09/10/13

Cervine Birth & Foxtrot

Em 2009, um artista de vídeo amador que estudava no Reino Unido, enviou um vídeo para o Youtube de uma obra que recentemente tinha finalizado. Depois de muitas queixas e reclamações, o vídeo foi retirado do ar. A peça começava com a filmagem prolongada de um campo enevoado, que alguns acreditam ser localizado na Irlanda. O único som aparente durante essa parte é um leve assobio, que soa como uma conversa abafada, inteligível. A câmera começa a dar zoom em uma forma branca no campo. Depois de vários tediosos minutos, a forma se revela ser um cervo albino. De repente, um close rápido mostra seus olhos, mostrando sinais de infecção e possível começo de cegueira.

Suposta imagem de Nascimento Cervino (Cervine Birth, em inglês)

A seguinte é uma cena do cervo olhando para um espelho de maquiagem por cerca de um minuto. Depois disso, a cena fica um tanto bizarra, com o cervo no reflexo se movendo diferentemente do "real". Dando zoom, a câmera foca no cervo do espelho, que começa a se mover de uma forma não natural e grotesca, como se estivesse sendo moldado como um pedaço de argila. Enquanto essas contorções amedrontadoras continuam, a câmera vai dando zoom out, mostrando o cervo "real" deitado no chão. Pessoas descrevem que ele parecia "estranhamente em paz".

A filmagem continua por duros dois minutos, o reflexo ainda se retorcendo e gesticulando, mas o próprio espelho parece escurecer. O cervo deitado no chão começa a expelir um líquido preto por debaixo de sua cauda, o que sugere que um "nascimento" está prestes a ocorrer. A substância que parece com graxa continua a borbulhar e escorrer para fora do cervo e pelo chão. É neste ponto que a maioria das pessoas paravam de assistir.

Os relatos variam no que acontece a seguir, mas muitos descrevem uma cena onde um ser humanoide, natimorto, nasce do cervo coberto no líquido negro, tornando difícil de descrever como se parece exatamente. Alguns dizem ser um boneco de "hibrido entre humano e animal" feito pelo artista para o filme. Um close embaçado é feito no rosto do hibrido por alguns segundos antes de cortar para o espelho, agora quebrado, dentro do mesmo campo do inicio. Uma cena em preto e branco de uma plateia aplaudindo em câmera lenta aparece, depois o vídeo termina com cinco minutos de uma tela preta acompanhado de murmúrios inteligíveis, com o som diminuído lentamente. 

Muitos dizem que o vídeo não consegue mais ser encontrado online, enquanto outros dizem que o áudio é, as vezes, circulado em programas de compartilhamento como o BitTorrent. Alguns até afirmam ter conseguido o próprio vídeo por esses meios. Ocasionalmente, circulam screenshots por fóruns de imagens, mas o vídeo em si foi raramente visto desde sua estreia inicial.  
-
Um ano depois, o artista postou outro vídeo no Youtube. Desta vez, era apenas cinco minutos de uma tela preta e silêncio, junto com um link para um site de transmissão de vídeo na descrição. Espectadores dizem ter visto um par de pés pálidos girando lentamente acima de uma cadeira tombada.

O criador do vídeo "Nascimento Cervino" é mais conhecido por essa peça final chocante, mas muitos não estão conscientes de suas obras anteriores que são semelhantes em termos de conteúdo e estilo. Filmado em preto e branco, a obra muitas vezes referida como "Foxtrot" (N.T: "O trote da raposa", em tradução literal) foi criada no começo de 2005. O vídeo começa com a filmagem de uma floresta iluminada pela luz da lua, com um fade demorado até a primeira cena. Uma raposa magra, parecendo desnutrida, cambaleia pela floresta; gemendo e chorando em um ganido assombroso, com o que parece ser uma corda amarrada em seu pescoço.

A câmera segue filmando até a outra ponta da corda, onde o filhote da raposa está amarrado e sendo arrastado. Não fica claro se o filhote está morto ou não. O vídeo é cortado para a filmagem da lua crescente, que lentamente vai se tornando um borrão disforme. O áudio do vídeo consiste basicamente entre o choro da raposa e uma trilha musical de lamentos que é descrita como anormal e enervante.

Corta para uma clareira na floresta. A raposa é vista andando a passos lentos até o centro, ainda arrastando o menor logo atrás. A música diminui gradualmente até o silêncio, enquanto a raposa está se enrolando no chão, preparando-se para morrer. Alguns instantes depois, com nada a não ser seu último suspiro para quebrar o silêncio, acontece um close em rosto; os olhos ainda brilhando com a luz da lua.

Um par de pequenas mãos pálidas e de aparência infantil, começam a fazer carinho na face do animal. Mais mãos pequenas começam aparecer na cena, enquanto a câmera lentamente dá zoom out para mostrar a maior parte do corpo da raposa coberto de caricias por mãos e braços.

A cena pisca algumas vezes antes de cortar para o interior de uma casa escura. A câmera lentamente faz seu caminho até a sala de jantar onde os cadáveres de uma família são mostrados em decomposição em seus assentos. Em cima da mesa está a mesma raposa, mas desta vez viva e saudável, cuidando de seus filhotes.

Segue com closes nos corpos, revelando que possuem feridas, indicando um possível suicídio em conjunto. Na cena final, uma mariposa é vista tremulando suas asas em volta de uma lâmpada pendurada em um quarto escuro, então uma mão que só pode ser descrita como animal, aparece e desliga a luz.





27 comentários:

  1. Ontem o macador de inscritos tava 666 e tambem devo avisa que tem o site te plagiando copiando os seus posts
    Para:Equipe CreepyPastaBrazil
    Grato Lucas Alberto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eles traduzem as creepypasta de um site de creepy's, é normal que outras pessoas também façam o mesmo.

      Excluir
  2. Boa creepypasta, já vejo até os comentários de "defensores" dos animais aqui falando que não gostaram por causa das cenas com os animais '-'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok, acho que eu devo ser o defensor dos animais.
      (pigarreia)

      meu Deus! vcs ñ tem coração?
      judiando de animal só para fazer fama na net!
      se fosse na sua família você não ia gostar. falo mesmo, quero ver alguém me impedir. pq a voz do povo é a voz de Deus. e eu tô aqui para fazer a vida valer a pena, não para fumar maconha. você não vai a igreja? já conversou com seu pastor? já comprou a sua casa no céu? é ateu, por acaso? se sabe que vai pro inferno né? pq quem maltrata os animal vai pro inferno e quem trata bem os animal vai pro céu, lá com os leãos e as capivara que tem naqueles folheto dos testemunha de jeová.
      tô mentido, por acaso? falo mesmo!

      E essa foi minha defesa aos animais :)

      Excluir
    2. Acho isso Ridiculo Pois Todas As Crepps São Ficticias e Nenhum Animal Foi Ferido Em Vez de Ficar lendo historias de Terror sentindo pena de animais que nem existem e falando de deus e inferno atoa, Nao Vai pra sua igreja cheia de corruptos?

      Excluir
    3. Pode decapitar e mutilar os bebê humanoide tudo mas num mexa cum uis animau caralhu.

      Acho que já comentei algo similar anteriormente. Wellfuck.

      Excluir
    4. Fabricio, preste na história:
      As mãos de aparência infantil são dos filhos do casal morto no final da história. Na verdade, eles salvaram a raposa, e, então, anos depois a raposa assassinou o casal e os filhos e usou a carne dos corpos deles para alimentar os filhotes.

      Excluir
  3. WHAT THE FOX?ISSO NÃO FEZ LÁ MUITO SENTIDO.

    ResponderExcluir
  4. Fui procurar isso no youtube,sabe oque apareceu? Pornô.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vocês estão me deixando curioso T.T

      Excluir
    2. Acabei de procurar e é verdade.

      ( ͡° ͜ʖ ͡°).

      Excluir
    3. Não é, não! É só pesquisar "Cervine birth foxtrot" que aparece.

      Excluir
  5. What the fox say? DINDINIGDINDINDIN DIG DIN WAPAPAPA PAROO. PA WA wo oo oo WA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkkkkk
      Lembrei da mesma coisa

      Excluir
    2. Kkkkkkkkkkkkkk
      Lembrei da mesma coisa

      Excluir
  6. O correto seria ininteligível, Divina ;P No mais, gostei, bem bizarro

    ResponderExcluir
  7. Ring-ding-ding-ding-dingeringeding!
    Gering-ding-ding-ding-dingeringeding!
    Gering-ding-ding-ding-dingeringeding!

    ResponderExcluir
  8. Adorei essa creppy, me deixou muito curiosa! O primeiro vídeo descrito (da imagem) me lembrou aquelas vinhetas pertubadoras da MTV, por algum motivo.
    Esse da raposa, é muito triste, me emocionou de um jeito estranho, gostei. Se esses vídeos existirem, esse cara é definitivamente um artista.

    ResponderExcluir
  9. http://www.youtube.com/watch?v=2w8msA-d-bQ

    ResponderExcluir