Postagens Semanais

Segunda-Feira
Francis Divina

Terça-Feira
Gabriel Azevedo

Quarta-Feira
Francis Divina

Quinta-Feira
Gabriel Azevedo

Sexta-Feira
Talisson Bruce

Sábado
==========

Domingo
==========

Desafiei Meu Melhor Amigo a Arruinar Minha Vida (PARTE 8.2 - FINAL)

21 comentários

Parte 4

Parte 5

Parte 6

Parte 7

Parte 8.1


Puta merda. Finalmente caí em mim do quão iludido estava. Eu poderia entender David King, mas nunca poderia entender sua mente doente. Me ocorreu que eu poderia morrer naquela noite, apesar das regras de David.

"Mostre-me os dados", disse ele. “Esse é meu primeiro termo. Eu quero saber exatamente o que você vai divulgar, para que eu saiba vale a pena a minha única moeda de barganha.”

Tentei esconder minhas mãos trêmulas enquanto puxava meu celular. Entrei em meus rascunhos de e-mail em uma conta descartável onde eu tinha salvado uma cópia e enviei um e-mail para ele.

"Eu enviei para você", eu disse. David sorriu tranquilizadoramente.

Rápido como um lagarto, ele girou e tirou Katie do chão. Ela gritou quando ele levantou-a e segurou-a em sua frente.

Tirei minha pistola Ruger SR45 do coldre escondido que estava usando e tentei um tiro limpo. Ele foi muito rápido e me pegou de surpresa, então ela estava na frente dele antes mesmo de eu o alinhar à vista.

"Então, você tem uma arma depois de tudo", ele disse friamente. "Não vi essa parte em suas postagens. Relaxe, estou apenas me certificando de que posso ler em paz.

Ele segurou a arma na cabeça dela com uma mão enquanto pegava o celular com a outra. Minha mente correu, tentando descobrir os próximos passos. David entrara em uma negociação de reféns que eu havia arranjado e assumido.

Ele levou seu tempo lendo as informações. Sua expressão mudou entre surpresa e um sorriso repetidamente.

"Bem, agora", disse ele, colocando o celular no bolso e deslizando o braço agora livre em torno do pescoço de Katie." Eu não tinha ideia que eu era tão descuidado." Ele parecia qualquer coisa, menos descuidado.

Katie engasgou quando ele de repente agarrou seu pescoço mais forte e pressionou a arma contra sua têmpora.

"Vamos para algum lugar... menor", disse ele... "Eu não quero você fugindo quando as coisas ficarem difíceis. Você primeiro, Zandsand” ele disse, acenando com a cabeça em direção às escadas à sua direita.

A porta da qual ele havia entrado tinha um conjunto de degraus gradeados à direita que levava à caixa do gerente. Eles subiram em direção à parede dos fundos, depois viraram para a esquerda, diretamente para a central de comando Outro conjunto de escadas deveria estar do outro lado, espelhando-as, mas elas haviam sido desmontadas e colocadas em uma pilha.

Eu mantive meu rosto para David enquanto caminhava em direção às escadas. Mantive minha arma apontada em sua direção, e ele manteve a sua contra a cabeça de Katie. Katie estava chorando e me observando.

Quando cheguei às escadas, recuei lentamente. David seguiu uma vez que eu estava na metade.

No topo da escada, estava a porta do escritório À esquerda, uma passarela riscada se estendia pelo chão, espalhando-se por passarelas que esparramavam o lugar inteiro.

Abri a porta de metal do escritório e recuei. Os únicos móveis da sala eram duas pesadas mesas de madeira. O resto do escritório estava vazio. Uma fenda fina de uma janela dava para o piso do armazém.

David empurrou Katie para a sala com o braço ainda em volta do pescoço e fechou a porta atrás dele. Segui-o com a minha arma, de pé contra a parede oposta, onde ficava a segunda porta que levava ao escritório. O escritório era grande o suficiente para que ainda estivéssemos a poucos metros um do outro.

"Agora eu não tenho que me preocupar com você correndo pelo depósito escuro. Embora pareça tão divertido quanto esconde-esconde, eu não tenho tempo pra isso."

“Sabe, quando eu encontrei seus posts, pensei que tinha parado em algum tipo de... história de terapia. Mas era muito melhor. Você realmente me surpreendeu. Você cresceu e mudou para tentar me derrotar.” David sorriu.

"Mas não mudou o suficiente. Eu posso ver isso em seu rosto e suas mãos trêmulas. Você ainda é você, Zander. Você mudou seu exterior, mas dentro de si tem as mesmas motivações e fraquezas."

Ele apertou o cano da arma em Katie novamente.

"Eu sei que o sua próxima exigência é eu deixar Katie ir, então eu vou pular sua vez. Sei que você preferiria que ela permanecesse sob minha custódia em vez de levar um tiro, então eu sugiro que abaixe sua arma."

Permaneci firme. Queria atirar, mas não queria arriscar que ele fosse mais rápido que eu. Eu estava confiante no meu objetivo, mas não na minha velocidade.

"Abaixe a arma", ele disse novamente. Manti apontada.

Em um instante, a arma havia deixado a têmpora, disparou um tiro no chão e voltou à sua cabeça. Ela soluçou, e o calor do cano em sua pele deve ter doído.

"EU NÃO ESTOU BRINCANDO, ZANDER!" David gritou.

Lentamente, eu coloquei a arma no chão e chutei em sua direção.

"Boa escolha", ele disse calmamente. "Você já percebeu por que ainda está aqui?"

Meu rosto respondeu a ele. O que isso significa? Claro que sim!

"Você acha que está aqui para salvar Katie, mas não está. Ela está fora há um ano e você só acumulou lembranças dela. A Katie que você conheceu está morta. Mas nem mesmo aquela Katie é a razão pela qual você está aqui agora. Não, você desistiu de um final feliz com Katie há muito tempo. Esta não é uma missão de herói para salvar a princesa. Este é um ataque de vingança contra o dragão.

Rangi os dentes. Recusei-me a admitir que ele estava certo.

"Isso não é para salvá-la. Isso é sobre me enganar. Manter Katie sã e salva é apenas um resultado”, David disse, seu sorriso crescendo.

“Então, nesse sentido, você e eu somos iguais agora. É sobre superar o outro. Você começou simplesmente vivendo a vida, então progrediu para se defender, depois para proteger seus entes queridos, e agora você chegou onde eu queria que estivesse o tempo todo: tentando me arruinar. Demorou alguns anos, mas você conseguiu. Pelo menos, a maior parte do caminho.

“Mesmo que Katie não seja a verdadeira razão pela qual você está aqui, ela ainda é uma fraqueza. Eu vou adivinhar que outras pessoas em sua vida são da mesma maneira. Você ainda tem fraquezas que o prendem. Aprendi a me livrar da minha.

"Como sua própria mãe?" Eu disse.

"Ela era uma desvantagem", disse ele friamente. "Não foi pessoal."

"Você é um doente", eu disse.

A porta atrás de David se abriu silenciosamente. Eu lubrifiquei as dobradiças por horas, certificando-me de que elas não faria barulho algum.

"Estou prestes a ficar muito mais doente", disse ele.

Ele começou a puxar o gatilho, quando foi abordado por trás. Katie caiu do seu alcance quando ele tentou usar os dois braços para se segurar. Sua arma disparou, mas o tiro atingiu a parede.

Katie rolou para longe do alcance de David.

David começou a se levantar, mas o agressor levantou mais rápido. David, de joelhos, olhou para o agressor.

“Lembra de mim, BABACA?!” Clark zombou, e então deu um soco na lateral da cabeça de David.

David caiu no chão, mas ele ainda estava consciente. Ele agarrou as pernas de Clark e o derrubou no chão.

Eu corri e tirei Katie da briga. A arrastei para fora do local antes de colocá-la em pé e cortar a fita em suas mãos com o meu canivete. Não havia tempo para tirar as camadas da cabeça dela. Ela estava com os olhos arregalados.

"Corra!" Eu gritei. “Vá para fora! Os policiais estarão aqui em breve!" Voltei para dentro para ir ajudar Clark. Não foi uma reunião romântica, eu sei, mas ainda havia um psicopata lá dentro.

David e Clark estavam lutando no chão, dando socos e chutes. David era maior e conseguiu dar alguns golpes fortes. Eu olhei por cima do meu ombro, certificando-me de que Katie estava descendo em segurança.

Corri em direção a minha arma que estava ao lado deles.

David me viu e chutou minhas pernas como um tentáculo fora do oceano. Eu tropecei e bati a arma no canto quando caí. David de repente empurrou Clark para longe, praticamente jogando-o em uma das mesas. Eu assisti como David pulou em direção a arma.

Eu me contorci no chão e chutei. Meus dedos mal pegaram a arma e a jogou pelo quarto.

Havia duas armas na sala, ambas em lados opostos. Dois de nós e apenas um dele.

Clark saiu da mesa e pulou em cima de David enquanto corria para a arma. Ambos bateram na parede. Eu rastejei para a minha arma, que estava fora de alcance por um par de pés. Houve outra batida atrás de mim.

Meus dedos envolveram a arma e eu me virei no chão, apontando na direção deles. Tinha me virado a tempo de ver David disparar contra Clark.

Não houve hesitação quando apertei o gatilho. Atingiu o ombro dele. Ele se virou para me encarar.

Eu atirei novamente.

E de novo.

E de novo.

E de novo.

Mesmo depois que ele caiu na parede e deslizou para baixo, eu continuei atirando apenas para ter certeza. Só para ter certeza de que o filho da puta nunca voltaria a levantar.

Minha arma clicou para me alertar que eu tinha esvaziado o pente. Dez tiros, e todos haviam acertado David Desgraçado King.

Eu exalei e larguei a arma, deixando minha cabeça cair de volta no chão. Meu coração disparou. Meu corpo inteiro tremeu. Mas eu não consegui descansar ainda.

Tremendo, fiquei de pé e tropecei para Clark. Ele estava amassado contra a parede, segurando o ombro esquerdo. Sangue escorria por seus dedos.

"Droga, ele atirou em mim", disse ele, claramente em choque. É quando as sirenes da polícia podem ser ouvidas.

"Saia daqui", ele disse para mim.

"Não, eu vou-"

"Eu vou ficar bem! A polícia estará aqui a qualquer segundo para me ajudar, apenas saia! Volte a correr! Eu entrarei em contato quando estiver seguro!” Clark gritou. "Vai! Eu não vou deixar você ser preso novamente até que consigam entender os fatos!”

Corri em direção à porta, enfiando o Ruger de volta em minhas calças enquanto me movia.

Parei na porta.

"Obrigado", eu disse, olhando para Clark.

"Vá!" Ele gritou novamente.

Corri pelos degraus e fui para a porta mais distante nos fundos do prédio. Destranquei as correntes na porta e a abri, mergulhando na noite. Eu tinha feito esse caminho várias vezes, certificando-me de que era bom o suficiente para uma fuga no caso de algo dar errado.

Fui ao meu esconderijo previamente estabelecido e me agachei para ficar escondido. Enviei um texto para o servidor em que meu script estava e digitei a senha para cancelar o vazamento de informações. Nunca houve uma segunda pessoa, isso foi um blefe. Não há razão para liberar essa informação para vocês agora, já que David está morto. Me desculpe, eu realmente aprecio o nível de apoio para arruinar David, mas não faz sentido agora. Eu pensei que ele ainda estaria vivo depois. A polícia irá obter eventualmente como prova, no entanto.

Também falei "Estou vivo" no tópico do Reddit para alertar a todos que eu havia sobrevivido. Então, caí no sono.

Esta manhã, eu estava pensando claramente de novo e me sentindo melhor. Eu comi e bebi muito para combater o choque. Comecei a fazer planos de onde eu vou a seguir. Não é seguro ficar aqui por muito mais tempo.

A notícia ainda não disse nada sobre o incidente, mas tenho certeza de que a história será encerrada eventualmente. Eu tenho ficado colado ao aplicativo de rádio no meu celular o dia todo e estou ouvindo até agora, esperando por uma atualização sobre Katie ou Clark.

Obrigado, Reddit. Vocês me ajudaram a permanecer positivo nos últimos dias e a montar essa armadilha. Finalmente está feito. Eu me arrependo de tantas coisas sobre o que fiz e como reagi no passado. Eu deveria ter lutado com mais força antes de chegar a isso. Estava com muito medo, no entanto, e realmente não entendia o David. Mas agora eu entendo. Só que agora isso não importa porque ele se foi.

A partir daqui, continuarei a fugir. Não pretendo me entregar até que Hernandez diga que a promotoria está pronta para cancelar todas as acusações.

Hernandez está tentando de tudo de volta em casa para mitigar as provas contra mim em todas essas acusações. O testemunho de Clark sobre o que aconteceu ontem à noite deve realmente ajudar a reduzir a credibilidade das alegações de David. Além disso, os GoPros que montamos em torno do local irão ajudar. A confissão de David sobre sua mãe foi um bônus que eu não esperava.

Originalmente, tínhamos a intenção de prender David no escritório do gerente para a polícia encontrar. Clark ligou para a polícia pouco antes de atacar. As circunstâncias mudaram esse plano.

Alguns de vocês podem se perguntar "bem, e se David não tivesse te levado para a sala de controle?" Nós tínhamos planos de contingência, essa não era a única opção.

Independentemente disso, todos os nossos planos envolviam prender David, não matá-lo. Foi uma opção de último recurso e não foi incorporada em nenhum plano. Não sabia que estava preparado para matar até que minha arma apontasse para David King.

Acho que não processei totalmente o fato de que matei alguém... Não sei como devo me sentir, agir, pensar ou... qualquer coisa. Sinto que estou agindo da maneira errada...

De qualquer forma, há outra parte que ajudará a persuadir o promotor a desistir das acusações contra mim. Eu menti antes quando Hernandez veio me visitar na cadeia. Eu disse que ele havia me falado que não podia falar sobre a morte de Isaac, mas ele me falou. Eles haviam encontrado um arquivo de vídeo no computador de Isaac desde o dia em que ele morreu.

Ele estava gravando ele mesmo jogando jogos para o YouTube quando houve uma queda de talheres no fundo. Isaac não interrompeu a gravação e saiu da sala para investigar.

David veio voando de volta para o quarto, empurrando Isaac para as estantes de livros. Ele bateu a porta e foi em cima dele em segundos. Aquilo durou apenas alguns minutos. David saiu, deixando a porta aberta.

A câmera o viu voltar para o quarto com meu travesseiro. Ele segurou o travesseiro sobre o corpo de Isaac e bateu repetidamente. Toda a pele morta do meu travesseiro caiu no corpo de Isaac. Eles encontraram esses traços no corpo dele, mas o vídeo provou que eu não o havia matado.

David saiu e trancou a porta atrás dele. Ele cometeu um erro e não verificou o que estava sendo executado no computador. Tudo o que ele viu foi o jogo.

Hernandez e eu ficamos em contato enquanto eu estava em fuga. Eu também menti sobre isso. Quando o contatei pela primeira vez, ele começou a chorar ao telefone, desculpando-se repetidamente. Ele me disse que sabia que, se eu ficasse na cadeia, no mínimo perderia muito tempo da minha vida enquanto o julgamento continuasse, mesmo que David fosse acusado mais tarde, à medida que surgissem mais evidências.

Ele aceitou o acordo de David e exigiu que eu recebesse metade dos US $ 15 mil pagos. David, como você sabe, só me deu US $ 2 mil, mas Hernandez esperava que isso me ajudasse a evitar a captura até que ele pudesse contestar com sucesso as provas. Temos a intenção de informar o suborno à polícia.

Hernandez também me disse que depois da minha fuga do carro, a polícia ficou muito desconfiada sobre as circunstâncias da minha fuga. Havia muitos buracos na história, e Hernandez seguramente apontara cada um repetidamente para seu chefe. Muitos de vocês apontaram para eles também. A tinta do caminhão saindo, barras separando o banco da frente do banco de trás, gps no caminhão marcando seu paradeiro, e a localização do acidente em relação ao momento em que David soou o alarme, etc.

David estava claramente desesperado para me tirar da cadeia. Ele arriscou subornar um oficial e deixou muito do seu plano pra lá para uma chance de me tirar. David só não queria terminar o jogo ainda. Se fui para a cadeia, acabou. No entanto, ainda havia muitas maneiras de arruinar a minha vida.

Sua necessidade de ação rápida levou a erros.

Hernandez também me disse quando veio visitar que Jackson tinha aparecido. Ele chegou em casa alguns dias depois de eu ser preso e ser levado para interrogatório. Ele tinha provas e testemunhas de que ficara com a família por alguns dias.

Quando perguntado sobre o arrombamento e roubo, ele contou sua história.

David bateu na porta no momento em que Jackson estava terminando as malas para sair de férias. Ele disse a Jackson que era meu amigo e estava me ajudando a sair. Jackson o deixou entrar e terminou de arrumar as malas.

Ele estava apenas caminhando para a porta com sua mala quando David perguntou se ele estaria disposto a ajudar a carregar a TV. Jackson concordou e a carregou com David. Ele então pegou sua mala e saiu, pedindo a David para trancar quando estivesse terminado.

Foi quando ele começou a roubar tudo e a destruir nossa casa. Também foi quando Isaac teria saído e morrido. Isso explicava do por que a porta estava trancada e não quebrada quando Clark encontrou o apartamento vazio.

Ainda existem algumas perguntas para as quais não tenho respostas. Nós não conseguimos descobrir o que ele fez com todas as coisas que roubou de nós. Também não sabemos quem é o parceiro. Hernandez deve descobrir em alguns dias e me avisará.

Eu também não sei como o keylogger entrou no meu computador, ou quando o aplicativo de rastreamento foi instalado no meu celular, ou como David conseguiu fornecer meu número de seguro social, número de carteira de motorista e todas as outras informações precisas para as empresas de cartão de crédito. O mesmo vale para a fraude que foi cometida contra meus pais.

Não posso deixar de me perguntar se David esteve em nossa casa antes da invasão e fez tudo isso.

Quanto a Clark, sua saída vergonhosa foi uma encenada para sair da trilha de David. Foi minha ideia fazê-lo desaparecer da minha vida e tirar o alvo das costas. Foi tanto para protegê-lo da raiva de David, e para que ele pudesse me apoiar dos bastidores. Sua mãe veio e o levou, mas ela era muito mais gentil com a situação e preocupada como todas as mães.

Quando eu mandei uma mensagem para Clark contando meu plano de postar essa série, ele imediatamente pulou para me ajudar, e sem ele eu ainda estaria observando David e esperando por um bom momento para atacar.

Foi ideia dele plantar as informações sobre esconder seus dados bancários em pedaços de papel pela cidade. Foi criado como uma piada e uma maneira de saber se ele estava lendo a série. Queríamos ver se David iria procurar por eles. Não procurou, mas provavelmente foi porque ele ainda estava fugindo.

A acusação de Clark não foi tão bem. Ele ainda está sendo acusado de uma contravenção por pichar a antiga casa de David. Um especialista foi chamado para analisar as fotografias e identificou-as como autênticas e não editadas. Ou David tem alguém fazendo um ótimo trabalho de photoshop, ou ele tirou fotos de ângulos que me cortaram naturalmente. Ainda estamos tentando descobrir como resolver o problema dele.

Com Katie, ainda tenho que vê-la além desses breves momentos enquanto enfrento David. Tem sido apenas alguns dias para todos vocês nesta série, mas para todos nós, ela está desaparecida há um ano. Eu não tenho ideia do que David ou seu parceiro poderia ter feito com ela durante todo esse tempo. Eu não sei quando poderei vê-la novamente já que eu ainda estou em fuga até as acusações serem retiradas. Isso é, se elas forem retiradas.

Estou com medo de vê-la. Eu sei que David quem fez isso, mas me sinto responsável. Me pergunto se ela me culpa. Me pergunto se ela me odeia. Talvez um dia eu saiba...

O que David disse me abalou. Eu passei muito tempo pensando sobre isso hoje. Ele me disse que eu estava lá para ele e não para Katie. Que eu estava atrás do dragão, não da princesa. Eu percebi que ele está certo. Li algumas de suas respostas e concordo com vocês: não escrevi muito sobre Katie durante essa série. Se tivesse sido sobre Katie, eu teria escrito mais.

O fato de que eu a deixei para voltar e lutar diz muito sobre o porquê de eu definir essa armadilha.

David estava certo. Não era sobre Katie. Katie foi um resultado. Isso me faz sentir culpado e sujo para pensar sobre isso. Talvez seja melhor se eu nunca mais a visse. Ela provavelmente não vai querer me ver.

Katie, se você estiver lendo isso, se você puder lidar com isso, me desculpe. Eu sinto muito.

Mais uma vez, obrigado, Reddit. Vocês ajudaram muito com o seu apoio, encorajamento e sua ajuda inconsciente em fazer essa armadilha para David. Eu não poderia ter feito isso sem vocês.

Os últimos dois anos foram um inferno. Mas finalmente acabou.

Nós arruinamos o David Desgraçado King.




Esse conto foi traduzido exclusivamente para o site Creepypasta Brasil. Se você vê-lo em outro site do gênero e sem créditos ou fonte, nos avise! Obrigado! Se gostou, comente, só assim saberemos se você está gostando dos contos e/ou séries que estamos postando. A qualidade do nosso blog depende muito da sua opinião!

21 comentários :

  1. Série Bonita, série Formosa, série bem feita <3

    ResponderExcluir
  2. Eu quero essa serie em forma de filme e eu quero JÁ!
    Mtu boa s2

    ResponderExcluir
  3. eu só queria que ele e a Katie se acertassem...fora esse detalhe, ótima série, amei, diferente do jogo da esquerda/direita que me prendeu muito no início mas odiei o final kkkk

    ResponderExcluir
  4. Excelente série! Realmente superou o Jogo Esquerda/Direita. Foram vários capítulos sentindo raiva do David haha

    ResponderExcluir
  5. a história foi ótima mas ainda acho qui não precisava de um final feliz.

    ResponderExcluir
  6. AAAAA David desgraçado King nem sofreu ,mas adorei .. .Que foda!!!

    ResponderExcluir
  7. Alguma previsão para postar a parte 2 dessa série?

    ResponderExcluir
  8. caralho, muito foda essa serie,, meu cu até piscou de felicidade quando o David foi morto, bati 3 punhetas de tesão só de saber que esse cara morreu, obrigado creepypasta br, amo vocês

    ResponderExcluir
  9. Não existe final feliz, ainda tem a segunda parte da série...

    ResponderExcluir
  10. Vai ter a segunda temporada? Eu desafiei o meu amigo a me matar

    ResponderExcluir
  11. Muito boa ..não sei pq tive a impressão que a Katie é o tal do comparsa do David ...

    ResponderExcluir
  12. Em algum momemto eu achei que a Katie ia tirar a mordaça , rir histéricamente e contar pro Zander que foi plantada pelo David. Katie beija David , o "amigo" Clark dá uma coronhada no Zander e a série terminaria muitos anos depois com ele saindo da cadeia pronto pro segundo round. Sou doente não me julguem .

    ResponderExcluir
  13. Também senti ela é muito mulher geladeira pro meu gosto

    ResponderExcluir