10/12/14

SCP-2002




AVISO: ACESSO RESTRITO




Item #: SCP-2002

Classe do Objeto: Neutralizado (classificação Keter revogada em ██/██/20██)

Procedimentos Especiais de Contenção: A contenção do SCP-2002 é concentrada na disseminação coordenada de desinformações para todas as organizações ou indivíduos envolvidos com a descoberta, detecção, estudo e/ou discursão envolvendo objetos astronômicos (em movimento). Uma atenção especial deve ser posta na manipulação de algumas organizações, visando ofuscar a natureza do SCP-2002.

Imagens do SCP-2002 vazadas para o público devem se desmentidas, assim como digitalmente alteradas e rotuladas como obras de teorias conspiratórias. Para esse propósito, funcionários da fundação devem ser preparados para aparições na mídia e como consultores em qualquer projeto de pesquisa externa.

Para mais informações relacionadas às medidas de desinformações, por favor, verifiquem o documento SecInf/2002-D/DepDI:rev2.41. O uso de força bruta foi autorizado para impedir que qualquer informação relacionada ao SCP-2002 vaze ao público.

Todas as peças e restos dos tripulantes coletados do SCP-2002 devem ser armazenados no Local
        para futuras pesquisas sobre a origem do SCP-2002. Entrem em contato com o atual líder do projeto Dr. Aeslinger para mais informações sobre as pesquisas.

Rem/AESL1/20060217: Notem que apesar de neutralizado, os procedimentos de contenção do SCP-2002 devem permanecer efetivos por tempo indeterminado. 

Descrição: O SCP-2002 é um corpo celeste em rota de colisão com a terra. Após detecção, o setor astronômico da Fundação disponibilizou várias imagens indicando várias similaridades entre o design do SCP-2002 e o design do, ainda em desenvolvimento, [INFORMAÇÃO EXCLUIDA] naquele momento. Levando em consideração essas informações, e adicionando resultados de pesquisas dos destroços, o SCP-2002 foi classificado como uma possível anomalia do continuum espaço-tempo, mas foi considerado nativo para esta realidade. Sua neutralização impediu que os funcionários pudessem encontrar detalhes adicionais, porém, os exames dos destroços realçou as evidencias que sustentavam a teoria do SCP-2002 ser uma anomalia do continuum espaço-tempo.

O SCP – 2002 possuía um casco esférico com um diâmetro estimado de 450m. Acoplado ao casco principal haviam ~3000 pequenas esferas com aproximadamente 1,7 m de diâmetro. O SCP – 2002 não possuía qualquer dispositivo de propulsão visível ou sistemas externos de geração de energia, também não possuía compartimentos individuais como uma cabine de controle, área de armazenamento, ou qualquer outra cômodo.

Todas as tentativas de comunicação foram respondidos por transmissões automáticas do SCP-2002, em uma rádio frequência reservada exclusivamente para o trafego de informações da Fundação. Sinais enviados por instalações amadoras não receberam respostas do SCP-2002, sugerindo que o SCP talvez soubesse da origem do sinal. Vejam o Apêndice 2002-A-04 para a transcrição da resposta automática gerada pelo SCP-2002.

Em revisão, a mensagem transmitida pelo SCP-2002 parece implicar que o SCP possuía sistemas que facilitavam o retorno para a terra automaticamente. Independentemente disso, o SCP-2002 foi classificado como Keter devido aos efeitos potenciais que o SCP poderia causar ao cair na terra, sendo esta hipótese dada como falsa mais tarde. O SCP-2002 mantinha uma velocidade fixa de 12,5 km/s e era esperado reentrar na atmosfera em ██/██/20██. Foram projetados protocolos para lidar com um possível cenário Classe-K como resultado da queda do SCP-2002.

O SCP-2002 foi detectado pela primeira vez a uma distância de aproximadamente 15.8 au da terra em ██/██/19██, por sensores remotos nos satélites da fundação. Extrapolando e não assumindo alterações no curso do SCP-2002, ele deveria ter sido descoberto a pelo menos ██ antes. Isso sugere uma troca temporal acidental, assim como uma intervenção consciente por parte do SCP-2002 ou sua tripulação. O conteúdo da transmissão automática do SCP-2002 trás mais credibilidade para essa teoria.

Apêndice 2002-A-01: Trecho do relatório de neutralização 2002/D/NeutRpt-01:rev1.01 

No dia ██/██/19██, enquanto o SCP 2002 passava pela lua terrestre, um satélite não identificado equipado com um canhão laser altamente poderoso de diáxido de carbono, abriu fogo contra o SCP-2002, danificando seu casco principal e espalhando as pequenas esferas por uma grande área. Várias dessas esferas acabaram sendo destruídas pelo laser, enquanto outras ficaram à deriva no espaço. Uma certa quantidade dessas pequenas esferas continuaram seguindo em direção à terra. No dia ██/██/20██, essas esperas, junto com um grande pedaço do casco principal, entraram na atmosfera terrestre.

As investigações sobre o satélite não identificado e a destruição injustificada do SCP-2002 levaram á uma série de mensagem de e-mail codificadas e transmitidas por uma estação localizada no terminal de comunicação na Área 102. A decodificação dessas mensagens revelaram um vazamento de informações para o GOC, contendo fatos sobre o SCP-2002, embora em detalhes básicos. Nesse caso, o vazamento interno de falsas informações acabou misturado com algumas informações verdadeiras sobre o SCP-2002.

Uma investigação realizada pelo Mobile Task Force Beta-1 identificou o █████ ████████, um membro de Level 4 como sendo o responsável pelo vazamento das informações. O responsável em questão foi detido enquanto tentava deixar o local onde trabalhava, foi interrogado e consequentemente [INFORMAÇÃO EXCLUÍDA] geralmente utilizado em operações contrainteligência. Esforços para descobrir a verdadeira identidade do destinatário não obtiveram sucesso, porém, descobrimos que essa organização já possuía conhecimento sobre o SCP-2002 desde 19██, porém, tais conhecimentos consistiam apenas de detalhes básicos (veja abaixo). Presume-se que o vazamento de informações corretas, em adição à politica interna e externa de desinformação da Fundação à respeito do SCP-2002, levaram o GOC a tomar a decisão de neutralizar o SCP-2002.

Como resultado desse incidente, protocolos para a comunicação interna e externa sobre anormalidades foram revisados e atualizados, e a Operação Carbon foi iniciada, permanecendo efetiva por tempo indeterminado, enquanto um teste padrão de lealdade é desenvolvido para os atuais e futuros funcionários.

O satélite utilizado pela GOC foi sabotado e caiu em uma floresta Brasileira no dia ██/██/20██. Foi recuperado pela Fundação e permanece sob sua custódia, apesar dos inúmeros pedidos da GOC, para que o satélite fosse devolvido. Por favor, acesse o documento adicional 2002/C/DipInc-8:rev.1.12 para mais detalhes acerca das comunicações inter-organizacionais sobre o objeto.

Apêndice 2002-A-02: Documento capturado pela GOC sobre o SCP-2002 

KTE-0481

ID da Ameaça: KTE-0481-Typhon "Grande objeto desconhecido em rota de colisão com a terra”

Descrição: Um objeto astronômico não identificado em rota de colisão com a terra. Informações fornecidas pelo ██████ sugerem que a Fundação está monitorando o KTE (sobre designação SCP-2002) por razões desconhecidas, ainda não formulando qualquer plano de ação ou medidas para impedir o seu progresso.

O objeto é esférico, com um diâmetro estimado de 450 m 450 m (~1,476 ft), com múltiplas pequenas esferas acopladas à sua superfície. Não é possível saber se essas pequenas esferas são algum tipo de arma ou sistema de defesa. Nenhum sistema de propulsão é visível no objeto. Sistemas de geração de energia também parecem não existir.

O objeto não responde às tentativas de comunicação, apesar das mensagens de saudações serem enviadas em intervalos regulares pelas instalações da GOC e a USS███████████.

Os últimos cálculos informam o momento do impacto às ██:██ GMT, ██/██/20██. A previsão é de um cenário apocalíptico caso o KTE-0481 continue seu caminho sem interrupções.

Medidas: Caso o objeto atinja 0.00269 au da terra, a sua destruição é permitida para prevenir a extinção de toda a vida terrestre. O satélite Thor-AXII foi posto em estado de alerta permanente para essa medida. Protocolos foram postos em prática para garantir 100% de sucesso.

Apêndice 2002-A-03: Sumário do relatório de recuperação 2002/D/RecRpt-14:rev1.15 

No dia ██/██/20██, 37 minutos após a queda de uma grande parte do SCP-2002, membros do MTF Zeta-40 (equipe de limpeza) e vários guias locais se aproximaram dos destroços á aproximadamente 240 km de Riade (Capital da Arábia Saudita). Por vários dias, destroços e vários restos humanos (estimam-se compostos por 5 adultos masculinos, 21 adultos femininos, 142 recém nascidos masculinos, e 377 recém nascidos femininos) foram carregados em transportes da Fundação e levados para a Área-102. Testes de DNA revelaram certas semelhanças aos atuais membros da Fundação, incluindo vários membros do conselho O-5.

Apêndice 2002-A-04: Transcrição parcial da transmissão automática emitida pelo SCP-2002

Mensagem do sistema; 

Esta é a arca da Fundação, SCPS Mendel. Recebemos a sua transmissão. Devido aos protocolos de estase em efeito, nenhum membro encontra-se disponível para responder à sua mensagem no momento. Por favor, aguarde pela transmissão automática pré-gravada. 

Voz feminina; 

Aqui é a Dr. Agnes Younts, Líder do projeto SCP-█████. Se está recebendo esta mensagem, fico feliz em informar que essa missão foi desnecessária. Quando ocorreu a destruição causada pelo SCP-█████ em 21██, passamos um longo tempo tentando descobrir uma maneira de reverter seus efeitos. Tentamos descobrir se a realocação era a solução. Construímos uma estação espacial e, quando não deu certo, construímos um complexo lunar, mas a praga sempre nos seguia de alguma forma. Enfrentando uma taxa de 100% de esterilidade, descobrimos uma maneira de fertilizar embriões, assim eles não estariam sujeitos aos efeitos da praga. Bom, pelo menos enquanto os embriões permanecessem em estase. Nossos cálculos indicaram a dissipação dos efeitos da praga aproximadamente ███ anos desde o dia zero, então por fim, não nos sobraram muitas opções além de enviar para o espaço uma seleção desses embriões, junto com alguns funcionários. Os membros e a carga desta arca serão revividos e preparados para o retorno à terra. Eles já percorreram um longo caminho. 

Mensagem do sistema;

Nossa atual situação indica PERIGO; erro de deslocamento temporal detectado. Pedimos que limpem o Setor-521A para a nossa chegada¹.

Mensagem do sistema; 

Esta mensagem se repetirá em Mandarim. 

Depois da repetição em mandarim, a mensagem também foi repetida em espanhol, hindi e árabe antes do fim da transmissão.

Notas finais 

Nenhum Setor-521A existe como propriedade da Fundação. Porém, cálculos mostram que a sua suposta localização seria na [EDITADO]




______________________________________________________________-



19 comentários:

  1. Acesso restrito? Já sabem, então, né, gente? Vocês não estão autorizados a ler. Circulando, circulando...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou lendo informações CONFIDENCIAIS na INTERNET. FUCK THE FUCKING LOGIC!

      Excluir
    2. Estou lendo porque sou importante detetive que faz parte do projeto.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Tanto scp mais legal, o 173, 682 e o mais epico 999

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. Um objeto de outra dimensão com tecnologia avançada com corpos dentro dele...

      No shit sherlock!

      Excluir
  5. Ah velho... Outra hora eu leio tudo isso kkkk

    ResponderExcluir
  6. Eu não costumo criticar as postagens do CPBR, mas esse texto é uma grande e completa perda de tempo...
    É só um monte de "fatos" inventados e explicações "cientificas" para convencer o leitor de que isso é sério e perigoso. Li o primeiro parágrafo e depois pulei para o último, e foi a mesma coisa de ter lido o texto todo. Ok, eu entendi que o autor tentou escrever algo f*da, mas, às vezes, tentar fazer tudo ficar f*da acaba deixando tudo ridículo.

    De qualquer forma, agradeço a tradução e pela frequência com que estão postando ^^

    ResponderExcluir
  7. Eu nem lí velho, bagulho grande do krlho

    ResponderExcluir
  8. Ai eu fui cando da ispasunavi, ai eu tava caindo da ispasunavi, ai eu cai assim, e bati a cabeça numa pedra ali

    ResponderExcluir
  9. O que é SCP? Essa foto ai é um resto de foguete.

    ResponderExcluir
  10. Nossa eu tava lendo a série no site do scp em pt na ordem e claro n tava acreditando mto até o scp 80 mas depois que eu li o scp 081 e pesquisei o nome "mary reeser" no Google n sei mais oq pensar... Vejam vcs mesmos.

    ResponderExcluir
  11. Acho que deviam parar com isso scp é projeto secreto do governo americano

    ResponderExcluir
  12. Ah isso é só o tacho de fazer sopa que a tia da cantina deixou muito tempo no conzinhado
    e...
    3
    2
    1
    Pou
    Esprudiu

    ResponderExcluir