29/08/2017

Entediado?

Talvez seja tarde da noite, mas você não consegue dormir. Está entediado, ou não consegue parar os milhares de pensamentos que correm pelo seu cérebro, ou talvez tenha tomado muito café, ou esteja um pouco bêbado. Seja como for, eu estive lá, meu amigo. Sei como é sentar lá e perceber que você realmente não está vivendo o agora. Está apenas existindo. Certamente há algo que você pode fazer, não é mesmo?

Mas não importa o quê, nenhuma opção apresentada parece algo certo. Definitivamente, não é uma noite notável. Assistir TV ou jogar videogames parece ser uma tentação mental e você provavelmente esteve navegando na internet a noite toda e percebeu quão pouca satisfação está tendo disso também.

Bem, boas notícias, porque tenho uma solução. Esta opção pode exigir que você coloque calças e caminhe para algum lugar, mas vale a pena, te garanto isso.

Veja, há um prédio a nem mesmo um quarteirão de onde você mora, e a qualquer hora da noite você encontrará a entrada traseira desbloqueada. Durante o dia, o lugar é bloqueado por uma caçamba, mas por algum motivo, assim que a noite cai, a qualquer hora que caia em qualquer época do ano, você verá que a entrada traseira está aberta e aguardando por você.

O que você está esperando? O Natal? Pegue suas calças, coloque seus sapatos e levante este maldito traseiro daí. Não prometi que valeria a pena?

Apenas uma coisa. Você deve seguir minhas instruções na carta. Isso é muito importante. Entendeu? Ok, ótimo. Você está pronto? Então vamos.

O prédio está à frente. Está vendo? É um antigo complexo de escritórios que atualmente está desocupado. Não tenho certeza de quais empresas já passaram por aqui, mas, por enquanto, está vazio. Já faz anos e não me lembro de um momento em que havia um negócio real aberto lá.

Sim, claro, tenho certeza de que a entrada traseira está desbloqueada. Não disse isso? Vamos dar uma volta até lá atrás. Não se preocupe, eu sei que as luzes estão apagadas. Não é assim que este edifício anuncia ao público em geral. Apenas alguns selecionados tentaram o que você está prestes a tentar. Pare de se preocupar, ok? Vai ficar tudo bem, desde que você siga minhas instruções.

Há a entrada. Continue e tente a porta. Viu? Ela abre, assim como eu disse que abriria. Agora, vá para o primeiro elevador que ver. Como assim "está muito escuro para ver"? Apenas use sua lanterna. Você não trouxe uma lanterna? Não te disse? Ah não. Minha culpa. Bem, você já começou. Não pode mais voltar. Você não vai querer saber o que acontece se me ignorar e voltar agora. Você só precisará usar a luz da lua para continuar. 

Ok, o elevador está a dez passos à frente e à direita. Este prédio tem dez andares. Você vai ao décimo primeiro andar. O que você... cala a boca, estou explicando. O que você precisa fazer é entrar no elevador e imediatamente pressionar e manter pressionado o botão para o décimo andar. Quando começar a piscar, solte-o imediatamente e toque o botão no primeiro andar...

Ufa. Você fez um bom trabalho lá. Agora o elevador está no décimo primeiro andar. Se você tivesse pressionado esses botões de forma diferente, poderia ter acabado em um andar diferente, e acredite em mim, você não quer isso.

As portas do elevador abrem em um corredor que leva direto para um sinal de SAÍDA brilhantemente iluminado. Este não é o nosso caminho. Se correr para essa saída, provavelmente nunca vai chegar lá. Se fizer isso, descobrirá que o sinal está mentindo. Em vez disso, você precisa virar para a esquerda e entrar na primeira porta que ver.

Espere! Essa é realmente a primeira porta que você viu? Você estava prestes a entrar nela sem sequer perceber que não era a primeira porta que viu. Foi a segunda. A primeira porta que você viu foi aquela que seus olhos lançaram quando estava girando. É a segunda porta à esquerda, verdade, mas foi a primeira porta que você viu depois de eu dar as instruções.

Entende o que eu quero dizer? Você deve seguir exatamente as minhas instruções que estão nessa carta. Essa é a última vez que aviso que você está escolhendo erroneamente. Preste muita atenção a partir de agora ou quem sabe o que pode acontecer?

Entre pela porta e sente-se imediatamente.

Bom trabalho. Você aparentemente entende agora. Faça o que eu digo, e apenas como eu digo, se espera passar por isso com sua sanidade e/ou vida intacta. Ignore esse suor frio no seu couro cabeludo e felicite-se por não ter fechado a porta, mas sim sentar-se imediatamente como mandei.

A sala diante de você é preta. Mais preta do que qualquer coisa que já viu. Você não consegue ver suas mãos diante de seu rosto. Precisa sentar-se lá, perfeitamente imóvel, sem mover um músculo, até eu dizer que sim.

Conte seus batimentos cardíacos. Quando chegar a vinte, levante-se. Um... dois... Lembre-se de contar batimentos cardíacos, não segundos.

Certo. Você contou vinte e está de pé. Agora, anuncie à sala: "Aquilo que é mais escuro sempre está mais perto. Aquilo que está mais perto sempre está te observando. Aquilo que está te observando, sempre está mais longe".

Você falou? Não hesitou depois de ficar de pé, não é? Você falou conforme eu ia lhe dizendo as palavras ou esperou até ouvir todas? Se esperou, você está prestes a sofrer.

Ok, parece que estão satisfeitos. Essa é uma boa notícia. Pode prosseguir. Dê um passo em frente e depois vire à direita. Avance até chegar a uma porta. Abra, feche imediatamente e fique de costas para a sala. Este quarto será tão escuro quanto o primeiro.

Pare de respirar. Mantenha o fôlego e não importa o quanto doa, não deixe sair. O que está nesta sala segue o som da respiração, e se ele ouvir algo, bem, não vou te dizer o que ele vai fazer, ou você vai liberar a respiração e correr. Continue mantendo o fôlego e conte outros vinte batimentos cardíacos.

Agora, prender a respiração deve estar realmente machucando seus pulmões. Eu já entendi. Fique de frente para a porta, mas caminhe para trás até sua parte traseira pressionar contra a parede distante. Continue prendendo a respiração. Ande devagar. Ooh, eu aposto que você simplesmente não aguenta mais, não é? Você simplesmente vai soltar a respiração. Não posso te parar. Tudo o que posso fazer é lembrá-lo de que você não está sozinho nesta sala, e respirar seria muito pior do que simplesmente segurar a respiração...

Há a parede mais distante. Sem olhar, tateia uma maçaneta. Abra. Atravesse e feche-a. Agora você pode liberar o fôlego. Parece bem agora, não é? Você está cerca de um quarto do caminho e ainda está vivo e ainda é o mesmo de quando saiu de casa. Está indo muito bem até agora.

O quarto em que você está agora não está escuro, como os outros. É iluminado por uma pequena fogueira na extremidade mais distante. Uma figura amontoada está sentada junto a esse fogo. Não vire! Pelo menos, não faça isso, até você ficar em pé e anunciar com uma voz clara: "Posso compartilhar do seu fogo por um momento?"

Agora aguarde. Conte seus batimentos cardíacos novamente. Se você chegar a dez e não ouvir nada, prenda sua respiração novamente e corra de volta através da porta que você entrou sem olhar para trás.

Certo. Foi um grunhido suave? Isso veio da figura? Seja cuidadoso. Pense muito sobre isso. Se você decidir que foi realmente um suave grunhido de ascensão, vire e vá até fogo e se agache. Ao caminhar, provavelmente percebeu que há cinco portas nesta sala, incluindo a que você encontrou.

Adormeça no lado oposto do fogo em que a criatura está, mas certifique-se de aconchegar-se na mesma posição. Nunca olhe diretamente para ele. Não vai gostar do que vai ver. Agora pode fazer qualquer pergunta que você queira. Mas tem um problema. Se for a pergunta errada, você ficará preso nessa posição, enquanto ele pode se levantar e sair. A maioria das pessoas pergunta qual porta seguir.

Bom, você está perguntando a ele qual porta seguir. E se você ouvir, ele irá dizer-lhe que é a porta direita mais próxima da que você veio.

Não levante ainda! Considere o fato de que essa figura não é sua amiga. Não conhece você, e provavelmente não gosta muito de ti. Poderia ele ter mentido? Talvez você devesse pegar exatamente a porta oposta que ele sugeriu. Ou talvez essa criatura não possa mentir, e você deva ouvi-la.

Não, não me pergunte. Eu realmente não sei. Uma dessas portas é a certa, mas nunca é a mesma porta. Você deve escolher se acredita nele ou não.

Parece que você escolheu ouvi-lo. Vamos ver o que acontece…

Uau. Parece que hoje é o seu dia de sorte. Você está indo muito bem até agora.

Você se encontra em outro longo corredor. Este é mais longo e muito, muito mais escuro. Há duas portas no final. Se você caminhar diretamente para aquelas portas, será forçado a escolher uma, e nenhuma delas está marcada. Você consegue sentir essa presença, não consegue? Aquilo que está logo atrás de você. Você pode sentir sua respiração em seu pescoço. Pode sentir o quão perto está. Os pelos do pescoço se arrepiam.

Ele vai segui-lo. Se você olhar ao redor, vai se arrepender. Não fale com ele. Não mostre que o sente de forma alguma. Apenas ande. Caminhe até ouvi-lo sussurrar. Se eu fosse você, eu daria atenção a esse sussurro. Não só o que está sendo dito como a porta de onde vem.

Você o ouve agora, não é? Sim, apenas à direita, à direita. Você parou logo que o ouviu. Ainda está ouvindo. Você está indo tão bem. Sim, ainda está lá, e sim, você ainda precisa ignorá-lo. Volte para a porta da qual ouve e ande direto para ela. Coloque a mão na maçaneta.

Agora, aqui é onde as coisas ficam complicadas. Do outro lado da porta é o que você está imaginando na sua cabeça quando segurou a maçaneta. Portanto, é de vital importância que você não pense no que mais teme. Sabe essa coisa que às vezes o mantém acordado à noite porque está certo de que, se você fechar os olhos, virá para você? Esse sentimento rastejante quando você acha que alguém está te observando? Essa ideia ou pensamento que seus pesadelos mais profundos tentam esconder de você?

Estou te avisando, se está pensando sobre isso, pare. Não gire essa maçaneta até que você tenha esvaziado sua mente. Ainda está pensando nisso? Está, não está? A presença atrás de você está se aproximando. Você tem três maneiras de sair disso. Você pode correr para as duas portas no final e aceitar o que o destino lhe reserva além delas, você pode deixar a presença atrás de você te pegar e fazer o que quer que seja, ou você pode parar de pensar sobre seu medo agora e abrir essa porta!

Seja qual for sua escolha, você não está mais entediado. Eu te disse que valia a pena.


Esse conto foi traduzido exclusivamente para o site Creepypasta Brasil. Se você vê-lo em outro site do gênero e sem créditos ou fonte, nos avise! Obrigada! Se gostou, comente, só assim saberemos se você está gostando dos contos e/ou séries que estamos postando. A qualidade do nosso blog depende muito da sua opinião! 




12 comentários:

  1. The Holders Series feelings. Muito bom conto haha. Daqueles que a prendem tanto a gente que não queremos que acabe, além de ter um final aberto, deixando pra nós mesmos imaginarmos.

    ResponderExcluir
  2. eu esvaziaria a mente e entraria na porta já que não haveria nada.....




    eu estava erra

    ResponderExcluir
  3. MEU SENHOR QUE CREEPY LINDA ATE PARECE THE HOLDERS AMEI

    ResponderExcluir
  4. QUE CREEPY FODA, THE HOLDERS SERIES FEELINGS <3

    ResponderExcluir
  5. Eu gostei muito dessa creepypasta. A minha creepypasta favorita ela a "Jeff the Killer", mas agora, tornou-se esta.

    ResponderExcluir
  6. Podiam fazer um jogo sobre essa creepy

    ResponderExcluir
  7. 10/10 INCRÍVEL
    Me lembra os contos dos portadores, muito boa mesmo

    ResponderExcluir