31/10/16

O DVD estava coberto de impressões digitais

É tão estranho abrir uma caixa na sua porta de entrada? Estava endereçado a mim. Isso significa que era meu. Claro que eu iria abrir. Eu nem notei que não havia endereço de remetente. Era apenas um pacote pequeno embalado em papel marrom. Meu nome estava escrito com uma caligrafia perfeita em marcador preto. Era para mim. Qualquer um teria feito exatamente a mesma coisa.
A caixa tinha duas coisas. O DVD e uma pequena escultura de madeira. Era um urso.
Sem esperar, eu coloquei o DVD no meu computador. Eu coloquei o pequeno urso na mesa ao meu lado. O DVD tinha um pequeno menu com quatro capítulos. Os nomes dos capítulos eram Origem, Elenco, Helen pede para sair da mesa e Abertura.
Eu cliquei no capitulo Origem.
“Origem” começa com a palavra “COMEÇO” piscando na tela. Durou alguns momentos antes de trocar para uma cena na floresta. A pessoa segurando a câmera anda devagar pelo bosque. Os únicos sons eram os da natureza. Às vezes, eu podia ouvir uma respiração, mas parecia muito quieto para ser da pessoa segurando a câmera. Depois de passar cinco minutos caminhando pelas arvores a pessoa chegou perto de uma casa. Era mais uma cabana em mau estado. A estrutura tinha uma cerca de arame sujo com um portão aberto. A pessoa circulou a casa quatro vezes. Tinha uma janela no lado oeste e uma no lado leste da casa. Você quase podia enxergar a mulher dentro da casa. Ela não estava se movendo.
A câmera era segurada cuidadosamente. Havia pouquíssimo tremor ou distorções.
Depois da última volta, a pessoa segurando a câmera volta pela trilha que eles vieram.
O som de folhas sendo esmagadas podia ser ouvido. Isso claramente assusta a pessoa segurando a câmera. Eles correm para trás da casa para se esconderem. O vídeo se move como se fosse mostrar o rosto da pessoa carregando a câmera, mas é abruptamente cortado, deixando os seguintes números em amarelo numa tela preta: “43.295094, - 89.627832. “
Então eu fui levada de volta ao menu principal. Eu tentei clicar no capitulo “Origem” de novo, mas ele estava riscado com um X amarelo.
Eu notei que o pequeno urso havia caído. Eu endireitei ele e cliquei no próximo capitulo.
“Elenco” começa com uma cena com sacos pretos de lixo. Eles têm a aparência de que foram usados. O vídeo muda para uma cozinha. Uma mulher em um vestido verde está de costas para a câmera. Ela está encarando algo em um forno. Bem baixinho, eu pude ouvir ela fungando. Alguém vem descendo as escadas pesadamente, fora da visão da câmera. Uma criança está chorando. A mulher não reage a nenhum destes sons.
A câmera é pega por outra pessoa de repente. Essa outra pessoa é bem menos cuidadosa com a câmera. Eles se afastam da mulher e focam em uma garotinha. Ela está de joelhos no chão da cozinha, com as mãos juntas como se estivesse orando. Ela está segurando um livro entre seus braços e peito. A cabeça dela foi raspada, exceto em um ponto que pende a frente de seu rosto, quase cobrindo completamente seu rosto.
Ninguém nessa cena é perturbado pela pequena garota. A câmera se move, para mostrar outra criança, um menino, que está aos pés da pessoa com a câmera. É ele quem está chorando. A pessoa segurando a câmera dá um chute no estômago dele. Então, no primeiro dialogo audível do DVD, a pessoa segurando a câmera diz, “Você esqueceu o rosto de seu pai. ” A voz é de um homem adulto.
O garoto rasteja desesperadamente até a garota. Ele se agarra a suas roupas. Ele não fala nada, mas parece estar tentando chamar a atenção da garota. Ela o ignora. O homem fala novamente, “Faça o que você disse, ou o que você disse será feito a você. ”
O garoto olha impotente para a câmera. Ele não encontra consolo lá. Lentamente, ele fica de joelhos e cruza as mãos como a menina. Essa ação parece levar a menina a agir. Ela pega o livro que vinha segurando e coloca delicadamente sobre a cabeça do garoto. Agora ele deve equilibrar o livro de modo que ele não caia. Eu tentei ler o título do livro, mas eu só consegui ver “A Torre _____ ___ Pistoleiro. ” O garoto começa a sussurrar. A garota o beija nos lábios e então volta as suas orações.
A câmera se volta a mulher, que tirou seu vestido e está em pé e pelada na cozinha. Suas costas estão cobertas de cicatrizes. Ela não tem três dedos na mão direita. O homem segurando a câmera se aproxima dela com uma mão coberta por uma luva preta, golpeando sua espinha ferida. A mulher continua encarando o que quer que esteja dentro do forno.
O homem pousa a câmera em um canto. Tudo que eu podia ver era a região do abdômen da mulher. Ele está vestindo um longo casaco e tem um facão em sua mão enluvada. Ele pressiona a lamina na pele da mulher. A cena é cortada antes que qualquer coisa possa acontecer.
Numa tela preta, aparecem essas letras em um amarelo brilhante, “r fr frh cnv aãb gvire ebfgb. ”
O menu aparece de repente. Eu não queria mais assistir, porém o próximo capitulo começou sem que eu clicasse nele. O urso havia caído novamente, mas eu não o arrumei dessa vez. Eu me senti presa no lugar.
“Helen pede para sair da mesa” tinha o título mais estranho de todos os capítulos, e provavelmente o vídeo mais perturbador.
Não havia uma abertura como havia no início dos outros dois capítulos. Em vez disso, começa numa mesa. A câmera é deixada em cima da mesa, encarando uma cadeira vazia. O cômodo está escuro, mas não completamente preto. A luz está tremeluzindo, como se viesse de velas. Não há nenhum som, exceto respirações difíceis vindo de pessoas fora do vídeo. A filmagem fica assim por mais ou menos 10 minutos. Eu não conseguia desviar o olhar.
Finalmente um homem começa a cantar sem tom. É “Hey Jude”, dos Beatles. Ele canta quase que com raiva. Acusadoramente. O torso do homem começa a ser enquadrado pela câmera enquanto ele pega a câmera. Ele vira as lentes para o resto da cena. Há outras três pessoas sentadas na mesa. Eu assumi que fossem as pessoas do capítulo anterior. Cada um deles está usando um saco preto de lixo na cabeça. Os sacos foram cortados de maneira que um pouco de ar possa entrar e sair. Mesmo assim, as pessoas os vestindo parecem ter dificuldade para respirar. O plástico apertado em suas faces enquanto eles exalar o ar.
Na frente de cada pessoa tem um prato vazio. No centro da mesa tem um guaxinim morto. Parece que está morto a um bom tempo. Vermes comeram seus olhos. O homem caminha ao redor da mesa, arrancando os sacos das cabeças das pessoas com violência. O primeiro saco era o da garotinha. Ela arfa como uma vítima de afogamento. Ela tem um olho roxo agora. Seu pequeno chumaço de cabelo está em seu nariz e sua boca. Ela não o afasta. Talvez ela não possa?
O próximo saco a ser removido é o da mulher. Ele não tem nenhuma reação a não ser um rápido piscar de olhos. Seu pescoço esta dobrado num ângulo estranho. Há vestígios de sangue seco próximos de sua boca. Ela não olha para o homem ou para a garotinha.
O último saco é o do garoto. Seus olhos estão abertos, mas sua pele está pálida. Não está claro se ele está respirando ou não.
O homem circula a mesa e caminha em direção a ponta. Ele senta, deixando a câmera na sua frente. Ele parou de cantar. Ao invés disso, ele solta uma gargalhada alta e diz, “Uma família que come unida, permanece unida. Nós não somos uma família? “ Ninguém responde, o que o deixa furioso. “Bem, nós não somos? ”
A garotinha guincha, “Sim John. Quer dizer, Pai. Uma família. Uma família perfeita. “
A mulher e o garoto não respondem.
O homem parece satisfeito. “Vamos, deleitem-se. “
A mulher e a garotinha ficam em pé. Elas se jogam sobre o guaxinim. É então revelado que as duas estão com as mãos presas nas suas costas. Elas enfiam suas cabeças na carcaça, rasgando a carne e comendo com uma fome desesperadora. O garoto não se mexe. Ele não piscou nesse tempo todo. O homem murmura Hey Jude enquanto eles comem o guaxinim. Eles engolem os vermes junto com a carne podre. Esse banquete nojento dura uns bons 15 minutos.  O garoto não se mexe durante esse tempo. Em algum momento, um osso voa e acerta o garoto na têmpora. Ele não reage. O osso atinge sua face e cai em seu colo.
O homem eventualmente soca seus punhos na mesa. A mulher e a garotinha se afastam do que sobrou do guaxinim. Sangue e pus cobre suas faces. O homem fica em pé e caminha em direção a garota. Parece que ele está tentando limpá-la, mas em vez disso ele se demora doentiamente no seu peito. Suas mãos enluvadas cobrem sua face e seu corpo. Ele então se inclina e dá um beijo atrás de sua cabeça. Ela fecha os olhos com força.
A mulher vomita na mesa. Isso distrai o homem que corre em direção a ela e lhe dá um tapa na cara. “Você está arruinando nosso jantar em família! ”
Pela primeira vez ela o encara firmemente. “Deixe-a em paz. ”
“Ela é minha filha.” Ele diz cuidadosamente.
A mulher estava prestes a responde-lo quando ele a pega pelo cabelo e bate sua cabeça contra a mesa. Ele faz isso sete vezes. Sangue cobre a madeira da mesa. O homem então a joga no chão e pega a câmera. “Ingrata, ingrata, ingrata, ” ele repete. “O que acontece com os pecadores ingratos. O que acontece com mulher ingratas. O que acontece com mulheres. ”
Durante esse tempo ninguém percebe que a garotinha se encolheu pra longe da mesa.
O último corte do vídeo é do garoto, claramente morto a pelo menos alguns dias, deitado sobre um altar. Tem uma enorme estátua da Virgem Maria atrás do garoto. O rosto da estátua parece ser o mesmo visto da janela na estrutura do primeiro capítulo.
O capitulo termina com o menu principal piscando. A essa altura eu não podia me mover. Eu olhei para baixo e notei que minhas mãos estavam amarradas com as mesmas cordas que prendiam a mulher no vídeo. Eu gritei por ajuda mas havia algo em minha boca, eu tossi e cuspi o pequeno urso de madeira diante de mim. O próximo capitulo começou a rodar.
“Abertura” começa com uma tela listrada em preto e amarelo. O amarelo satura o preto até que toda a tela seja amarela. Então o vídeo corta para o homem que foi chamado de “John” pela garotinha. Ele está falando com a câmera em um ritmo acelerado. A maioria das coisas que ele diz não fazem sentido. O tema principal parece ser família, mas fora isso, não existe nenhuma conexão óbvia. Em um ponto, ele diz que não tem família e em seguida começa a falar da família que ele tem (ou criou). O tempo todo ele segura um livro em suas mãos. O livro está dobrado, então eu não consegui ler o título. Tem uma arma na capa. O homem usa o livro para fingir que atira em si mesmo. “Pai morto. Pai morto. Pai está morto. Quer estar morto. Minha família quer um pai, mas um pai morto. “
Depois de 10 minutos resmungando ele pega um pedaço de madeira e começa a dar mordidas nele. Com a madeira em sua boca, ele puxa uma mão que está fora da tela. Uma mão com apenas dois dedos.
A última gravação é similar à do primeiro capitulo, exceto que a pessoa está correndo. Eles correm pelos bosques com urgência. Uma vez que eles chegam na pequena casa do primeiro capitulo, a pessoa deixa cair a câmera. Isso distorce a imagem.
Meu laptop ficou completamente preto a essa altura. “O que diabos, ”eu me ouvi dizendo em voz alta. Eu olhei para baixo, para as minhas mãos, e notei que elas não estavam amarradas juntas. Provavelmente nunca estiveram. O pequeno urso está na mesma posição que eu o havia deixado originalmente. Eu consegui ejetar o DVD e fechar meu computador. Sem hesitar eu quebrei o DVD no meio.
Eu poderia ter sido capaz de passar por isso. Eu abri uma caixa com o meu nome nela, assisti um DVD destinado a mim, e tinha acabado agora. Eu poderia ter sido capaz de seguir em frente. Mas havia outra caixa na minha varanda esta manhã.
Essa estava embalada em um saco preto de lixo.

E ai galera, eu tentei trazer mais conteúdo essa ultima semana como prometido. Essa é uma série pequena, são apenas 3 partes. Pretendo trazer os próximos 2 capítulos essa semana ainda. Como sempre, comentem o que acharam. E aproveitem a noite para assistir um filme de terror, vale aquele clássico (tipo Sexto Sentido, que eu assisti em VHS quando criança e fiquei apavorada por uma semana) ou então um mais recente. Ou leia um livro de terror. O que vale é aproveitar a data para fazer o que a gente já faz o ano todo haha. Happy Halloween!  
Edit: arrumei no texto a dica de tradução do leitor. Obrigada Antonio Campos!




24 comentários:

  1. Mds... simplesmente foda! To louco pra segunda parte. E gente, kd a continuação de Monstros Em Meus Ombros? Já saiu o capítulo 6? Enfim, vcs estão fazendo um trabalho e tanto, continuem assim!

    ResponderExcluir
  2. Bastante interessante, fiquei pensando se aqueles números no primeiro vídeo poderiam ser coordenadas, e se aquelas palavras sem sentido no segundo seriam algum código, mas estou sem tempo pra resolver estas questões agora... Mas ótima creepy!

    ResponderExcluir
  3. Ótima creepy, me deixou curiosa e arrepiada do início até o fim

    ResponderExcluir
  4. Isso que é creepy de verdade ! O melhor terror é o do misterio, do desconhecido, a curiosidade que se cria diante de um enredo e um final que arrepia ! Continuem assim, por mais creepys e series como essa e butcherface e menos runners !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo. Creepys como essa e Butcherface dão de 10x0 em Runners que deixei de ler lá pra terceira parte, por aí.

      Excluir
  5. OS números do primeiro vídeo eram coordenadas, que levam para um lugar nos EUA, no estado de Wiscousin? Próximo a uma cidade chamada Madison

    ResponderExcluir
  6. Muito bom! Continua pls!!

    ResponderExcluir
  7. Ja resolveram as coordenadas, só me falta o anagrama

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se alguém puder converter pra hexadecimal, eu agradeço

      Excluir
  8. Esse final foi meio paia ou eu que não entendi? No final, a pessoa apenas recebe uma encomenda embalada? Ou agora ela faz parte das gravações?

    ResponderExcluir
  9. ahhh muito ansiosa,quero mais!
    Creepy maravilhosa!

    ResponderExcluir
  10. Ótima creepy, esperando a continuação.

    ResponderExcluir
  11. Excelente creepy, prendeu minha atençao a todo momento... agora estou muito curioso pelos proximos capitulos dessa historia

    ResponderExcluir
  12. Legal... Só que o Alimente o Porco foi mais impressionante

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Os primeiros números são coordenadas, o anagrama se traduz em "e se seu pai não tiver rosto" (esquema de tradução em ROT13), e o livro que o garoto equilibra sobre a cabeça é "A torre negra: o pistoleiro" (erro na tradução aqui: The darktower, The gunslinger ou "The dark ____ slinger).
    A creepy tem tb várias referências a este livro da serie "torre negra", personagens com dedos faltantes, a música "hey Jude" dos beatles, a frase "você esqueceu o rosto do seu pai", o urso (Shardik), e acho que ate o guaxinim e o garoto morto tem referências ao livro...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E agora me veio a cabeça o título, "o DVD estava cheio de digitais"... Acho que significa que o DVD passou de mão em mão, como em algo entre "O chamado" (Ringu) e "Violência gratuita" (Funny games)...

      Excluir
    2. Obrigada pela dica da Torre Negra, na hora de traduzir não me veio na cabeça o titulo do livro em ingles (que eu só li em português mesmo) vou arrumar ^^

      Se ninguém descobrisse o lance da ROT13 eu ia dar a dica kkkkk
      Obrigada pela atenção ^^

      Excluir
  15. Uaaaau
    Creepy daquelas tipo 1997... muito boa.

    ResponderExcluir
  16. creepy fodastica
    gente criei um grupo do wasstApp so para fãs de creepypastas se nao conseguir entrar pelo link me mande msg no watss 092993582040 Acesse este link para entrar no meu grupo do WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/5959eunB54v3MLc6xh0zZa um grupo para pessoas q amana terros

    ResponderExcluir