13/11/15

Amigo Morto

Era fim de novembro. Os dias pareciam curtos e as noites, longas. Eu havia acabado de zerar Outlast. Era um jogo bem assustador, mas consegui passar das fases tranquilamente.

Depois de jogar o jogo, estranhamente comecei a gostar de jogos de terror. Liguei para meu amigo, Josh, no Skype e perguntei a ele se tinha algum outro jogo bom de terror para mim. Ele me recomendou Amnesia: The Dark Descent e um outro chamado Mortifer. Já tinha ouvido falar muito sobre esse Amnesia, então nem me dei o trabalho de comprá-lo, pois não gostei muito do tipo dele. Entretanto, aquele Mortifer parecia interessante.

Procurei por ele na Steam. Nada. Fui, então, ao meu melhor amigo, o Google. Joguei o nome lá e comecei a ficar com medo só pelas sugestões, que diziam:

Não

Não faça isso

Pare

Saia daqui


Grande erro

Era estranho pelo fato de Mortifer não se parecer nem um pouco com nenhuma das sugestões. Mas eu não apertei Enter. Fechei meu navegador, extremamente assustado.

Liguei para Josh mais uma vez através do Skype para perguntar se ele sabia que isso aconteceria, mas ele não atendeu. O que é estranho, porque ele sempre responde as mensagens. Uma semana se passou e eu não conseguia mais aguentar, estava tentado demais. Não pude evitar. Abri o Google e digitei Mortifer mais uma vez. Dessa vez, não apareceram sugestões. Comecei a pensar outras coisas. Não entendia como eu estava tão assustado com isso. Eu queria parecer um homem de verdade, então apertei Enter.

Logo que o fiz, meu navegador fechou sozinho. Apareceu um arquivo na minha área de trabalho chamado "ResistanceFailed.txt". Fiquei com medo e tentei deletá-lo, mas ele não saía de lá. Eu não queria abrí-lo. Por Deus, não. Desliguei meu computador. Sem sucesso. Desliguei pela fonte... nada. Tirei os cabos da tomada. Nem o computador nem o monitor desligavam.

Enquanto tentava desligar de novo, o arquivo se abriu sozinho.

"Haverá um arquivo em seu computador durante seis dias. Eu vou deixar você deligar seu computador. Contudo, se você não abrir o arquivo nesse tempo... Seu amigo morto te matará durante seu sono."

Merda... Josh! Não, não pode ser. Mas e se ele estiver? Meu computador desligou sozinho. Era de se esperar que sim, com todos os fios fora da tomada.

Toda noite eu tinha medo de dormir, mas eu não conseguiria me manter acordado durante 5 dias. Eu tinha que dormir. Todas as vezes que eu dormia, eu tinha o mesmo pesadelo. O rosto de Josh, com olhos vermelhos e um sorriso demoníaco em seu rosto. Me encarando. Mas o pior? Cada vez que eu dormia, aquele rosto chegava mais perto. Eu não falava com ninguém sobre isso. Eu sentia muito medo.

Era o sexto dia. Sentei na cadeira do meu quarto e fiquei olhando a tela do computador desligado. Coloquei os cabos de volta e liguei. Eu tremia. Não sabia o que ia acontecer. Depois de uns dois minutos, finalmente estava ligado. Loguei no meu usuário e havia um arquivo na área de trabalho chamado "Josh.exe". Abri. O programa pediu permissões de administrador. Cliquei "sim". O programa abriu. Nele haviam dois botões.

Morra

Morra

Não tinha as opções de fechar, maximizar e minimizar lá em cima, como outros programas costumam ter. Cliquei no primeiro botão. Ele sumiu. Cliquei no segundo botão. Este desapareceu também. Pelo que pareceram dias, o programa ficou sem nada nele, só uma tela vazia. Finalmente, ele fechou, revelando algo que me assombrará pra sempre...

Minha área de trabalho mudou para aquele rosto que havia em meus sonhos. Josh com os olhos vermelhos e aquele sorriso. Me encarando. No canto direito, lá embaixo, estava escrito "assinado: Josh", e logo abaixo havia "The Mortifer".

Assim que li as últimas duas palavras, meu PC desligou. Eu estava horrorizado. Não sabia o que fazer. Corri pro banheiro e chorei sentado no vaso sanitário. Levantei e fui até a pia para lavar meu rosto. Me olhei no espelho, que dava vista pro meu quarto.

Josh, com os olhos vermelhos e aquele sorriso puto, atrás de mim. No canto do meu quarto. Olhei pra trás e não tinha absolutamente nada. Olhei de novo no espelho, mas dessa vez... Josh estava do meu lado, respirando no meu ombro. Gritei e saí correndo de lá, corri pra longe da minha casa e fui direto à polícia para contar o que acontecera.

Eles não acreditaram em mim. Ninguém acreditou. Ninguém nunca vai acreditar. Me colocaram nesse manicômio agora. Josh está no outro canto da sala me olhando. Essa é minha última carta.

Não pesquise por Mortifer no Google se algum amigo seu te recomendar. Por favor, se salve. Agora.








P.S.: DESCULPA POR NÃO TER POSTADO AMOGOS <3 tive alguns probleminhas aí e devo postar BEEEEEM pouco por agora, mas depois volto, pessoal


bjs


6 comentários:

  1. Ta algo como creepypasta dos fãs, bem no estilo da que o cara ouviu uma figura preta, e outra q ouviu o barulho de algo flutuando.
    Resumindo: fraca, um pouco sem sentido e infantil. Faltou coerência.
    Mas, é melhor que nada.

    ResponderExcluir
  2. Realmente ta fraca, mas a ideia foi legal. Até me lembrou uma creepy daq sobre "mortal kombat" acho que o titulo era "Mortal Kombat.exe"

    ResponderExcluir
  3. Eu pesquisei e apareceu uma banda de rock, kkkkk
    -A creepy ta meio fraca mesmo :/-

    ResponderExcluir
  4. Tava bom até tirar o pc da tomada e ele continuar ligado

    ResponderExcluir
  5. Achei fraca, mas agradeço por postarem, assim tenho algo pra ler hehe :D

    ResponderExcluir
  6. Achei fraca, mas agradeço por postarem, assim tenho algo pra ler hehe :D

    ResponderExcluir