01/10/13

Mensagem

Eu nunca fui de escrever. Nunca tive um diário. A internet estava ALÉM da minha compreensão. Estou sozinho aqui. Sozinho e com medo. Não consigo escapar... Talvez eu devesse recapitular tudo.

Meu nome é Robert Phillips. Sou um homem no estilo antigo. Acordo cedo por volta das quatro da manhã, e vou dormir as nove da noite. Trabalho em uma pequena fazenda em Ohio. Tenho cinquenta e um anos, casado, três filhos e quatro netos. Tenho estatura média e a última vez que verifiquei, pesava 78kg. Tudo isso pode parecer apenas informações inúteis, mas por favor, continue.

Alguns anos atrás, quando estava dirigindo para o trabalho e o carro capotou. Quando acordei, estava em um quarto escuro. Meu carro estava totalmente destruído ao meu lado. Os únicos itens na sala eram um computador, um bloco de nota e um lápis.

No meu primeiro dia no quarto escuro, percebi algo estranho. Na tela do computador havia um relógio em contagem regressiva de três horas. Nos últimos dez minutos podia ouvir um estranho estalar vindo do computador. Quando chegava no zero, me encontraria acordando do lado do carro. O relógio estaria de volta às três horas.

Não fiquei com fome ou sede pelo tempo todo. Não precisei usar o banheiro. Ainda estava barbeado.

Tive de fazer algo drástico. Peguei o lápis e enfiei em meu braço. A dor foi horrível. Caí no chão em agonia.

Três horas depois meu braço estava bom.

Finalmente decidi dar uma olhada no computador. Me sentia totalmente perdido. Depois de algumas "acordadas", finalmente consegui navegar pelo desktop sem problemas. Achei uma pasta chamada "Robert".

Fotos. Todas minhas. Todas dos segundos antes de eu acordar. Todas numeradas. Notei que um número estava faltando. Deve ter sido quando quebrei o computador. Logo acordei. Corri para o computador e vi uma nova imagem. Era eu, sentado na frente do computador.

Dias passaram (era o que parecia) e aprendi como usar o computador. Achei um arquivo chamado "Firefox" e depois de dar uma explorada, fiquei surpreso por estar na internet. De acordo com esse site chamado "Yahoo", estou aqui a semanas. Conferi o relógio do computador para descobrir que dizia ser o mesmo dia do meu acidente. Sem mudanças.

A internet era a única coisa que me fazia ter contato com o mundo real, mesmo não podendo mandar e-mails ou me comunicar.

Então, pelos últimos três anos eu estive lendo. Não consegui encontrar nenhuma informação sobre minha localização. Vi coisas terríveis. O mundo estava nas mãos da Terceira Guerra Mundial. Milhões haviam morrido. Minha cidade natal, Columbus em Ohio, tinha sido devastada por milhares de mísseis nucleares.

Recentemente, as coisas mudaram.

Encontrei um site estranho. Este site possibilita que pessoas do mundo inteiro postem imagens e mensagens, tudo anonimamente.

Eu os vi. Milhares de pessoas em quartos como eu. Alguns mortos, tendo se matado antes da imagem ser postada. Alguns até felizes. Fiquei chocado ao saber que poderia postar uma imagem minha. Postei e deixei um pequeno texto explicando o que acontecera comigo. A imagem ficou distorcida.

Dois minutos depois, acordei. Corri para o computador e vi que a pasta de imagens estava vazia, e a data no Yahoo era a mesma do dia do meu acidente. A internet tinha voltado no tempo junto comigo, desta vez. Escrevi isso por três horas, e estou postando agora faltando dois minutos e cinquenta e sete segundos no relógio. Espero que alguém consiga preservar essa mensagem e espalhar a notícia da guerra que vai acontecer, e se possível, alguém localize as imagens e descubra onde estou.






19 comentários:

  1. Espera. Como ele acorda quase toda hora sendo que na Creepy não mostra em nenhum lugar que ele dormiu? õ_o

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não entendeu a Creepy, por isso a palavra e seus derivados "acordar" está entre aspas. Não se sabe se de fato ele dormiu nem se ele não o fez.

      Excluir
  2. Muito legal. Mas, seria a Deep Web?

    ResponderExcluir
  3. Alguem tem coragem de ler creepypastas de madruugada? Eu tenho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha hora favorita pra ler é a madrugada, pena que só tenho tempo pra isso no final de semana, nos dias de semana eu só consigo ler durante o dia

      Excluir
  4. hum tudo inventado certo? Tipo fiquei intrigado com a riqueza de conhecimento'ja li varias creepy, mas poucas tem conteudo como esta, ate pesquisei algumas coisas ai,muito bom cara.

    ResponderExcluir
  5. Se ele entrou no 4Chan, então as fotos devem estar no 4Chan.

    ResponderExcluir
  6. Eu lembrei daquele filme 1408, por causa do relógio com a contagem de trás para frente e que depois reseta... >.< Nada a ver, mas foi o que eu pensei na hora. >3<

    ResponderExcluir
  7. Eu pensei no começo, naquele computador que tinha na escotilha do Lost, onde eles tinham q colocar o código sempre que chegava no zero a contagem, mas nada a ver também XD

    ResponderExcluir
  8. Hmmm... interessante... imagino que ele de alguma forma "morreu" e está em uma dimensão alternativa na qual ele só possa se comunicar conosco durante um tempo estimado e pela internet... meio doido essa creepy, gostei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, um morto poderia se comunicar conosco, se ele já não o tivesse feito.

      Excluir
  9. Talvez ele esteja em coma e isso seja a imaginaçao dele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ele está em coma então como a mensagem chegou até nós? :P

      Excluir
    2. E creepypasta. Lembre-se que de vez enquando tem um morto escrevendo pra gente. Mas faz sentido nao teria graça se fosse so a imaginaçao de um em coma.

      Excluir
  10. Gostei da creepy, mas eu não entendi uma coisa , ele disse que estava num quarto escuro, então, como ele sabia que o carro estava ao lado dele ? D:

    ResponderExcluir