26/03/2017

Micropastas de SnakeTongue - PARTE 1 (+18)

Nota do autor: Esta é uma antologia de todas as micropastas escritas por SnakeTongue237.
Nota da tradutora: Esta antologia foi dividida em três partes, sendo cada uma de três creepies cada.

3:21 AM

“Toda noite, às 3:21 da manhã, um homem se enforca ao pé de minha cama. Não sei quem ele é ou o que ele está fazendo em minha casa, mas isso tem me assustado. Não consigo dormir e não sei como lidar com esse problema. Não importa o que eu tente fazer, o homem está sempre lá, toda noite. Eu acordo e o vejo em pé no suporte da cama, com um nó em volta de seu pescoço. Conforme eu grito, ele pula para trás e se pendura ali. Então, às 3:22 da manhã, seu corpo desaparece. Preciso que você me ajude, só durma no meu quarto por uma noite, tenho certeza de que ele não aparecerá se houver alguém comigo."
Eu conhecia minha amiga e o vizinho Louis não poderia estar falando a verdade, isso era invenção da mente dele. Eu mandei ele sair da minha casa com algumas recomendações de bons terapeutas no nosso bairro.
Uma semana depois, fui surpreendido pela notícia de que Louis tinha se suicidado ao se enforcar no pé de sua cama. Eu compareci ao seu funeral e dei minhas condolências à família antes de sair repleto de arrependimento... talvez eu devesse tê-lo ajudado com sua tarefa boba, mesmo se isso fosse ridículo, eu deveria tê-lo impedido de se matar.
Levou muito tempo até que eu caísse no sono naquela noite, e quando consegui, acordei um pouco depois por causa de um barulho em meu quarto. Abri meus olhos preguiçosamente, e a primeira coisa que vi foi meu relógio digital, que mostrava 3:21 AM.
Eu girei minha cabeça, e Louis estava lá em pé no suporte da cama, com uma corda ao redor de seu pescoço. Dei um grito aterrorizado antes que ele caísse para trás, e ele fica pendurado ali por um minuto pela primeira vez de muitas que virão.

Ácido

Você já tomou ácido? Duvido que tenha. Estou prestes a tomar um dentro de alguns segundos pela primeira vez em minha vida.
Eu honestamente acho que tenho permissão para fazer isso depois dessa merda de vida que tenho tido. Pode me chamar do que quiser, mas essa é só a maneira que eu acho que as coisas tem que ser.
Tudo começou quando minha esposa, Claudia, divorciou-se de mim há um mês e meio. Ela era tudo para mim, e a ideia de que ela poderia até considerar me deixar era estranha em minha mente. Então descobri sobre o caso que ela tinha. Um homem que durante a escola sempre considerei meu amigo, de repente se tornou o meu pior inimigo de todos os tempos. Na verdade, eu dei um jeito de entrar em uma briga em um bar com esse cara. Mas o que isso resolveu? Absolutamente nada, e tudo o que consegui foi um nariz ensanguentado e um braço quebrado, para dificultar. E isso nem foi o pior de tudo.
O que me matou foi que ela levou as crianças. Isso foi a gota d´água que destruiu minha vida como eu a conhecia. Minhas duas preciosas crianças foram tiradas de meus braços amorosos para passarem suas vidas com uma mulher sem coração que nunca poderia as amar com eu as amo.
Eu tomo o ácido logo, antes que eu possa mudar de ideia, e então tomo um shot de Scotch para ajudar a descer.
De acordo com a internet, ingerir ácido clorídrico é uma forma muito eficaz de suicídio.

O Filme Final

Sou produtor de mais de vinte e três filmes snuff. Eu estou falando sério.
Agora que tive minha juventude roubada, sinto-me quase culpado por todas as coisas terríveis que fiz. Mas então eu me lembro do quão rentável esse negócio era, e não me arrependo de nada. Você ficaria surpreso com a quantidade de pessoas que querem as gravações que eu costumava fazer. Todos os tipos de pessoas também, jovens e velhas, belas e feias, baixas e altas, homens e mulheres. Creio que algumas pessoas tem apenas um lado animalesco que precisam alimentar.
Na maioria dos filmes, eu era o homem que cometia e atos terríveis. Eu tinha toda uma equipe para me apoiar, e na maior parte do tempo era outra pessoa que ia lentamente cortando o apêndice de uma mulher de meia idade que nós conseguimos raptar, ou cortando os testículos de um garotinho que nunca mais era visto. Mas às vezes eu não conseguia resistir em sujar minhas mãos. O processo parecia tão... interessante.
Tudo o que eu tive foi gasto rápido demais. Eu vivi uma curta porém agradável vida de drogas e prostituição antes do dinheiro esgotar. Eu era tanto um viciado em sexo quanto em heroína, e estava desesperado por fazer parte dessas atividades, até mesmo quando fiquei sem dinheiro. Hoje em dia, as únicas coisas que possuo são essa câmera e uma faca no bolso da minha jaqueta, com a qual tenho feito muitos filmes de qualidade. Eu sei que agora é hora de fazer o filme final, e, mais uma vez, eu sou a estrela.
Preparar a filmadora não leva muito tempo, basta coloca-la em uma das milhares de lixeiras deste beco, e antes que eu possa piscar já estarei olhando a mim mesmo no visor. Eu ajustei a câmera para trás, certificando-me de que serei o foco, antes de tirar a faca de meu bolso.
É uma coisa realmente muito linda. É um canivete estilete italiano com uma alça personalizada com um desenho de cervo e uma lâmina baioneta. Eu a utilizei muitas vezes antes, e hoje a usarei pela última vez. Aperto o botão de liberar, e 13 centímetros de lâmina cromada saem com um clique satisfatório.

Eu dou um passo adiante e aperto o botão vermelho pela última vez antes de enfiar a lâmina em meus pulsos.


19 comentários:

  1. A ultima crepy parece ser um daqueles videos da dep web

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leo, esses são os temíveis filmes snuff. São aqueles filmes da deep mesmo.

      Excluir
    2. O estado islâmico grava vídeo snuff todo dia... Todo dia tem vídeo no de execução com requintes de tortura

      Excluir
    3. Sim auri, e os mais leves vazam pra surface. Com a diferença que o intuiyo deles não é ganhar dinheiro. Eles tem na deep vários blogs e uma revista quinzenal. O pior é assistir pessoas sendo assassinadas enquanto canções religiosas tocam. É como se um maluco atirasse em artistas em um palco ao som da música "sabor de mel".

      "The sake of allah" fala mesmo de guerra, mais nao deveria estar acompanhando cenas de morte, só acho...

      Excluir
  2. O cara bebeu. Ácido clorídrico. Como caralhos aquilo não derreteu sua língua antes dele engolir? E como ele engoliu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Acido clorídricoque ele usa está presente em um analgésico, aspirina pra ser mais exato.

      Ele se mata com uma overdose.

      Excluir
    2. Jeder, aspirina é acido salicílico. Ácido clorídrico deve ter derretido o caminho todo até embaixo mesmo.

      Excluir
  3. Adriana tú divou agora trazendo essa Creepy pra nós. Amei! Ansiosa para a parte 2

    ResponderExcluir
  4. Gostei de tds! Terros fisico e psicologico

    ResponderExcluir
  5. Contos curtos são melhores por serem mais violentos, uma dor rapida.

    Adriana, parabéns super top!

    ResponderExcluir
  6. Gostei dessas micropastas, curtas e fatais :v
    Nada melhor que acordar pela manhã e ler uma creepy dessa pra começar bem o dia haushausha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né!
      Na hora do fechamento, sempre vem aquela pancada do estômago, tipo, que raio é isso!!

      Excluir
  7. Eu não sei se muitos vão acreditar, mas contarei. Essa é minha história e espero que não aconteça com vocês, por isso estou aqui.

    Eu não me lembro o ano exato em que começou, só sei que até hoje essa coisa me perturba durante meus sonhos. Fazendo - me duvidar de minha própria existência.

    Sabe aquela sensação de estar tropeçando quando você está dormindo? Então, eu achei que fosse só algo criado pela minha cabeça. Pelo menos foi o que a psicóloga contratada pelos meus pais tentou enfiar em minha cabeça.

    Tudo parecia tão real. Aquela sensação de topar em algo e atingir diretamente o chão.

    Em um dia, muito tempo atrás, eu senti algo, alguém, não sei muito bem... em meu quarto... olhei de relance e uma sombra estava parada ao pé da minha cama. Era alto. Esguio. Me dava arrepios.

    Sua voz rouca, grossa e autoritária me disse "Volte a dormir, não deixarei que tropece"

    Naquele momento, minha única reação foi manda - lo embora da minha casa.

    "Se é o que você quer. Não se arrependa" ele disse, antes de desaparecer em meio a penumbra do quarto.

    Desde esse fatídico dia, toda vez que essa sensação de tropeçar chega eu sinto como se estivesse caindo, tudo esquentando ao meu redor, risadas agudas arranhando meus ouvidos... mas eu não tenho coragem de abrir os olhos... só fico parado e torcendo para voltar a dormir.

    Já tentei não dormir, mas é impossível.

    Li em um fórum na Internet certa vez e descobri que todos possuem um protetor, um ser que te deixa seguro durante o sono. Li também que durante o sono, criaturas tentam nos arrancar da nossa realidade.

    Por isso, meu aviso é: Se, durante a noite, uma sombra estiver em seu quarto não se assuste, deixe entrar em sua vida. Você não irá se arrepender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá, e seu lrotetof é o próprio slenderman. Prefiro confiar no ritual romano (o exorcismo que aparece no filme o exorcista)!

      Excluir
    2. Tá, e seu lrotetof é o próprio slenderman. Prefiro confiar no ritual romano (o exorcismo que aparece no filme o exorcista)!

      Excluir
  8. Achei bem fraquinhos os textos. As história foram meio forçadas...

    ResponderExcluir
  9. Um pouco fracos, mas legal de ler
    O primeiro foi o melhor, o segundo é novela e o terceiro só entendi quando li os comentários

    ResponderExcluir