Super Heróis

22 comentários
Você conhece as histórias de origem dos super heróis? Superman, Batman, Homem-Aranha, entre tantos outros, todos tiveram seus pontos em partida. Os melhores e mais fortes super heróis tem uma coisa em comum em todas as suas histórias de origem: a perda. Sim! Todos passaram por um evento traumático onde perderam algo importante ou alguém próximo.

Meu nome é Josh e é isso que eu quero. Quero ser um herói poderoso!
Para isso, preciso perder algo. Não importa o que seja, eu estou disposto a abrir mão!
Espero ansiosamente pelo dia que será escolhido para acontecer minha história de origem, eu sinto que está próximo. Perderei minha mãe? O país inteiro? O planeta inteiro? Não importa, só quero que aconteça. Independentemente da perda, o resultado será o mesmo: eu vou me tornar um super herói e ninguém vai mais zombar de mim.

Acabará a humilhação na escola. Acabará a sessão semanal com o psiquiatra chato. Acabará a reclamação do meu pai de que não aguenta mais um filho com tantos problemas. Acabará a dose de comprimidos todos os dias, quatro vezes por dia. Acabará o pesadelo com o bicho preto de todas as noites. Acabará o costume irritante de Tyler, meu irmão mais velho, de sempre roubar toda a atenção para si, com toda sua inteligência e normalidade. Eu te odeio Tyler, mas espero te odiar menos quando eu for um herói amado que você lamberá os pés.

Hoje acordei com a sensação forte de que acontecerá. Será que é o início de um dos poderes que vou despertar? Clarividência? Ver o futuro? Que seja. 

Estamos aqui, toda a família reunida em um chatissimo show de teatro, o tipo de bobagem que meus pais adoram gastar rios de dinheiro. Adivinha quem viemos assistir? A pequena estrela da família Tyler, o menino de ouro. Lá está ele, interpretando o herói da história. Não me sentiria mal se aquele lustre arrebentasse e caísse na cabeça dele. Não pela história de origem, só por satisfação. A morte desse inseto em nada agregaria para minha história de herói, não me importo com ele, eu o odeio.

Enfim acabou. Estamos saindo do teatro, mas está acontecendo algo lá fora... Um tumulto.
Começamos a ouvir disparos e gritaria. Fico animado. 

Meus pais tem a brilhante ideia de fugir por um beco. Sim! Sim papai! Vamos pelo beco escuro, eu já vi essa parte na história do Batman! 

Ao virarmos a esquina do beco, para a surpresa de absolutamente ninguém, havia um homem armado a espera.

Rapidamente ele apontou a arma para nós e começou a falar um monte de baboseiras sobre desigualdade, julgamento e várias outras coisas que honestamente não fui capaz de ouvir pois estou feliz demais, em êxtase. Aqui ocorrerá minha história de origem. Esse vagabundo atirará em alguém e depois disso algo vai acontecer. 

Será que vou despertar um poder instantaneamente? Será que ele vai fugir e será uma história de vingança? Não sei, mas estou ansioso demais. 

Vamos, atire! Não aguento mais esperar!

Ele aponta a arma para meu irmão e fico furioso. Se ele atirar no Tyler, nada vai acontecer. Por favor não.

Ufa! Agora virou a arma para meu pai. Mas... Bom... Não tenho certeza se vai dar certo assim também.

Estou tremendo... Ele agora está apontando a arma para minha mãe... Isso... Isso. Isso! Isso! Isso! Isso! Isso! Atire! Atire! Atire! Atire! Agora!
Eu a amo mais que tudo no mundo e só agora percebi, então é o alvo ideal. Atire, por favor!

Mas espere, o que é isso? 

Por um instante, consigo ver tudo em câmera lenta. Consigo ver que ele vai puxar o gatilho. É isso, vai acontecer. Mas calma... Tyler?! O que está fazendo?! Está se jogando na frente da mamãe?! Você vai estragar tudo seu desgraçado! Eu preciso impedi-lo.

Não sei exatamente como, mas com extrema rapidez consigo empurrar Tyler de volta para seu lugar e em seguida ouço o disparo. Tudo volta a velocidade normal. Sinto um calor dentro de mim. É isso, meus poderes finalmente chegaram.

Minhas pernas começam a falhar.
Sinto o calor escorrer pelas costas.
Caio no chão.
É claro que a bala me acertou.

Que droga, eu sinto que estou perdendo a consciência.
Por que vocês estão parados aí olhando e chorando? Me ajudem, inferno!

É o fim da linha pra mim.

A última coisa que consigo ver é Tyler correndo com raiva em direção ao criminoso. O homem dispara todas suas balas mas elas batem na pele de meu irmão e em seguida vão ao chão.

Que merda Tyler... De novo não...

Autor: Lucas Queiroz 

22 comentários :

  1. Tantos erros de português que meus olhos sangraram, mas até que a Creepy é legalzinha... mesmo já prevendo o final, Saldades da Divina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Sou o autor da Creepy.
      Se puder apontar alguns dos erros de português p/ que eu possa consertar, ficaria grato.

      Excluir
    2. Nada ta bom pra vc, arrombado. Faz melhor.

      Excluir
    3. Não venha mais aqui, imbecil.

      Excluir
    4. O cara quer falar de erro de português mas escreve "saldades"

      Excluir
  2. Gostei, esses moleque idiota teve o que mereceu kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Mano
    Lembro de uma que li nesse site
    Queria muito ler de novo
    Era como se fosse um cara que foi atrás de um maníaco que fazia um programa de tv "torturando" crianças
    Se alguém souber o nome me avise por favor
    Acho que era "canal 15" ou algo do tipo
    Obg!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.creepypastabrasil.com.br/2020/05/na-mira-do-canal-15.html

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  4. Mano
    Lembro de uma que li nesse site
    Queria muito ler de novo
    Era como se fosse um cara que foi atrás de um maníaco que fazia um programa de tv "torturando" crianças
    Se alguém souber o nome me avise por favor
    Acho que era "canal 15" ou algo do tipo
    Obg!

    ResponderExcluir
  5. Mano
    Lembro de uma que li nesse site
    Queria muito ler de novo
    Era como se fosse um cara que foi atrás de um maníaco que fazia um programa de tv "torturando" crianças
    Se alguém souber o nome me avise por favor
    Acho que era "canal 15" ou algo do tipo
    Obg!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era um em que anos depois ele volto à cidade e encontrou o sujeito olhando pra ele de dentro de um bueiro ou algo assim?

      Excluir
  6. Moleque recalcado! Bem feito kksjkzjs
    Curti bastante Lucas, parabéns

    ResponderExcluir
  7. droga Tyler sempre chegando na minha frente!

    ResponderExcluir
  8. Precisa ler kick-ass, ele não precisou de nenhum trauma, só foi nerd e maluco.

    ResponderExcluir
  9. Erros de português, não tem não. Quem comentou sobre os erros, é invejoso.

    ResponderExcluir
  10. Erros de português, não tem não. Quem comentou sobre os erros, é invejoso.

    ResponderExcluir
  11. Até que é boa, tirando que o protagonista é um fudido da vida.

    ResponderExcluir