29/11/2017

*** ALERTA DE EMERGÊNCIA *** (QUARTA ATUALIZAÇÃO)


Ok, gente. Olá de novo. Sei que deixei a última atualização em um suspense, mas estou de volta agora e quero dizer que por enquanto estou de boa. A lanterna está ligada e tenho comida suficiente até amanhã de tarde, talvez noite. Os cachorros estão bem (melhor do que eu, provavelmente) e estamos no momento deitados. Não quero nem arriscar ir lá para cima para pegar mais comida. Além disso, não sei o que pensar sobre o incidente do rádio. Se 013 quisesse entrar, com certeza já estaria aqui. Só se ela for que nem esses vampiros antiquados que não podem entrar sem permissão, mas acho que meu vizinho descordaria dessa teoria. 

Ah, falando no rádio, consegui sintonizar novamente naquelas pessoas. Tive acesso a um sinal melhor dessa vez, mas ainda não tenho informações o suficiente. De qualquer forma, está aqui o que transcrevi do que ouvi. 

-"Alô? Alô Oficial McClellan? É--" - "Presente. Câmbio." - "McClellan. Ei. É Sloan aqui. Câmbio." - "Sloan! Você é música para meus ouvidos! Câmbio." - "Que bom ouvir de você! Câmbio." - "Como está tudo aí na sua ponta? Câmbio." - "Bem, consideravelmente melhor do que antes. Você acha que o que Jones e o chefe falaram é verdade? Câmbio." - " O que, sobre 013? Quer dizer... quero acreditar, acho. Câmbio." - "Todo mundo QUER acreditar, mas você acredita DE VERDADE? Câmbio?" - "Bem, quer dizer... Se Kowalski acha que tem uma pista..." - "Cara, foda-se o Kowalski. Ele é esperto, tá bom? É só o que vou dizer. Câmbio." - "Olha, eu não concordo com tudo que Kowalski diz ou faz. Ele tem boas e más ideias. Claro, acho que o cara tem um ponto de vista obscuro sobre o que temos que fazer com 013, mas não é como se fosse o primeiro. Pessoalmente, estou em cima do muro. Quero dizer... não estou aqui por escolha, e vidas humanas estão em jogo. Talvez Kowalski esteja certo... só um pouco? Câmbio." - "(suspiro) Sloan, não é a opinião dele sobre 013. É só que... o nosso santo nunca bateu. Olha, dada a chance, eu provavelmente me demitiria desse emprego de bosta e faria outra coisa. Eu nem me importo o que aconteça com 013. Mas Kowalski... Vamos ser sinceros. Ele realmente precisa estar aqui? Precisa? Podia estar totalmente desempregado, está montado na grana. Então pra que continuar aqui? Câmbio." - "Sean, pare. Desculpa--McClellan. Você está fazendo acusações perigosas aqui. Não posso evitar de achar que você pensa que isso tenha a ver com-" - "002! Sim, Sloan! Estou te falando, Kowalski manipulou o experimento 002!" - "McClellan! Se recomponha, senhor! Kowalski é um homem bom. Não sei o que você tem contra ele. Não posso te dizer isso porque somos amigos, certo? Além do mais, não liguei para falar do Kowalski. Liguei para perguntar se você vai investigar as interferências com as ondas de rádio na rua [retido]. Câmbio." - "Bem, sim, mas... não vejo motivo. 013 ainda está causando interferências por todos os lados, nenhum deles particularmente próximo de onde se encontra. Câmbio." - "É, mas talvez alguém esteja nos ouvindo. Quer dizer, geralmente, 013 faz com que as interferências sejam piores que essa do que essa. Nunca se sabe, e isso é a última coisa que precisamos agora. Câmbio. - "Tá bom, entendi. Câmbio e desligo." - "Tchau. Câmbio e desligo."

Agora, estou um pouco preocupado que mencionaram a interferência de rádio na minha rua, a qual pode ter sido causada por mim ou outro vizinho ouvido a linha deles. Outra coisa que aprendi com essa conversa, é que 013 não é única, sendo que mencionaram um "002". Chamar 013 de anomalia como na atualização anterior ou na de antes a essa, me faz pensar que ela tenha algo que os outros não tem. 

Notei que o tempo acalmou um pouco. Não tenho ouvido nada além de chuva fraca lá de cima. Julgando por isso, assim como pela conversa de Sloan com McClellan, acho que logo seremos liberados. Acho que 013 será encontrada hoje. Realmente acho isso. Estou bem cansado mesmo sendo cedo, porque mal dormi noite passada, então vou tirar um cochilo. Vou atualizar mais quando acordar. 

Tá, acabei de acordar, cerca de duas ou três horas atrás, e o alerta no meu celular está todo estranho. Tipo, as vezes com letras aleatórias em maiúsculo como aqueles bilhetes clichês de resgate. Creio que seja só uma falha ou algo do tipo, mas ainda assim, é um tanto esquisito. 

Agora é um pouco mais tarde, e estou oficialmente sem comida a não ser por três barrinhas de granola e uma bolacha água e sal. Ah, e uma garrafa de água. O porão cheira a cocô de cachorro misturado com odores corporais, quero sair daqui. 

Gente, o alerta mudou de novo.

Está todo vazio, exceto pela título "SLERTA D EMERGÊNCIA" e um link URL. Tenho um pressentimento ruim sobre aquilo, sendo que é provavelmente um vírus, mas estando preso em um porão com apenas dois cachorros para conversar, um celular que vou conseguir carregar só mais uma vez com os carregadores portáteis, fazendo minhas necessidades em sacolinhas, decidi meter o foda-se e clicar no link. 

Me levou para um site estranho. Era só uma tela preta com a barra de pesquisa do Google e um texto em branco. Para mim, parecia uma transcriação. Dizia assim: 

- O Experimento 013 - Notas: •indivíduo extremamente não cooperativo •indivíduo recusa-se a comer •indivíduo parece apresentar características úncias, possível anomalia.  

DIA 1 - Whitfield: Boa noite, mocinha. Meu nome é Professor Whitfield. - 013: Vá para o inferno. - Whitfield: Calma, calma. Não vamos começar mal. Vamos tentar novamente. Meu nome é Professor Whitfield, e o seu? - 013: Vá se foder. - Whitfield: [estala língua] Querida, querida... Eles me falaram que você não era muito cooperativa. É uma pena. Mas creio que não te trouxe aqui para tomar chá. Estou aqui para dizer que você é uma jovem muito especial. E não da forma que toda criança é especial... Não. Você consegue fazer coisas com a mente, não é? - 013: [balança cabeça] Minha mente consegue fazer coisas comigo. Não controlo. Me deixe aqui mais um pouco e talvez a minha mente corte sua garganta. - Whitfield: [se vira para o observador] Dê um choque. - 013: [grita em agonia enquanto é eletrocutada] Para! - Whitfield: Meu nome é Professor Whitfield, qual o seu? - 013: Elizabeth Keller. - Whitfield: [sorrindo] Perfeito. Bem, eu adoraria ficar e conversar, mas vou deixar que você se familiarize com seu novo aposento. - [013 é presa em sua cela] - 013: Me tire daqui. [tenta manter a voz calma] Me tire daqui. ME-TIRE-DAQUI. Abra a porta. Abra a porta. 

DIA 2 - Whitfield: Olá, criança. Elizabeth, certo? - 013: Sim, Elizabeth. - Whitfield: Assim era. [olhando entre seus papéis] Por um acaso você tem alguma relação com a Sra. Annie Keller? - 013: Não. - Whitfield: Nenhuma relação? - 013: Nenhuma. - Whitfield: Quaisquer relações notáveis? - 013: Não. - Whitfield: Nenhuma? - 013: Já falei, não, seu desgraçado! - Whitfield: Vou te aconselhar a não usar esse tipo de tom de voz comigo. - [013 leva um choque] - 013: [fazendo caretas] Por que você está me prendendo aqui? - Whitfield: Tenho meus motivos. Crianças como você não são fáceis de achar. Agora, você é conhecida por causar tempestades quando está brava. Certo? - 013: Sim. - Whitfield: E me disseram que você não consegue controlar isso. Se fica brava... nada pode ser feito. Teoricamente, claro, se mantida dentro de um certo tipo de estrutura especial, pode ser contida... mas... fico pensando. De qualquer forma, Me diga, Senhorita Keller, você me conhece? Sabe quem eu sou? - 013: Sim. Você é o chefe da polícia local. - Whitfield: Isso foi o que falaram para as pessoas. Não, veja bem, não somos da polícia. Essa cidade não tem policiais de verdade. Não, as pessoas que mandam e cuidam da lei dessa cidade trabalham para mim, mas não são a polícia. Nós somos a Fundação MEW. Isso significa Mentally Engineered Weapon (Engenharia de Armas Mentais). Já entendeu porque está aqui? - 013:Por que você não me deixa ir embora? Eu vou morrer aqui?! - Whitfield: Relaxe. Os doze antes de você tiveram um ótimo destino. Não entendo porque seria diferente com você. 

Tudo depois disso estava corrompido. Talvez tenham descoberto o vazamento e tentaram apagar. Mas... como e porque isso vazou em primeiro lugar? Não consigo não pensar quE tenha sido 013, em alguma tentativa bizarra de expor a Fundação MEW. De qualquer forma, vou indo agora. Nos vemos na próxima atualização. Tá bom, até mais. 


DIA 06/12/17: *** ALERTA DE EMERGÊNCIA *** (QUINTA ATUALIZAÇÃO)

Esse conto foi traduzido exclusivamente para o site Creepypasta Brasil. Se você vê-lo em outro site do gênero e sem créditos ou fonte, nos avise! Obrigada! Se gostou, comente, só assim saberemos se você está gostando dos contos e/ou séries que estamos postando. A qualidade do nosso blog depende muito da sua opinião! 

FONTE


15 comentários:

  1. Boa tarde,estou adorando o site e as creepypastas^^
    Já li todas e estou na espera de mais,estão todas muito boas.

    ResponderExcluir
  2. Muito boa e aguardando a continuação de Infestation

    ResponderExcluir
  3. Tô ansioso para o final dessa Creepy

    ResponderExcluir
  4. Olá a todos, eu venho propor uma rápida passagem pelo meu blog, que fala sobre muitas coisas do meu gosto, incluindo creepypastas. Se são coragosos o suficiente para darem uma olhada, eu disponho aqui embaixo o link:

    https://tugagamez.blogspot.pt/

    Boa sorte.

    ResponderExcluir
  5. Comecou maravilhosa.. agora ta ficando meio pombo ;( tudo isso pq uma moca faz "coisas com a mente" ? Pff mesmo assim vou continuar acompanhando de repente o final melhora.. bjs

    ResponderExcluir