17/05/15

NES Godzilla - Trance


Eu ainda estava muito chocado pelo último nível quando eu comecei “Trance". A música do mapa de Trance não fez nada para aliviar a tensão.

Como vou descrever isso...

Você já ouviu o tema de Videodrome? Essa era a coisa mais próxima da qual eu podia comparar.

Eu chequei para ver qual era o novo monstro, e era Orga. Um monstro que não fez sua estreia nos filmes até 2000, aparecer num jogo feito em 1988. Não tinha jeito desse jogo ter sido feito em 1988!


Aqueles caras do Toho podiam ser espertos, mas estou certo de que eles não podiam ver tudo em um futuro distante. Se pudessem, eles nunca dariam ao Roland Emmerich os direitos para fazer um filme do Godzilla.

Não, isso só podia ser um hack de algum tipo. Quem criou esse hack? Quando? Onde? Como? E o mais importante, porquê? O “porquê? ” Foi a questão que mais me incomodou.

Meu pensamento imediato, foi pensar que Billy fez isso para me trollar. Mas isso não podia estar certo. Billy nem mesmo sabia como criar um hack de ROM. E se soubesse, ele iria fazer algo simples e estúpido, como substituir os monstros com genitais cruelmente desenhadas. A menos que Billy tivesse incríveis habilidades de edição, e um sério traço sombrio em sua imaginação, no qual ele nunca me contou. Ele não poderia ter feito isso. 

Seria mesmo possível colocar um ROM hackeado num cartucho?

Diante disso tudo, meus olhos desenharam um caminho até um novo ícone no mapa: Um ponto de interrogação. Eu estava realmente curioso para ver o que ele fazia.


Estou certo de que você também está curioso, então irei explicar o “Quiz Level” desde que eles começaram a aparecer. Havia um desses por mapa, daqui a diante, e eles sempre apareceriam perto no início do mapa.

Quando você iniciava um “Quiz Level”, você chega numa tela como essa:

 “Você gosta de cães? ”

Como você pode ver, há uma pergunta no topo, um “sim” e um “não” em botões, e um emoticon no centro. Eu me refiro ao emoticon como “Cara” (bem criativo, eu sei), e por conveniência, me irei referir à “Cara”, como se ela estivesse fazendo as perguntas.

A música dos “Quiz levels” era uma trilha que realmente estava no jogo. É uma que toca quando você tenta usar o cheat “Gh1d0ra” e é enviado para um nível não jogável.

As caras te faziam doze perguntas de verdadeiro ou falso, e você movia seu monstro pelos botões de resposta.

Quando você respondia, as questões desapareciam e a cara mudava de expressão por oito segundos, então ela ficava neutra e uma nova questão aparecia. Não havia tempo limite e nem mesmo respostas certas ou erradas.

As caras não haviam respeito pela idade pessoal dos jogadores, e fazia algumas perguntas perturbadoras e pessoais, por exemplo: (Você gosta de machucar pessoas?), (Você já matou alguém?), (Você já estuprou alguém?), (Você já foi molestado por um membro da família?).

Outras vezes ele fazia perguntas que eram tediosamente estúpidas como (“O sol é quente? ” E “A água é molhada? ”) Ou apenas perguntas rasas e ridículas como (Seu cachorro gosta do presidente?) E talvez uma por quiz, a cara iria te fazer uma pergunta sobre o jogo.

Uma exceção: A expressão da cara parecia não surtir efeito no jogo, exceto indicar o que o criador do jogo pensou da sua resposta. Suas reações raramente faziam efeitos, e de primeira, eu achei que eram aleatoriamente geradas.

As questões nunca seguiram um padrão, as caras nunca ficavam no mesmo assunto por mais que duas questões. Às vezes, haviam questões que me fizeram pensar que as caras estavam tentando me levar à algum lugar, mas logo depois perguntavam algo estúpido.

Estão aqui as expressões das caras que vi enquanto jogava...

Irei dividi-las em duas categorias: As expressões que eu entendi e as que eu não entendi.

Primeiro estão as expressões que eu entendi:


  1. Neutro, sua expressão padrão.
  2. Nervoso (Se você tentar atacar a cara, sua expressão mudava para isso. Mas nada mais acontecia).
  3. Triste
  4. Feliz
  5. Doente
  6. Maníaco (Cara usada quando ele estava sendo um cuzão. Você vai entender o que eu digo depois.)
  7. Surpreso
  8. Amando
  9. Irritado
  10. Confuso
  11. Culpado/Ferido
E aqui estão as outras:

Dois desses apareceram apenas uma vez (Números #1 e #12), e eu suspeitei que elas estavam nas piadas do criador. Suas respectivas perguntas foram “Você gosta de sorvete? “ E “Você é um cara confiável? “.

Para as questões do primeiro Quiz: Felizmente, eu tinha uma caderneta e uma caneta ao meu alcance, então eu peguei uma para anotar as coisas, e algumas vezes eu desenhava nela quando entediado. Então quando o primeiro quiz começou, eu pensei que eu iria gravar o que o que aconteceu.

Estou feliz que sim.

Estão aqui a primeira série de perguntas, minhas respostas e a reação da cara:

Quiz 1
  1. Você gosta do jogo?
    Resposta: Sim, Reação: Feliz.
  2.  Você está com medo?
    Resposta: Sim, Reação: Surpreso.
  3.  Você é maior de dezoito?
    Resposta: Sim, Reação: Cara estranha Número 5
  4. Pássaros têm dentes?
    Resposta: Não, Reação: Amor.
  5. Manteiga de amendoim é bom?
    Resposta: Não, Reação: Doente.
  6. A lua gira?
    Resposta: Sim, Reação: Cara estranha 11
  7. Você tem um emprego?
    Resposta: Sim, Reação: Confuso.
  8. Você gosta de ferir pessoas?
    Resposta: Não, Reação: Irritado.
  9. O sol é quente?
    Resposta: Sim, Reação: Triste.
  10. Gosta de cães?
    Resposta: Sim, Reação: Feliz.
  11. O presidente é bom?
    Resposta: Sim, Reação: Cara estranha 3
  12. Seu cão gosta do presidente?
    Resposta: Não, Reação: Nervoso
Agora que eu já expliquei tudo isso, hora da gameplay.

Após esse nível de quiz, eu experimentei o primeiro ícone verde (e novo).


Wow! Talvez esse era o porquê do jogo ser tão estranho – um dos designers estava claramente drogado!

Piadas à parte, eu estava bem impressionado com os gráficos desse nível e o quão desorientador ele era (Mas ainda odeio aquelas estátuas assustadoras, com olhares vagos). A música tinha uma hipnótica vibe Techno-Indiana.

Haviam dois novos inimigos nesse nível: Uma coisa fantasma voadora com um tanque, e um morcego com um crânio de cavalo no lugar da cara. Eles apareciam aleatoriamente, mas tive sorte ao tirar a screencap de ambos:


Então eu prossegui para um nível das montanhas azuis, esperando outra caminhada boa, calma. Perdi meu tempo caminhando, e fui completamente pego de surpresa quando isso aconteceu:


Um “Não-Moguera” veio rapidamente contra mim e tirou um pouquinho da vida com seu tentáculo! Apenas me tomou dois minutos para matar ele sem ter que me preocupar com o tempo limite, mas os chefões NUNCA apareceram nos níveis (novamente) no jogo normal. Eu estava preocupado com as regras que o jogo iria quebrar.

Após outra fase das montanhas azuis, era hora de lutar com o “Não-Varan”, que foi substituído por uma das coisas mais bizarras do jogo:


A estranha criatura te atacava com chutes, e também abrindo seu peito e atirando mísseis de caça... eu ainda não me acostumei.


Os mísseis às vezes eram dolorosos de se lidar, mas eu vi que você podia abanar eles com a cauda. “Not-Varan” foi provavelmente o mais fácil das substituições.
O mesmo não podia ser dito para o “Não-Hedora”.

Aparentemente a origem dos cavalos-morcegos, “Não-Hedora” foi o mais agravante e difícil dos monstros para se lutar com. Ainda mais por causa da sua habilidade especial: Ele poderia gritar e invocar um monte daquelas coisinhas de sua espécie.
Eu sabia que haviam apenas dois na screencap, mas todas as vezes que ele fazia isso, mais de dez deles chegavam.

A AI tomava vantagem das distrações e atacava duas vezes mais rápido enquanto os cavalos-morcegos estavam voando em volta.


Ainda muito irritado sobre isso, eu fui para outro templo verde para matar alguns inimigos para restaurar minha vida. Interessantemente, nenhum dos cavalos-morcegos apareceram após a derrota do “Não-Hedora”. E então eu tive uma idéia:

Se matar todos os monstros fazia o Cara-Vermelha aparecer, o que aconteceria se eu evitasse de lutar com Orga e fosse de volta para base?

Então eu tentei:
 
“Não há monstros aqui. ”

O jogo me dizia que não havia monstros ali, quando eu tentei começar o nível base. E imediatamente depois, o jogo tomou controle da minha peça do Godzilla e o moveu para Orga. Meu truque não havia funcionado, então eu tentei me preparar para outra corrida. Mas primeiro, eu tinha que derrotar Orga.


A luta contra orga confirmou outra coisa: “Seja lá quem criou aquele hack, era claramente um fã do Godzilla. Não apenas por quê eles pegaram um monstro como Orga, mas porque eles implementaram algo que aconteceu em “Godzilla 2000” de um jeito muito preciso e rápido.

O primeiro ataque de Orga foi um soco e um raio de calor de sua cavidade do ombro. Mas uma vez que você tinha tomado metade de sua vida, ele fazia algo novo: Ele abria suas presas e tentava engolir Godzilla, e no processo, roubava sua vida e energia!


Mas então, ele me mostrou uma nova fraqueza: Atirar um raio de calor em sua boca tomaria devastadoras quatro barras de sua régua de vida!

Com aquela fraqueza revelada, logo derrotei Orga, e fora o tanto que eu esperava, a cara vermelha apareceu no mapa aonde a base estava, e a música parou.


Eu me preparei o melhor que pude. Comecei o nível, e vendo o quanto era parecido com o primeiro, eu não gastei um milissegundo antes de eu começar a tomar uma atitude.
Brevemente encontrei obstáculos na forma de um bloco de chão, suspendidos no ar. Na maioria deles você podia pular ou destruir, já em outros, você podia se abaixar e passar por baixo deles.

Após quarenta segundos nessa droga, ouvi um ruído crescente horrível e vi a besta aracnídea me seguindo, bem atrás de mim. Pilhas de obstáculos pouco o paravam, pois ele voltava e então se enfurecia pelo caminho, as esmagando em pedaços. E quando os obstáculos menores ficavam em seu caminho, ele expandia suas presas e engolia-os por inteiro:

“Corra”

Estava com medo, mas com o pensamento rápido e apertando o botão rapidamente, eu fugi dele novamente.  Eu me senti muito feliz, então eu gargalhei e disse “Dessa vez não, cuzão! ” E decidi tirar uma screencap para celebrar.

Mas quando eu disse a frase, bem depois do nível terminar, o monstro fez algo que fez meu sangue correr frio.

Aquela coisa...

Olhou para mim.


“Corra”

A onda de terror mortal me atingiu novamente, e certamente eu não estava rindo mais.



Tirei outra screencap do próximo título, do próximo nível, bem antes de correr ao banheiro para jogar uma água na minha cara. (E dar a mijada que e eu quase falhei ao conter quando aquela coisa fodida olhou para mim.)


Continua...
____________________
PS: Creepers, a Flávia teve alguns problemas com o PC dela, então ela vai postar a creepy de sábado, amanhã à noite.


10 comentários: