Postagens Semanais

Segunda-Feira
Francis Divina

Terça-Feira
Gabriel Azevedo

Quarta-Feira
Francis Divina

Quinta-Feira
Gabriel Azevedo

Sexta-Feira
Talisson Bruce

Sábado
==========

Domingo
==========

Encontrei o celular de um assassino em série. III

8 comentários
Bom dia/ Boa tarde/ Boa noite, Heitor pirando com essa série aqui :3
Pessoal, essa é a nova formatação pras minhas creepys baseadas em troca de mensagens. Na parte anterior perguntei se preferiam assim, e a maioria gostou.
•••
ATENÇÃO : ESSA SÉRIE/CREEPYPASTA É +18. CONTÉM CONTEÚDO ADULTO E/OU CHOCANTE. NÃO É RECOMENDADO PARA MENORES DE IDADE E PESSOAS SENSÍVEIS A ESSE TIPO DE LEITURA. LEIA COM RESPONSABILIDADE.
•••
Registro de texto - (07/11/18) - Começando às 10:23am

Você: Imagem enviada - 1A23071118.jpg

Você: Seu nome é Harry Parks. O conheci na cafeteria próxima ao hospital. Já o vi antes, mas nunca falei com ele. Só um pouco de conversa fiada enquanto estávamos na fila e então tirei a foto depois que fiz contato. Ele não deve saber que tirei a foto ou suspeitar de qualquer coisa.

BRNR3: Muito bom. Gosto de você sendo cuidadoso. Entrarei em contato em breve.

Registro de texto - (07/11/18) - Começando às 2:18pm

BRNR3: Você está no trabalho?

Você: Você sabe que estou.

BRNR3: :) Sei que meu celular está no hospital. Você está trabalhando?

Você: Sim, estou.

BRNR3: Vá para um lugar isolado e abra o aplicativo Polterzeitgeist.

Você: Ok. Um minuto.

Registro de texto de “Polterzeitgeist!” - (07/11/18) - Começando às 2:23pm

Revenant: Olá.

Você: É você? BRNR3?

Revenant: Claro.

Revenant: Gostei da sua escolha. Você esqueceu de mencionar no seu “relatório detalhado” de como o conheceu que ele era um oficial da polícia armado à paisana. Supondo que você sabia que ele tinha uma arma e que era agente da lei?

Você: Sim. Não menti pra você. Nunca havia falado com ele antes. Mas já o tinha visto de uniforme na cafeteria algumas vezes, e ele realmente tinha uma arma num coldre em suas costas hoje. Estava sob a jaqueta, mas vi quando estávamos na fila.

Você: Mas imaginei que não seria problema pra você, de qualquer forma.

Revenant: :P

Revenant: Aprecio sua confiança em mim. É bem colocada.

Revenant: Video recebido - comendo.mp4

Você: Ah Deus.

Revenant: Sim.

Revenant: Agora é sua vez novamente. Preste atenção, porque mesmo que aprecie sua tentativa de ser inteligente, não estou no clima pra me repetir ou ouvir você resmungar. Fui claro?

Você: Sim.

Revenant: Bom.

Revenant: Esse aplicativo tem várias funções, mas uma delas é servir de guia. Contém um mapa que vai te mostrar onde você precisa ir. Quando terminarmos de conversar, vá pro mapa e você verá uma estrela amarela nele. Você precisa chegar a essa estrela até 4:45 da tarde. Não saia do trabalho pra chegar na estrela mais cedo que o necessário. Mas olhe o mapa regularmente. Tenha certeza que conseguirá chegar a tempo. Fique preso no tráfego ou se perca e você terá falhado.

Revenant: E o que vai acontecer se você falhar vai fazer parecer que tudo pelo que o policial passou foi um passeio pelo paraíso.

Você: Não falharei. Prometo.

Revenant: Bom. Tenho fé em você.

Revenant: Quando você estiver à 15 metros da pessoa que a estrela representa e for 4:43 ou mais tarde, você receberá outras instruções do aplicativo sobre como completar sua tarefa.

Revenant: Não preciso dizer que você deve evitar ser chamativo, estar atento à qualquer segurança ou vigia, e evitar ser pego, no geral.

Você: Ok. Vou conseguir.

Revenant: Após apertar “Aceitar” no objetivo que ele te dá, o aplicativo vai começar a gravar um vídeo. Deixe o aplicativo aberto até que sua missão seja completada. Quando acabar, aperte “Enviar” e espere até que eu entre em contato. Entendido?

Você: Sim. Não vou fazer merda.

Revenant: Veremos.

Registro de texto de “Polterzeitgeist!” - (07/11/18) - Começando às 5:15pm

Revenant: Bom trabalho.

Você: Minhas mãos estão tremendo. Puta merda. Você me fez fazer aquilo.

Revenant: Não, você escolheu fazer aquilo. Você decidiu valorizar a si mesmo mais que a um estranho.

Você: Quem ela era?

Revenant: Seu nome era Alison Murphy.

Você: Por que ela?

Revenant: Ela costumava ter um emprego bastante entediante como funcionária de direito, algum dia isso já tinha sido emocionante.

Revenant: Ela foi convidada a participar, mas recusou. Em vez disso, ela decidiu simplesmente falar aos outros coisas que ela não entendia. Ela falar dessas coisas não era o problema. Sua carência de participação, por sua vez… bem, você sabe como me sinto sobre pessoas que não querem participar.

Você: Você sabia onde ela estaria? Que ela estaria sozinha no topo do estacionamento daquele jeito?

Revenant: Eu sabia que ela provavelmente estaria em um de seus lugares nesse momento particular. Ela estabeleceu vários padrões comportamentais relevantes nas últimas semanas. Um desses padrões era ocasionalmente estacionar seu carro no topo dessa garagem em particular, o que ela fez essa manhã às 9:44. Outro era voltar pro carro entre 4:40 e 4:55 da tarde. Tudo isso, combinado com o rastreamento do aplicativo, fez do lugar em que você a encontrou o lugar mais provável que ela estaria.

Você: Mas isso continua sendo só um chute inteligente. E se ela fizesse algo diferente? Voltasse mais cedo ou mais tarde? E se às 4:45 ela estivesse no meio de uma mercearia lotada?

Revenant: Então você só precisaria “pensar em alguma outra coisa”. Do mesmo jeito que você teria que encontrar algum lugar pra colocar seu veneno e a faca se o pobrezinho Chester não estivesse lá pra matar.

Você: Certo. Mas e se ela tivesse deixado o carro lá esta manhã, tivesse pego um ônibus e ido pra outro estado? Ido pra algum lugar que eu não conseguisse alcançar a tempo?

Revenant: Kkkkkk! Ah não. Você pensou que isso era tudo sobre você? Que você era o único com quem estou conectado? Foi isso, não foi? ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Revenant: Independente de pra onde ela fosse, independente do que fizesse, Alisson Murphy morreria hoje. Pra sua sorte, ela estava próxima ao seu hospital. Ainda melhor pra você, ela foi empurrada do sexto andar de um estacionamento pouco povoado e que não tinha câmeras.

Você: Então existem outros como eu?

Revenant: Existem, mas cada um de vocês é especial e único. :)

Registro de texto - (04/07/18) - Começando às 1:01am

BRNR6: Então você encontrou o celular que coloquei na caixa? Posso presumir que viu o resto dos meus “Objetos de Valor Particulares”, então?

Você: Sim, eu olhei. Não sei a combinação pra abrir a trava do livro. E também não sei como abrir a pequena caixa de metal. Mas sim, eu vi o resto. Você é insano.

BRNR6: Sanidade é um conceito relativo. Você pensa que Independence Day é um bom filme, por exemplo, e eu não te julgo.

Você: Okay.

Você: O que você quer de mim?

BRNR6: Você entende que eu posso te encontrar agora?

Você: Sim, só quero que isso acabe.

BRNR6: Bem, você está prestes a dar o primeiro passo nessa direção.

BRNR6: Olhe na caixa. Vê a pequena a abóbora de argila?

Você: Sim.

BRNR6: Ótimo. Agora abra a lista de aplicativos nesse celular que você está usando. Quero que se familiarize com o aplicativo “Polterzeitgeist” Encontre esse fantasma!”

Você: Por quê?

BRNR6: Porque amanhã ele vai te mostrar aonde você precisa levar essa pequena abóbora e o que fazer quando chegar lá.

Registro de texto de “Polterzeitgeist!” - (07/07/18) - Começando às 12:19pm

Você: Não posso continuar fazendo isso. O que quer que esse jogo doentio seja, não posso fazer isso. Não posso continuar machucando pessoas, ajudando você a machucar pessoas.

Revenant: Eu acho que você pode. Acho que você vai. Você foi tão bem até agora.

Revenant: Mas eu acredito que é hora de abrir o livro e ler. Vai te ajudar a entender. A combinação é 10925.

Revenant: Espero um relatório completo do livro amanhã pela manhã. ;)

Registro de texto de “Polterzeitgeist!” - (08/07/18) - Começando às 09:35am

Revenant: Você entende agora?

Você: Eu não sei.

Você: Talvez.

Revenant: Pronta para continuar?

Você: Tenho alguma escolha?

Revenant: Você sempre tem.

Você: Estou pronta.

Revenant: Bom. Encontre o fantasminha de palha de milho na caixa.

Registro de texto de “Polterzeitgeist!” - (12/07/18) - Começando às 8:42pm

Você: Estou dentro. Tudo está preparado.

Revenant: Bom.

Registro de texto de “Polterzeitgeist!” - (12/07/18) - Começando às 9:25pm

Você: Sam Morris foi reivindicado. O trabalho está feito.

Revenant: O trabalho está longe de acabar. Mas você deu outro passo no Caminho Sombrio que lhe mostrei. Estou orgulhoso de você.

Você: Acho que gostei dessa vez.

Revenant: Eu sei. Isso é bom.

Você: O que está acontecendo comigo?

Revenant: Você está encontrando seu “verdadeiro eu”.

Você: Já posso olhar dentro da caixa metálica?

Revenant: Em seu devido tempo, meu amor. Tudo em seu devido tempo.
•••
FONTE  AUTOR  SEUS LIVROS
•••
Esse conto foi traduzido exclusivamente para o site Creepypasta Brasil. Se você vê-lo em outro site do gênero e sem créditos ou fonte, nos avise! Obrigado! Se gostou, comente, só assim saberemos se você está gostando dos contos e/ou séries que estamos postando. A qualidade do nosso blog depende muito da sua opinião!

•••
Obs: Nesse segundo "você" eu utilizei o feminino, como em "estou pronta" porque na postagem original teorizam que esta seja uma garota. É importante notar isso porque todas as creepys fazem parte de um universo maior, assim criando as correlações.

8 comentários :

  1. Genialmente genial! Aos poucos,vc percebe que o serial killer não é tão louco assim :)

    ResponderExcluir
  2. eu tava pensando aqui e se o "serial killer" não for realmente um assassino,e se ele for apenas um sociopata que usa os medos das pessoas como forma de manipular elas,e os vídeos que ele manda para intimidar a protagonista sejam as outras pessoas com quem ele é "conectado" fazendo o que ele manda?
    tipo aquele episódio de Black Mirror que usam o medo do garoto pra manipular ele a fazer o que quiserem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tava pensando nisso. Ele n mata ninguem, só manda os outros matarem.

      Excluir
  3. Cara, eu gostei bastante, espero que não vire aquelas História de terror que o cara se acaba ficando apaixonado pelo "assassino" porque esse "meu amor" parecia kkk

    Tá muito foda, espero os outros episódios.

    ResponderExcluir
  4. A tentativa de colocar a estória no estilo "aplicativo de bate-papo" foi criativa, todavia o outro modo torna a leitura mais fácil e menos cansativa, portanto, se possível, volte a utilizá-lo. =)

    ResponderExcluir
  5. Eu achei confuso de mais ;-; - Terry

    ResponderExcluir
  6. Mano se o psicopata vai atras das pessoas que não cumprem a sua ordem é só montar uma emboscada

    ResponderExcluir