Postagens Semanais

Segunda-Feira
Francis Divina

Terça-Feira
Gabriel Azevedo

Quarta-Feira
Francis Divina

Quinta-Feira
Gabriel Azevedo

Sexta-Feira
Talisson Bruce

Sábado
==========

Domingo
==========

Encontrei o celular de um assassino em série. IV

13 comentários
Bom dia/ Boa tarde/ Boa noite, Hoje não tenho muito a falar, aproveitem a última parte dessa série :3
•••
ATENÇÃO : ESSA SÉRIE/CREEPYPASTA É +18. CONTÉM CONTEÚDO ADULTO E/OU CHOCANTE. NÃO É RECOMENDADO PARA MENORES DE IDADE E PESSOAS SENSÍVEIS A ESSE TIPO DE LEITURA. LEIA COM RESPONSABILIDADE.
•••
Registro de texto - (08/11/18) - Começando às 11:14am

BRNR3: Bom dia.

Você: Dia. Já devo escolher outra pessoa pra você?

BRNR3: Não, acho que já estamos além disso. Abra o aplicativo.

Você: Outra estrela dourada? Outro pra mim?

BRNR3: Sim.

Você: Está a mais de quatro horas de distância.

BRNR3: Por isso você precisa começar a se preparar logo. Você precisará sair dentro de uma hora.

Você: Por que essa pessoa?

BRNR3: Tenho meus motivos. Só porque eu te contei algumas coisas não quer dizer que agora você tenha o direito de saber de tudo.

Você: Desculpe. Estava curioso.

Você: Estou nervoso.

Você: Você pode me falar a hora e o lugar? Assim poderia planejar algo.

BRNR3: Ainda não. Você precisa ser flexível. Mas vou te dizer pra esperar um desafio maior do que empurrar uma garota assustada de uma garagem.

BRNR3: Agora vá. Quando você estiver à 3 quilômetros da estrela, vai receber os detalhes da sua missão.

Você: Ok.

Você: Obrigado.

Registro de texto de "Polterzeitgeist!" - (08/11/18) - Começando às 04:23pm

Você: Certo, cheguei aqui e recebi as instruções. Então tenho que matar esse cara entre 5 e 5:15? Mas estou num shopping. Se a estrela estiver correta, ele está aqui em algum lugar. Não posso esperar até que tenham menos pessoas por aqui?

Revenant: Não.

Você: Precisa ser esse Alex Turney, de qualquer maneira? E se eu simplesmente pegar alguma outra pessoa?

Revenant: Você está desperdiçando tempo. Se eu fosse você, gastaria mais tempo examinando as coisas e formulando um plano, em vez de ficar choramingando como uma criança petulante.

Você: Ok. Estou indo.

Você: Me deseje sorte.

Revenant: ;)

Registro de texto de "Polterzeitgeist!" - (08/11/18) - Começando às 06:01pm

Você: Que PORRA foi essa?

Revenant: O que?

Você: Você armou pra mim.

Revenant: O que você quer dizer?

Você: Quero dizer que você armou pra mim, caralho. Ele sabia que eu viria. Não tem outra explicação.

Revenant: Por que você diz isso?

Você: Porque

Você: Olha, eu fui pro shopping, okay? Usei a estrela enquanto pude, mas ela me levou pra uma loja de departamentos e havia muitas pessoas por lá. A estrela não era precisa o bastante pra ser útil nesse ponto. Tinha a foto dele no aplicativo, mas ainda levou um tempo até que eu o encontrasse sem ser óbvio.

Você: Então eu virei num canto e o vi olhando sapatos tipo, à uns 3 metros de mim. Não o peguei me olhando, mas repentinamente ele deixou o sapato que estava segurando e começou a se mover rapidamente para os fundos da loja. Vi ele indo ao banheiro, então pensei que fosse minha melhor oportunidade. O segui. 

Você: Vi a porta para o banheiro masculino fechando enquanto me aproximava. Peguei a arma que havia trazido. Não tinha certeza de como iria abafar o tiro, mas então o vi vestindo um casaco grosso. Pensei em fazer ele tirar, envolver a arma com o casaco, e atirar em sua boca. Fazer parecer com algum suicídio esquisito, se eu conseguisse, ou ao menos comprar tempo o bastante pra escapar.

BRNR3: O que você faria com as câmeras de segurança? Ou qualquer um que tenha te visto e lembrado?

Você: Eu usei um chapéu e tentei me misturar. Não olhei pra cima em nenhum momento e não toquei em nada depois de entrar no shopping até tocar na maçaneta do banheiro. Planejei limpá-la no meu caminho de volta, mas as coisas não correram de acordo com o plano.

Você: Quando entrei nesse banheiro, ele pulou em mim. De cima. Esse fodido estava se segurando por cima da porta de alguma forma. Só esperando.

BRNR3: Interessante.

Você: Não. Caralho. Ele quase me matou. Ele me derrubou e jogou minha faca longe. Acho que ele quebrou meu pulso. Ele pode ser um arrombado grande, mas ainda assim era bem mais rápido que eu.

Você: Nunca vi alguém tão rápido.

BRNR3: Então por que você não está morto?

Você: Ele disse que não queria terminar isso ainda. Então me falou "Corra. Não pare. Não se preocupe. Vou te encontrar novamente em breve."

BRNR3: Soa como ele. Sempre tão dramático.

Você: Então você realmente armou pra mim.

BRNR3: Não, na verdade não. Não contei pra ele que você ou qualquer outro estava atrás dele. Ele ele já está bem a frente no caminho em que você está trilhando. Ele não vai se deixar abater facilmente.

Você: Então você está jogando seus bichinhos de estimação uns contra os outros, é isso?

BRNR3: Bichinhos de estimação. Sua pequena indignação e reclamações são cansativas. Você está recebendo um presente e ainda assim, tudo que faz é reclamar.

Você: Olha, desculpe. Só estou machucado e assustado. Pensei que pudesse confiar em você.

BRNR3: Você pode.

Você: Então o que eu faço? Você me botou na trilha de um maníaco que vai me caçar, posso sentir. Então, e agora?

BRNR3: Para mim parece que você deveria correr.

BRNR3: Sem parar.

Registro de texto - (10/11/18) - Começando às 02:41pm

Você: O upload do vídeo falhou.

Você: O upload do vídeo falhou.

Você: O upload do vídeo falhou.

Você: Merda. A conexão está uma porcaria aqui. Vou ter que te enviar a filmagem depois. Recebeu essa mensagem?

BRNR12: Sim.

Você: Legal. Desculpe pela demora.

Você: Foi exatamente como você disse que seria. Queria poder te mostrar.

BRNR12: Me conte.

Você: O cara... Simon. Ele sabia que Alex viria atrás dele exatamente como você disse. O segui desde o shopping. Ele ficou num motel barato por algumas horas, mas acho que ficou muito ansioso, já que saiu dali antes de meia-noite e ontem ficou o dia inteiro se movendo de um lugar pro outro.

Você: Primeiro um restaurante que fica aberto a noite toda. Então uma mercearia. Então uma livraria. Então ele foi pro aeroporto e comprou um bilhete prum vôo domestico. Achei que ele realmente iria decolar, mas ele só gastou as horas seguintes dormindo em um dos portões de embarque numa dessas cadeiras desconfortáveis.

BRNR12: Tadinho.

Você: Hahaha. Sim.

Você: Hoje a segurança finalmente começou a incomodá-lo, perguntando qual vôo ele estava esperando e coisas assim. Então ele acabou indo prum pequeno restaurante na rua do motel onde ficou por meio minuto. Isso foi há pouco mais de uma hora, era meio que um lugar de merda, mas ainda estava ocupado mesmo perto da hora do almoço.

Você: Entrei alguns minutos depois de Simon. Consegui uma mesa encostada na parede oposta, onde poderia manter um olho nele. Foi divertido. Ele ficou olhando ao redor, como se alguém estivesse encarando ele. Super estranho, né?

BRNR12: Certo.

Você: Então ele levantou a cabeça. Tive um cão caçador de aves uma vez. Foi o que me lembrou. Mas eu estaria ferrado se SImon não tivesse olhado pra cima assim que Alex entrou. Foi como você disse que poderia ser. Quando você está trilhando o Caminho, pode sentir outros viajantes.

BRNR12: Peregrinos.

Você: Merda, é. Peregrinos. Bem, Simon tava sentindo alguma porra com certeza, mesmo que talvez só fosse urina nas calças. :P

BRNR12: Continue.

Você: Desculpe, é. Então Alex entrou. Vestido normalmente, mas sem tentar se esconder. Assim que ele se direcionou pro corredor onde Simon estava sentado, Simon desistiu da porra toda. Subiu na mesa, começou a gritar por ajuda. Gritava que aquele cara (Alex) era louco e estava tentando matá-lo. Que o estava perseguindo.

Você: Enquanto fazia tudo isso, ele estava olhando ao redor. Estava esperando por uma reação. Esperava que a garçonete pirasse e chamasse a polícia. Pensou que o velho casal com a criança iria tentar se proteger ou correr para a porta. Então ele percebeu que nada disso estava acontecendo.

Você: Todos só estavam assistindo. Assistindo e sorrindo. Percebi que também estava sorrindo, e não me importo de te contar que isso me assustou um pouco. Mas também foi muito bom. Pareceu certo. De verdade. Verdade com V maiúsculo.

BRNR12: Sim, é assim que as coisas são, às vezes.

Você: Bem, nesse ponto Simon percebeu que estava sozinho. Ninguém iria ajudá-lo e estava à três metros do monstro que estava atrás dele. Vou dar créditos à ele. Quando subiu na mesa, pegou uma faca de carne. Você disse que ele tinha uma arma, mas ou ele não trouxe, ou estava em pânico e esqueceu dela. Mas ele ainda tentou. Quando Alex foi até ele, ele não tentou fugir até que já estava gritando e tinha sido dominado pelos instintos.

Você: Fiquei até o final. Depois que Alex acabou, ele e dois dos outros levaram Simon. As outras pessoas... Eu realmente não entendo. Foi como se nada tivesse acontecido. Vi o casal com o garotinho terminarem sua comida ainda com respingos de sangue nos óculos. Todos foram plantados por você ou pelo Alex? Todos dentro da brincadeira?

BRNR12: O que você acha?

Você: Não imagino como poderia. Eram tipo, umas 20 pessoas. Mas o que mais poderia ser? Hipnose em massa ou algo assim? Não sei qual ideia me assusta mais.

Você: De qualquer forma, gravei tudo, mas como já disse, vou ter que esperar e te mandar depois.

BRNR12: Tudo bem. Só tenha a certeza de me enviar.

Você: Claro claro. Mas você se importa se eu perguntar algo?

BRNR12: Vá em frente.

Você: Quem era Simon? Só um cara qualquer?

BRNR12: hahaha. Sim. Só um cara qualquer que encontrou meu celular. Ele tentou trilhar o Caminho da Escuridão, mas como a maioria, falhou. Então ele acabou como carne pro Alex.

Você: O Caminho é uma navalha que te sangra. Até que você o termine, ou ele acabe com você.

BRNR12: É o que dizem.

Registro de texto de "Polterzeitgeist!" - (10/11/18) - Começando às 05:15pm

Revenant: Não ouço de você desde que lidou com Simon. Alex, está tudo bem?

Você: Sim. Só estive pensando.

Revenant: Sobre?

Você: Sobre ele. Ali no final, ele sabia que iria morrer. Ainda assim, ele lutou. E por um segundo, pensei ter visto o brilho ao redor dele. Como se ele fosse um Peregrino como eu. Como nós.

Revenant: Por um segundo, acho que ele foi. Mas esse é o ponto. A jornada que tomamos, é um caminho estreito, com espaço para apenas alguns poucos. Só um de vocês poderia progredir mais, e às chances dele eram mínimas contra você.

Você: Acho que sim.

Você: Eu não sonho mais. Te contei isso? De todas as mudanças, acho que essa é a que mais me incomoda.

Revenant: Eu também não sonhava quando estava onde você está. Logo você terá novos sonhos.

Revenant: É a hora de te contar como usar a caixa.

Você: Eu sei que é mencionado no livro, mas eu não entendo o que realmente é. O que está dentro.

Revenant: É conhecida como uma caixa de sombras. E se você estiver pronto de coração, lhe mostrará onde o Caminho nos levará.

Você: O Reino? O Reino de Poeira?

Revenant: Sim, meu amor.

Você: Você tem certeza que estou pronto?

Revenant: Tenho. Não arriscaria se não tivesse.

Você: Quando poderei te ver novamente?

Revenant: Olhe para cima. Já estou aqui.
•••
FONTE  AUTOR  SEUS LIVROS
•••
Esse conto foi traduzido exclusivamente para o site Creepypasta Brasil. Se você vê-lo em outro site do gênero e sem créditos ou fonte, nos avise! Obrigado! Se gostou, comente, só assim saberemos se você está gostando dos contos e/ou séries que estamos postando. A qualidade do nosso blog depende muito da sua opinião!

13 comentários :

  1. CAR**** LI O TITULO ERRADO ACHANDO QUE ERA A PT II E TOMEI SPOILER

    ResponderExcluir
  2. Mano pfv, cogita fazer uma história de amor nesse texto. No fim, ia ser explendoroso se acabasse em um romance

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iria ficar um lixo sua vadiazinha , isso é creepypasta e não contos eroticos

      Excluir
    2. Caralho mano, relaxa aí, a mina só deu uma ideia não precisa ofender!

      Excluir
    3. Mano, nada a ver virar romance. Fujoshi n pode ver personagem q já quer inventar ideia kkkkk

      Excluir
    4. Isso é Creepypasta e não continho de fadas

      Excluir
    5. Acho que xingamentos não comportam neste ambiente. Deixo meu alô pros ADM.

      Excluir
  3. Eu tô me perdendo nas conversas, na não sei mais quem e quem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKK
      Eu fiquei exatamente assim!
      Na minha interpretação, os BRNR e o Revenant são a mesma pessoa (/organização?).
      O primeiro "Você" é o Simon, o cara que encontrou o celular no hospital no começo da série. O segundo "Você" é outra pessoa, que foi mandada pelo Revenant pra assistir tudo, e por ele já ter noção de algumas coisas e conseguir observar sem ser percebido, acredito que ele seja mais avançado no Caminho que o Simon, mas menos que o Alex.
      O terceiro "Você" é o Alex, a pessoa que o Simon deveria ir atrás.
      Acho que a pessoa que matou o policial mais atrás na série é o Alex.

      Excluir
    2. Será que o nosso 'Você' desde o começo era o Simon?

      Excluir
  4. Última parte? Logo agora que começa a ficar mais interessante?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O autor tem um monte de histórias, e todas tem alguma conexão, por isso acaba aí.
      Eu planejo trazer mais histórias dele (já tenho permissão pra traduzir todas), mas só vou fazer isso mais pra frente

      Excluir