19/08/14

Creepypasta dos Fãs: A Velha

"Era apenas uma noite comum como qualquer outra, depois de jantar junto aos meus pais e minha irmã, um ano mais velha do que eu. Meus primos apareceram do nada em casa e começamos a nos entreter contando histórias aterrorizantes uns aos outros. Eu tinha pouco mais que 8 anos e ainda tinha muito medo dessas coisas, mas não queria me mostrar medrosa. Meu primo mais velho disse que queria contar algo que era real e não era apenas uma lenda, como todas essas outras que havíamos compartilhado. Ele disse por volta da década de formação da nossa cidade (Maringá, no Paraná), onde ela não passava simplesmente de uma vila, havia uma casa destinada à crianças órfãs.

Quem cuidava delas era uma velhinha serena que quase nunca falava e que aparecia raramente fora da casa. Ela detestava ouvir qualquer tipo de barulho depois que se deitava e crianças normalmente têm pesadelos durante a noite. Conforme foram crescendo, as crianças começaram a desobedecer a senhora, que foi se mostrando cada vez mais insana, agredia e gritava com elas, toda a sua serenidade havia se esvaído. Um dia, um dos garotos não conseguiu dormir e acendeu sua vela ao lado da cama e resolveu chamar pela senhora em seu quarto. Chegando lá, aproximou-se da cama e chamou-a, nada aconteceu. O garoto, querendo pregar uma peça na velha, resolveu assustá-la, subiu na cama e apertou o pescoço da idosa, que acordou no mesmo instante, assustadíssima e logo em seguida não se mexe mais.

O garoto se viu ao lado do cadáver da senhora. Não havia nenhuma autoridade na vila e nem tampouco nenhum médico. Os moradores disseram que a velha havia morrido devido ao seu coração ter parado por causa do susto. O garoto, por onde passava, era encarado e alvo de ofensas dos moradores e colegas da casa em que morava, que agora era "administrada" por uma moradora vizinha, que se voluntariou a cuidar das crianças. Todos dormiam, menos aquele garoto. Não importava o quanto ele se virava, não conseguia dormir. "Maldita velha" pensou, "não me deixa dormir". Virou-se de frente e fitou o teto por alguns segundos e sussurrou "ainda bem que morreu, velha insolente, antes não nos deixava levantar durante a noite, agora não me incomoda mais".

Durante mais algum tempo permaneceu acordado, quando começou a ouvir alguns ruídos. Olhava por todo quarto: nada. Foi então que viu uma pequena silhueta se aproximar e subir até a sua cama. Foi então que viu a velha, tinha o cabelo desgrenhado e o rosto sem expressão. Ela pousou suas mãos no pescoço do garoto e apertou durante alguns segundos. A voz não saía e era como se seu corpo não respondesse a vontade de se mexer. Foi então que a velha sussurrou: "Crianças malvadas não têm um bom final. Vire-se para o lado e durma, ou alguém poderá assustar você!"

Nesse momento, meu primo soltou um grito e pulou pra perto de mim e da minha irmã, estávamos aterrorizadas, mas eu não queria mostrar isso, então levantei e disse: "pois eu não tenho medo! Dormirei olhando pro teto e duvido que algo acontecerá comigo!".

Naquela noite me deitei e não consegui dormir, virava para os lados e me concentrava em dormir, mas o sono não chegava. Lenda idiota, zombei e ainda assim me causou medo. Do nada, surgiu uma sombra sobre mim. O medo tomou conta de mim quando eu senti um grande aperto na garganta. Tentei me mover e não conseguia, também não consegui gritar minha irmã do outro lado do quarto. Só conseguia olhar pra cima, pro rosto branco e enrugado daquela velha assustadora."

Essa foi uma história contada pela minha mãe. Ela afirma com toda certeza que aconteceu, treme e se assusta toda vez que toca no assunto. Eu pensei em zombar dela e dizer que achava tudo uma besteira, pois sou muito cética, mas desde que eu me lembro, ela dorme de barriga pra baixo. Você se arrisca a zombar da velha e esperá-la no meio da noite, olhando pra cima? Lembre-se: Boas crianças se viram e dormem.

Autor: Emilly Gabriela


19 comentários:

  1. Gostei u.u bela lição de respeitar os mais velhos essa creepy ta passando,hahahaha

    ResponderExcluir
  2. Basta gritar "bingo" que ela sai de cima de você!
    ;D
    #ficadica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensando bem, como vc vai gritar enquanto está sendo enforcado?
      Simples!
      Grave no celular e quando isso acontecer, pegue ele e aperte o Play!
      ;D²

      Excluir
  3. consegui postar finalmente um comentário.

    ResponderExcluir
  4. Gostei da creepy, bem escrita :D

    ResponderExcluir
  5. na vrrde nem li a creeppy ainda qndo vim comentar kria mt poder comentar tbm.

    ResponderExcluir
  6. Achei muito fóda,creepys br q são foda tão fazendo falta

    ResponderExcluir
  7. KSUSJAJSUSAJ MAAAAN eu moro em Maringá. Caramba. Mds. Coincidência? Sim, claro. :D

    ResponderExcluir
  8. Amei, mt foda!! É verdade que sua mãe te contou, ou isso fazia parte da história?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ela contou! Ela afirma ter mesmo acontecido.

      Excluir
  9. Eu acompanho o site e nem tinha visto que postaram a minha creepy, hahahaha

    ResponderExcluir