21/07/15

NES Godzilla - Final

“Oh meu Deus. ”

Foi o primeiro pensamento que me ocorreu, quando percebi que teria que lutar com o “Red”, a criatura que me atormentou por todo o jogo. Como eu poderia lutar com algo que poderia me matar com um toque? Parecia algo totalmente impossível.

Felizmente, ele não estava mais hábil a desferir hits que matavam instantaneamente. Mas fora isso, essa foi a luta mais difícil que já enfrentei, contando com esse jogo e com outros. Se eu tivesse real compreensão do que eu estaria enfrentando antes de começar a luta, eu nunca iria ter feito isso.

Pouco depois eu percebi que erro terrível eu fiz. Red chegou e arranhou o Godzilla. E quando aquelas garras o cortou, eu senti.



Eu sabia que era comum as pessoas se assustarem quando seu personagem do jogo leva dano. Mas não era isso. Era uma dor física e genuína.

Quando a dor veio à tona, eu pausei o jogo. Eu não havia sofrido nenhuma injúria, mas eu senti como se meu ombro tivesse sido unhado. Eu já tinha experienciado muitas coisas ruins até esse ponto, mas o jogo me causar dor real foi onde eu perdi a linha. Sim, eu ficaria desapontado que eu não iria ver o final, mas o risco não fazia isso tudo valer a pena. Eu estava prestes a me levantar para tirar uma última screenshot e desligar o NES, quando percebi que...

-Eu não conseguia me levantar.

Eu estava paralisado no meu lugar. Os únicos músculos que eu conseguia mover eram os dos meus dedos e dedões. Enquanto o terror se acomodava, uma nova mensagem apareceu na tela.

“Você não irá sair. ”

Comecei a gritar, mas apenas um som fraco saia. Eu desesperadamente tentei mover meu corpo, mas eu não conseguia. Eu olhava para todas as direções, e então eu olhei para o computador.

De algum modo, o computador estava tirando screenshots do jogo, sozinho, quando eu comecei a lutar. Ainda não sei como ou por quê. Algo no jogo devia estar causando isso.

Desde que o Red ouviu o que eu estava dizendo, eu tentei implorar para ele me deixar ir embora. Daqui as coisas começaram a ficar confusas enquanto eu estava ficando em extremo estresse naquela hora, mas tudo que eu lembro que eu disse foi:

“Me desculpe. Eu sinto muito por ter te insultado. Eu não queria. Eu não sabia que as coisas ficariam sérias assim. Por favor, me deixe sair. Se você o fizer, eu prometo que eu nunca direi a ninguém ou irei ligar o jogo novamente. POR FAVOR! ”

E Red respondeu:

“Seu verme patético, agora é tarde. ”

"Só um sobreviverá."

Essa frase não podia ser mais clara. Se eu não conseguisse matar o Red, ele iria me matar. Como um idiota, eu olhei em volta, como se fosse algo que eu não entendia, e agora isso custaria minha vida.

Eu parei de me mover e aceitei a realidade da situação. Só tinha um jeito de sobreviver. Eu tinha que matar o Red.



Foi tudo muito rápido. Se não fosse pelas screenshots, eu não me lembraria de nada. Como nos levels de batalha, Red se moveu numa velocidade bem rápida. Tinha pouco tempo para processar um pensamento.



E então, não havia tempo para formular uma estratégia. Eu tinha que confiar nos meus reflexos e impulsos. Para piorar tudo, não tinha jeito de predizer que tipos de ataques que o Red iria usar, então eu tinha que ser constantemente ofensivo e defensivo.



Eu sentia cada hit que o Godzilla tomava. Todos doíam. Tentei desviar o dano, mas cada ataque que eu tomava me deixava vulnerável ao outro. E a dor só ficava pior.



Após ele pular em mim, seus olhos começaram a brilhar. Movi para trás rapidamente, e biquei, mas não tinha jeito de desviar disso aqui:


Quando AQUILO me bateu, eu gritei. Eu grite tão alto que todo mundo no apartamento deve ter ouvido, mas eles não ouviram. Só de olhar essa imagem, me causa dor, lembrando fogo incinerário.

Eu pausei o jogo por quê doía muito, mas o Red deu play no jogo para me atacar novamente, o que me deixou furioso.

Eu imediatamente contra-ataquei com o raio de calor, de novo e de novo, até o medidor de energia ficar esvaziado. Eu queria que o Red se machucasse como eu me machuquei.




Pouco antes do tempo esgotar, Red foi para sua forma nadadora. Eu não achei que o timer ainda estivesse afetando a batalha assim. Fico grato por isso, pois me dava alguns minutos para organizar meus pensamentos e decidir o que fazer depois.

Eu escolhi lutar com as duas próximas formas do Red com os monstros que eu havia encontrado, então Anguirus era o próximo. Provavelmente não era uma idéia muto inteligente, mas foi o que eu fiz.



Eu pulei e atirei o raio de calor na cara do Red, e ele se moveu para fora da tela, onde eu não conseguia o alcançar. Então, uma enorme onda de minas começou a cair de cima.




Eu achei injusto, então eu gritei:

“Se você vai trapacear, então por quê você me deixa usar o controle?!”
“Não posso quebrar as regras. ”

E então ele veio até mim, caindo do canto esquerdo para baixo:



“PORRA! ” Agora eu não estaria hábil para ver de onde seu próximo ataque viria. Red continuou a atacar de ângulos aleatórios, e eu constantemente me movia para o evitar.



Quase quarenta segundos passados e Anguirus já estava quase morto, mas juntos forçamos Red a ir para sua forma voadora, então era a vez do Mothra.


Decidir lutar com Red usando Mothra era uma ideia terrível. Mothra era instantaneamente sobrecarregada por Red, e o medidor de vida era devastado em meros quinze segundos.

E uma vez que a vida de Mothra estava abaixo de duas barras, Red fez algo que eu não vi chegando:

Ele chegou, agarrou Mothra e a comeu.

Após Mothra ser devorada, eu senti uma dor agonizante, como ser esmagado até a morte. Mothra havia sido morta por minha estupidez e eu iria compartilhar a dor. Foi uma pequena transição da batalha ao mapa, mas soou como uma eternidade.

A dor, combinada com a inabilidade de me mover, estava me deixando louco.

Eu queria tanto acabar aquilo. Eu nunca quis nada tanto assim.

Mas eu ainda tinha esperança. Só havia um monstro que podia ser trazido com a vida cheia para enfrentar Red naquela batalha. Solomon. Se algum deles tinha chance de salvar a minha vida agora, era ele.


Solomon aparentemente tinha alguma história com Red, enquanto a primeira luta começava, esse diálogo apareceu:

“Traidor, eu sempre te odiei. Você pode morrer como o resto. ”

“Prefiro morrer à servir você. ”

Red me pegou de surpresa por vir imediatamente soprando com seu fogo demoníaco uma segunda vez:


Embora isso machucasse, funcionou perfeitamente para minha vantagem: Solomon começou com a vida cheia, pois ele ainda havia alguma sobrando, mas agora que o Red havia usado toda sua energia, ele não poderia usar sua arma mais poderosa novamente. Agora ele iria morrer.

Enquanto sua barrinha de vida chegava perto do fim, Red virou seu corpo e encarou a tela. Depois, voou para cima e caiu com toda força, tentando esmagar Solomon:


Quando aquilo falhou, ele tentou devorar Solomon como ele havia feito com Mothra. Mas ele não iria comer meu monstro dessa vez:


Eu achei que eu havia ganhado. Mas algo estava errado... Red não estava afundando no chão, e eu ainda não podia me mover. Red estava vivo...



“Não acabei com você”

Após ele parecer ter sido derrotado por Solomon, Red reconstruiu seu corpo para uma forma final gigantesca, nos teleportando para um inferno flamejante no processo. Foi reminiscente para nosso encontro. Exceto que o cenário, como o poder verdadeiro de Red, tinha ficado bem real. A música foi interrompida por um som alto e explosivo, uma batida furiosa e mortal.

Enfrentando a quantidade insana de vida de Red, minha própria derrota era iminente.



Solomon era meu monstro mais forte. Mas nem mesmo ele teve chance, era como tentar lutar com uma montanha.



Em segundos Solomon ficou sobrecarregado e foi ao chão, quando Red o esmagou até a morte com seu pé enorme. O demônio sádico pegou sua vez e bateu na vértebra de Solomon como galhos secos e quebradiços. Eu podia dizer que ele estava curtindo nossa dor.


“Você é fraco, seus monstros são fracos. Todos vocês vão morrer. “

Era inútil. Eu era um homem morto.

Eu não tinha escolha a não ser enviar outro monstro para forca. Estávamos condenados. Eu esperava que eles me esquecessem.




Após diminuir uma quantidade inútil de sua vida, Anguirus também foi aniquilado. Rede desferiu um monte de agulhas quentes em sua cara, enquanto ele colapsava.

Outro momento de agonia imensurável, então o nada preencheu a tela.


“Você não pode ganhar, Zachary. ”

Perguntei para o Red como ele sabia meu nome.
E então, ele disse isso:

“Te conheço a muito tempo. Vou te contar um segredo. ”

“Eu matei Melissa. ”

Por anos ela estava sendo torturada por algo que ninguém entendia. Agora eu sabia o que era.

Agora eu entendia por quê eu estava cismado com a morte da Melissa, e como o jogo sabia disso. Por quê ELE sabia disso, por quê ELE era o único responsável. 

E dessa vez, ele iria me matar.


“Envie seu último monstro. Eu irei acabar com essa briga fútil. ”

Eu fui levado de volta para o mapa, para enviar o Godzilla para sua luta final. 

Algo estava sobrando no mapa. Apenas o ícone do Godzilla, o do Red, e...

...o quinto monstro.

No meio daquilo tudo que estava acontecendo, eu tinha esquecido sobre ele. 

Tentei o selecionar. Amaldiçoei, implorei, esbravejei para ele fazer alguma coisa, QUALQUER COISA para me ajudar. Mas sem resposta.

Só havia uma coisa à se fazer.





Eu sabia que o Godzilla não suportaria mais do que os outros. Mas agora, agora que todos os monstros haviam se esgotado, o quinto monstro talvez finalmente acordaria.

Tratei de selecionar o ícone da criatura, e eu apertei o botão A o mais rápido que podia. O ícone começou a balançar, como se estivesse desesperadamente tentando se mover!

E foi então que Red decidiu que ele estava sendo justo, e antes que eu pudesse ativar o monstro, ele partiu para o sopro da morte: paralisando meu coração.

Minhas mão começaram a ficar bambas e dormentes, mas enquanto minhas vistas se escureciam, eu ainda tentava apertar o botão A.


Red certamente estava quebrando uma de suas regras, mas ele deve ter pensado que se ele me matasse rapidamente, depois seria tarde demais para se importar com as consequências, ele teria ganhado.

Ele estava errado.






O poder de Red estava sendo confrontado por outra força. Isso o preveniu de me matar, e quando eu recuperei minha visão eu vi algo familiar:


“Zach, não temos muito tempo. ”

“.... Quem é você? ”


“Você já me conhece. Eu sou Melissa. ”

"O quê? Como isso é possível? Red me disse que te matou! ”


“É verdade. Mesmo depois de morta, ele me tortura. ”



“Se você não conseguir pará-lo, Ele fará o mesmo a você. “

"Mas como eu irei pará-lo agora? ”



“Eu não posso lutar com Red. Mas há alguém que pode. Eu irei o soltar das garras do Red. “

“Não desista, eu te amo. “

Suas palavras despertaram algo dentro de mim. Eu não iria morrer assim. E eu tinha mais que lutar por ela, e não pela minha própria vida. Eu tinha que salvar Melissa e o mundo que ela habitava.

Com sua ajuda, o quinto monstro foi despertado:

“Acacius, a luz dourada. ”

Era hora de acabar isso, de uma vez por todas. Juntos, nós dominaríamos esse inferno fora de existência.


“Eles não podem te salvar. “

Acacius pelo jeito era o monstro jogável mais forte de todo o jogo. Ele tinha que ser, se tínhamos alguma chance de sobreviver. Seu “soco” envolvia fazer suas mãos virarem lâminas, o que causava dano extremo. Mas Red não tinha mais vida restante suficiente. No final, isso dependeria de pura habilidade:









Com um strike final, Red foi destruído. Seu corpo se desintegrou e afundou, acompanhado de uma música com soar triunfante. Lentamente, a paralisia foi se passando, e eu estava hábil à me mover novamente!







Nós fizemos isso. A morte de Melissa foi vingada, e eu senti uma felicidade exacerbante... até eu me lembrar de toda dor e morte que se dava naquele momento. Todos os outros monstros que lutei morreram. Eu estava para chorar por eles, mas o jogo ainda tinha que se concluir.







Lágrimas de alegria rolaram pelo meu rosto, e eu caí em lágrimas. Chorei mais que eu já chorei em todos os anos, talvez do que na vida toda. Tudo que eu tinha passado, e descoberto, e agora o jogo chegaria ao fim. Mas antes dela e os outros saírem, Melissa ainda tinha algo para me dizer:

“Você nos salvou. Somos eternamente gratos. “

“Estaremos juntos novamente. Algum dia.”

“Estaremos juntos novamente. Algum dia.”

_____________________________________________________________

Que tal um replay? ;)


28 comentários:

  1. Galera, desculpe pelo atraso. Eu estava sem rede wireless até horas atrás.

    ResponderExcluir
  2. eita vão fazer a tradução do godzilla replay? que delicia

    ResponderExcluir
  3. MELHOR CREEPY

    TO ARREPIADO VELHO

    CARALHO

    QUERO MAIS

    ResponderExcluir
  4. FINAL FODALASTICO!
    ESCREVA MAIS DESSAS POR FAVOR :D

    ResponderExcluir
  5. melhor final de todos , espero que todos estejam descanssando bem onde que que estejam

    ResponderExcluir
  6. STATUS: DEITADO NA CAMA CHORANDO IGUAL UMA CRIANÇA

    FINAL PERFEITO

    ResponderExcluir
  7. MELHOR SÉRIE QUE JÁ LI ATÉ HOJE. CARALHO MANO, CARALHO!
    Thiago, me dá um abraço!

    ResponderExcluir
  8. Kralho q fodaaaaaa melhor creepy ever mano da pra fazer a porra de um filme com isso ai

    ResponderExcluir
  9. Que creepy ótima *---* esse final, se escrito em qualquer outra estória, ficaria idiota e infantil. Mas coube perfeitamente nessa. Foi fofinho ;3;

    ResponderExcluir
  10. Obrigado pelo feedback positivo gente :)

    ResponderExcluir
  11. Ô Tiago, você poderia nos dizer se tem alguma ideia de quando vai estar disponibilizando o Godzilla Replay pra gente? Tipo, semana, mês..

    ResponderExcluir
  12. Nesse mês, mas não tenho certeza se nessa semana.

    ResponderExcluir
  13. epico esse finalano :,^), a proposito o que é esse godzila replay?

    ResponderExcluir
  14. MAIIIIIII GODIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!!!
    COMO ACABOU ESSA S'ERIE DIWAMENTE DIWA???
    SOCORRO!!!!
    CAIU UM RIO AQUI DO MEU OLHO...
    TO ENCIMA DA GELADEIRA,XAMA O XAMUUUUUU!!!!

    ResponderExcluir
  15. Sem palavras aqui, simplesmente foda demais essa série, valeu a pena ler cada parte e esperar cada dia. Eu não diria que esta foi a melhor série que eu já li, mas é uma das tops, junto com Na Colina e com aquela do 1000Vultures. Por favor mantenham o nível das Creepys e tragam mais séries excelentes como esta. E antes que eu me esqueça, muito obrigado, sei que dá trabalho rs.

    ResponderExcluir
  16. Vou chorei. </3 Que delícia de final, deu vontade de ler todas as partes novamente. ADOREI.

    ResponderExcluir
  17. :0
    Melhor historia de todas!!!!
    Pena que acabou ;-;

    ResponderExcluir
  18. melhor creepy de todas!! ❤👏👏

    ResponderExcluir
  19. Mais alugem percebeu que o Solomon ficou com os olhos azuís depois que o Red morreu?
    Ótima creepy, não leio uma história de terror tão boa desde ´´hora de dormir``, que eu lí aqui no CPBR!!!! Esse blog é demais

    ResponderExcluir
  20. essa serie deu medo , agonia , terror , adrenalina , tristeza mas tambem me deu felicidade :D essa e a melhor historia que eu ja li na minha vida se eu consegui me tornar um produtor de filmes famoso pode ter sertesa que vou comprar os direitos dessa creepy e vou crriar um filme dela


    (sonhos ueheuheuehuehe)

    ResponderExcluir
  21. Gente, eu fiquei meio perdida sobre Melissa. Aliás na sequência toda da creepy eu me perdi, não sabia qual parte era continuação da outra e fui lendo tudo por picados haha... e voltando: sobre a Melissa, além dessa aparição no final, me lembro de outra dela em que a fase é em um cemitério e o Red a engole. Há outra aparição dela além dessas duas? Porque na fase do cemitério, Zach não sabe quem ela é (nem eu) e acha que é um anjo, e aqui ele já sabe quem é Melissa e sobre o sofrimento dela. Alguém pode me dizer e mostrar a parte(link) que eles tem algum contato além destes?

    Achei essa série maravilhosa e emocionante :')
    Parabéns CPB :]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho total certeza, mas acho que a primeira mesmo foi a das estatuas daquele templo que apagava as luzes, ele disse que aquelas estátuas "tinham o mesmo olhar de Melissa no dia em que ela morreu",a estátua no caso protegia ele das criaturas que aparecia quando as luzes apagavam

      Excluir