Postagens Semanais

Segunda-Feira
Francis Divina

Terça-Feira
Gabriel Azevedo

Quarta-Feira
Francis Divina

Quinta-Feira
Gabriel Azevedo

Sexta-Feira
Talisson Bruce

Sábado
==========

Domingo
==========

O Cavalo

27 comentários
ATENÇÃO: ESSA SÉRIE/CREEPYPASTA É +18. CONTÉM CONTEÚDO ADULTO E/OU CHOCANTE. NÃO É RECOMENDADO PARA MENORES DE IDADE E PESSOAS SENSÍVEIS A ESSE TIPO DE LEITURA. LEIA COM RESPONSABILIDADE.

Geralmente eu não sonho, apenas quando estou muito cansado, como agora, como nos últimos dias. Tenho sonhado com todo o trabalho que faço na escola, e isso é recompensador, na verdade. Então, eu estava ansioso para cair em um sono profundo e sonhar.

Acordei. Porém, eu não estava em minha cama, e sim no acampamento que frequentei mês passado. Senti náuseas, aquele cheiro era simplesmente horrível. Cheirava como carne podre, não sei de que tipo, mas fedia à morte como se alguém tivesse esfregado sangue nas paredes. Eu me levantei procurando pelo interruptor, e para minha surpresa ele estava logo atrás de mim. Assim que o liguei, tudo permaneceu em silêncio, exceto a lâmpada. Estava fazendo aquele som irritante que eu podia ouvir por toda minha cabeça. Andei entre duas outras camas para alcançar a porta, quase tropeçando devido à náusea, o barulho e o fedor sanguinolento.

Mantive minha mão na porta enquanto a abria. Por um milésimo de segundo, pude ver algo passando na minha frente. Algo com formato humano, exceto pelo fato de não ser humano. Sua cabeça me deixou aterrorizado, parecia um cavalo, um cavalo deformado que havia sido torturado e morto algumas dezenas de vezes. Isso fez com que a náusea, o som e o cheiro me afetassem tremendamente e eu cambaleei para fora do quarto com minhas últimas forças que tinha para sequer me mexer.

Eu caí, quase batendo a cabeça no chão, mas não o atingi pois estava em pé novamente. O que estava acontecendo? Agora queria vomitar, e não conseguia, simplesmente não conseguia. De alguma forma corri pelo corredor, com velas perfeitamente colocadas de ambos os lados. O corredor se tornou escuro e mais aterrador. Parecia que jamais teria fim, e então parou, e eu parei. Era possível ouvir alguém cortando algo através da parede. Encostei minha cabeça contra ela, que começou a se dissolver. Enquanto eu me afastava em alguns passos, pude ver o diretor do acampamento com um cavalo sobre a mesa ensanguentada, o partido em pedaços enquanto ele gritava de dor.

Alguma coisa estava errada com o diretor. Havia uma crina em sua nuca, uma crina de cavalo, e comecei a tremer violentamente tentando correr novamente, mas dessa vez não funcionou e eu fiquei lá em horror ao que estava prestes a acontecer. Fechei meus olhos e contei os segundos para ouvir o grito do cavalo morrendo. Se passaram 3:36 segundos (aqui precisa de correção) quando ele parou de cortar e não pude evitar olhar e ele havia sumido. Eu estava de volta à minha cama, de volta à minha casa, onde senti que estava suando e haviam lágrimas pelas minhas bochechas. Me senti aliviado até retomar meus sentidos. O cheiro, os barulhos e a náusea permaneceram.

FONTE

Esse conto foi traduzido exclusivamente para o site Creepypasta Brasil. Se você vê-lo em outro site do gênero e sem créditos ou fonte, nos avise! Obrigada! Se gostou, comente, só assim saberemos se vocês estão gostando dos contos e/ou séries que estamos postando. A qualidade do nosso blog depende muito da sua opinião!

27 comentários :

  1. Pelo aviso, achei que iria ter aquela zoofilia zuada estilo Monica Mattos

    ResponderExcluir
  2. Ora ora, parece que eu não fui a única pessoa a pensar em zoofilia kaksksks

    ResponderExcluir
  3. (aqui precisa de correção) alguém corrigi lá gente, na verdade, precisa corrigir a historia inteira, não tô criticando a crepy, mas tipo gente não dá pra entender esse conto, de verdade

    ResponderExcluir
  4. jurava q ia ter zoofilia '-'
    btw tendi foi nada

    ResponderExcluir
  5. Querida tradutora, poderia por favor explicar a creppy? Devo admitir que não a compreendi de forma alguma.

    ResponderExcluir
  6. Resumo: Tinha uma pessoa cortando o cavalo, fedia, acordei!!! Aff

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é...e o que isso tem de 18+ não é mesmo? Por isso fiquei boiando.

      Excluir
    2. Correção : acordei e o barulho e o fedor continuou

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Olá.
    Não que ajude muito a elucidar a creepy, mas no original tem um frase inteira no começo da creepy que não foi traduzida nem colocada na tradução!

    ResponderExcluir
  9. Teoria:

    Ele foi dopado e violado, possivelmente pelo diretor, durante sua estadia no acampamento 1 mês antes.

    Esta rapaz de 14 anos. Cansado e exausto da escola, resolve dormir do jeito suado q estava. Isso ativa a memória reprimida do evento traumático. Porém a natureza dos sonhos e o intenso trauma faz tudo ficar borrado como podemos ler.

    Resumindo: ele descobriu o q aconteceu com ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Forçou em parça... Imaginação fértil

      Excluir
  10. Cara, se tivesse um contexto (podia ser esse do comment acima), ficaria até bom. Mas tá que nem uns animes que tão tendo: tudo jogado, sem pé nem cabeça, sem nexo e repentino demais. Então, por obséquio, sra Tradutora Jullia, bota um comment aqui esclarecendo essa crepe, porque nínguem entendeu nada. Atenciosamente, os Leitores.

    ResponderExcluir
  11. Ele acordou no acampamento gente, oq tem de tão dificil de entender?

    ResponderExcluir