06/05/16

Amigos Para Sempre

Por que você continua me procurando? Você não pode me encontrar se eu não quiser. Eu sou a noite... Mas mesmo assim, ainda estou aqui. Eu te vejo, tremendo enquanto anda pelo quarto. Você se contrai quando eu estou embaixo da sua cama, consegue me sentir.

Você sente minha respiração na sua nuca? Minhas unhas na sua pele? Você encontra meus olhos no meio da escuridão? Sim, você sabe que eu estou aqui. Eu sempre estive.

As coisas eram diferentes quando você era mais novo, seus pequenos olhos podiam realmente me enxergar. Você gritaria, apontaria em minha direção, tentando se esconder atrás das barras do seu berço e continuaria a gritar até que sua mãe te tirasse de lá; só quando ela ligava a luz e trazia claridade para seus patéticos olhos que eu sairia de sua vista.

Isso não fazia muita diferença, assim que ela saia – e ela sempre saia – eu voltava. Você aprendeu rápido que chorar e espernear não me faria sair, então você decidiu me ignorar, fingir que eu não estava lá, mesmo quando meu cabelo gorduroso alcançava seu rosto, e minha respiração chegava em suas orelhas, você continuava a me ignorar. Se tornou muito bom nisso.

Eu tentei, claro, fazer você me notar. Pequenas coisas no começo, um sapato fora do lugar, brinquedos rolando pelo chão, uma janela aberta... Mas isso era fácil demais. Fácil demais de ser explicado.

Você se lembra do Fofinho? Aquele ser asqueroso que você gostava tanto? Aquele que sua mãe disse que havia fugido? Eu posso afirmar que ele não foi capaz de fugir para lugar algum quando eu acabei com ele. Você se lembra da Stacey? Aquela criança preciosa que dividia doces com você? Você sempre deu muita atenção a ela, nunca a ignorou. Eu a odiava, realmente uma pena aquele acidente... Que destino horrível uma pequena criança ser atacada por um cachorro raivoso, como eu ri ao ouvir sua mãe dizer aquilo. Cachorro raivoso! Ela não ficou com nenhum resquício de pele no rosto, sabia? Eu fiquei muito animado, o gosto do sangue, os gritos alcançando a minha orelha... Acabei me deixando levar.

E você continuou me ignorando.

Você ficou mais fechado depois daquilo, começou a passar horas no computador, trancado no quarto. Era ótimo no começo, nós estávamos mais próximos do que nunca. Você ficava acordado até tarde, e eu ficava atrás de você, observando você pesquisar qual seria a melhor maneira de acabar com a sua vida imunda. Você chegou a tentar uma vez, mas a corda acabou se partindo, consegue se lembrar? Bom, eu não podia deixar você simplesmente fazer aquilo, tão facilmente... Não podia deixar você simplesmente fugir de mim, eu decido quando você se vai; sua vida é minha e eu decido quando vou acabá-la.

Nada mudou desde lá. Claro, você tem um trabalho, se mudou, mas eu o segui. Você ainda se senta na frente daquele monitor todas as noites, gastando seu tempo, pensando em coisas sem sentido para que possa deitar na cama exausto e dormir sem precisar pensar ou ver nada antes de cair no sono.

Sem precisar ver quando eu resolvo me mover no seu quarto, quando você percebe meu olhar e sente um arrepio. Eu adoro esses momentos, você me esqueceu e mesmo assim eu ainda estou aqui.

Você acende a luzes, nos seus momentos mais corajosos, resolvendo me encontrar. Mas quando você desfaz a escuridão, eu vou junto. Eu sou a escuridão, eu sou a escuridão da sua alma.

Eu nunca vou partir, pelo menos não sozinho; qualquer noite dessas você vai me ver, eu e toda minha horrível e majestosa imagem, mas eu serei a última coisa que você vai enxergar.





28 comentários:

  1. Se pudessem postar séria massa: http://adfoc.us/34089358893897

    ResponderExcluir
  2. Me identifiquei com esse segundo parágrafo ;-;
    Por favor, seja bonzinho comigo, sou uma menina tão legal, até te deixo me ver jogando lolzinho ;-;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pfv me ajuda sair do bronze senhor demônio

      Excluir
  3. Ótima creepy, sério. Muito bem escrita. Tem um leve toque experimental que a faz única, realmente 10/10.

    ResponderExcluir
  4. Genial! O ambiente parece muito real, cara. Adorei <3

    ResponderExcluir
  5. Isso deve ter sido baseado no meu quarto. <3

    ResponderExcluir
  6. alguém tá em grupo de creepypasta no wpp? se sim, me põe lá (43)98285959

    ResponderExcluir
  7. alguém tá em grupo de creepypasta no wpp? se sim, me põe lá (43)98285959

    ResponderExcluir
  8. "meu cabelo gorduroso" KKKKKKKKKK sla mas rachei com isso.
    Otima creepy

    ResponderExcluir
  9. Mas que coisa, hein

    ResponderExcluir
  10. Aquele momento que eu percebo que to lendo muita fanfic quando leio 'Você sente minha respiração na sua nuca? Minhas unhas na sua pele?' e já penso "Opa! Hehehehe (aquela carinha)" ahsuashu mds oq tem de errado comigo, eu preciso de um médico scrr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ja da pra fazer uma versao lemon disso ai qqqqqq uahsuahsushs

      Excluir
  11. Gent que seculos que nao entro nesse aqui mds
    As creppy ta melhor do que aquela do louro josé :v

    ResponderExcluir
  12. Ja vi muitos hentais assim

    ResponderExcluir
  13. Genteee
    Quando eh q vao postar outra creep?
    Essq espera ta me matando, to arriscando ate p lado negro da xuxq e outros ;-;
    Socorro

    ResponderExcluir
  14. Que creepy maravilhosa, super bem escrita, amei socorro.
    Quando vao postar outra Creepy ?? ;-;

    ResponderExcluir
  15. Muito Show!!parabéns para quem a escreveu

    ResponderExcluir
  16. Muito tenso. Acho que já vi neste blog ou em outro, mas mesmo assim gostei muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Postado em: 15 de abril de 2013

      Excluir
  17. Chokada. Boa mesmo.

    ResponderExcluir