10/08/2017

O homem que me amava



Eu o conheci quando fiquei doente, meu marido tinha me deixado, incapaz de aceitar que eu poderia nunca ficar curada. Ele me disse que eu era linda, me disse que era injusto eu estar doente, que ele cuidaria de mim, e que se certificaria em me deixar confortável.  

Ele era verdadeiro com as palavras, me mudei com ele, e ele me tratou muito bem. Ele me alimentou, escovou meus cabelos, e sempre falou o quanto eu era bonita; mesmo com os fios do meu cabelo saindo em grande quantidade na escova, e a minha magreza que se acentuava mais.

Hoje ele veio ao meu quarto, com o rosto pálido, as mãos apertadas em seus braços ensanguentados, e removeu as amarras que me prendiam à cama. Mesmo doente eu era rápida, e não demorou muito para que eu o prendesse no chão ensanguentado, a única evidência de minhas refeições, e enterrasse meus dentes em sua carne.

Eu estava devorando aquele homem, aquele que cuidou tão bem de mim nos últimos meses, ele deixou escapar um suspiro, descansando suas mãos no que havia restado dos meus cabelos. Meus dentes rasgaram a carne do seu peito, meus olhos nublaram-se e minha visão escureceu; apenas seu cheiro e sua voz me lembravam de quem ele era...

O homem que me amava.


Weirdinabox


17 comentários:

  1. Uma vez fiquei com uma mina que era bem loca assim.Ela saiu correndo atrás de mim com uma cadeira de bar, dessas que tem o símbolo da Skol

    ResponderExcluir
  2. Kkkkkk eh por comentarios assim q eu pago a internet

    ResponderExcluir
  3. um dia sai com uma mina q ela me deu um soco e quase rancou meu umbigo e meu peito de mordidas... acho q deve ser a mesma citada na creepy

    ResponderExcluir
  4. Eu nao entendi porra nenhuma mas tudo bem

    ResponderExcluir
  5. Lembrei do Rugaru, monstro que aparece no episódio 04 da 4ª temporada de Supernatural.

    ResponderExcluir