhinho :) Eram espíritos bons. Tiveram sorte...

    ResponderExcluir
  11. Reunindo a família fantasminha!! Kawaii ^

    ResponderExcluir