11/06/2012

Creepypasta dos Fãs: Vazias


Estava fazendo uma poesia
Quase uma filosofia
Porém enquanto eu fazia
eu ouvia algo que ria
Eu sentia
uma espécie de agonia
que tomava tudo que em mim existia,
então eu perceberia
que as órbitas do ser que me olhava eram vazias,
sua pele era pálida e fria,
e seu sorriso assustados, respirar não me deixaria
e perceberia,
que desapareceria
e na minha frente surgiria
Andes que eu pudesse reagir me atacaria.
Perto da minha morte falaria:
que o gosto de medo em meu sangue sentia
e que não se arrependeria
pois do fraco que acabava de cair
ele renasceria.


 Autor/Enviado por: Gabriel Marques


11 comentários:

  1. Muito bizarro uma poesia que usa só um tipo de rima
    não gostei u.u
    mais é melhor que episodios perdidos... =x

    ResponderExcluir
  2. Desta vez foi fraca. enfim, continue com essas creepys dos fãs. são legais.

    ResponderExcluir
  3. interessante, realmente melhor que episódios perdidos, mas ca entre nós a que eu te mandei é melhor.

    ResponderExcluir
  4. Me lembrou de Jeff, o assassino, "que as órbitas do ser que me olhava eram vazias,
    sua pele era pálida e fria, e seu sorriso assustados, respirar não me deixaria". Medo extremo haha. Muito boa essa.

    ResponderExcluir
  5. Cara namoral essa poesia foi muito clichê, com demônios de órbitas vazias, sorriso macabro e que no final te devora >.<. Só verbos e com terminação IA e a creepy é curta demais. Eu adorei a ideia de creepypasta dos fãs, mas essa foi a primeira que ficou abaixo das minhas expectativas...

    ResponderExcluir
  6. queria saber como mandar uma creepy pra cá!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://creepypastabrazil.blogspot.com.br/2012/02/entre-em-contato.html

      Excluir
  7. volta com os episodios perdidos essa creepy foi mto fraca

    ResponderExcluir
  8. gostei desta poesia, especialmente quando a li do fim ao inicio (tenho o costume de fazer isso, geralmente acrescenta um novo entendimento do todo) .

    ResponderExcluir