Postagens Semanais

Segunda-Feira
Francis Divina

Terça-Feira
Gabriel Azevedo

Quarta-Feira
Francis Divina

Quinta-Feira
Gabriel Azevedo

Sexta-Feira
Talisson Bruce

Sábado
==========

Domingo
==========

Caverna do Dragão: O verdadeiro final

10 comentários


Diz a lenda que o desenho "Caverna do Dragão" era escrito por um grupo de jogadores de RPG e que depois de cada jogo, eles escreviam sua aventura e a transformavam em roteiro de desenho, para vender para a produtora.

Como todo jogo de RPG tem um final, o desenho também teve. Mas esse final nunca foi ao ar. Você sabe por que? Porque a produtora não comprou o último capítulo da Caverna do Dragão! A produtora negou-se a comprar o final por ele ser, no mínimo, cruel. Dê uma olhada no esboço:

“Na última aventura deles, aquele dragão de 7 cabeças conta a verdade e depois eles a comprovam. O dragão conta que nunca mais eles voltarão para a Terra.

Nunca porque quando eles estavam descendo naquele carrinho da montanha russa, eles não entraram em outra dimensão. O carrinho caiu… e eles morreram. Eles não vão voltar porque eles estão mortos. E lá é o inferno!

Como nenhum deles era bonzinho na vida real, eles foram parar no inferno, depois que morreram na queda do carrinho e o demônio resolveu brincar com eles.

Cruel e sádico, o demônio às vezes aparecia de Vingador e às vezes de Mestre dos Magos! Os dois na verdade eram a mesma pessoa: o Demônio, sádico, jogando e brincando com os novos moradores de seu império!

O Dragão na verdade é um anjo que vai até o inferno com a missão de tentar fazer com que eles descubram a verdade e que, depois de tantas tentativas, acaba por revelá-la.

O demônio tinha um capeta que o auxiliava neste trabalho. Alguém que sempre os impedia de voltar (ou seja de descobrir que não havia como voltar): a pequena unicórnio Uni. Ela, na verdade, era um enviado do demônio que os acompanhava todo tempo para atrapalhá-los e brincar com seus sentimentos.

Nunca mais eles voltarão e viverão para sempre naquele inferno. Essa é a verdade revelada oficialmente pelo Mestre desse jogo de Dungeons & Dragons."

10 comentários :

Postar um comentário

Super Mario World

5 comentários


Realmente pensei que seria uma boa idéia ressuscitar minha infância através da compra de jogos clássicos. Mas adivinhem só? Não era, definitivamente não era.

Eu estava entediado, e de repente comecei a me lembrar sobre o quão boas eram as vezes quando eu tinha apenas seis, jogando Super Mario World o dia inteiro no meu SNES antigo (que ainda estava funcionando, nas profundezas do meu armário). Decidi reviver aqueles momentos claros de diversão através da compra de um cartucho novo de Super Mario World no site eBay. Eu decidi comprar uma unidade de uma janela que apareceu de repente, enquanto eu visitava o eBay.com. Era apenas 5 dólares, então eu o comprei. Uma semana depois, o jogo chegou em meu correio...

A embalagem não era o original do jogo; não tinha texto ou desenhos, apenas as palavras "Mario World" sobre ele. O cartucho era completamente preto e o rótulo do mesmo era o rosto do Mario, sem Yoshi ou qualquer outra coisa com ele. No começo pensei que era um jogo pirata, então decidi dar uma olhada. Assim, instalei meu velho SNES, e coloquei o jogo dentro. O que eu vi foi muito estranho...

A tela "Nintendo Presents" estava um pouco distorcida. O logo estava inclinada, tinha alguns pixels coloridos sobre ela, e durou muito mais do que durava normalmente. O som da moeda também estava distorcido, muito mais grosso do que o normal. Quando desapareceu, uma imagem estranha e vermelha piscou rapidamente na tela, com um ruído rápido e bugado. Fiquei espantado, mas tentei me convencer de que aquilo era apenas uma espécie de... pequena falha. Então, a tela de título finalmente apareceu. A música tocava normalmente, porém no título estava escrito somente "Mario World" em letras vermelhas, algumas daquelas barras de madeira nas laterais da tela tinham sumido, a palavra "Nintendo" no canto da tela estava totalmente preta. Mario não estava andando no mapa ao fundo, e o céu era preto, enquanto a fase simplesmente rolava pra frente.

A música começou a se distorcer aos poucos, e eu estava começando a ficar com medo. Mas eu fiquei realmente aterrorizado depois de alguns segundos, quando a tela de título se inclinou sozinha, as cores da fase de demonstração tornaram-se mais escuras e mórbidas, e a música tornou-se muito alta e lenta. Alguns segundos depois, a tela de título se inclinou ainda mais com um efeito meio fantasmagórico, as cores do nível ficaram completamente bugadas, e a música ficara completamente distorcida, fazendo com que meus ouvidos ficassem a ponto de explodir. Então apertei Start, na esperança de chegar ao mapa do jogo. Notei que a tela de arquivos e seleção de jogadores não havia aparecido, e então comecei a jogar no modo de 1 Jogador sem escolhas. A tela de introdução parecia normal, até o momento em que a mensagem apareceu. Tudo ficou completamente desarrumado; a tela e a música estavam puramente distorcidas, a caixa de mensagem era um monte de letras embaralhadas. Alguns segundos depois, alguma coisa piscou alguma coisa. O primeiro plano e Mario ficaram totalmente pretos, o fundo era vermelho liso, e a mensagem era um monte de palavras escritas "nohope".

O mapa estava completamente silencioso. Não havia nome de nível, Mario não estava no canto superior esquerdo da tela, e eu não poderia escolher qualquer nível... afinal, não havia nenhum outro nível. Assim, entrei no único disponível. Este nível parecia normal, exceto pelo fundo, que parecia ser do game “New Super Mario Brothers”. Comecei a correr para a direita, por um tempo que parecia ser interminável, mas algo estava começando a dar errado. A música começou a desacelerar enquanto o fundo estava constantemente perdendo suas cores. Segundos depois, o fundo estava completamente distorcido junto com a música, e o chão que eu corria ficara todo distorcido e invertido. De repente, a música tornou-se muito distorcida e barulhenta, ao longo do fundo de novo. Uma grande sombra negra estava vindo em minha direção, mas eu não pude escapar; eu ainda estava correndo. Mario foi completamente engolido pela sombra, e eu voltei novamente para o mapa. Desta vez, ele parecia estar sem algumas partes do lado esquerdo e superior. Aquela merda estava me deixando em choque. O nível do título era "LOSEYOURHOPENOW", em letras muito bagunçadas. Eu estava relutante em continuar, mas tive que ir em frente.

O carregamento da fase fora mais lenta do que o normal. Desta vez, era apenas Mario, que era uma sombra negra, em uma fase com fundo vermelho e em o chão bastante branco e sem detalhes. Eu era incapaz de me mover, e seus saltos não tinham altura nenhuma. De repente, Mario desapareceu por alguns segundos, e reapareceu andando na frente, sem que eu o controlasse. Ele caminhou por alguns segundos, até parar na frente de algo que era somente uma sombra negra também. Parecia com o... Yoshi... morto e preso em uma estaca de madeira. Eu estava muito aterrorizado nesse momento. Eu era incapaz de tirar o Mario daquele lugar; meu controle não estava respondendo aos meus comandos. Até que... O fundo ficou muito preto com manchas de sangue espalhadas por ele, Mario se distorceu totalmente, e a tela ficou preta. A mensagem "YOUCOULDNOTSAVEHIM" piscou rapidamente no meio da escuridão.

Eu estava de volta ao mapa. O fundo era ainda menor, mas desta vez, as cores eram mórbidas, e eu pude ouvir sussurros demoníacos ao fundo. O nome da fase era a palavra "Luigi" se repetindo sem espaços e, em casos aleatórios, com letras maiúsculas ou minusculas. Entrei na fase novamente. Desta vez, tudo parecia mais calmo...

Mario estava preso em uma grande sala de blocos de cimento. A música não era alta, mas era estranha e bem calma. O fundo era um céu azul com nuvens, movendo-se para a esquerda muito lentamente. Aquela ambientação começou a me acalmar um pouco, mas eu ainda estava com medo. Não haviam saídas, somente um bloco de nota musical parado no lado direito da prisão de cimento. Comecei a bater nele, mas ele não se mexia; era como bater em outro bloco de cimento.

Porem, algumas batidas depois, Luigi apareceu no lado esquerdo da tela. Seus olhos estavam completamente vermelhos, e ele não estava fazendo nada. Por algum motivo eu era incapaz de andar para a esquerda, e assim, eu continuei batendo no bloco. O barulho da batida no bloco era meio que um zumbido, e cada “pulo” fazia com que o Luigi desce um passo em direção ao Mario. Eu queria dar o fora de lá, mas não conseguia. Depois de algumas batidas, de repente, o fundo ficou escuro e vermelho, assim como os blocos. A música ficou toda distorcida e muita barulhenta, e então um cano apareceu de repente no lugar onde Luigi estava. O bloco de nota musical sumira de lá, e no cano, uma planta-piranha estava vindo para cima e para baixo como de costume. Decidi entrar lá dentro, mas ao invés de ser transportado para fora daquele lugar, ouvi um grito do Mario junto com muitos ruídos que pareciam com algo sendo massacrado. Parecia que Mario estava sendo literalmente mastigado com barulhos muito realistas, no interior do cano, por essa planta-piranha. Luigi estava piscando repetidamente e rapidamente em volta da tela, enquanto isto acontecia. Naquele momento, eu havia ficado aterrorizado ao extremo; mal pude me mexer.

Mais uma vez, eu estava de volta ao mapa. Não havia quase nada, apenas uma mancha vermelha que indicava onde Mario estava. O título da fase nível desta vez era "THEHELLAWAITSFORYOU". Fiquei absolutamente nervoso, mas entrei na fase mesmo assim. A fase em que Mario fora transportado não passava de uma gradiente vermelha. Mario estava sem olhos, e andava por si só. No fundo, a tela de titulo com as palavras "Mario World" apareceu. A música era uma espécie de música de piano distorcida. Mario foi caminhando por aquele inferno, até que passou por Bowser e Bowser Baby, ambos mortos em uma estaca de madeira. Ele, então, parou na frente de... Oh Deus. Ele mesmo, também com o cadáver preso em uma estaca de madeira! Fiquei completamente chocado; Mario encarando seu próprio cadáver? Caramba, aquela merda era um fantasma ou o quê? A fase terminou por si só alguns segundos depois.

Eu reapareci na tela de título. Não havia música, mas desta vez, o Mario estava caminhando pela fase, novamente sem seus olhos, passando por alguns objetos. Não havia mais reação do controle a partir deste momento.

5 comentários :

Postar um comentário

The Sims 3

25 comentários


Olá, quero contar uma coisa que aconteceu comigo, no dia 29 de junho de 2009.

Eu ganhei uma cópia do jogo The Sims 3, e estava muito animado. Eu era um fã da EA games, e amava todos os jogos anteriores da série The Sims.

Meus pais e eu compramos o jogo de uma loja de penhores chamada "The Daily Gamer". Lá vendia jogos antigos, jogos recentes, equipamentos, qualquer coisa nessa area. A loja onde eu sempre compro meus jogos infelizmente estava fechada, então compramos o jogo nessa loja de penhores mesmo. A cópia era usada, por isso teve um grande desconto. Compramos o CD, voltamos para casa e eu corri para meu quarto. Estava extremamente animado, mas então notei que o disco estava muito riscado. Felizmente, me lembrei que tinha o meu limpador de discos guardado lá, então, limpei-o. Enquanto colocava o CD em meu computador, notei algo estranho no logotipo do mesmo. Ninguém do grupo de pessoas estava sorrindo; todos olhavam diretamente para mim sem emoção. Ignorando isto, coloquei o jogo no computador, ele abriu e eu estava pronto para joga-lo.

Eu assisti a intro. Nada podia ser ouvido, exceto a música super alegre. Depois que ela terminou, comecei a fazer meu perfil. Fiz somente uma pessoa, e eu fiz meu personagem exatamente como eu queria, mas o estranho era que ele não se mexia de forma alguma. Ele não estava fazendo seus sons como de costume e ele tinha uma expressão muito séria. Fiz com que meu avatar fosse um jovem e dei a ele 5 características principais. Porem notei algo muito estranho, algo que não parecia apropriado para um jogo do The Sims: Uma característica chamada “Canibal”. Mas mesmo assim, eu só escolhi coisas que me agradavam, e então terminei meu avatar. O jogo então me deu a opção de fazer uma casa ou comprar uma casa; comprei uma casa, e comprei toda a mobília.

Meu avatar não ficava feliz, ele só ficava triste ou com raiva; achei que isto estava ficando muito esquisito. Com isso, decidi fazer alguma coisa para meu avatar comer, mas as únicas opções eram os alimentos carnívoros, como a opção "Fazer Lingua de Porco" por exemplo. Eu não pensei em mais nada. Então, consegui um emprego depois de se acostumar com minha nova casa, e apareceram as opções "Açougueiro", "Teatro" e "Crime". Açougueiro? Que tipo de jogo era esse? Ele não me deixava escolher as opções “Teatro” e “Crime”, e ele não me deixava mais sair daquela parte. Então, eu simplesmente cliquei em "Açougueiro" e decidi prosseguir com o jogo.

Mas no momento em que isso aconteceu, de repente, um som de um carro batendo veio abruptamente de fora, e era extremamente alto; ele fez com que meus ouvidos apitassem, e eu literalmente quase tive um ataque cardíaco de susto. Acelerei o tempo do jogo, e descobri que o barulho vinha da empresa de meu avatar. Fui correndo pra lá, e ouvi um monte de gritos e gemidos. Para minha surpresa, minha empresa era uma fábrica completamente preta e extremamente grande, e o uniforme de meu personagem ficou manchado de sangue de repente (o que era estranho, já que ele nunca havia mudado de roupa sozinho antes). Tentei trocá-las para uma roupa diferente, mas não ajudou em nada. Então tentei comprar uma outra roupa, mas o jogo só me deixava comprar ganchos de açougue. Eu comprei um, só por curiosidade, e a única opção que aparecia era "Pendurar Corpos".

Eu estava muito perturbado. Outro problema que aconteceu, é que eu tentei mudar os materiais das coisas, mas o único material disponível era uma “Poça de Sangue”, nenhuma barra de cor, nada. Tentei fazer amizade com as pessoas, mas tudo que eu podia dizer/fazer era "Convidar para Casa". Eu o fiz por pura curiosidade, e depois que a garota chegou em minha casa, uma cena muito gráfica começou a passar... Nela, meu personagem batia com força na cabeça da garota com uma grande marreta, e arrastava-a para minha cozinha. Meu personagem, em seguida, pendurou-a no Gancho de Carne, rindo, mas não rindo na maneira que os Sims fazem... Ele tinha um sorriso malicioso no rosto, e estava me deixando muito perturado. Eu cliquei no cadáver da garota, e a única opção era “Tirar a roupa”, então eu fiz novamente por curiosidade, apesar de estar prestes a passar mal com a situação. Em seguida, o jogo disse que eu tinha que “devorá-la”. Esta opção não era muito melhor do que a anterior, e ele não me deixava sair desta parta, e assim, acabei clicando nela e me perguntei o que diabos aconteceria em seguida. O jogo começou a travar. Gráficos apareceram nos lugares errados, um zumbido estranho começou a sair de meus alto-falantes e a me assustar pra caralho, mais do que eu já estava. O jogo começou lentamente a ficar coberto de pixels (como aqueles que aparecem quando seu avatar fica nú) e um verso de piano alto distorcido começou a tocar ao contrario. Então, o jogo congelou e finalmente se fechou.

Palavras não podem descrever o medo que eu estava sentindo naquele momento... Eu estava completamente chocado! Que merda havia acontecido? Depois de todo esse pesadelo, tirei meu disco e joguei-o na minha lareira sem mais nem menos. Então veio na cabeça a idéia de processar a loja, e definitivamente era isso que eu faria. Voltei até a loja, porem, tudo o que havia lá... era uma fábrica de carne.

25 comentários :

Postar um comentário

Uma atualização de Dead Bart (A morte de Bart)

8 comentários


Bom, eu tinha que me livrar daquele computador depois de assistir aquele episódio. Mesmo depois de uma reformatação completa, ele nunca mais funcionou corretamente. O arquivo do episódio não podia ser excluído, e ele ficava abrindo sozinho toda de hora em hora. Limpei o disco rígido várias vezes, e a porra do episódio não ia embora. O controle de som não funcionava mais e aquilo ainda por cima era um laptop, mas a energia parecia que nunca acabava, e eu não ainda não conseguia desligá-lo. Eu iria deixar o computador intacto apenas para que eu tivesse uma cópia do episódio perdido, mas olhar para ele estava me deixando muito nervoso. Eu tive um pesadelo recorrente em varias noites seguidas: o episódio estava passando normalmente, mas em vez do cadáver do Bart hiper-realista, era o meu cadáver, quando tinha somente 10 anos de idade. Encontrei uma foto minha com 10 anos, e o pesadelo era mais idêntico à foto do que minha própria memória da mesma. Eu juro... Essa imagem de mim mesmo com 10 anos, morto, começou a piscar na tela de meu computador tão rápido que eu nunca poderia ter certeza se aquilo era real. Depois disso, eu finalmente destruí o computador.

Porem, eu não conseguia mais tirar o episódio de minha cabeça, então decidi fazer mais pesquisas para tentar entendê-lo melhor. Eu encontrei uma linha de poucas pessoas que pareciam saber sobre isso, porque aparentemente, o episódio foi ao ar somente uma vez, em um subúrbio de Portland, Oregon. Eu tenho um primo que estava assistindo Os Simpsons durante a primeira temporada e que vive por lá, então lhe perguntei se ele se lembrava do episódio. Ele me perguntou como eu sabia disso; aparentemente, era um pesadelo que ele tinha constantemente, e que havia dito somente a seus pais, e eu tinha apenas alguns anos de idade na época em que os pesadelos começaram. Eu disse a ele sobre o episódio que vi, e que algumas pessoas online também se lembravam dele. Ele pensou que eu estava apenas fazendo uma brincadeira com ele, e quando fomos olhar os tópicos online sobre o episódio, ele gritou e desligou o computador imediatamente. Ele não respondeu à nenhuma das tentativas que fiz para contatá-lo desde então.

Determinado a chegar ao fundo disto, continuei procurando online. Encontrei alguém que disse que tinha uma cópia em fita dele, e que poderia vendê-lo para mim. Eu estava nervoso, mas determinado a descobrir a verdade sobre isto e encerrar a história. Então comprei a fita, junto como uma TV e um VCR muito velhos e baratos, já que eu tinha a sensação de que nenhum dos dois seria o mesmo depois de assistir o episódio, então não seria um desperdício de dinheiro muito grande.

O episódio era praticamente o mesmo que o arquivo que eu havia baixado... Eu não quero dizer mais nada sobre isto; certamente aquilo não valeu a pena, e eu daria qualquer coisa para voltar para como eu me sentia quando o computador estava me assustando com o arquivo. Eu destruí a fita, mas não ajudou. Os comerciais na fita... Eu não quero me lembrar deles. Havia monstros dos meus sonhos eu nunca havia contado a ninguém sobre, notícias sobre tragédias que ainda não haviam acontecido, animações surreais geradas em computadores que teriam sido impossíveis de se fazer nos anos 80. Um amigo de infância assistiu à fita comigo, mas ele viu coisas completamente diferentes do que eu havia visto, com uma exceção: Havia uma notícia aparentemente ao vivo, na data 06 de junho de 2013. Em completo monótono, ela recitava os detalhes de milhões de pessoas que morreram durante o sono, algumas delas acordando por alguns segundos, sussurrando palavras incoerentes sobre algo que as pessoas só podiam entender que tinha algo a ver com pesadelos. Tenho certeza que você pode adivinhar agora as datas nos túmulos das celebridades atualmente vivas no final do episódio...

Havia uma diferença no episódio em si, no entanto. A "piada" que Homer disse no final estava completamente audível nesta versão. Quando a tela se aproxima no rosto de Homer, enquanto olha para Bart, ele diz:

"Ah, se todos nós tivéssemos essa mesma sorte..."

8 comentários :

Postar um comentário

O Invasor Zim: O episódio perdido

13 comentários


Olá pessoas, como vão vocês? Eu sou um grande fã de desenhos animados, e entre eles, Invazor Zim costumava ser o meu favorito. Eu não perdia um único episódio, e meus pais sabem muito bem o quanto eu o adorava. Até mesmo quando eu tinha dezessete anos.

No dia da minha formatura, enquanto minha mãe estava me parabenizando, um velho estranho se aproximou de mim e me deu um DVD, me dizendo que ele era da Nickelodeon Studios. Porem, antes que pudesse perguntar qualquer coisa, ele saiu correndo. Achando tudo muito estranho, mas ainda muito feliz por ter me formado, fui direto para casa com minha mãe.

Eu tinha saído mais tarde com os meus amigos para comemorar, e quando chegamos de volta a minha casa, eu verifiquei o disco para ver o que era. Fui recebido com uma agradável surpresa: o DVD estava rotulado com o Bloody GIR; Era um episódio de Invazor Zim. Gir é um de meus personagens favoritos, e eu pensei que estava com a maior sorte do mundo para ganhar um DVD daqueles tão de repente... Eu pensava, até começar a ver o DVD.

Tudo começou como um episódio normal de Invasor Zim, com apenas algumas diferenças aparentemente menores. O episódio começou como qualquer outro, mas a qualidade da animação não era tão boa como a de costume. Depois que a introdução do desenho terminou, Gir entrou em cena. Gir saiu de sua casa em sua fantasia de cachorro, com um bolinho na mão, e ele atirou-o pra cima para comê-lo. Porem, Dib apareceu e pegou-o primeiro.

"Eu posso vencer você..." Dib diz em uma voz estranhamente macabra e perturbadora. Ele, então, foge na mesma hora. A cena então corta para uma tela preta durante dois minutos, e volta a mostrar um quarto cinza. Gir estava chorando, mas havia algo muito errado; o choro soava como um lobo ganindo na noite, ao invés de Gir.

Em seguida, Gir olha diretamente da tela para mim e diz: “Você não sabe o que é a dor de verdade". Nesta hora, havia sangue saindo de seus olhos muito vermelhos.

A tela deu uma piscada por menos de 1 segundo, e Gir desaparece misteriosamente, e a animação corta para estática em preto e branco. Isso durou cerca de seis segundos.

A cena muda abruptamente para a casa do Zim. Tudo estava em preto e branco, mas a casa do Zim parecia totalmente abandonada e muito mal desenhada para a animação original do desenho. A cena muda novamente, desta vez para uma sala branca somente com uma cadeira preta, onde Dib estava sentado vestido a roupa de cachorro de Gir. Zim chega em casa depois de alguns segundos, e percebe que não conseguia encontrar Gir em lugar algum.

De repente, alguém bate na porta da sala onde Dib estava, e ele levanta para abri-la, com os olhos muito vermelhos, muito parecidos com os olhos do Gir. Dib abre a porta, e o Gir de verdade estava lá. Parecia que Gir havia gritado muito alto, mas não havia nenhum som, somente a animação dele abrindo a boca e gritando desesperadamente. Dib corre para o corredor e tenta abrir uma porta, porem ela não abria. Gir foi se aproximando cada vez mais de Dib, e a animação cortou novamente por cerca de um minuto.

Essa foi a parte mais perturbadora do episódio inteiro. Gir pega uma faca e começa a esfaquear Dib muito violentamente, mas a tela estava meio embaçada; foi completamente nojento, repugnante e a animação parecia pertencer à um filme de horror barato. Tentei rapidamente desligar o DVD, mas ele não desligava. Meu amigo decidiu desligar o leitor de DVD, mas ainda assim, nada aconteceu. O episódio de repente mostrava uma foto de um rapaz a quem parecia que estava esfaqueando Dib, e havia números em volta de sua cabeça: 666. Uma mensagem na parede com sangue aparece de repente, dizendo "MATAR TACOS". A cena volta para a casa Zim, e neste momento se pode ouvir uma campainha estridente. Então a cena corta para a sala, e para minha surpresa, havia alguém em frente ao sofá...

Era Zim. Ele estava morto, e a imagem era ainda mais repugnante do que tudo que já havia visto; seus “olhos” eram apenas buracos negros e havia muito sangue escorrendo de sua boca. Ele não tinha braços ou pernas, e estava sendo pendurado em uma corda. Depois disso, Gir aparece na sala, completamente ensopado de sangue com um sorriso sinistro em seu rosto... Ele olha para a câmera e começa a rir, mas era uma risada macabra e do mal, parecendo demasiado real, poderosa e perturbadora.

Oito minutos se passaram, e o episódio finalmente terminou. Meus amigos e eu estávamos completamente traumatizados, quando de repente, apareceu uma mensagem na tela que dizia: "Não conte a ninguém sobre o episódio, ou as conseqüências serão severas."

Na mesma noite, nós destruímos o DVD e jogamos os restos no mar; nunca mais queríamos nos lembrar desta experiência traumatizante, mas infelizmente já era tarde demais... Estou escrevendo isso aqui porque eu não posso suportar a pressão do que já vi, e já faz três meses, mas ainda tenho pesadelos sobre este episódio macabro.

13 comentários :

Postar um comentário

As Trapalhadas de Flapjack: O episódio perdido

17 comentários


Todos nós conhecemos o Flapjack. Aquele garoto de cabelinhos loiros do Cartoon Network. Sempre irritando o Capitão Falange e tal. Bem, pra quem não sabe, há um episódio que os animadores deixaram de fora... E é muito perturbador.

Flapjack foi cancelado há um pouco atrás, e os animadores pretendiam encerrar a série com um episódio chocante. Mas não o fizeram. Eles fizeram uma cópia do episódio final, mas nunca o lançaram porque ele foi visto por um público pequeno, somente para testes. Por coincidência, eu estava no meio deste grupo... Conhecia um dos animadores, e ele me levou para uma exibição especial. Porem, o que eu vi era completamente inimaginável.

O desenho animado começou normalmente, com a introdução e tal. O Cartão de Título para o episódio era "Goodbye Flapjack". Apenas um texto simples, com um fundo preto. Ao invés de uma música boba e animada na hora de mostrar o Cartão de Titulo, não havia nenhum som, somente um sussurro fraco. Eu não conseguia entender o sussurro, mas acho que ele dizia repetidamente: "Adeus Flapjack"

O início do episódio mostrou Flapjack pulando ao redor do cais. Então o Capitão Falange o impede, e diz alguma coisa em latim. Pelo que eu pude entender, ele havia dito "Subsisto cursor inter navale!", que significa “Pare de correr na doca!”. Ainda bem que tinha aprendido Latim no ensino médio, mas fiquei me perguntando por que diabos eles teriam feito aquilo... De repente, Flapjack começa a rir de um jeito muito assustador, e em seguida olha para o Capitão com uma expressão muito vazia.

Bolha vem nadando em direção a eles, e quando chega, pergunta em um tom bem calmo "O que está acontecendo aqui? Falange, você está ensinando o que Flapjack deve fazer?”. Falange começa a rir. Muito maníaco. Flapjack parecia muito triste. Bolha começa a gritar com o Capitão: "Pare de rir!". Em seguida, todos os personagens no desenho pararam. Ficou tudo em silêncio. Flapjack olha para a tela com um olhar vazio. Então a tela ficou em estática durante uns 10 segundos.

A cena então volta ao cais. Flapjack correu em direção para a loja de doces, com uma aparência muito triste e depressiva no rosto. Ele entra na loja de doces, e não havia ninguém lá. Estava tudo escuro... De repente, Flapjack se senta e começa a chorar. Então, o Luiz Hortelã sai da sala dos fundos, perguntando: "O que há de errado, Flapjack? 'Flapjack encara Pete com uma cara muito nervosa e demente. A expressão dele arrepiou até os pelos de minhas costas. Ele então correu para fora da loja de doces e em direção ao cais.

O Capitão estava sentado no banco em frente ao mar. Flapjack veio correndo para ele. Flapjack, em seguida, saltou para o mar, e a Bolhacomeçou a correr atrás dele gritando: "NÃO, BEBÊ! NÃO!!!". A tela mostra Flapjack afundando para o fundo do mar. A cidade inteira olha em direção ao cais, e o Capitão começa a rir. Bolha então volta segurando o cadáver de Flapjack do mar e joga-o no cais. Então Bolha olha para Falange, e grita com uma voz desesperada: "ELE ERA APENAS UMA CRIANÇA! FALANGE, O QUE HÁ DE ERRADO COM VOCÊ?!". Foi a cena mais assustadora e perturbadora que eu já vi na minha vida... Um dos cidadãos então diz: "É tarde demais". O médico olha para Flapjack, e por fim diz em uma voz muito baixa: "Ele está morto..."

Todos os cidadãos se afastaram cabisbaixos. O episódio terminou com Bolha chorando ao lado de Flapjack, e com o Capitão se afastando cabisbaixo também. A tela desaparece. Ela fica preta por mais ou menos 1 minuto. De repente, a tela rapidamente pisca a imagem do corpo de Flapjack, morto, mutilado com uma piranha presa nos restos de seu braço, se contorcendo por ar. Então, a tela começa a piscar imagens muito assustadoras de Flapjack, e por fim, dizia na parte inferior da tela:


Descanse em Paz, Flapjack.

17 comentários :

Postar um comentário