19/05/2017

Creepypasta dos Fãs: Sorriso da Rainha

[Quer ver sua creepypasta aqui? Envie-a para o e-mail creepypastabrasil@hotmail.com, com título da creepy e seu nome!]

Voltava da casa de alguns amigos no meio da noite, já bêbado após uma social (minha primeira). Na época, devia ter o que? Uns 15 anos? Estava cambaleando dos poucos segundos que me lembro. Me sentia corajoso, e então um amigo meu, também de 15 anos, estava com o carro do pai dele, já indo pra casa, e percebeu que eu estava bêbado.

- Cara, você quer uma carona? - Perguntou ele, um pouco bêbado.

Lembro-me de ter dito algo sem sentido e dito um sim. Então foi aí: dois bêbados adolescentes num carro de um adulto. Estávamos cantando Queen enquanto nos sentíamos poderosos. Estava tudo errado, não vou negar. Foi cômico, até que sentimos uma "lombada". Percebemos que tínhamos atropelado alguém e ele aumentou a velocidade.

- Filho da puta, você está louco? - Perguntei pra ele.

- Porra, só não liga, esquece - Disse ele, assustado enquanto aumentava a velocidade do carro.

Finalmente ele me entregou em casa, e entrei como se nada tivesse acontecido. Me controlando pra não mostrar que estava bêbado, cheguei em casa e vi a luz da cozinha acesa.

- Mãe? - Perguntei.

Ela saiu da cozinha e me deu um beijo na testa, ela me deu um sorriso encantador, o sorriso que só uma rainha tinha, que só a minha mãe tinha. 

O telefone começou a tocar, e ela me pediu pra ir atender pois estava ocupada. Eu fui.

- Alô, aqui é do IML, vim lhe dar uma notícia horrível. Sua mãe foi achada atropelada na rua 15 e está morta, me desculpe. Te chamamos para vir verificar o corpo na sexta-feira.


Eu fui correndo pra cozinha e não encontrei ela, e foi aí que eu percebi que meu pior erro foi ter bebido, porque infelizmente eu perdi a mulher mais encantadora do mundo, aquela que tinha o sorriso de uma rainha. 

Autor: Jtiger
Revisão: Gabriela Prado


19 comentários:

  1. Q isso meu jovem, n foi de terror, ,+ foi de reflexão

    ResponderExcluir
  2. Acho que o tempo dela ser atropelada e do iml ter resgatado o corpo, identificado, contatado a família foi um pouco breve demais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, ele tava dopado então a percepção do tempo dele tava zoada já
      Mas bom ponto

      Excluir
  3. Se eu fosse a mãe dele voltava pra dar umas chinelada

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. A qualidade n esta subindo, seu gosto que é ruim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo. o site ta visivelmente se esforçando e os ~poucos~ moderadores que tão tentando, estão se saindo muito bem!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Oh cidadão, dá pra ir despejar seus mimimi em outro lugar por favor?!?! Seu nick realmente prova que vc não tem vida, só chororô NO LIFE. Vai jogar PlayStation, vai jogar minecraft, vai trabalhar ou transar, dependendo da sua idade...

      Oh mala!!!

      Excluir
    4. Certo, não estou com vontade formar discussões atualmente

      Excluir
    5. Jeder Jair, não vamos conversar sobre nomes para o seu próprio bem 😂😂😂😂

      Excluir
  6. "vim lhe dar uma notícia horrível"
    1 que o cara não foi,ele ligou
    2 que raio de pessoa fala desse jeito com alguém que perdeu um parente?

    ResponderExcluir
  7. A ideia é boa, so foi meio corrida e o final podia ser reelaborado pra uma coisa mais dramática... Sei la
    A proposta foi mt boa

    ResponderExcluir
  8. Muito boa mas meio rápida demais. Quando ele chegou em casa o ImL ja tinha pegado o corpo, identificado, achado o numero da casa (e sabia que tava falando com o filho)? Ideia otima, só pecou no desenvolvimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a creepy tem potencial
      Dá para reapresentar ela como um conto onde o cara já tinha perdido a mãe faz uns anos, mas alcool+culpa por atropelar alguém e não prestar socorro fez ele criar o cenário onde ele viu a voi e o iml ligou comunicando que ele a matou

      Excluir
  9. Não entendi porque a mãe tava andando no meio da rua de madrugad@

    ResponderExcluir