17/11/15

Compilação de falhas no Matrix

Uma falha no Matrix é uma experiência que prova que há algo de errado no mundo ou em algum “lugar” do seu cérebro.  Aqui está um compilado de pequenas histórias ditas reais, contadas pelos usuários do site Reddit. Essa compilação foi feita pelo tumblr sixpenceee, traduzida pelo CPBr e pode ser encontrada em sua versão original clicando aqui


•             MORTO, MAS NÃO MORTO
Enviado pelo usurário 3clipse

Eu sabia que meu tio havia morrido.

Minha mãe me ligou e me deu as notícias. Fiquei muito chateado. Ela havia me ligado no meio do meu expediente e até contei para um dos meus colegas de trabalho. Ele manifestou suas condolências pela minha perda.

Algumas semanas depois estava conversando com minha irmã e ela falou sobre uma viagem que minha tia e tio estavam fazendo. Falei que aquilo era impossível, pois ele estava morto. Ela disse que não, não estava.

Liguei para minha mãe. Não, ele não estava morto.

Até hoje eu não sei o quanto daquele dia foi imaginação e o quanto foi verdade. Eu realmente contei para meu colega de trabalho? Eu realmente conversei com minha mãe no telefone?

Eu fico apavorado em saber que meu cérebro pode criar memórias falsas tão reais como essa.


•             POR QUE NÓS FALAMOS DESSE JEITO?
Enviado pelo usurário WittyRepost

Há vários anos atrás eu acordei ao lado da minha (agora ex) namorada e começamos uma conversação completamente em francês. Eu levantei, fui tomar banho, e quando a água começou a correr foi que lembrei que nenhum de nós fala francês. Quando sai do banho perguntei para ela sobre. Ela lembrava de ter acontecido, mas estava tão confusa quanto eu. Aliás, eu nem consigo me lembrar sobre o que falamos, por que não falo a porra do idioma francês para descobrir. Cérebros são esquisitos.

•             ESQUECIDO
Enviado pelo usurário Joevual

Meu pai é epilético e diz que tem esse tipo de experiência quando não toma seus medicamentos. É como se fosse um estado de fuga. Ele foi para Aspen em uma viagem de negócios para projetar uma estação de Ski e esqueceu sua medicação em casa. Estava programado que ele fizesse uma grande apresentação, mas ele nunca apareceu.  Seus colegas de trabalho o procuraram por horas até finalmente encontrarem ele caminhando pela rodovia na neve, 13km longe de seu hotel. Aparentemente ele tinha esquecido completamente quem era, onde estava e para que estava ali. Ele achou que se ficasse caminhando, uma hora se lembraria das coisas. Ele saiu desse surto logo depois que viu os rostos familiares de seus colegas de trabalho.


•             UM CAMINHO DIFERENTE
Enviado pelo usurário  A_lot_of_italics

Um dia estava indo a pé para o trabalho quando senti uma necessidade absurda de tomar um caminho diferente do normal. Trabalho no centro de uma cidade grande. Foi algo muito repentino que acabou mudando minha vida para sempre.

Acabei por parar em um beco que nunca tinha visto antes. Me lembro que ainda andei uns 5 metros até a “falha” acontecer. Tudo na minha mente embaralhou. Senti como se meu corpo não existisse mais, como se eu fosse uma entidade semiconsciente flutuando por uma dimensão esquisita. De repente, no meio de tantas cores e formas, tive uma visão. Eram várias pessoas estranhas que, na minha mente, se pareciam com empresários de terno. Eles pareciam apavorados e em pânico que eu podia vê-los. Uma dessas “pessoas” fez um movimento brusco e tudo ficou preto.

Quando voltei ao meu estado normal, estava em uma rua completamente diferente. Era a rua que eu sempre passava quando ia para o trabalho. Me senti enjoado, e muito perturbado/depressivo.

Eu nunca usei nenhuma droga ou medicamento pesado, nunca tive alucinações e antes disso nada parecido havia acontecido comigo. A coisa mais estanha era que, quando a falha estava se concertando e eu podia ver aquelas pessoas me observando como um animal numa gaiola, eu sentia que estava sendo controlado. Até hoje esse episódio me perturba muito.


•             CURVA ACENTUADA
Enviado pelo usurário  pistacchio

Quando eu tinha 10 ou 11 anos eu estava indo para praia com minha tia e alguns amigos. Estávamos divididos em dois carros. Para chegar lá tínhamos que passar em uma área industrial bem grande. Não sabíamos o caminho, então seguíamos o outro carro. Em um momento da viagem, eles viraram sem avisar e o motorista do nosso carro teve que fazer uma curva acentuada.

Nesse momento nós todos ouvimos uma voz alta e clara dentro do carro dizendo “curva acentuada, né? ” E rindo. O motorista pisou no freio imediatamente. Olhamos uns para os outros, sem entender: aquela voz não pertencia a nenhuma das pessoas dentro do carro.
Na mesma hora, percebemos que o outro carro também tinha parado. O motorista do outro veículo saiu do carro com uma expressão assustada e gritou “Vocês ouviram isso também? ”.
Eles ouviram exatamente a mesma coisa dentro do outro carro. A área era totalmente deserta. Ambos os carros não tinham rádio.


•             O SONHO SUICIDA
Enviado pelo usurário  47attemptslater

Quando eu era adolescente, em uma noite, tive dois sonhos bastante intensos. Um foi sobre uma amiga da internet me ligado para falar que havia terminado com seu namorado, e cantei pelo telefone algumas partes da música “Don’t Cry” do Seal, para que ela se sentisse melhor. O segundo sonho foi eu encontrando outra amiga (da vida real) morta, flutuando dentro de uma banheira cheia de água.

Eu não pensei muito no sonho até que na mesma noite eu entrei na internet e essa minha amiga de longe veio me contar que havia terminado com seu namorado. Imediatamente eu perguntei se podia ligar para ela, e ela disse que não. Me lembro de pensar que isso podia significar algo, como se eu tivesse a chance de mudar alguma coisa.

Não muito tempo depois, meu telefone tocou. Era a minha amiga da vida real, do outro sonho, me ligando. Eu estava apavorado nesse momento, mas tentei conversar com ela da maneira mais normal possível. Ela estava conversando sobre a escola e coisas rotineiras. Até que notei de fundo alguns sons de água corrente. Perguntei “Você está na banheira? ” Ela respondeu que sim e senti meu coração parando. Perguntei “ Fulana, o que foi que você fez? ” Ela não respondeu de prontidão, e depois de uma pausa bem longa, me contou que havia tomado uma cartela inteira de medicamentos controlados misturado com cogumelos alucinógenos e vodca. Tinha ficado com medo de esperar sozinha o efeito, então me ligou para se acalmar. Desliguei o telefone e liguei para a polícia. Quando eles chegaram na casa dela, já estava inconsciente, porém viva.

Hoje em dia ela é mãe de uma linda garotinha e vive bem e feliz.


•             SEM ROXOS NEM ARRANHÕES
Enviado pelo usurário  mbalsevich

Eu estava de palhaçada no corrimão da minha varanda que fica no quarto andar, e caí enquanto meus amigos assistiam apavorados. Lembro de ver o chão de concreto se aproximando do meu rosto e pensar “Ah merda, vou quebrar meu pulso” (não faço ideia porque pensei justo no pulso).

A próxima coisa que me lembro é de meus amigos gritando lá de cima “VOCÊ ESTÁ BEM? VOCÊ ESTÁ BEM? ”.

Olhei para cima e perguntei “ O que aconteceu? ”.

Eles não tinham me visto bater no chão, correram até a varando e já me encontraram de pé, olhando para cima, confuso. Não tive nenhum arranhão, nenhum roxo, nenhum osso quebrado, nenhum machucado. Nada. A memória de bater no chão não existe. Esses 2 segundos não existem nas minhas lembranças.

Nenhum de nós 3 entendeu o que aconteceu, porém nós vimos acontecer e concordamos que aconteceu de verdade.


•             MEUS OLHOS ESTÃO QUEIMANDO
Enviado pelo usurário  ClassicJenny

Há uns 15 anos atrás, uns amigos dos meus pais, Steve e Julie, foram acordados por um estrondo que sacudiu a casa deles. Preocupado que algum dos seus filhos tivesse caído do beliche enquanto dormia, Steve correu escada abaixo e encontrou os três filhos dormindo tranquilamente em suas camas. Julie pediu para Steve conferir se nenhum intruso estava na casa e ele checou todas as portas e janelas antes de sair para o jardim.

Depois de dez minutos investigando o que poderia ter causado o barulho e não ter encontrado nada fora do normal, voltou para dentro de casa e foi se deitar. Ele encontrou sua esposa muito preocupada, até um tanto descontrolada, perguntando onde diabos ele tinha se metido e o que tinha acontecido. Confuso e cansado, Steve falou que não tinha encontrado nada e tentou acalmá-la, até que ela apontou para o relógio e disse que eram 4 horas da manhã, que ele havia sumido por três horas. Julie até tinha o seguido para fora de casa, gritado seu nome e não o encontrou em lugar nenhum. Sem conseguir entender o que havia acontecido, os dois voltaram a dormir até que Steve teve que se levantar para ir para o trabalho. 


Steve trabalha como pintor de casa e depois de algumas horas trabalhando ele percebeu que seus olhos estavam coçando, depois começaram a arder, e depois de algumas horas estavam queimando tanto que ele tinha que segurar suas pálpebras para cima, pois quando ele fechava os olhos parecia que suas pálpebras eram como lixas contra seu globo ocular.  Seus colegas de trabalho o levaram para o hospital e ele foi diagnosticado com queimaduras de segundo grau nos olhos. Os médicos falaram que suas queimaduras eram equivalentes a ficar olhando fixamente para uma máquina de soldagem em funcionamento por horas sem proteção. Seus olhos foram tratados e ele teve sorte de conseguir voltar a enxergar 100%.

-


Se vocês curtirem esse post e tiver um bom feedback (por não ser exatamente uma creepypasta), posso procurar mais histórias de "falhas" para fazer uma parte 2.

E se você por um acaso já presenciou uma falha no matrix ou conhece alguma história de um familiar ou amigo que teve, conte aqui nos comentários que sua história e poderá aparecer no próximo post de Compilações de falhas no matrix. 


49 comentários:

  1. Nossa por favor poste mais, adorei esse estilo

    ResponderExcluir
  2. Nossa por favor poste mais, adorei esse estilo

    ResponderExcluir
  3. Caramba isso é muito louco. Postem mais coisas assim.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom, posta mais. Ou melhor, faz uma serie disso.

    ResponderExcluir
  5. E eu ja presenciei sim uma "falha", não sei se é boa mas vou mandar sim para vocês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode postar aqui mesmo nos comentários!

      Excluir
    2. Pode postar aqui mesmo nos comentários!

      Excluir
    3. Ok então, ta aq:

      Ainda nesse ano, tive uma noite em que sonhei com uma mulher falando coisas q pra mim pareciam aleatórias (não lembro a fala dela). Logo no dia seguinte, eu estava estudando para um prova que ia ter na mesma semana, quando fui dar um tempo, segui para um comodo onde estavam meus pais e meu irmão mais velho assistindo um filme, respirei fundo para avisar a minha presença, e lembro até aí, quando me dei conta, eu estava olhando para o teto. Abaixei a cabeça e olhei para minha família, estavam os três me olhando estranho, perguntei o que tinha acontecido, eles estranharam responderam que eu tinha virado de costas e sussurrado uma fala inteira da personagem no filme (eles disseram qual foi a fala também) depois virado novamente para TV e levantado a cabeça. Estranhei muito na hora, foi ai que me lembrei do meu sonho na noite anterior, a mulher tinha dito exatamente a fala que eu sussurrei. Fiquei assustado, não tinha como eu saber a fala pois nunca havia visto o filme na vida, e também não tinha como eu ter deduzido pois não estava acompanhando o filme desde o início como os outros estavam.

      Bem, essa foi a unica coisa que aconteceu comigo. Pelo menos que eu me lembre...

      Excluir
    4. Eu lembro que na quarta série, brincando no recreio, eu acabei caindo e quebrando o pulso, quando chegei na sala,e mandaram pra secretaria e lá eu peguei um saco pequeno de gelo, quando subi a rampa para o segundo andar meus olhos piscaram duas vezes seguidas em meio segundo, eu não tinha mais nenhum gelo e minhas mãos estavam secas, quando entrei na sala percebi que havia perdido duas aulas ( uma hora e quarenta minutos) e ninguém me viu nesse intervalo quando me acusaram de ficar passeando pelos corredores eu pedi desculpas á professora e me sentei, até hoje não faço á mínima ideia do que eu fiz nesse meio tempo

      Excluir
  6. Esse post foi mt bom, ansioso pela parte 2

    ResponderExcluir
  7. Wow , amei ! Postem mais assim ! Eu acho que já tive uma falha na matrix, não aei se foi. Mas...

    Na 6° série eu estava correndo junto com umas amigas minha no corredor da escola. Eu acabei caindo e atendo minhas costas no chão . Fiquei sem respirar, obvio, depois disso não lembro de nada. Só lembro a partir do momento que eu já to em pé. Mas minhas amigas disseram que eu levantei, me encostei na parede e comecei a gemer de dor , depois eu parei e fiquei olhando pra cima ( tipo pro céu ) sem dizer nada, em piscando eu tava . Ai eu comecei a piscar e a soluçar e me levantei. Mas eu não lembro de nada disso. Só de eu em pé andando .

    ResponderExcluir
  8. Eu vivo lendo e relendo as falhas na matrix da sixpenceee, então vim ler aqui de novo. Tem várias lá que vou adorar ver traduzida (procure aquela sobre "Barefoot, Arizona") amo amo amo haha
    Vivem acontecendo uns glitches na minha vida mas é sempre rapidão e eu aprendi a seguir em frente com eles, rs. Então eu meio que deixo pra lá. Acredito de verdade que tem umas falhas na realidade que todo mundo experimenta e acho que é normal, os seres humanos que ficam sempre com medo.....

    ResponderExcluir
  9. Sinistro, hahaha. Postem mais sobre "falhas" . ♥♥♥♥

    ResponderExcluir
  10. "Eu nunca usei nenhuma droga (...)" AHAM SEI

    ResponderExcluir
  11. É isso o que acontece quando se usa LSD ou qualquer outro alucinógeno. xd

    ResponderExcluir
  12. Postem mais sobre as falhas de Matrix!!!
    Foi uma ótima postagem! :D

    ResponderExcluir
  13. Parte, 2, 3, 4, 5, 6...... por favor, mais disso!

    ResponderExcluir
  14. Adorei *-* posta mais
    Quando eu tinha 7 anos, tava c dificuldade p dormir....era 1 da manhã já, ai eu levantei e fui p cozinha, ai eu pisquei e ja tava td claro...era 10 da manhã, minha vó disse q eu fiquei zanzando pela casa a madruga inteira ;-;

    ResponderExcluir
  15. Adorei *-* posta mais
    Quando eu tinha 7 anos, tava c dificuldade p dormir....era 1 da manhã já, ai eu levantei e fui p cozinha, ai eu pisquei e ja tava td claro...era 10 da manhã, minha vó disse q eu fiquei zanzando pela casa a madruga inteira ;-;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso não é falha da Matrix, é sonambulismo 😌

      Excluir
    2. porra shdbus e eu feliz achando q era o único da família a nao ter sonambulismo shbdusbdj

      Excluir
  16. Eu tenho uma!

    Certo dia, a minha mãe veio me perguntar por que eu tava atravessando o beco perto daqui de casa às 2 da manhã. Eu disse que era impossível! Na época, se eu botava a cara pra fora de casa às 22h da noite era muito. Mas o porteiro do prédio e um primo meu confirmaram que me viram atravessar o tal beco! Até hoje eu fico meio "O.o" com essa história.

    ResponderExcluir
  17. Ah, tem outra! Não sei se exatamente uma falha na matrix, mas...
    Eu tava há uns 3 ou 4 anos querendo muito comer uma tapioca. Tipo, eu tava com um desejo enooorme de comer a bendita, mas eu nunca tinha oportunidade ou dinheiro pra provar! Eis que num feriado desse ano, a minha vó comprou pra mim e pro meu irmão. E qual não foi a minha surpresa ao comer e perceber que era exatamente o que eu tava mentalizando? O gosto, a textura, a maciez... Tudo! Detalhe: Eu nunca manifestei o desejo de comer tapioca pra ninguém, nem nunca li sobre na internet. Ou seja, não tem como ninguém ter me dado uma "pista" de como era o sabor! Eu imaginei "do nada"!

    ResponderExcluir
  18. Adorei <3, postem mais desse estilo.

    ResponderExcluir
  19. Adorei <3, postem mais desse estilo.

    ResponderExcluir
  20. Acompanho esse blog desde 2012, e nunca comentei. Acho loucooooo! Porém acesso do meu cell.pra ver as creepys tm q clicar. Mudem isso por favor? Bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. essse lance d clica nos post d um em um no cel. é do proprio blogspot...
      no pc é um abaixo do outro direto varios por pagina mas no celular so aparece os titulos e o comecinho do texto em todos os .blogspot.com.br

      Excluir
  21. Certa vez, acho tinha uns 15 anos, eu estava voltando da minha escola pela manhã, mais ou menos umas 10 horas, estava sozinha e no caminho sempre passava por uma rua q é praticamente deserta. Vinha sem pensar em nada, simplesmente concentrada em olhar para o chão. De repente, foi como se eu saísse do meu corpo, e simplesmente estava na minha frente, olhando pra mim mesma de cabeça abaixada e caminhando... Isso durou mais ou menos 1 minuto, mas não sei como nem pq aconteceu... E essa lembrança me deixa intrigada até hj.

    ResponderExcluir
  22. Obg por esse post, amo esse blog, amo os post's, amo tudo aqui. Obg...

    ResponderExcluir
  23. Bom, não sei se são falhas, mas eu tenho duas histórias.

    Eu tinha uns 9 anos, umas horae antes eu tinha ido ao um parque de diversões da minha cidade, com os meus pais, fiquei muito feliz nesse dia, tanto q eu levei uma pedra pra casa, sla, uma pedrinha. Bom, ai eu e meus pais chegamos em casa neh, todo feliz e fui guardar minha pedrinha, olhei no calendario : 23 de abril de 2010, relógio marcava, umas 7 da noite, eu lembro q tava com muita fome, ai desci pra comer, não vi ngm em casa, e mais, aquela não paceria ser a minha casa, fiquei rodando uns 30 minutos pela casa, ate q subi , e não achei meu quarto, e olhei novamente no calendario, 26 de abril de 2010, mas eu achei aquilo impossível, pq na vdd, eu havia voltado do parque ha algumas horas, então qdo eu resolvi sentar no chão, eu dormi, acordei e vi no calendário : 24 de abril, meus pais não haviam lembrado da nossa ida ao parque, e mais, disseram q eu fiquei o dia inteiro na rua, talvez, meu cérebro deve ter reprimido essa lembrança, pq eu realmente não sei oq aconteceu nesse dia , e nem pq aconteceu.

    O segundo e mais besta.

    Era meu aniversário de 12 anos, tinha convidado vários amigos, nos divertimos muito nesse dia, ai cortamos o bolo, e a festa acabou, todo mundo lá em casa cansado, eu tava meio elétrico, entao eu disse pra minha mae, q ia dormir dps, deitei no meu sofá, e fiquei esperando o sono vim, qdo eu deitei no sofá, era 9 e 30 da noite, fiquei ouvindo o Tic tac do meu relógio, deu cinco Tics Tacs qdo olhei de novo pro relógio, era 5 e 20 da manhã, fiquei assustado, pq nn tinha dormido, só passara 5 minutos naquele local, como isso e possível ? Contei pra minha mae, e ela disse q eu fiquei hipnótisado com o TIC TAC do relogio, mas nn foi isso, eu sei oq aconteceu, espero q nunca mais aconteça de novo...

    ResponderExcluir
  24. Não sei se isso é bem uma "falha" mas vou contar assim mesmo

    Teve um dia que eu cheguei da escola a umas 6:30 e tava muito cançado então deitei no meu sofá e fui tirar uma soneca,porem eu acordei e olhei para o relogio e era exatamente 07:00 da noite,então decidi voltar a dormir e depois de 5 segundos abri meus olhos e eram exatamente 08:00 e isso se repetiu varias vezes ate eu decidi levantar as 10:00 e eu ache isso um pouco estranho então no dia segunte fui pra escola e contei isso para meus amigos.

    ResponderExcluir
  25. Aconteceram dois em que me lembro. Os dois são extremamente sem graça, porém, são reais e é isso que importa.

    Na época, eu tinha uns 15 anos, e frequentava um curso de inglês que era longe pra porra da minha casa, então, eu ia todas as terças e quintas pra ele de ônibus. A viagem era bem chata, demorava uns 30 minutos pra chegar lá e eu apenas ficava ouvindo música e olhando pela janela.

    Em um determinado dia, eu estava voltando desse cursinho, e o ônibus parou em uma das paradas para mais pessoas entrarem. Eu olhei pela janela e vi um senhor com um boné vermelho, levando uma criança em na garupa da bicicleta. Eles estavam seguindo em uma direção contrária do percurso, então logo, o ônibus seguiu viagem e minha visão sobre o senhor na bicicleta se foi.

    Passados uns 20 minutos de viagem, novamente, o ônibus fez uma outra parada. Olhei novamente pela janela do ônibus, e adivinha? Vi o mesmo "sample/sprite" do MESMO senhor, indo na mesma direção, com a mesma cara, e com a mesma criança na garupa! Fiquei extremamente abismado com isso, estranhei bastante. O que realmente me chamou a atenção foi a criança e o mesmo boné vermelho que o primeiro senhor estava usando. Tenso.

    A segunda ocasião talvez seja mais sem graça e pode ser logicamente explicada. Eu devia ter uns 12 anos na época, e tinha acabado de acontecer uma festinha de aniversário minha, então logo que todos foram embora, fui pra minha cama dormir por estar muito cansado.

    Acordei de madrugada, suado, e assustado, pelo simples fato de eu ter acordado EM PÉ. Sim, literalmente em pé. Entrei em desespero, e acabei tropeçando e caindo de susto. Estava muito escuro e só odin sabe quanto tempo fiquei ali parado em frente da minha cama. Eu senti um medo tão grande que fui pro quarto dos meus pais dormir com eles, já que a cama era muito grande, eles só notaram minha presença lá pela manhã. Expliquei a eles o que houve, e eles disseram que isso poderia ser facilmente explicado como sonambulismo, ou até mesmo um sonho que tive. Independente das situações, nunca esqueci o medo que senti naquele dia.

    É isso zz

    ResponderExcluir
  26. No meu aniversario de uns 10/11 anos, meus pais estavam planejando uma festa surpresa, e enquanto eu assistia tv no quarto dos meus pais (era uma tv antiga, colorida de umas 12/14 polegadas, que não tinha controle remoto ainda e os botoes para escolher os canais eram de 0 a 9 e vc tinha que somar apertando os botoes pra chegar no canal que vc queria, tv bem antiga mesmo pra época, tenho 22 anos hj) e minha mae foi fazer um telefonema para minha tia ( que estava ajudando ela com a festa), enquanto isso, a tv que eu estava assistindo saiu o ar o canal que eu assistia, ficando aquele tipico chiado de que quando não tem sinal a tv ( aquele granulado preto e branco), mas, começou a sair no audio da tv a conversa da minha mae com a minha tia simultaneamente enquanto ela falava no telefone ( telefone fixo e de fio, sem antena) falando dos preparativos da minha festa, eu começei a gritar de feliciade por causa da festa e meus pais vieram ao quarto e comprovaram que a conversa realmente estava saindo da tv. ps, eu faço aniversario dia 31 de outubro.

    ResponderExcluir
  27. Eu tenho uma...
    Lembro muito bem como foi. Eu estava deitado esperando a hora de ir para a escola, me lembro q quando deu 6 da manha eu dormi, dai eu acordei quando vejo ainda era 6 da manha, fiz isso umas 7 vezes sempre quando eu acordava era 6 da manha, n sei pq foi acho q o tempo tinha parado ou eu n tinha dormido nessa meio tempo.

    ResponderExcluir
  28. Eitaaaaa, gostei de mais desses contos aí, posta sim a parte 2, já aproveita e faz parte 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10... Faz uma coleção logo ashuashuash!! *-*

    ResponderExcluir
  29. Eitaaaaa, gostei de mais desses contos aí, posta sim a parte 2, já aproveita e faz parte 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10... Faz uma coleção logo ashuashuash!! *-*

    ResponderExcluir
  30. Eu tenho uma "falha" que aconteceu comigo , aconteceu assim :
    Eu estava na minha casa , lendo umlendo um livro , quando o meu pai disse que iria sair para falar para a minha tia que o meu avô , que estava no hospital havia falecido , e que eles ainda estavam planejando algum jeito de dar essa noticia para a minha avó.
    Depois desse dia ninguem mais falou sobre o incidente.
    Alguns dias depois , a minha avó veio na minha casa , e , depois que ela foi embora , eu comentei que ela poderia ficar mais algum tempo na casa , e a minha mãe respondeu : ela não pode ficar muito tempo fora de casa pois ela tem que cuidar do seu avô
    Então eu disse :Mas ele não tinha... deixa pra lá
    E alguns dias depois , no meu aniversário , eu fui na casa dela e adivinhem ! Ele estava lá.
    Eu fiquei alguns dias pensando sobre isso , ja que isso aconteceu a poucos dias atras , ate que eu vi isso e decidi compartilhar com voces...
    SERA QUE ALGUM DE VOCES TEM ALGUMA IDEIA DO QUE ACONTECEU ?
    Se tiver , por favor responda , se possível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Malz ae pelos erros de portugues , é que eu estou escrevendo pelo celular , e como ele tem a tela pequena é um lixo escrever nele kkk

      Excluir
  31. Eu também tenho uma!!!

    Eu estava viajando com meus colegas da escola, Mas era uma viagem de 15 horas e quase todo o trajeto seria percorrido durante a noite, daí decidibme encostar na janela do ônibus para dormir.Um pouco depois eu entrei naquele "transe" logo antes de dormir quando você fica sem pensar absolutamente nada. Nesse momento eu vi uma placa indicando uma saída para uma cidade qualquer, não lembro direito o nome, só lembro que era o nome de um santo. Acontece que EXATAMENTE a mesma placa com o MESMO cenário passou por mim 4 vezes seguidas!! Eu perguntei para vários outros amigos que também estavam olhando pelo janela e todos afirmaram não ter visto nada!!

    Fiquei sem dormir a noite inteira depois disso e nem aproveitei a manhã direito.

    ResponderExcluir
  32. Um dia desses eu foi dormir,minha irmã estava na sala vendo tv e do.quarto dava para ouvir o audio da tv,dai eu simplismente pisquei e vi minha irmã entrando no quarto ,eu perguntei se ela resolveu dormir e não ver o programa,mas o que me surpriendeu foi que ela disse que o programa já havia acabado fazia muito tempo,eu achei estranho,mas ey soy sonambula enta achei que foi por isso,essa é a minha explicaçao que encontrei

    ResponderExcluir
  33. Bem tenho alguns casos que aconteceram cmg se vcs estiverem interessados vcs podem me encontrar pelo meu email.

    ResponderExcluir
  34. Aconteceu algo comigo em Junho desse ano.
    Eu trabalhava num escritório improvisado, que ficava numa casa, num bairro completamente residencial.
    É um bairro tranquilo, com uma praça enorme e cheia de árvores no meio.
    Eram 10h da manhã, eu estava indo pro trabalho e a rua estava vazia exceto por duas senhoras que estavam próximas dali e um rapaz de aparência estranha que estava caminhando quase do meu lado. Ele estava sorrindo pra mim, com um tom de deboche. Fiquei com medo de ser assaltada ou coisa do tipo, então atravessei a rua e caminhei em direção às duas senhoras, a fim de distraí-lo ou afastá-lo, talvez.
    No meio do caminho vi que ele não tinha me seguido, então decidi continuar o caminho até o trabalho, porém, fui caminhando por dentro da praça e mantendo os olhos nele de uma certa distância e em meio às árvores.
    O rapaz, entrou num beco, bem do lado da casa onde eu trabalhava. Um beco estreito, não estava perto o suficiente pra ver o que tinha ali, só consegui ver algumas pichações no muro. Na hora eu estava desesperada o suficiente pra me esquecer de um detalhe: Não tinha beco nenhum ali. Apenas várias casas.
    O tal do beco sumiu praticamente diante dos meus olhos, dando lugar à uma casa comum, qual já estava acostumada a ver todos os dias.
    Passei o dia todo agoniada e me perguntando o que foi aquilo, até hoje não descobri quem era aquele homem e onde era aquele lugar.

    ResponderExcluir