04/12/13

Ela nunca dorme

Eu e minhas amigas adquirimos um velho livro de uma loja de usados. A capa já estava bastante gasta então era impossível ler o título, e o livro parecia não ter sido tocado há anos. A mulher no balcão nos avisou que uma vez aberto, nunca poderá ser desfeito.

Nós rimos achando que fosse uma piada para nos assustar um pouco, mais os seus olhos demonstravam um medo real.

Fomos para a casa da Heather para abrir o livro. Quando o abrimos, uma gélida brisa passou pelo quarto e as poucas velas que estavam acessas se apagaram. Rimos nervosas e tentamos tomar isso como uma coincidência. Na primeira página havia um pequeno símbolo feito com tinta vermelha. Na página seguinte havia uma escrita em latin. Nenhuma de nós sabia o que significava, mas Heather tentou ler em voz alta, "Numquam dormit". Depois que falou isso, a atmosfera dentro do quarto tornou-se mais pesada, como se algo estivesse nos observando agora. Nós hesitamos, mas finalmente, depois de um momento de silencio, viramos para a próxima página. Não havia nada na página, apenas um nome no canto. Escrito em um pequeno rabisco, estava o nome Kayla. Ficamos um pouco perturbadas porque Kayla era nossa amiga e estava ali com a gente.

“Talvez seja coincidência. Existem muitas pessoas que se chamam Kayla. Provavelmente nos assustamos por que estamos cansadas. Vamos dormir.”

Todas deitamos confortavelmente, mas por alguma razão não conseguimos dormir. Ainda podíamos sentir como se alguém nos observasse pelas sombras. Eram 2 da manhã quando finalmente consegui dormir, as outras já tinham caído no sono antes de mim. Tive vários pesadelos perturbadores.

Eu estava em um quarto escuro, Heather estava na minha frente e Kayla sentada no meio. De repente apareceu uma mulher monstro terrível. Tinha grandes olheiras e parecia que não dormia a anos. Heather permanecia ali em pé e pálida, e eu assistia horrorizada enquanto Kayla era devorada pela criatura. A criatura olhou para mim, com sangue pingando da boca. Então apontou para Heather e desapareceu.

Pulei para for a da cama no escuro, procurei por Heather e a vi sentada, pálida como um fantasma; olhando para o colchão onde Kayla estava dormindo, e agora ela havia desaparecido. Liguei a luz e corri para o colchão. Havia manchas de sangue. Heather continuava sentada, paralisada de medo, eu sabia que ela teve o mesmo sonho. Olhei para o livro que estava aberto na escrivaninha. O nome de Kayla estava riscado, e o de Heather foi adicionado logo abaixo.

Depois disso Heather foi parar em uma clínica psiquiátrica. A mãe de Heather resolveu manda-la para lá depois que entrou no quarto dela. Ela não dormia há dias e havia escrito “ELA NUNCA DORME” por toda a parede. A mãe dela pensou que esse comportamento era resultado dos dias sem dormir e simplesmente mandou que os doutores a “consertassem”. Os doutores tentaram de tudo, de tratamento com choque a sedativos. Ela lutava para que acreditassem que ela seria a próxima. Mas não acreditavam nela, eles pensavam que era apenas mais uma simples paciente. Eles lhe deram uma mistura com vários sedativos, esperando que a fizesse dormir, mas não sabiam que estavam cometendo um erro.

Eu estava mais uma vez no quarto escuro, mas Heather agora estava no centro, ela parecia transtornada e tinha perdido muito peso. Eu a vi afundar no chão e desaparecer. Fiquei feliz por não precisar vê-la sendo dilacerada. Acordei de súbito e vi o livro em minha mesa de cabeceira, o que não fazia sentido por que eu o joguei fora no outro dia. O nome dela estava riscado... e o meu era o próximo..

Na manhã seguinte, minha mãe me contou que os médicos monitoraram a Heather enquanto ela dormia, e presenciaram algo assustador. Eles assistiram ao corpo dela sendo arremessado pelo quarto, sendo dilacerado, mas os monitores que mostravam a atividade cerebral indicavam um pesadelo normal. Como um pesadelo poderia fazer isso? Finalmente, depois das 3 da manhã, ela morreu. Eles disseram que a morte dela foi muito dolorosa, mesmo que estivesse dormindo.

Agora temo pela minha vida. Já não durmo a quase uma semana. Sinto como se ela estivesse me encarando, perfurando a minha alma, esperando que eu durma para me pegar.


Eu não quero dormir. Eu não quero morrer...

82 comentários:

  1. Respostas
    1. oia, o fabricio sabe matematica

      Excluir
    2. Ah, isso é fácil, aprende-se na 5ª série.

      Excluir
    3. Regra de sinais, nem lembrava mais que isso existia

      Excluir
    4. ÇEMTIRAN ÇALDADIS? EU AXEI MUINTO LEGAU PORKE E UINTO LEGAU E HOJI EU TO DE MAU UMOR PORQ MEU PAI E MINHA MAE TIRARAM O COELHO DO SOFA OLHANDO PRO MACARRÃO JIGANTE DE PERNAS LONGAS ABSTRATAS AI EU FOMOS PRA ALI E COMEMOS UM POUCO DE AQUILO NO ESTADOS MEXICANOS TEM UMA MONTANHA CHAMADA SOCOPOLIS QUE VEM UM NARUTO FLOOD DE OLHOS COR DE JARRA AZUL COM UM HOMEM NELA OLHANDO PRA PSINA

      Excluir
    5. Calma, Matheus Silva....
      Não entendo nada que você escreve...

      Excluir
  2. Mas você não precisa querer para que a morte venha te pegar. k4/

    ResponderExcluir
  3. Me lembrei de um filme, acho que foi "O Grito 3" Que o menino tá no hospício e tem o corpo dilacerado por uma menina pálida com os cabelos cobrindo a maior parte do corpo... Se num for o grito 3 é outro similar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ops errei ali, onde tá "Com os cabelos cobrindo a maior parte do corpo" é Rosto invés de Corpo, e.e

      Excluir
    2. Realmente o filme é "O Grito 3", eu assisti.

      Excluir
  4. É só a mulher do Freddy Krueger u.u

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Senhorita Pâmela eu vi seu perfil e e percebi que você adora filmes de terror e lê livros de suspense. Entra no grupo do skype.

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Ainda bem que essas coisas não existem realmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. apenas saberemos se tentarmos chamar algum ao mundo real... só espero uma oportunidade para fazer isso ^^

      Excluir
  8. Death Note + Mulher do Freddy Krueger = This.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tmb lembrei d death note kkkkkk pára e q alguém anda vendu anime dimais*_*

      Excluir
  9. Eu lembrei do filme O Chamado com o titulo da creepy pois no filme o garoto fala essa mesma frase "Ela Nunca Dorme"

    ResponderExcluir
  10. Interessante, uma história assim pode acontecer com qualquer um, e nem vamos nos dar conta. Se eu entrar em uma livraria ou sebo, pegar um livro esquisito, e dai o balconista disser "Se abri-lo, não tem volta", vou achar que ele é maluco ou sem graça. O fascínio do terror é que vivemos em um mundo onde o sobrenatural é considerado tão fictício que quando se torna real, nossa sanidade vai pro espaço, e a gente treme me medo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exacty. Eu acho que o sobrenatural deveria ser considerado uma coisa "normal", ou ao menos deveríamos dizer às nossas crianças que monstros existem sim, não o bicho papão, mas sim o "çer umano", esse que mata, destrói e acaba com a vida e a sanidade de qualquer um. Por isso acho muito mais fácil acreditar que o sobrenatural existe do que fingir que ele não existe e ficar com medinho quando falta força em casa.

      Excluir
    2. Kkkkkk, de fato, Agnes. Porém, eu realmente acredito em sobrenatural, principalmente na parte em que se toca em espíritos. Até hoje, desde que eu li uma creepypasta sobre demônios que te observam quando você fecha o olho, eu fico meio estremecido quando vou dormir, eu acho que foi a única história de terror que realmente me deixou com um pavor enorme. É que, vivemos numa era em que as superstições são rebatidas como alucinações de sua mente pela psicologia e pela ciência. A modernidade rebate as histórias de monstros e fantasmas com os argumentos científicos e os torna mero folclore das culturas regionais. Porém eu creio que o ser humano não consegue, por mais que tente, abandonar a crença, ou pelo menos a esperança, na sobrenatural, por que ter que acreditar que o mundo é apenas o que a realidade nos mostra é de certa forma decepcionante. É fascinante imaginar serias killers, monstros e fantasmas que quebram as leis da ciência e da sociedade. As pessoas não admitem, mas no fundo, acreditam ou querem o sobrenatural em suas vidas, um exemplo disso é as pegadinhas do Silvio Santos, a gente que assiste acha isso tão ridículo e sem noção que não entende como as pessoas realmente caem nessas brincadeiras, mas o fato é que o homem moderno é tão crente nas superstições quanto os seus anteriores, apenas não admite isso numa sociedade onde a ciência é que detêm a voz sobre os acontecimentos.

      Excluir
    3. João você acredita mesmo em demônios? Tenha calma, isso é apenas mitologia.

      Excluir
    4. Largando um pouquinho o papel de zoeiro. Me interessei pelo que Agnes falou: medinho quando falta a força
      O medo do escuro é mais do que natural para o homem. Escuro é quase como o sinônimo de desconhecido. O Homem teme o desconhecido.

      Excluir
    5. Quando eu era mais nova tinha medo de tudo quanto é coisa, mas agora nem ligo mais. Ah, tem um demônio no canto do meu quarto? Dane-se, deixa ele lá, amanhã vejo o que ele quer. Só tenho medo de 2 coisas: do escuro e da eternidade.

      Excluir
    6. Mas não tenho medo de quando falta força. Eu acendo uma vela, ligo o rádio do celular e leio um livro. Aproveito e vou dormir mais cedo.

      Excluir
    7. Bem, eu acredito. ._. Não posso fazer nada quanto a isso.

      Excluir
    8. Ah, quando falta luz eu xingo a companhia de energia pelo serviço de má qualidade. Mas meu irmão fica, o coitado tem medo, eu até acho engraçado, só não debocho dele por que eu tenho medo de demônios.

      Excluir
    9. Meu irmão tem 2 anos, então ele tem medo até de palhaços (pra falar a verdade eu acho palhaços bizarros também, então entendo ele)

      Excluir
    10. Agnes, foi exemplo. Se e colocassem em um quarto completamente escuro, sozinha, naturalmente você teria medo. Ligar o rádio e ir ler um livro é apenas uma distração.

      Excluir
    11. Agnes, pq tem medo da eternidade?

      Excluir
    12. Eu acho que a humanidade é só tende a piorar, além do mais, eu gostaria de descansar em paz, de preferência não no purgatório ou no inferno. Acho a eternidade uma punição, você é obrigada a ver o tempo passar como o vento passa pelos seus cabelos, ou como um idoso sobe as escadas do hospital. Eu perdi a fé em muita coisa em muito pouco tempo. Imagine se eu viver pra sempre?

      Excluir
    13. Mas, bem, é meio que uma coisa pessoal, que por mais que eu tente não consigo achar alguém que me entenda ou me expressar realmente do jeito que sinto. Tenho um bloqueio quando vou falar disso.

      Excluir
    14. Eu já tive aulas na facul sobre isso: o medo humano, do sobrenatural ou não, vem diretamente de nossos estímulos de sobrevivência (principalmente da aversão a dor).

      O medo do escuro só é uma lembrança ancestral de que quando não enxergamos estamos sujeitos aos ataques de predadores. Já o medo da morte não está vinculado à morte em si, mas a expectativa de dor durante a mesma. Quando imaginamos monstros no escuro na verdade estamos sendo enganados pela própria mente para se afastar do perigo U.U

      Excluir
    15. E, também, não acredito em purgatório ou inferno. Sigo a filosofia budista ^^

      Excluir
    16. Em acreditar em coisas sobrenaturais ou não, eu acredito sim, porém hoje em dia eu meio que não ligo, já que não consigo ter medo desse tipo de coisa. Já aconteceram coisas MUITO estranhas comigo que me fazem acreditar cada vez mais.. Porém achei interessante a visão da Agnes, sobre ser mais sensato ter medo do ser humano do que do sobrenatural, concordo muito ! Definitivamente eu não tenho fé no ser humano, são 7 bilhões de pessoas no mundo, e muita gente não consegue lidar nem consigo mesmo.. enfim, é um assunto bem profundo, renderia uma conversa e tanto

      Excluir
    17. Por favor Grim, não existe só você com esse tipo de pensamento no mundo, são baixas as possibilidades, mas nunca devemo desistir do ser humano. Afinal, se nós mesmo, seres humanos, não acreditarmos, quem acreditará?
      O ser humano pode ser terrível, mas também pode ser doce e gentil. Pode ser idiota e agir inconscientemente, mas também pode ser esperto e pensar duas vezes antes de fazer.
      Afinal, se existem pessoas aqui, como eu, você, e muitos outros, que pensam desse jeito, com certeza existem outras também, muitas outras! Não querendo ser otimista, mas essa é uma realidade, que você, ou outro, queira ou não, o mundo vai continuar "girando".

      Excluir
    18. Devemos*, hu3hu3hu3
      E, aproveitando pra corrigir o final:
      "Não querendo ser otimista, mas essa é uma realidade, querendo ou não, o mundo vai continuar girando."

      Excluir
    19. Concordo com o Giovanni.
      Nós, seres humanos, somos inconstantes: não existe ninguém totalmente mau e ninguém totalmente bom. Todo mundo se envergonha de alguma coisa errada que fez no passado, mas ainda assim há como se redimir.
      Você não precisa acreditar que todas as pessoas são boas, mas que existe algo bom dentro de todo mundo (y)

      Excluir
    20. Tá certo Fabrício. Parei pra pensar agora, e lembre do Mr. Gold. Ele não é totalmente mau nem totalmente bom, ele age de acordo com o que ele acha certo em certas situações. E mesmo assim, ele tem alguém que o ame, e tentou se redimir por essa pessoa.

      Excluir
    21. Vou até escrever um livro de auto-ajuda com os comentários de vcs, muito emocionante!

      Excluir
    22. Pois é Giovanni, é de se pensar.. Eu costumo sempre tentar ver as coisas sempre da melhor forma possível, principalmente as pessoas, e até hoje eu não sei se isso é uma qualidade ou defeito, enfim.. O que eu quis realmente dizer foi que o que me decepciona é que, com toda a capacidade que a gente tem, poderíamos ter um mundo extremamente melhor, e muitos resolvem simplesmente fazer coisas muito ruins só por fazer, e isso me deixa realmente triste (sem querer generalizar, claro. Como dito, assim como tem gente que faz o mal muita gente que faz o bem, e acredite, apesar desse pensamento, sempre tento ver o lado bom das coisas e ter sempre um sorriso no rosto)

      Excluir
    23. "Nós temos Hitler dentro de nós, mas também temos paz e amor". Não concordo com essa frase. Quem sou eu para falar de Hitler? Quem é você? Quem é John Lennon para falar dele? Hitler é conhecido como um monstro. Mas eu, você e qualquer um também pode ser. Hitler foi idolatrado por seu povo na época do nazismo. Quem garante que os idolatrados agora não serão os sucessores de Hitler? Todos temos Hitler dentro de nós, mas também temos paz e amor. Não estou afirmando, mas olhando para Hitler como um ser humano posso colocar em hipótese que ele também tinha paz e amor dentro de si? Então a partir do momento que você feri alguém você já está colocando seu Hitler para fora. Temos que saber lidar com nosso Hitler. E as vezes não conseguimos impedi-lo de sair, mas isso não é um grande problema. O problema começa quando você o deixa domina-lo. E aí nascem Hitlers, Stalins e etc.

      Excluir
    24. João aproveitando isso q vc disse, ta,certo im dizer q Hitler tinha paz e amor dentro dele afinal ele lutou pela igualdade e pela pureza da da sua raça, matando assim um monte,d gente. "Não existe paz, se não existir a guerra" eça frase faz bastante sentido pra mim. :-\

      Excluir
  11. Normal. Época que minha tia estava solta.

    ResponderExcluir
  12. isso é um demônio chamado azelele ! morre satanais

    ResponderExcluir
  13. Qual e o gprupo do skype me add :flavio.augusto626
    (essa e a coa do meu pai)

    ResponderExcluir
  14. E então ela leu "istirian prans fincastim comeduns amnoitin" e morreu

    ResponderExcluir
  15. mãe no céu tem travesseiro?
    e morreu

    ResponderExcluir
  16. Apesar de que supostas maldições são um tema muito forçado, esta creepy até conseguiu se sair bem. 4/10. Aliás, o criador dela deveria terminar o ensino fundamental. Porque em pleno 2013 o cara não saber usar "porque" e "por que", mata a qualidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não criei essa creepy, apenas traduzi. Geralmente não deixo passar esse tipo de erro já que tento revisar a creepy várias vezes antes de postar. E apenas por um erro no "purquê" vou cair fora da faculdade na qual estou cursando a minha segunda graduação e voltar para o ensino fundamental.

      Com tantas creepys no blog, tantas coisas p ler, e vc capta um erro que acabei deixando passar e vem fazer esse comentário estúpido. E você nem é de comentar. Vlw pela informação professor! Hum... espera.... professor de quê mesmo? Ah! graduado apenas no uso do purquê.

      Excluir
    2. Nossa, que escroto o posicionamento ignorante pra cima do Augusto. Alexandre, o que faz o blog viver somos nós :v Faça que nem a Divina, ao ver um comentário assim, não baixe o nível mt menos vá pra ofensa pessoal ^^

      Excluir
    3. Vlw May, é pelos comentários de vcs que eu costumo verificar de 10 em 10 minutos. Gosto muito de ler os comentários da galera aqui do blog, é esse o nosso incentivo p continuar postando.

      Muito obrigado pessoal.

      Excluir
    4. Sempre tem um arrogante para dar nota às creepys nos comentários. Se você não sabe, existe um espaço próprio para isso logo a baixo da postagem U.U

      Na boa, tudo bem verificar os erros, contanto que não tente inferiorizar ninguém.

      Excluir
  17. Pior creepy que já li. EU faço uma melhor

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Não briguem meus queridos.Os demônios se aproveitam das das brechas quando tem sentimentos ruins em seu coração para sussurrar em sua mente.ENTÃO CUIDADO!

    ResponderExcluir
  20. Saindo um pouco do tio das paçoca... Alexandre! Não escuta oq esses merda ai tão falando... A creepy tá ótima, e todo mundo erra, ainda mais por erros tão simples... isso é porque não são eles que traduzem, sem ganhar nada em troca! Continue o bom trabalho, ótima creepy ;)

    ResponderExcluir
  21. Obrigado Tio rsrs

    vlw mesmo,

    claro q tem creepys q não agradam a todos, mais é muito importante que vcs avaliem e claro corrijam sempre que identificarem o erro. Mas não precisa 'esculachar' rsrs.

    vlw

    ResponderExcluir
  22. Eu achei interessante a história, porém é um pouco comum as outras, acho o que o público procurar é algo diferente, algo que dê medo realmente, essa história foi interessante no começo, mas um final conhecido por todos nós.

    Todo caso foi interessante acrescentar uma creepy as minhas leituras rs

    ResponderExcluir
  23. Claro que a creepy ficou foda.Quem não erra não é humano

    ResponderExcluir
  24. Cara essa creepy n deu medo era pra tipo n substime nimguem eu intemdi isso

    ResponderExcluir
  25. Quando eu acabo de ver uma creepypasta, eu vou no banheiro e pra voltar ligo o turbo e corro mais q o vento, pqp

    ResponderExcluir
  26. Bom, a menina bem que poderia ter passado corretivo por cima do nome dela... não custava tentar né?
    kkk ficou a dica ;)

    ResponderExcluir
  27. o começo foi meio clichê,mas o desenvolvimento foi bem interessante.

    ResponderExcluir