17/08/16

Erro no The Sims 4

Descobri esse bug estranho que continua acontecendo com meu jogo do The Sims, e queria saber se alguém mais já passou pela mesma coisa. 

(Para aqueles que moram em uma caverna no meio do mato, The Sims é um jogo de computador super popular. Você basicamente cria pessoas e famílias e então comanda suas vidas em seu mundinho virtual. Eles tem empregos, estudam, e todas essas outras coisas que fazemos na vida real. Honestamente, é como se vivêssemos uma segunda vida que pode ser pausada.)

De qualquer forma - eu estava muito atrasada na onda e só comprei o The Sims 4 faz algumas semanas. Eu jogo esse jogo desde sua primeira edição, quando os bonecos não envelheciam e só podiam ficar dentro da sua casinha limitada. Mas depois de jogar o 2 e o 3, virei fã de carteirinha. Eu amava criar Sims de pessoas que existiam apenas na minha imaginação. Fazia estrelas de cinema e astronautas. Adorava deixá-los extravagantes, com cabelos coloridos e várias tatuagens. 

Desculpa, não estou indo direto ao ponto. Bem, então comprei o jogo e comecei a jogar. Com certeza me lembrava mais do The Sims 2, especialmente quando está sem pacotes de expansão. Joguei bastante, mas acabei me entediando com a primeira família que havia criado, então resolvi começar um novo jogo. Minha melhor amiga Kimmy também joga, e tinha feito sua versão em Sim (quer dizer, mais ou menos. Tinha a mesma cor de cabelo, mas os peitos eram muiiiito maiores! Além do mais se fez super magra. Tanto faz.) 

Então decidi que faria um Sim igual a mim também. Kimmy gosta de sair com um monte de caras e, basicamente, ser uma puta. Eu jamais faria isso. Eu queria uma Sim exatamente como eu. Então fiz uma personagem adolescente chamada Rose (que é o meu nome). Deixei meu cabelo castanho e liso, como na vida real. De roupa, escolhi uma camiseta normal e uma calça jeans. Me custou mais ou menos uma hora para deixá-la igual a mim e ter minha personalidade perfeita. Tentei colocá-la em uma casa sozinha, mas aparentemente você precisa ter um Sim adulto na mesma casa para poder jogar com um adolescente. Então peguei um personagem aleatório e coloquei na minha casa. O primeiro personagem que o jogo criou aleatoriamente era muito estranho. Sua pele era completamente vermelha, com um macacão de látex da mesma cor do corpo. Sua cabeça era minuscula, assim como os olhos, nariz e lábios. 

Eu ia clicar novamente no aleatório mas achei que não fazia muita diferença como ele se parecia, então dei a ele o nome de Bob e coloquei-o na minha casa. Finalmente eu podia jogar!

Definitivamente valeu o preço que paguei. Joguei a noite toda! Fui para o colégio, pratiquei minhas habilidades e fiz amigos. Bob só ficava parado em algum canto da casa ou me seguia lentamente. Nunca interagi com ele. 

Mas é aqui que a parte esquisita começa. Juro por tudo que é mais sagrado que tem um personagem na minha cidade que parece EXATAMENTE com um garoto da minha escola, Randal. Não era levemente parecido com ele - tinha o mesmo corte de cabelo, mesma cor do olho, tudo! O estranho mesmo era que o nome do personagem também era Randal. Conversei com ele um pouco no meu mundo Sim e depois arrisque um flerte com ele. É que na verdade eu sempre tive uma quedinha pelo Randal da vida real. Ele me paqueirou de volta! Me diverti muito flertando com o garoto que eu gostava. 

Na escola, no dia seguinte, Randal piscou pra mim. Fiquei um pouco surpresa porque não achava que ele sabia da minha existência. Ele me mandou um bilhetinho perguntando se podíamos sair um dia desses. Mostrei para Kimmy, totalmente maravilhada. 

"Dã, vocês dois estão flertando faz séculos." Ela revirou os olhos. 

"Não, sério, por que será que ele está sendo tão legal comigo?"

"Você tá chapada? É o Randal. Ele gosta de você." Kimmy balançou a cabeça. "Você é uma idiota, Rose." 

Acho que eu e ele interagimos alguma vez e acabei esquecendo? Mas acho que eu lembraria se a gente tivesse conversado antes! Mas eu queria saber mesmo é como ele foi parar no meu jogo. Acho que meu The Sims está de alguma forma hackeando meu computador. De que outra forma Randal poderia ter aparecido no meu jogo?

Aconteceram outras coisas estranhas também. Como por exemplo, quando cheguei em casa naquele dia e comecei a jogar de novo, Kimmy apareceu na minha cidade! Ela parecia exatamente como na vida real, até o mesmo vestido que tinha usado para ir para a escola. Nós já éramos amigas no jogo, o que é estranho, sendo que nunca tinha visto sua personagem antes. Joguei um pouquinho naquela noite e depois fui dormir. 

Quando acordei, havia algo novo - Bob estava no canto do meu quarto olhando para mim! Tipo, um Bob na vida real. Ele se parecia exatamente como o personagem do The Sims, que a princípio foi realmente assustador. Sua cabeça era tão pequena e a pele tão vermelha. Fiquei apavorada no começo, mas ele era inofensivo. Tentei falar com ele, mas ele só me encarava. Ele só saiu do quarto para que eu me arrumasse para a escola. Não encontrei meus pais. Talvez tivessem ido para o trabalho mais cedo? Bob me seguiu lentamente de sala em sala. Eu tentava falar com ele, mas ele nunca respondia. 

Ele ficou em casa quando fui para a escola. Fiquei com uma sensação estranha sobre aquilo. Mas passou totalmente quando Randal começou a flertar incondicionalmente comigo. Era exatamente como no jogo ontem! Ele perguntou se podia ir lá em casa mais tarde. Um garoto tão bonito assim nunca tinha prestado atenção em mim! Kimmy ficou morrendo de ciúmes. 

Eu não conseguia tirar da cabeça o fato de que Bob agora vivia na minha casa. No almoço perguntei se ela já tinha visto um cara como Bob andando por aí. 

Ela estreitou os olhos. "Você é tão estranha, Rose. Nem sei por que somos amigas."

Tenho que admitir... Kimmy é o minha melhor amiga, mas ela é malvada. Ela sempre foi ruim pra mim. Deve ser por ser mais confiante que eu. Mas é tipo minha única amiga, então eu tento lidar com isso da melhor forma possível. 

Cheguei em casa faltando algumas horas para Randal chegar. Bob ainda estava lá. Tentei falar com ele de novo, mas ele só me encarava. Meus pais não estavam por perto. Dei de ombros e resolvi ogar mais um pouco. Quando carregou, Bob se aproximou e encostou um de seus dedos vermelhos contra a tela. Estava apontando para si mesmo.

Fiquei confusa. "Você quer que eu jogue como você?" 

Ele balançou a cabeça negativamente e continuou apontando para a tela. 

"Você quer que eu fale com você?" 

Ele acenou a cabeça e ficou de pé atrás de mim. 

Cliquei no personagem dele. Só havia uma ação habilitada - "Louvar." Fiquei um pouco hesitante, mas cliquei. A Rose Sim andou até Bob. Em seguida aconteceu um erro bem estranho... Ao invés de só conversar, ela levou sua pequena mão de Sim até sua garganta e puxou uma caixa. Entregou-a para Bob. Tentei cancelar a ação mas já estava concluída. Bob pegou a caixa e pressionou contra seu estomago. A caixa foi absorvida pelo seu corpo. 

Me virei para olhá-lo e pela primeira vez ele estava sorrindo. 

Dei de ombros e continuei a jogar. No jogo, Randal e eu tivemos um encontro e nos divertimos muito. Decidimos que seriamos namorado e namorada! Passávamos a maior parte do tempo nos beijado até que ele teve que ir para a casa. 

Então, Randal real chegou. E não vou mentir - foi exatamente como no jogo! Ele é meu namorado agora! Eu nunca tinha beijado um menino, mas com certeza foi maravilhoso. Quando ele foi embora, eu estava nas nuvens. Cai na cama em um poço de felicidade. 

Mas, para meu horror Bob se arrastou para a cama junto comigo. Eu gritei para ele ir embora, mas por alguma razão as minhas palavras pareciam todas embaralhadas. Tipo como é a língua dos Sims. Pela primeira vez ele falou comigo. Exceto que sua boca não se movia.

"Tudo que você quiser pode virar realidade."

Tentei perguntar o que ele queria dizer com aquilo, mas novamente minhas palavras saíram todas erradas. Mas Bob me respondeu, como se pudesse ler meus pensamentos. 

"Tudo que você precisa é me Louvar uma vez por dia. Assim você poderá fazer qualquer coisa, ser quem você quiser... ter o que quiser." Ele pausou. "Também preciso que você mude meu nome no jogo."

Me perguntei qual nome ele gostaria.

Ele sorrio longamente. "Shaitan."
Fiquei me sentindo estranha, mas acho que também um pouco animada?! Adormeci com ele na cama. Ele nunca me tocado ou se mexeu, mas sei que ficou acordado a noite toda me olhando. 

No dia seguinte, fui para a escola. Randal estava tão doce como nunca. Ainda parecia um sonho. Lembrei o que Bob... quer dizer, o que Shaitan disse, sobre a possibilidade de ter tudo o que eu queria. Definitivamente eu queria Randal. Na hora do almoço, contei sobre nosso encontro maravilhoso para Kimmy. Ela chiou. 

"Ele só está com você porque quer te comer," falou amargamente. 

Ódio começou a florescer em mim. "Nós nem sequer transamos!" 

"Ainda não. Mas aposto que ele vai querer. Por qual outro motivo ele estaria com uma garotinha estúpida feito você?" Riu baixinho. 

Me levantei com raiva. "Kimmy, você não devia falar assim comigo!" 

"Ah é? E o que você vai fazer?"

"Posso fazer muitas coisas agora. Você não quer encrencar comigo."

"Sua retardada escrota," ela sibilou. 

Fechei meus punhos firmemente e sai dali. Ela mal podia esperar para ver. Veria o quão ruim eu poderia deixar as coisas.

No segundo em que cheguei em casa, carreguei o jogo. Shaitan ainda estava sorrindo. Primeiro, eu o louvei, que foi a mesma ação de ontem. Senti uma dor estranha no meu peito, mas ignorei. Então convidei Kimmy para minha casa. Olhei para a Sim dela com raiva. Sem remorso, construí quatro paredes em volta dela, prendendo-a em um pequeno espaço. Ela ficou assim durante toda a noite, se mijando e chorando. Queria desesperadamente comer e dormir. Fiquei observando-a sofrer por um bom tempo. Eu me deleitava no prazer que o seu sofrimento me causava. Finalmente, por volta das três da manhã, ela morreu. Shaitan soltou uma risada baixa e grave. Eu ri junto. 

No dia seguinte, quando eu estava indo para a escola, notei uma estrutura estranha no meu quintal. Eram quatro paredes cinzas sem telhado. Toquei naquela coisa e imediatamente soube do que se tratava. Fedia a urina. 
O pessoal na escola ficaram preocupados com Kimmy, mas não falei uma palavra. Finalmente eu estava passando em todas as matérias. Eu podia ter todos os amigos que quisesse. Eu podia me vingar de qualquer um que passasse por cima de mim. Esse erro no The Sims foi a melhor coisa que já aconteceu na minha vida. 

A única coisa que sinto falta é dos meus pais... eu devia ter feito o personagem deles no jogo quando comecei...
-

Esse conto foi traduzido exclusivamente para o site Creepypasta Brasil. Se você vê-lo em outro site do gênero e sem créditos ou fonte, nos avise! Obrigada! Se gostou, comente, só assim saberemos se vocês estão gostando dos contos e/ou séries que estamos postando. A qualidade do nosso blog depende muito da sua opinião! 



KEEP CREEPYING!

TRADUÇÃO POR: FRANCIS DIVINA


42 comentários:

  1. Excelente creepy, muito boa...
    E sobre a série Runners? to mordendo unha de tanta ansiedade pela próxima parte :)

    ResponderExcluir
  2. Krlh.. Q foda, nao tava botando mt fe no inicio mas quando chego na metade começou a ficar barril.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só queria dizer que é a primeira vez que vejo a expressão "barril" e amei. HAHAHAHAH

      Excluir
    2. Sério que é a primeira vez,Divina? Eu já enjoei de tanto ouvir isso.

      Excluir
    3. Eu sou do RS, aqui nunca ouvi essa expressão. Da onde vocês são?

      Excluir
    4. Essa expressão eu acho que é mais pro Nordeste. Eu morava em Cruz das Almas-BA e ouvia direto isso, mas agora que estou na faculdade em Feira de Santana, não escuto muito.

      Excluir
    5. Eu sou de Salvador-BA, a gente costuma usar essa expressão aq, embora eu ouvisse mais aintigamente não é raro vc ouvir alguem falando "barril" atualmente.

      Excluir
    6. Eu também sou do RS e nunca ouvi esse expressão Haha =v Acho que é igual "Tchê", a maioria não conhece e.e

      Excluir
    7. Eu também sou do RS e nunca ouvi esse expressão Haha =v Acho que é igual "Tchê", a maioria não conhece e.e

      Excluir
  3. Tipo...Super normal um moço parecendo um demonio entrar na tua casa e tu ficar só tipo:
    Tah ok...É estranho masok
    QUE?! MIGA SE FOSSE EU TONHA MORRIDO JA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei a msma coisa ashuashu, outra, ninguém achou estranho uma estrutura ser construida do dia pra noite em um quintal?

      Excluir
  4. Foda quando um shai hulud vai parar no the sims

    ResponderExcluir
  5. Aff agora deu vontade de jogar saporra, mas n vou ser otaria que nem essa mina nao, vou criar um death note que rende mais nnn

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha, veeeii, agr q vc falou q eu me toquei, a menina podia ter se tornado uma kira da vida kkkkkkk

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Oi Divina, tava vendo uma sugestão comentários em um post anterior, e achei muito legal mesmo a ideia de que, depois de terminar a série runners, a equipe cpbr postar uma série aqui no blog sobre serial killers, tipo, bem gráfica e detalhada mesmo, do jeito que a galera gosta. O blog ficaria muito bom com as historias, por exemplo, do assasino do Zodíaco, Dennis Rader, Andrei Chikatilo, e muitos outros, e até mesmo com casos mais misteriosos como os assassinatos a machadadas de Vilisca (Vilisca axe murders) ou O massacre de Hinterkaifeck. Ficava mto bom mesmo. O q vcs acham?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho esse tema de serial killer muito clichê. Eu AMO ler sobre, mas é clichêzão. Quase todo site/blog/canal no yt posta coisas repetidas. Massssssss... Se começarem a postar eu com certeza leria.

      Excluir
    2. Olha, é até clichê sim, porque quase todos os sites e blogs de suspense/terror postam conteudos sobre serial killers, mas sempre com o mesmo conteúdo e as mesmas informações, na maioria, superficiais. Mas Se o blog cpbr criasse posts aprofundando bastante nos casos, trazendo informações detalhadas que antes só eram disponíveis em inglês, fazendo uma análise da mente dos caras, enfim, sendo diferente e original , dando até um ar de creepypasta nas histórias, na minha opinião ficaria sensacional!

      Excluir
    3. Teorias da Conspiracao seria muito interessante! Eu próprio as vezes eu me considero um conspirologo. Eu acho que casos misteriosos deveriam ser abordados com mais frequência nesse blog. As tais Falhas na Matrix,que a Divina começou fazendo, algum outro ADM poderia fazer uma continuação, como o Thiago fez a do Efeito Mandela.

      Excluir
    4. Acho que vou fazer essa série sim, mas focando mais em Serial Killers Brasileiros, o que acham? Acho que geralmente vemos mais matérias sobre os gringos, acho então que seria legal focar nos daqui!

      Excluir
    5. Tenho uns livros que falam de varios serial killers, infelizmente é vdd, fala mt sobre gringos, mt pouco sobre serial killers brasileiros e os poucos que tem, da vergonha de ser brasileiro, por exemplo o serial killer brasileiro que matou 300 pessoas, levou uma pena superior a 500 anos de prisão, ele cumpriu 30 e está livre atualmente e é vivo

      Excluir
    6. Também tenho dois livros, Anatomia do Mal (fala muito sobre gringos) e Mentes Perigosas (esse fala mais sobre casos no Brasil, inclusive recomendo muito a leitura). Realmente sempre focam mais nos famosos: Jeffrey Dahmer, jack estripador, assassino do zodíaco, charles manson, etc. Esses que todo mundo já conhece e sabe da história de cor e salteado.

      Excluir
    7. Divina quando saira a parte 15 da serie runners fiquei hipnotizado com a serie obg

      Excluir
  8. Opa, foda demais, só que eu no lugar dela faria vários motherlodes.

    ResponderExcluir
  9. Ops! Então quem não conhece The Sims obrigatoriamente deve ser morador de uma caverna no meio do mato? Sou uma exceção, então, visto que conheço o jogo? (Lugar errado...)

    ResponderExcluir
  10. Aserehe ra de re, de hebe tu de hebere
    Seibiunouba mahabi, an de bugui an de buididipi

    Aserehe ra de re, de hebe tu de hebere
    Seibiunouba mahabi, an de bugui an de buididipi (8)

    ResponderExcluir
  11. Poorra me dá um bug desse q vou já voltar a jogar tbm.

    ResponderExcluir
  12. Muito boa essa creepy, adorei

    Divina quando volta os erros da Matrix?

    ResponderExcluir
  13. O último parágrafo permite interpretar que a creepy qur abordar como a educação de pais podem fazer falta na vida de alguém.

    ResponderExcluir
  14. Ue
    Os pais dela tipo morreram?
    Tendi nadan

    ResponderExcluir
  15. Não achei nenhum comentário falando sobre, então só eu notei?? Shaitan = Hi Satan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade Shaitan é o demônio da cultura islâmica

      Excluir
  16. Tipo, "ah, tem um capeta me observando, legal"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. "Ele só se parece com o cara do jogo e me faz louvar ele , nada demais"

      Excluir