02/12/2017

Vox e Rei Beau: O plano de Vox

N.T.: Peço desculpas pelo update curto, mas infelizmente não tive como traduzir mais do que essa pequena parte. Na próxima semana pretendo compensar traduzindo duas partes em um único post.

Desculpem-me, estou de volta. Meu rádio ficou mudo do nada. Está ligado, está na estação certa, não há nada de errado com ele. Simplesmente não está fazendo qualquer som. Superlegal. Fiquei tão assustada que decidi fazer o que vocês sugeriram e falar com o que está me atormentando, mas tudo que consegui dizer foi “por favor pare”.

Então, eu liguei a TV e acendi basicamente todas as luzes de meu apartamento. Alguma sugestão de músicas para que eu cante?

[Algum tempo depois…]

Tudo bem, eu fui para meu quarto, olhei a porra de cada canto do lugar para ter certeza que nada nem ninguém estava se escondendo ali (até meu closet e sob minha cama), e então desliguei a TV e me sentei na escuridão. Eu pensei que talvez fosse bom aquecer tudo aos poucos, então eu comecei a cantarolar "She shall have music". A princípio tudo ficou quieto como eu descrevi. É a primeira vez que isso acontece de propósito, então eu fiquei bem perturbada.

Então tudo ficou muito, muito frio. Eu estava tremendo e me escondi sob as cobertas. Fiz um monte de perguntas e esperei por uma resposta. Não recebi nenhuma, e estava começando a me sentir agitada e um pouco estúpida. Eu não posso reforçar o bastante o quanto eu não acredito nesse tipo de coisa. Eu não acredito de verdade em coisas mágicas e fantasmagóricas. Eu sei que o que eu vou dizer agora vai parecer estúpido e maluco, mas eu quero dar cada detalhe possível só para o caso de poder ajudar.

Eu senti algo. Era aquela sensação de quando você sabe, na escuridão, que alguém está perto de você, tipo uma sensação espacial, mas era mais que isso. Parecia distinto e familiar. Não quero dizer que senti algo acolhedor... Só quero dizer que tive uma sensação estranha ou mudança na atmosfera de meu quato que não posso explicar.

Enquanto eu tentava entender tudo isso, eu ouvi algo. Era baixo e foi rápido, mas está marcado em meu cérebro. Era como o som de cinco pessoas suspirando de uma vez, mas não era alto e foi em perfeito uníssono.

Não tenho vergonha de admitir que dei o fora do meu quarto pela segunda vez seguida. Isso é demais pra mim. Pode ser fácil para vocês me chamarem de covarde do seu ponto de vista, mas vocês não são a garota sozinha em um apartamento escuro lidando com toda essa merda.

Aqui está meu plano: amanhã de manhã, a primeira coisa que vou fazer será marcar uma consulta com o terapeuta da universidade. Sim, foi tão real assim para mim. Eu nunca ouvi um som como esses em minha vida, mas eu sei que OUVI. Eu também vou ligar para minha mãe e pedir para que ela me conte todas as histórias que ela se lembre sobre Beau. Então eu vou me reagrupar, eu acho. Sinto muito que não haja uma conclusão interessante para isso essa noite, mas eu prometo que se vocês estiverem interessados, amanhã de noite eu farei um tópico com mais histórias e o que quer que eu encontre.

Acreditem, há um motivo para eu procurar um terapeuta. Eu não tenho histórico de transtornos mentais na minha família exceto por um tio avô alcoólatra, mas eu não estou duvidando da possibilidade que eu esteja ficando histérica ou louca. Ainda assim, não posso tirar aquele som de minha cabeça. Era tão estranho, mas eu sei que não veio de dentro de meu cérebro. Talvez seja assim que pessoas loucas se sintam.

Enfim, eu vou dormir no meu sofá. Como eu disse, amanhã eu trarei atualizações.


8 comentários:

  1. Olá a todos, se estão interessados num blog fora do normal, dêem uma olhada no meu. Do que estão à espera? Ele não morde. Ainda. O link está aqui embaixo:

    https://tugagamez.blogspot.pt/

    Boa sorte

    ResponderExcluir
  2. eu achei essa historia meio chatinha tb sabe, criada meio que por "adolescente"..

    ResponderExcluir