21/11/2017

*** ALERTA DE EMERGÊNCIA *** (TERCEIRA ATUALIZAÇÃO)



Olá a todos, bem vindos de volta ao meu inferno especial.

Tem chovido muito ultimamente. Chuva e trovões. E o vento está uivando terrivelmente. Mas mesmo assim ainda estou bem. Não ouvi mais nada no estação dos policiais, que, de acordo com alguns de vocês que me informaram que policiais não usam mais canais de rádios para se comunicar entre si, talvez sejam outra coisa, como uma organização independente. Como aqueles caçadores de tempestade ou algo to tipo, mas que estão caçando uma paciente de um manicômio ao invés de furacões. 

De qualquer forma, eu e os cachorros estamos bem até agora. Nada demais aconteceu desde minha última atualização. Eu sei, eu sei. Realmente devia parar de ir lá para cima. Mas hoje, preciso mesmo. Vou tomar bastante cuidado, ok? Mas tenho que ir. Só tenho mais comida para hoje - TALVEZ conseguisse racionar até amanhã, mas honestamente prefiro só subir e resolver isso logo. Hm... as luzes acabaram de piscar. Quer dizer, certo, elas fazem isso o tempo todo nesses últimos tempos, mas dessa vez durou bastante tempo. Em todo o caso, chequei o alerta no meu celular e continua na mesma. Recentemente eu corri lá em cima para pegar umas toalhas e algumas sacolas plásticas para lidar com os cocôs de cachorro, mas não vi a garota, a quem desconfio ser 013 e a partir de agora me referirei como 013 sempre. A porta do meu vizinho estava fechada de novo, isso foi a única mudança. 

Enquanto escrevo, tô ouvindo uma sirene. De nenhum tipo que tenha ouvido antes - mais parecida com uma de polícia do que qualquer outra coisa, mas ainda assim diferente. Considerei subir para dar uma olhada, mas vocês me matariam se eu fizesse isso, certo? Espero que isso acabe logo. Só tenho, tipo, pão, miojo que não dá pra cozinhar, batata chips, bolacha água e sal, água e a merda de um molho de salada ruim pra caralho. Então, se isso continuar por mais dois ou três dias, vou ter que comer Pete ou Maybelle. 

Tô zoando, preferido comer minha própria panturrilha. Aliás, googleei minha cidade. Não tinha notícia nenhuma sobre qualquer coisa, o que é bem estranho, sendo que nossa cidade não estava TOTALMENTE fora do mapa. Liguei para alguns dos meus vizinho ontem a noite. Nenhum atendeu. Dois foram direto para a caixa de mensagem. Conversei com meu irmão. A situação lá não está muito melhor. 

Não consigo mais aguentar. Vou subir para pegar outras comidas. Vou levar meu celular comigo. 

Acabei de colocar umas comidas em uma sacola. Rastejei na frente da janela, claro. Quando subi, a chuva começou a piorar ainda mais. Pude ouvir as portas de alguns dos vizinhos abrindo e fechado e batendo. Minhas persianas estavam totalmente abertas. Acho que, se 013 quisesse, poderia ver o que quisesse aqui dentro mas, foda-se, não vou arrumar isso agora. 

Tá bem, estou aqui em baixo de novo. Vou tentar contatar os "policiais" de novo. 

Tá, até agora não consegui sinal nenhum. 

Hmmm... tá, sem sorte hoje. Espera um pouco. Estou conseguindo algo, mas muito fraco. 

-"Vou... checar a rua [retido]..." (Essa é a minha rua) - "Ok... cuidado.... pronto... o tempo todo..." - Ok.... me avise.... quando... Câmbio." 

Essas foram as únicas frases entendíveis que consegui ouvir antes de perder o sinal, mas  agora eu sei que alguém está vindo para a minha rua. 

Aliás, vocês me falaram que policiais não falam "câmbio" no final de cada frase. Tenho duas teorias, uma é que eles realmente são policiais e não sabem que não se diz câmbio, e a outra é que estão tentando parecer ser policiais para que, se alguém não autorizado descobrir a sintonização (ooops), vão achar que estão ouvindo a polícia. 

Não sei se essas pessoas são confiáveis, ou se devia estar preocupado que um deles está vindo para minha rua, mas até agora nenhum deles entrou nas casas, então mesmo que sejam algum tipo de demônio sobrenatural nazista espião, acho que devo ficar bem. 

Honestamente, não acho que 013 tenha intuitos maliciosos - ela não parece ser o tipo de cobaia que vive em um quarto cinco estrelas, então creio que esteja só procurando abrigo e segurança, mas tenho noção que ela é inegavelmente, irrefutavelmente perigosa. 

Outra coisa: muitos de vocês estão imaginando essa menina como a Eleven de Stranger Things. Entretanto, quando eu falei que ela era uma "adolescente", não quis dizer entre os 12-13 anos, quis falar algo entre os 16 e 20. E por cabelo curto, não quis dizer raspado, mas um cabelo curto bagunçado e com franja (não franja tipo emo, mas cortada irregularmente). 

Até agora, não parece que nada vai acontecer hoje, mas ainda tenho um pouco de tempo então vou só contar sobre como tenho passado o temp

Que porra é essa. O radio acabou de lgar sozinho. Puta erda que porr é essa. Gente, ta falando, falou:

"Abra a porta." 

Gente, eu não sei. Isso tá ficando estranho pra caralho. Acabou de ligar. Não sei se é a policia ou 013 ou outra pessoa e eu to com medo pra caralho. Estavam falando comigo mesmo? Meus cachorros tão olhando pro rádio agora. Falou de novo! É um tom de voz tão calmo. Que inferno é esse. Porra. 

Meus cachorros estão latindo. 

Tá, gente. Isso aqui é cinco minutos depois de antes. Consegui fazer meus cachorros parar de latir, mas continuam rosnando. A barulheira foi alta o suficiente para alguém ouvir, tenho certeza, mesmo com a chuva. Estou um pouco mais calmo e composto agora, mas tô agarrado a uma faca enorme de cozinha, só se precisar. Essa porra dessa garota louca e com poderes vai entrar aqui e eu vou morrer, gente, pelo amor de deus.

Tá bom, tá bom. Se passaram duas horas. Ela não entrou, então acho que TALVEZ eu fique bem. Quase quebrei o rádio para ela parar de usá-lo, mas não fiz nada. Vou precisar ficar atento com o que os "policiais" estão fazendo. Mas agora estou sem luz. Só consigo usar minha lanterna para iluminar o quarto. Estou usando minha 3G, e não vou subir. Sem chance nenhuma. Meu celular não vai durar muito usando apenas os carregadores portáteis. Gente, é isso. Talvez dessa vez eu realmente esteja fodido. Se eu morrer hoje a noite, bem, meus amigos sabem aqui meu user do reddit. Pelo menos alguns. Se você for alguém que me conhece na vida real, por favor, falem para minha família que eu amo muito todo mundo e que eu tentei. Vou tentar fazer uma atualização em breve. Até lá, suponham que eu esteja vivo. Não sei como isso vai acabar. OK.  Me deseje sorte, vou precisar.


N.T: Os erros de digitação nesse textos são propositais para se assimilar com o o texto original. 


DIA 29/11/17: *** ALERTA DE EMERGÊNCIA *** (QUARTA ATUALIZAÇÃO)

Esse conto foi traduzido exclusivamente para o site Creepypasta Brasil. Se você vê-lo em outro site do gênero e sem créditos ou fonte, nos avise! Obrigada! Se gostou, comente, só assim saberemos se você está gostando dos contos e/ou séries que estamos postando. A qualidade do nosso blog depende muito da sua opinião! 

FONTE


8 comentários:

  1. Tá digitando muito, enrolando, mas não acontece nada.. É bon até

    ResponderExcluir
  2. CaracCaraca,quando ele descreveu a menina ela é igual a que eu ja tinha imaginado antes,bizarro!muito bon

    ResponderExcluir
  3. "Outra coisa: muitos de vocês estão imaginando essa menina como a Eleven de Stranger Things." eu no comentário do post passado KKIJKKKKJKO

    ResponderExcluir
  4. "Outra coisa: muitos de vocês estão imaginando essa menina como a Eleven de Stranger Things." eu no comentário do post passado KKIJKKKKJKO

    ResponderExcluir
  5. Eu tô lembrando da Lucy do Elfim lied.

    ResponderExcluir