20/04/14

A melancolia de Herbert Solomon

Olá, creepers! Mais uma vez tenho o prazer de trazer para cá um conto do Michael Whitehouse (autor de "Na Colina" e "Hora de Dormir"). Como esse conto não é tão grande quanto os outros, não vou poder fazer em estilo de série com dez partes, mas vou fazer um "mini-série" com 3 partes.
Espero que gostem!


-

Em várias ocasiões, meu interesse pelo sobrenatural me levou a alguns dos lugares de estudos mais prestigiados de todo o Reino Unido. Dos veneráveis corredores de Oxford e Cambridge, até os arredores de faculdades e escolas mais humildes, minha busca por evidencias para comprovar tais afirmações raramente foram frutíferas. Entretanto, enquanto explorando a Universidade de St. Andrew, na Escócia, encontrei um exemplar escondido em um canto escuro e mofado da biblioteca do campus.

O livro em si era incomum, sua capa encadernada em couro enegrecido e desgastado tinha rugas e rachaduras do tempo. Era datado do século 16, e parecia conter várias descrições e relatos do cotidiano do povo de Ettrick; uma pequena cidade isolada construída em uma área deca do sul do país.

Folheando o volume, vi que tinha uma variedade de autores. Parecia ter sido passado de mão de ancião à ancião durante a época  e, para ser franco, continha reflexões ociosas sobre os habitantes da cidade e planos para uma série de projeto de construção e melhorias.

Quando estava prestes a concluir que aquele livro era de meu interesse, notei que na contracapa frontal alguém tinha feito um desenho. Estava retratado com elegância, mas nunca descreveria como uma visão agradável, na verdade fiquei enojado quando vi pela primeira vez.
A combinação das linhas grossas e negras quase como se fossem raivosas, e a forma dramática que o artista tinha transmitido me deixou com uma impressão bem desagradável sobre o assunto. Estremeci enquanto colocava meus olhos na imagem na tentativa de entender o que parecia ser o desenho de um homem alto com pernas e braços longos e magros. Parte do rosto estava escondido por sua mão branca e pálida, mas o que dava para ver era monstruoso. Veias proeminentes saltavam de sua testa e subiam até sua cabeça careca, os olhos estavam afundados em seu crânio e as árvores da floresta que o cercava pareciam torcidas e se afastando dele com medo.

No começo eu achei que algum aluno da faculdade tinha feito aquela rasura no livro, mas então na parte de baixo no desenho estava a data "1578" e um nome um tanto incomum: "Herbert Solomon". Ou esse nome era da criatura que estava retratada na figura ou então do artista, eu não fazia ideia.

Mesmo perturbado com a cena, decidi que aquele livro precisava ser estudado mais profundamente. Eu desejava saber o que era aquela criatura e o porque de alguém ter se sentido abrigado a desenhá-lo; um desenho na contracapa de um livro que era usado para registrar a vida dos habitantes daquela cidade. Mais a frente, quando inspecionava o livro com mais afinco, descobri que o desenho também tinha sido reproduzido em outras páginas, as aparentemente por outros artistas.

Dentro do livro descobri numerosas citações sobre Herbert Solomon, e ficou claro que o homem magro retratado no desenho era de fato ele. Ele vivia nos arredores da cidade de Ettrick no século 16. Ela um local pequeno e pouco desenvolvido, cercado por todos os lados pela floresta de Ettrick, que ficava na vasta região seca do sul.

A cidade tinha uma igreja paroquial que contava com uma humilde torre, e uma pousada que normalmente era usada por viajantes que gostavam de passar pelo pitoresco interior e ruas que abriam caminho entre as casas de pedra e a prefeitura.

De acordo com a descrição no livro, durante o mês de Dezembro de 1577, crianças começaram a desaparecer da cidade. A primeira foi uma menina com o nome de Alana Sutherland. Ela estava brincando com alguns amigos perto de um velho poço nos arredores da cidade, quando deixou cair por acidente uma boneca de pano lá dentro, o que a deixou muito agoniada. Sem conseguir recuperar a boneca, ela voltou para casa e pegou um tanto de linha e um anzol para tentar "pescar" a boneca da água no poço. A última vez que ela foi vista foi em um fim de tarde e estava indo tentar recuperar seu brinquedo.

Em pânico, os moradores começaram a procurar pela criança, dentro do poço, nos campos de centeio e até enviaram alguns grupos para a floresta e arredores. Infelizmente, a menina nunca foi encontrada.

Alguns dias depois, um menino chamado Erik Kennedy estava andando pela cidade para dar um recado de sua avó para outra moradora. Estava escuro, mas ele tinha apenas que levar um pouco de lã como agradecimento aos grãos que a família tinha recebido, e a casa ficava apenas algumas ruas da dele. Era presumido que o centro da cidade era seguro, mas o menino nunca chegou ao seu destino. Ele desapareceu, como se tivesse sido arrancado de sua própria existência.

No final de Janeiro um inverno amargo causou danos significativos para a cidade e seu povo. Quantidades absurdas de neve cobriam as casas e tudo no lugar. Muitas pessoas morreram por causa do frio, e o estado geral de Ettrick era sombrio.

Apesar dos tempos difíceis, os moradores estavam mais preocupados com a segurança de seus filhos. No total, sete crianças tinham desaparecido, assim, sem pé nem cabeça. Várias famílias estavam desesperadas e o povo de Ettrick começou a ver a situação com um olhar mais suspeito. Eles sabiam a verdade; alguém estava roubando suas crianças.

Na metade de fevereiro mais duas crianças tinham sumido e olhares acusadores estavam sendo distribuídos entre os familiares e moradores da cidade. O ancião da cidade então decidiu agir, e tomou para si a árdua tarefa de identificar a capturar o monstro.

Discussões burocráticas foram feitas, grupos religiosos convocados, e em cada casa, cada rua, cada canto de Ettrick apenas um nome saia dos lábios dos habitantes: "Herbert Solomon". Quanto mais seu nome era dito, mais certa era sua culpa.

Herbert Solomon era um estrangeiro. Ele morava em uma pequena cabana de madeira dentro da floresta que cercava a cidade, e devido sua aparência, ele tendia a evitar o contato com outros seres humanos. Qual era sua doença ninguém sabia, mas nos tempos não iluminados do século 16 na Escócia, muitos acreditavam que ele era amaldiçoado.

Olhos modernos teriam adivinhado de primeira que ele era vitima de uma doença debilitante. Ele raramente se aventurava ir na cidade, exceto quando precisava trocar suprimentos e quando ia, cobria seu rosto com um enorme chapéu marrom e pedaços cinzas de pano, os quais obscureciam suas feições.  

Muitos moradores contavam histórias sobre Herbert Solomon, e de acordo com estas histórias ele ficava na borda da floresta observando os agricultores e seus filhos brincando nos campos. Era a fascinação dele com as crianças que deixava as pessoas desconfortáveis. Em certas ocasiões algumas crianças voltaram da floresta com brinquedos muito bem feitos, talhados em madeira. Eram presentes de Herbert Solomon e, sendo crianças, elas não sabiam o perigo dele.

Quando as crianças começaram a desaparecer, imediatamente os olhos se viraram para aquele homem estranho que vivia na floresta. Acusações foram fortalecidas pelos sussurros dos pais temerosos, e os sussurros cresceram em quantidade e então em volume, até que foi decidido que Herbert Solomon tinha que ser parado.

Em uma noite fria de Fevereiro os anciões da cidade decretaram que ele deveria ser preso imediatamente. Mágoa, raiva e ressentimento crescia como uma febre na população e com isso começaram a entrar na floresta para caçar o assassino de crianças.


Detalhes exatos sobre o que ocorreu naquela noite são muito limitados, mas parece que o povo de Ettrick tentou remover Herbert de sua pequena cabana ateando fogo nela. A plateia comemorou ao ver as chamas crescendo. Os gritos dele ecoaram pela floresta para finalmente ser silenciado pelo incêndio. 

[CONTINUA...]


62 comentários:

  1. Ansioso para o próximo capítulo.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom e eu tenho que elogiar a frequência com que vocês andam postando as creepys!
    (Palmas)
    Esperando a prox parte o/

    ResponderExcluir
  3. Não sei se é a minha mente q é muito suja ou a folha do papel era cor de pele, +esse desenho me lembrou um butico
    :s

    Curti a história, quando vejo numa creepy homem magro, careca e crianças desaparecendo automaticamente me vem Slenderman na cabeça,+ pelo visto tem nada haver
    ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente esse papel me lembrou de um documentário do History Channel (ou era Discovery?) sobre inúmeras coisas feitas com pele humana. E no começo também pensei que ia falar de mais uma aparição do Titio Slender.

      Mas, se me permite, esse "tem nada haver" aí tá errado. Antes que venham com sete pedras na mão me dizer que não tenho moral pra julgar ninguém, não estou julgando estou só ajudando de certa forma. Nesse caso o "tem nada haver" é uma redundância, logo deveria ser "tem nada a ver". E não me apedreje por favor.

      Excluir
    2. Para mim não pareceu o Slender. ..
      Gosta de crianças e é deformado, só pode ser o Michael Jackson!

      AAAAAAAAAAAAAAAAAUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUTH!
      (TUN-TUN-TUN-DS-TUN-TUN-TUN-TUN(8) )

      Excluir
    3. Pra mim o livro ia falar do slender mas pelo que vi , acho que no próximo capitulo vai aparecer "um slender genérico" seqüestrando crianças

      Excluir
    4. O nano manna dos moonslender

      Excluir
    5. De boa Agnes, pelo menos aprendi agora ^^

      ( não, isso não é sarcasmo)

      Excluir
  4. Esse autor é deveras criativo e muito bom com as palavras. Eu já li esse texto dele enquanto dava uma vasculhada no Creepypasta.wikia.com pra variar.

    Me lembrou um pouco de "Obedece a la morsa" por causa da deformação do cara, e a parte dele dar brinquedos para as crianças me lembrou do Tio Kruger, afinal, coitadinho do cara néah?!

    ResponderExcluir
  5. Não sei por qual motivo me lembro um filme que assisti , onde tinha um cara que tinha uma doença e era deformado , e um dia um povinho ae queimo a cabana dele que ficava no meio da floresta .. No filme o cara assombrava a floresta eu acho , algo do tipo pelo menos .


    Otima creepy , ansiosa aqui pela proxima parte :33

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me lembrou de uma creepy que eu li que era de um soldado que quando voltou da guerra ficou deformado e talz, ele não tinha nenhuma qualificação então não podia trabalhar, e era muito feio pra ficar na entrada. Aí ele fugiu pra floresta e um dia dois caras viram ele e ficaram tirando barato, e então ele matou os dois e o resto da história eu não sei porque faltou força em casa e.e

      Excluir
    2. Eu também assisti um filme quase assim. Tem uma parte que o cara deformado pega uma idosa e puxa os lados da boca dela (para direções opostas) e rasga a pele do seu rosto. No final das contas ele reparte a cabeça dela em duas e a língua fica balançando enquanto ela se debate no chão...

      Excluir
    3. isso só me lembra o A Hora Do Pesadelo (Freddy sendo queimado e tals)

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Cara, não tem nada a ver, mas ontem mesmo eu terminei de ver o filme que é o capítulo final do anime A Melancolia de Haruhi Suzumiya, achei até que tinha algo relacionado com essa história xD

    Pra quem não assistiu ainda, eu recomendo, é um ótimo anime (só uma dica: quando chegar nos episódios 14 ou 15, pule direto pros episódios 20 ou 21, quando chegar neles, vai saber o porquê xD)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você já assistiu Corpse Party?
      É baseado em um jogo e o melhor é que não tem censura ( tripas everywhere).
      A história não é muito forte, mas é muiiito bom *---------------*

      Excluir
    2. Pensei a mesma coisa,mas achei que tinha sido a unica

      Excluir
    3. Não, apesar de gostar de creepypastas, detesto animes com sangue espirrando xD. Vi Akira quando era criança e nunca mais quis ver nada parecido xD

      Ah, mas se vocês querem mesmo ver um anime que lembra uma creepypasta, procurem um que tem dublado em português até, se chama Histórias de Fantasmas, se você ver a sinopse, parece até meio bobo, mas tem que ver o anime pra ver como é legal, a cada história eles têm de lidar com um fantasma diferente, isso passava de madrugada, acho que no Cartoon Network.. Tem até a história de um episódio proibido nele xD

      http://www.animeq.com.br/2010/12/historias-de-fantasmas-episodios-online.html

      Excluir
    4. Ah....... acho que conheço esse desenho ..... eram historias sobre-naturais ne?Via muito esse desenho quando eu tinha uns 9 anos tinha uns episódios que eu me cagava MT XD!!!!!

      Excluir
    5. Tambem lembrei de A Melancolia de Haruhi Suzumiya huehue

      Excluir
    6. Esse mesmo, se não me engano, tinha um fantasma que roubava os pés das pessoas até xDD

      E a Haruhi em si já é uma creepy, daquelas bem psicodélicas, a parte do loop infinito por exemplo, é enervante!

      Excluir
  8. Ai as crianças estavam tudo na cabana tomando chá e o povo botou fogo. Adeus crianças

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior tavam fazendo quadradinho de 24 pro Herbert só que o som do funk da tv tava alto ai ele não escuto incêndio e acabo morrendo com as crianças

      Excluir
    2. Moral da história: Não coma brownies feitos de quinina após as duas da manhã, caso contrário, a Dilma vai comprar uma maça no mercado Açaí, assim matando uma criança no Haiti e te deixando com larica. ¯\_(ツ)_/¯ Ah, e quase ia me esquecendo: Um japonês vai cair no trilho de trem após o JFK soltar um pum, porque, é claro que 2+2 = 24² e assim foi criado o Universo. Agora, voltemos a dançar a macarena e saudar a Maloca, descobrindo que o Einstein era, na verdade, o namorado do Hitler que tava cantando HEYYEYEYEAH WHAT'S GOING ON?


      | (• ◡•)| (❍ᴥ❍ʋ)

      Excluir
    3. ^
      Isso é o que acontece quando você é exposto à muitas creepypastas da Disney. Walt, seu desgraçado! Pegou mais uma! xDDD

      Excluir
    4. Akira...ESSE ANIME É MUITO , MUITO ENCAPIROTADO!!!!!

      Ele fez eu me trancar no quarto e imaginar um mundo só meu onde o Brasil é unico país existente e se chama Zilado , onde nao existe lua e nem sol e a musica Lonely Day - SOAD corre solta por ai.

      Adeus , Sanidade

      Excluir
  9. Sonho da minha vida é encontrar um livro desses antigos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que seu sonho não seja realizado para o seu bem

      Excluir
    2. Vá a uma biblioteca, na sessão de livros religiosos, e com um pouco de esforço você acha um livro de tema estranho com capa de couro.

      Excluir
    3. Ah... Já li esseaê. Qual é mesmo o nome? Ah, lembrei. Se chama A Bíblia Sagrada

      Excluir
    4. Na verdade quando disse "livro antigo desses" me refiro a todo tipo de livros antigos e sinistros como os Grimorios.

      Excluir
    5. Uma vez eu encontrei um desses livros antigos e bizarros na biblioteca da minha cidade. Ele era pequeno, com capa de couro e tinha desenhado (ou estampado, sei lá) a cara de um bode dentro de um círculo na frente.
      Eu fiquei com muito medo de abrir, eu só tinha uns doze anos. Então fiquei com ele na mão pensando "abro ou não abro? abro ou não abro? abro ou não abro? abro ou não abro...". E não abri.
      No outo dia eu estava tão curioso que voltei, mas a bibliotecária já tinha me visto uma vez com ele e o escondeu e.e

      Excluir
    6. Só ir num sebo fera,aqui na minha cidade tem um sebo que é o 3 com maior acervo de livros do brasil,tem livros de 1500 e guaraná com rolha,uma vez comprei um com capa de pele de porco,que é extremamente similar a pele humana,vivo mentindo que e pele humana e.e

      Excluir
    7. Só ir num sebo fera,aqui na minha cidade tem um sebo que é o 3 com maior acervo de livros do brasil,tem livros de 1500 e guaraná com rolha,uma vez comprei um com capa de pele de porco,que é extremamente similar a pele humana,vivo mentindo que e pele humana e.e

      Excluir
    8. Só ir num sebo fera,aqui na minha cidade tem um sebo que é o 3 com maior acervo de livros do brasil,tem livros de 1500 e guaraná com rolha,uma vez comprei um com capa de pele de porco,que é extremamente similar a pele humana,vivo mentindo que e pele humana e.e

      Excluir
  10. Respostas
    1. http://img.ibxk.com.br/2014/1/materias/88838948413162318-t640.jpg



      Muito antes disso, my friend, muito antes... Nunca subestime o rei do pop (Ergh, whatever, nem curto pop mermo)

      Excluir
    2. Acharam que o Michael tinha morrido né? Sabem de naaada inocentes! xD

      Excluir
  11. Filho do Slenderman com o tio Krueger.
    Quem mandou não usarem proteção?FESTA, FESTÃO OU FESTINHA, TEM QUE TER...

    ResponderExcluir
  12. Merda... Agora tô imaginando o tamanho do "membro" do Slender. E o Tio Krueger "doing a handjob" numa mina (AI)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agnes quebrando o mito de que garotas não falam p*tarias nas horas vagas...

      Excluir
    2. Foi um elogio na verdade kkkkkkkk

      Excluir
  13. No começo da história das crianças e poço. E tal me lembro muito o filme dos irmãos griim cara parece mt mesmo idêntico a cidade e o poço. E os acontecimentos

    ResponderExcluir
  14. Sera que porque o strong star prods se atraso em fazer o video da fluttershy VAO TER QUE POSTAR OS VIDEOS TODA TERÇA?!?!

    ResponderExcluir
  15. Respostas
    1. '-' pra mim parecia um umbigo se você cortar da cabeça pra cima.

      Excluir
  16. Testando......apenas fazendo um teste no comentário nada demais!

    ResponderExcluir
  17. Mulher:estou bonita???
    Homem: não.
    Mulher: tu queres ficar comigo pra sempre?
    Homem: não.
    Mulher: tu chorarias se eu saí-se? Homem: não.
    Ela ouviu o suficiente, e foi embora com lagrimas que corriam pelo rosto.
    O homem segurou o braço dela.
    Rapaz: tu nãao estas bonita tu és bonita. Eu não quero ficar com você para sempre eu presiso ficar com você. Eu não choraria se você fosse embora eu morreria.
    (o rapaz sussurra para ela) fica comigo?
    (a mulher sussurra) eu vou.
    Hoje a meia noite seu verdadeiro amor percebera que te ama. Alguma coisa boa vai acontecer a você as 1-4 pm. Amanha pode ser em qualquer lugar. Prepare-se para o maior choque de sua vida! Se você não publicar isso em 5 outros eventos terá sérios problemas com relacionamento no próximos 10 anos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miguelagem

      O nome dessa creepypasta era "o menino que portava as balas" mas tive que mudar pq não ia causar impacto.

      Tudo aconteceu na quarta série, tinha uma garoto na minha sala que todo dia comprava 2 reais de bala.

      Um dia eu fui pedir uma pra ele, e ele disse que não.

      Anos mais tarde ele morreu de diabetes.
      --------------------------------------------
      Repasse para seus amigos gulosos

      Excluir
    2. "O Portador das Balas" hueheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuheuhe Merda. Eu tô rindo da piada que eu mesma fiz. Merda.

      Excluir
  18. Parece que apareceu mais outra serie fodalhona *O*

    ResponderExcluir