BooBoo.mov

11 comentários
É normal para uma criança se identificar com um personagem de desenho, como eu. Eu tenho 11 anos e meu nome é Erick. Como de costume, eu sempre peço para minha mãe um filme de terror ou algum jogo que simule esse mesmo sentimento: o medo. Eu tenho tanta afinidade por monstros sobrenaturais e que causam desconforto, que eu mesmo tentei criar um... O nome dele era BooBoo, e era baseado em um pesadelo que eu tive quando eu tinha 7 aninhos. Parece besteira, mas esse desenho é tão realista, que deveria ser de qualquer filme de terror com 3D estilo Del Toro. E eu me identificava como ele, pois eu sinto que ele é minha sombra... Ou até eu mesmo...

Era fácil me identificar com ele, mas eu tinha outros propósitos para eu negar isso, afinal de contas, era um simples desenho... Ou foi o que eu pensava...

Eu estava com minha mãe na locadora, procurando um filme bom para assistir... Parecia tudo normal, até o momento em que eu cheguei perto de uma caixa que ninguém se quer atreveu a dar uma olhada, além de estar na sessão de Terror, então era mais um bônus para mim... Foi quando eu vi... Um caixa de CD Branca... Perto de um bilhete escrito: Queime esse filme imediatamente!! Ok...? Parecia ser um filme de terror perturbador, tão perturbador que pediram para queimá-lo.... Estranho, e bastante curioso... Peguei a caixinha e vasculhei o CD, e quando eu vi um nome, senti algo pegar em meu ombro... O nome do CD era BooBoo.mov. Era estranho ter um arquivo com o nome do meu monstro, e guardado em uma versão .mov. E também a sensação de que alguém estava atrás de mim me incomodava, então eu me virei, e era ninguém...

Eu estava com medo no que isso iria dar, é sinceramente estranho...

Decidi testar esse filme, pra ver se aquilo é uma bobagem da minha cabeça ou tinha algo de errado com esse CD...

Voltando pra casa, eu ficava visualizando a sua capa vazia, dando um ar de mistério... O que tem nesse CD? Onde esse “e se...” vai me levar? Tantas perguntas para ver e crer.

Me acomodo em minha casa sentando no sofá. Pedi para minha mãe se eu podia ver esse tal filme, e ela deixou. Botei o disco no display e comecei a ver algo que me desconfia...

O filme começa com uma cena... Que era um pessoa andando cabisbaixa, triste, e sem expressão. Como eu. Mas tinha um som de sirene de fundo e gritos de fazer roer o osso. Logo após um minuto de tortura, eu dei pause em um frame certo, que me fez congelar a espinha. Era um homem de preto, olhando para tela. E aparecia mais uma coisa... Umas palavras chinesas... Eu não entedia nada daquilo, então anotei em um papel os símbolos e peguei um app no celular que traduz automaticamente a palavra. Tirei a foto, e a tradução era: “Você se lembra de mim?”. Como assim.... lembrar? De quem? Ou do que? DO DESENHO? Verifiquei o desenho e tinha uma mancha... Eu não sei se era sangue, pois minha mãe estava cortando tomate para o jantar. Continuei a ver, e a cena ficou preta por 2 minutos, e o fedelho de um jumpscare apareceu na tela. Era o BooBoo. Depois do jumpscare, apareceu uma pessoa sendo decomposta pela natureza, enquanto havia pessoas gritando e outras pedindo ajuda. QUE DIABO DE FILME ERA ESSE? Eu achava que era gozação, mas não... Era um filme realmente perturbador!

Queria parar, mas faltava 2 minutinhos para acabar... A curiosidade mata, e o coração sai pela boca de tanta tensão que estou sentido. É uma química que eu nunca havia sentido, era algo novo, era... Tenebroso.

Dei play no DVD, e a TV começou a chiar. O mesmo cara do começo para de caminhar, como se havia se esquecido de algo, e se virou para a visão do telespectador. Ficou assim por minutos, até de repente, ele vinha devagar... Perto para a tela... Como se uma quebra de quarta parede ia ocorrer. E quando ele para de olhar, ele dá um sorriso perturbante, e a TV congela.

A TV deu um curto no sistema... Saia fumaça dela...

O que eu tinha visto foi algo fora do comum... Parecia mentira, mas a TV levou junto o CD, ou seja, sem vídeo para rever...

Minha mãe chegou e ficou furiosa com o que havia feito. Eu expliquei tudo, e ela não acreditou. Fiquei de castigo no meu quarto.

Minha mãe estava socorrendo o problema, até que vejo um papel passar por debaixo da porta. Eu o pego. Tinha uma mensagem que parecia ser recente, e dizia: “Eu me identifico com você... Surpresa!”. Eu murmurei, enquanto uma garra preta segurava meu ombro.

- BooBoo...

Autor: dpx_Miguel

11 comentários :

  1. A palavra eu é repetida tantas vezes que torna a leitura cansativa

    ResponderExcluir
  2. Tenho um canal de terror no youtube : All CR3PPY

    ResponderExcluir
  3. O garoto tinha 11 anos e nem parecia

    ResponderExcluir
  4. Boa creepy. Puta descaso com o blog, falta total de compromisso. Se um só não da conta, pois ponham mais ADM's. Garanto que muitos estariam disponíveis para reviver este blog com BOAS creepys e com mais freqüência. T+

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, pode não ser o mesmo de antes mas seria bom

      Excluir
  5. Desistiram do blog? Postar uma creepy tão ruim assim só pode significar isso.

    ResponderExcluir