25/01/2017

Observando a Chuva

Bom gente, agradeço as críticas e elogios a Creepy anterior, eu não estou acostumado a fazer histórias tão longas e juro que tentei entregar um bom trabalho, mas eu prometo melhorar na próxima creepy longa que eu vou fazer, vou ler sempre os comentários e agregar isso no meu trabalho. 


O final deve sair final do mês. 



Espero que curtam a creepy de hoje, autoria minha. :) 


Meu nome é Hilary, eu amo ver a chuva cair, é tão relaxante. A chuva parece ser a única coisa que deixa o mundo mais calmo, onde as pessoas ficam um pouco mais em casa.


Minha mãe trabalhava muito e meu pai trabalhava em outro estado, eu mal encontrava ele. Quando eu era criança torcia sempre para o Natal chegar, era a única data em que eu me sentia menos sozinha. Minha mãe preparava uma ceia enorme e meus pais sorriam sentados a mesa. Quando o Natal passava, meu pai seguia em viagem para outro estado, ele era engenheiro e minha mãe secretaria particular de um empresário.

Lembro-me de muitas vezes pegar todas as minhas bonecas e pôr na sala, ficava horas conversando com elas, me sentia menos sozinha assim.

O tempo foi passando, fui crescendo e arranjei meu primeiro namorado aos 19 anos, ele era bem legal, mas a carência que eu sentia dos meus pais era maior do que tudo. Teve um dia em que eu arrumei boa parte da casa e preparei umas panquecas para o café da manhã, coloquei a toalha bordada na mesa e peguei as xícaras especiais que tinha no armário, as xícaras tinham o desenho de uma família feliz.

Meus pais passaram por mim como se eu fosse invisível, a única coisa que ficou para trás foi o cheiro do perfume doce que a mamãe usava. Nem notaram a mesa do café que preparei com tanto amor.

Naquele dia eu joguei todo o leite e café no ralo da pia, as panquecas joguei no jardim e pisei em cima com as minhas botas amarelas. 

Hoje com 30 anos eu mesma sustento a casa, meus pais já trabalharam muito e sinto que preciso retribuir tudo o que me deram.

Daqui a um dia é Natal e eu já comprei tudo para fazer uma ceia bem farta. Hoje mesmo vou ao shopping comprar os presentes e enfeitar a árvore de natal. Elá é bem tradicional, modelo clássico. 

Enquanto dirijo observo o vento balançar as árvores, é como se elas dançassem em sincronia, o dia está meio nublado hoje e uma chuva fraca deixa tudo mais lindo. 

O transito estava engarrafado e como de costume as pessoas estavam paciência naquele lugar, mas consegui chegar em casa rápido. Sinceramente trabalhar no shopping deve ser sufocante, quando vou até lá sempre vejo o olhar das pessoas e percebo o quanto estão cansadas e entediadas, os sorrisos forçados em seus rostos é a prova disso.  

Comprei um vestido azul para minha mãe, ele tem mangas curtas, uma fileira de botões brancos e cabe perfeitamente nela, tenho certeza. Para o meu pai eu comprei uma camisa social branca.

 Adoram me ver enfeitando a árvore, minha mãe sempre fica emocionada, acho que é porque ela recorda a minha infância. O enfeite que ela mais gosta são os anjos, os olhos dela brilham.

Acabei, meus pais pegaram no sono e eu nem percebi, vou fazer o jantar enquanto dormem.

Acho que vou preparar uma sopa, está meio frio hoje.

Eu nem lembrava que gostavam tanto de sopa, tomaram tudo.

Amanhã é o grande dia, estou tão animada, vai ser uma noite especial como todas as que passamos juntos.

(No dia seguinte)

Finalmente o grande dia chegou, meus pais parecem animados, já posso imaginar o sorriso deles ao verem a mesa arrumada. Coloquei o peru no forno junto com as batatas, estou fazendo um pudim de laranja para a sobremesa. A mesa já está quase pronta, só preciso terminar de assar o peru e mostrar a ceia para os meus pais. Eles parecem bem surpresos com a quantidade de comida e vinho que tem na mesa, eu sempre exagero na quantidade, mas é para agradar
eles.

Começou a chover, estamos comendo e olhando a chuva cair pela janela da sala de jantar enquanto a madeira queima na lareira.  

Eu já não me sinto mais sozinha, a muito tempo eles pararam de tentar se soltar das cordas e algemas.


Somos uma família feliz agora. 
  


60 comentários:

  1. Simplesmente maravilhoso!!! No começo achei que que ela tinha matado todo mundo e deixado só os cadáveres, mas daí pá: Eles estão presos.

    ResponderExcluir
  2. Nossa que original a garota é maluca uau

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caraca eles estão acorrentados, Nossa nunca vi algo desse tipo uau

      Excluir
    2. Ela é fria e calculista caraaaca

      Excluir
  3. Kkk, pensei que a garota tinha matado os pais, kk

    ResponderExcluir
  4. Achei que nem seria uma creepypasta,ai poul:ele estão presos,plot twist massa

    ResponderExcluir
  5. Achei bem trabalhada e muito original além disso o final me pegou de surpresa eu esperava que ou os pais dela estivessem mortos e ela usando os cadáveres para se sentir como uma família ou que a menina estivesse morta e seu espirito ainda estivesse na Terra. Otima creepy 10/10

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. O fato dela comentar que a mãe se emocionava ao vê-la montar a arvore, mas na verdade está chorando de desespero mesmo, que plot twist sensacional mano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou pedindo aos anjos (que ela tanto gostava) para que a levassem embora logo, acabando com o sofrimento que a filha-narradora impunha haha.

      Excluir
  8. Eu achei que ela tinha morrido vei. Que plot twist do caralho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comparada às outras creepys suas, essa realmente me surpreendeu. Parabéns e espero que você continue evoluindo cada vez mais, para que suas creepys melhorem dia após dia.

      Excluir
    2. Eu jurava que um assassino chamado Trump iria atacar! O final surpreendeu!

      Excluir
  9. Otimo creepy. O final me surpreendeu, eu pensei que a mina tinha morrido ou que os pais dela eram fantasmas ou algo do tipo.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A meu nome e higor e que nao sei muito bem mexer em blogs

      Excluir
  11. O pessoal desse blog e demais eu amo as creepys mas queria que saisse a parte 8 da creepy um monstro em meus ombros obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa creepy só ia até o capítulo 7, pelo que eu entendi :( mas você pode ver o resto dela no livro que eles vão publicar que é aquela creepy. Espero ter ajudado

      Excluir
  12. Tá vendo? Eu sabia que você tinha muito potencial! Uma das melhores creepys

    ResponderExcluir
  13. Em vez de escrever e ir melhorando de pouco em pouco, você já sai mil vezes melhor só na segunda tentativa, é muito talento!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado de coração man! Vc é uma das pessoas mais legais comigo :)

      Excluir
  14. Que coisa feia desperdiçando alimentos...

    ResponderExcluir
  15. Nossa, curti bastante! Eu achava que ela tinha matado os pais mesmo, com toda aquela obsessão, plot twist xD

    ResponderExcluir
  16. Eu já tava naquela "aiin nouça matou os pais e mantém os cadáver na casa breeeeeeeega"

    Quando de repente! Hahahaha
    Muito boa. Legal q vc usa as críticas pra melhorar e essa foi sensacional

    ResponderExcluir
  17. Pessoal, eu escrevo algumas creepys no meu tempo livre, eu queria saber de vcs se tem como eu enviar para vocês para vcs darem uma olhada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, no momento não estamos aceitando creepys dos fãs por conta de terem muitas no e-mail que ainda não foram checadas :/

      Excluir
  18. Eu pensei que os pais estavam mortos e ela tava comendo eles socorro, adorei 10/10

    ResponderExcluir
  19. A linguagem melhorou muito em comparação com a cama de pregos. Só falta um toque mais apimentado, porém, uma boa creepy.

    ResponderExcluir
  20. Esse final.... O_o
    10/10, quero mais.

    ResponderExcluir
  21. Hehehe...
    Consigo ouvir os barulhos das correntes se arrastando pelo chão.

    ResponderExcluir
  22. Plot Twist do kct hein?! MT foda a creppy parabéns maninho :D!

    ResponderExcluir
  23. Parabéns! Teu progresso foi bem rápido! Continue assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, espero não decepcionar na próxima.

      Excluir
  24. Rapaz, gosto muito mesmo do seu estilo.
    Como eu disse nos outros contos, gosto do mal pairando no cotidiano quando leio uma creepy. Gosto dos personagens bem "palpáveis", tipo, alguém que voce pode esbarrar sem querer na rua. Outra coisa que eu gosto muito no que vo5ce posta é esse soco no estômago que te pega de surpresa, nessa creepy foram 2.
    Se mais ninguém gostar do que você escrever, pode ter certeza que EU vou entrar aqui pda ler. Vida longa no CPBR!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é muito querido! Obrigado de verdade <3 No meio da semana ou sábado vou postar uma nova. Caprichei basta rsrs. Fica ligado :)

      Excluir
  25. Nao gostei, eh previsível, eh sem graça e clichê.

    ResponderExcluir
  26. Creepy amanzing, se prosseguir é só sucesso. 10/10

    ResponderExcluir
  27. Muito boa a sua creepy, muito original também, o final me pegou totalmente de surpresa, eu pensava que eles estavam mortos e pahh, eles estão presos. Continue nesse nível que está ótimo!

    ResponderExcluir
  28. Mt boa, a quebra de expectativa não foi nem achar que os pais tavam normais, foi que de tanto ler creepy eu já tinha ctz que eles tavam mortos

    ResponderExcluir
  29. Nossa, me lembra muito a Overly Attached Girlfriend.

    ResponderExcluir