04/09/15

O Portador da Eternidade

Em qualquer cidade, em qualquer país, vá para qualquer instituição mental ou casa de repouso onde você possa entrar. Quando chegar à recepção, peça para visitar uma pessoa que se considera “O Portador da Eternidade”. Um suspiro escapará do funcionário enquanto este olha para você com uma profunda piedade. Então, você será levado para um lance de escadas que parece que levará ao porão do lugar; mas não vai.
Ao que você vai descendo cada vez mais fundo no centro da instituição, você começará a ouvir o eco de gritos. À primeira instância, eles serão inaudíveis, como se originassem de algum lugar à distância. Mas, enquanto você se aproxima do final da escadaria, perceberá que os sons começam a ficar mais altos e tenebrosos, tão altos que logo abafarão qualquer outro som do local. Tal som será logo tão insuportável que você desejará arrancar suas orelhas para se livrar dele; resista a este impulso.
O funcionário, que de alguma forma suporta esta cacofonia, lhe mostrará uma porta. Sutilmente, ele destrancará a porta e vai embora, deixando você sozinho no escuro e barulhento corredor.
Esta será sua última chance de fugir. Se decidir continuar, abra a porta. O som ensurdecedor vai parar na mesma hora, deixando seus ouvidos tinindo. A sala em que você entrará estará coberta na mais profunda escuridão, consumindo tudo exceto a parede oposta, no fim da sala. Lá, preso a esta parede, estará uma figura macilenta coberta de marcas de chicotadas recentes. Ele vai encarar você diretamente com um sorriso maníaco no rosto, não parecendo se importar com os cortes e com um bisturi enfiado em seu peito. A única forma de se livrar de sua aparência obscura é perguntar “Quem os criou?”.
Ele começará a rir de uma forma que lembrará os espasmos de agonia de um animal moribundo, antes de responder. A história dele será a pior que você já terá ouvido em sua vida, abaixo dos conceitos primitivos de dor e morte. Procurará no fundo de toda a essência do mal; aqueles de mente fraca ficarão loucos só de ouvi-la.
Quando ele terminar, você poderá livrar o homem de seu terrível fardo. Remova o bisturi de seu peito e ele tremerá de agonia uma última vez antes de ficar em silêncio... Para sempre.
Aquele bisturi é o Objeto 3 de 538. Depende de você se o resto deve ser protegido ou destruído.

10 comentários:

  1. Vai ter uma creepy pra todos os 538 objetos ?

    ResponderExcluir
  2. 538 creepys. (._. )
    Vai ser um objeto para uma creepy(?).

    ResponderExcluir
  3. 538 creepys. (._. )
    Vai ser um objeto para uma creepy(?).

    ResponderExcluir
  4. Tem um site onde tem todos os 538 objetos e as "trollpastas" que são as zueiras com os portadores e com os "aventureiros"

    ResponderExcluir
  5. Se eu for em um hospício perguntar pelo portador da eternidade, eles me internam lá e.e

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Vai ter creppy pra todas ? EITA POHA

    ResponderExcluir