25/08/16

Série Runners/Corredores (PARTE 14) - Durante: Passos demais

ATENÇÃO : ESSA SÉRIE/CREEPYPASTA É +18. CONTÉM CONTEÚDO ADULTO E/OU CHOCANTE. NÃO É RECOMENDADO PARA MENORES DE IDADE E PESSOAS SENSÍVEIS A ESSE TIPO DE LEITURA. LEIA COM RESPONSABILIDADE. 
***
Se não leu as outras partes ainda, clique abaixo na parte desejada e será redirecionado:


Estou escrevendo isso aqui no meu registro de atividades físicas e vou programar o para postar automaticamente esta mensagem, e o meu progresso do dia, assim que o dia acabar. Espero que alguém leia.

Estou tentando entrar em forma. O médico falou que preciso perder mais 20kg, e graças aquela nova dieta vegan que consiste em cogumelos, seitã e quinoa, eu já perdi mais ou menos uns 4kg. Minha sobrinha me ensinou como instalar um contador de passos no meu iPhone para eu usar nas minhas corridas, e foi muito divertido avaliar quantos passos eu tinha dado e quantas calorias tinha queimado. Como se fosse um jogo. 

Em uma tarde, derrubei meu celular na calçada e rachei a tela. Fiquei com medo de ter estragado todo. Liguei para Carissa do meu telefone fixo e ela sugeriu que eu testasse tudo. Funcionava, então era só ignorar a tela rachada. Tudo parecia normal, exceto pela parte das ligações. Por alguma razão, toda vez que eu tentava atender uma ligação, ele desligava. Mas isso não importa muito, pois uso o fixo muito mais. Entretanto, tem um problema. O contador de passos está marcando errado.  

Para ir para o segundo andar da minha casa, são 14 degraus. Testei o aplicativo e contou 15 passos. Tentei de novo enquanto descia as escadas. 17 passos. Pra ser honesto, fiquei bastante desmotivado. Eu realmente tinha começado a apreciar minha dieta fitness e adoro os gráficos do app para ver o meu progresso. Agora, com os números estando inexatos, todos esses aplicativos para me auto avaliar se tornam imprestáveis. 

Dei o meu melhor para engolir as frustração e disse para mim mesmo que esses gráficos e apps não são importantes. Fazer exercícios é o importante. Então continuei. Ainda usava o contador de passos para referência, mas não ficava olhando-o sempre. O tempo foi passando e devo ter entrado no ritmo, pois comecei a perder bastante peso e ficar em boa forma mais rápido do que achei que seria. Me sentia ótimo; mesmo tendo 56 anos, tinha energia de uma pessoa 20 anos mais nova que eu. 

Quando fui ao médico para fazer um novo check-up, reclamei com ele sobre uma dor recorrente nas minhas canelas e pés. Aparentemente, o problema de se exercitar quando você está acima do peso é que isso vai lhe custar nos membros inferiores. Eu deveria saber disso. Ele me disse para diminuir o o ritmo até que a dor parasse e depois poderia ir voltando aos poucos a corrida. 

Resolvi seguir o conselho dele e parar com a corrida, mas continuar com minhas caminhadas. Não ia ficar sentado com minha bunda gorda no sofá e não fazer nada. Eu perderia todo o progresso que tinha feito. Então toda noite eu caminhava. Fora de hábito, eu ficava olhando o contador de passos uma vez ou outra. Antes de quebrar, eu dava mais ou menos 2,000 passos a cada 1,5km. Agora marcava entre 2,500 à 4,000 para a mesma distância. Eu acharia o erro de contagem engraçado se minhas pernas não doessem tanto. Não estava tão ruim quanto quando estava correndo, mas ainda era doloroso. Comecei a me preocupar que talvez eu realmente devesse ficar de molho no sofá por um tempo. 

Hoje de manhã, decidi que daria uma boa corrida antes de ficar uma semana sem fazer nenhum exercício físico, para que meu corpo finalmente pudesse descansar e se recuperar. Ao invés de fazer 1,5km como sempre, decidi correr 5km. Sei que não ia conseguir fazer todo percurso correndo, mas eu diminuiria o ritmo até conseguir acelerar de novo. O colégio local tem uma pista de corrida emborrachada, então achei que seria menos deteriorante para minhas pernas correr ali. Ainda assim, antes de sair de casa, tomei alguns ibuprofenos, pois sabia que minhas pernas ficariam bravas e se voltariam contra mim mais tarde. Apesar da dor, estava ansioso para me superar.

Percebi que tinha algo de errado depois do primeiro quilometro e meio pela pista. Eu estava totalmente exausto. Olhei para o relógio e parecia tudo normal; 13 minutos e 19 segundos. Não era um tempo para me gabar, mas era muito mais rápido de quando tinha começado meus treinos. Entretanto, minha respiração estava horrível. Eu estava bufando e ofegando e isso só por causa da primeira volta. Diminui o ritmo para uma caminhada enquanto minhas canelas pediam arrego. Enquanto caminhava, troquei do cronometro para o contador de passos. Mesmo ofegando feito um cachorro, consegui dar uma gargalhada ruidosa. O contador de passos, o qual eu tinha zerado no começo da corrida, estava marcando 15,000.

Continuei a olhar o contador enquanto me arrastava pela pista, esperando pelo momento em que minha respiração se regularia e eu poderia correr de novo. A cada passo, os números ficavam ainda mais loucos. 15,015; 15,110; 16,274. Minhas canelas estavam prestes a ceder debaixo do meu peso. Obviamente, eu estava menos preparado do que achava para percorrer uma distância tão grande, especialmente com minhas pernas e pés doendo tanto. 

Ainda arfando e bufando, decidi desistir e voltar para meu carro. A cada passo, eu ainda observava o contador: 17,990; 19,333; 22,009. Quando cheguei no carro, que estava a uns 30 metros, marcava 54,001. Me joguei no banco do motorista e achei que ia ter um ataque cardíaco ali mesmo. Nunca tinha me sentido tão exausto na vida. Gradualmente, minha respiração foi se acalmando. Foi nessa hora que percebi que meus tênis estavam encharcados de sangue. Rangendo os dentes, liguei o carro e fui para casa. 

Fazem duas horas desde que cheguei em casa. Estou no chão, com muita dor para me mexer. Quando andei do meu carro até a porta da frente, o contador pulou de 54,001 para 312,376. Caí no corredor perto da porta principal e tentei entender o que estava acontecendo. Meus pés estavam agonizando. Cuidadosamente, retirei meus tênis e enquanto puxava as meias, todas as minhas unhas se desgrudaram dos meus dedos. Como se não bastasse, a parte de baixo dos meus pés estavam em carne viva e sangrando muito. O sangue parou depois de um certo tempo, mas estou sentindo muita dor. 

Estou digitando isso no eu telefone porque preciso usar o banheiro. Preciso comer também. Preciso seguir com meus dia. Mas não consigo levantar, estou com medo. Sei que eu devia ligar para uma ambulância ou algo do tipo, mas meu telefone fixo está a dois quartos de distância. Não sei o que vai acontecer se eu der mais um passo. 

Não. Foda-se. Não consigo suportar essa sensação de estar indefeso. De ser um aleijado. Não vou ficar aqui sentado com medo. Vou ir até o telefone. 

***

Final da atualização automática. 

Dia: 15 de maio de 2016. Completa. 

Progesso:  19,244,774,002 passos.

Continue com o ótimo progresso!
-

Ps: Esses dias fui em um rodizio de comida japonesa e me ofereceram um sushi de cogumelos. Não fui doida de aceitar, né creepers? Deus me livre sair correndo por aí feito uma louca pra me abraçar em fungos gigantes no meio de um campo. :P Aliás, desculpa pela demora, tenho estado um pouco ocupada com projetos pessoais. Mas não vou abandoná-los, fiquem tranquilos. 

EM BREVE: "Série Runners/Corredores (PARTE 15) - Durante: Sexo demais"

Esse conto foi traduzido exclusivamente para o site Creepypasta Brasil. Se você vê-lo em outro site do gênero e sem créditos ou fonte, nos avise! Obrigada! Se gostou, comente, só assim saberemos se vocês estão gostando dos contos e/ou séries que estamos postando. A qualidade do nosso blog depende muito da sua opinião! 

KEEP CREEPYING!

Todos os créditos para / All credits to: Unsettling Stories

TRADUÇÃO POR: FRANCIS DIVINA


14 comentários:

  1. Sera que o cara tava alucinado, correndo por causa dos cogumelos e nem percebeu?

    ResponderExcluir
  2. O efeito dos cogumelos faz com que ele corra, supostamente, sem precisar correr... Por isso que o app de controle de passos aumentou bruscamente, e por isso também que o pé dele ficou em carne viva e sem unhas do nada.

    ResponderExcluir
  3. O cogumelo faz com que ele corra muito, igual ao Sônic. As pernas dele se mexe muito rápido.
    Isso ou então ele perde a noção de velocidade, ele está correndo muito e não percebe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser que ele perde a noção da velocidade. Faz muito sentido.

      Excluir
    2. Também acho que ele perdeu a noção da velocidade, esses cogumelos são muito trolls.

      Excluir
  4. Ansioso para o proximo capitulo
    ( ͡° ͜ʖ ͡°)

    ResponderExcluir
  5. Kkkkk são os famosos Tarados aehauhauahuahsusha

    ResponderExcluir
  6. Os salgadinhos checando de hora em hora pra ver a parte do sexo kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Safadinhos*
      Esse corretor maldito kkk

      Excluir
    2. Essa é uma serie mt boa, e por alguma razao o nome do proximo capitulo tem um padrao de letras que faz meu subconsciente querer muito ler ele.

      Excluir
    3. Melhor comentário kkkkkk
      Ansiosa para o próximo capítulo também!

      Excluir
  7. To achando que vou amar essa outra parte...

    ResponderExcluir