11/07/2013

Mordida de cachorro


Eu já estava há muito tempo na sala de espera. Não acredito o quanto estou demorando a ser atendida. Claro, ele é o melhor doutor da cidade, mais ainda não acredito. A mordida estava acabando com minha aparência, e preciso que ele conserte isso. Bom, acho que foi minha culpa. Brincar por ai com um cachorro e depois tomar o seu mordedor e sacudir em frente ao meu rosto foi mesmo uma ideia idiota. O que posso fazer para passar o tempo? Ler uma revista? Não, essas são todas de 2003, eles não pegam coisas novas? Estou entediada. Acho que vou mandar algumas mensagens para uns amigos.. espera, meu celular ficou em casa. Deixa pra lá, só preciso ter paciência.

“Com licença senhora, o doutor vai lhe ver agora.” A mulher da recepção falou.

“Ah cara, finalmente vou ver o doutor!” gritei para mim mesma com excitação.

O corredor para a sala do doutor era mesmo assustador, as luzes em algumas áreas estavam fracas. Não sei se estou vendo coisas, mas tinha algumas gotas de sangue no chão. Tanto faz, só preciso empurrar isso para o fundo da minha mente e ver o que pode ser feito pelo meu lindo rosto! Entrei na sala do doutor e sentei na cadeira.

“Boa noite senhorita, como vai e por que veio aqui?” o doutor perguntou.

“Bom, como você pode ver um cachorro me mordeu e tirou um pedaço do meu rosto.” Falei para o doutor.

“Mordida de cachorro, é? Bom, verei o que posso fazer sobre isso.” O doutor respondeu.

Não sei o que aconteceu em seguida, mas lembro de ser anestesiada. Acordei, me olhei no espelho. Meu Deus! Meu rosto, esta.. esta lindo! E parece melhor do que era antes do acidente! Eu estava na sala de espera, prestes a pagar pela minha cirurgia quando uma coisa estranha aconteceu. O doutor me disse que não precisava pagar por nada. Eu lhe dei um abraço e o agradeci por uma ação tão legal e sai da clínica. Entrei no meu carro e comecei a dirigir para casa, quando percebi uma coisa. Meu rosto estava.. estava deformado, parecia estar costurado com.. o que parecia com um pedaço de carne de cachorro.

Que droga estava acontecendo? Deve ser o efeito da anestesia indo embora. Mas não era, logo pedaços do meu rosto começaram a cair, a parte reimplantada, e também parte do lado direito do meu rosto!

“MAS QUE DROGA ESTA ACONTECENDO?!” Gritei com lágrimas escorrendo pelos meus olhos.

De repente um pedaço da minha mandíbula caiu. Eu não poderia mais falar; minha língua estava apenas caída, balançando. Meu rosto estava caindo. E finalmente cheguei a uma conclusão; o cachorro que matei lutando para tira-lo de cima de mim pertencia ao doutor. Não sei que tipo de louco se vingaria assim...


No dia 20 de Setembro de 2010 um carro foi encontrado tombado fora da estrada, foi encontrado um corpo, mas uma coisa muito estranha aconteceu; quando retiraram o corpo do carro ele estava sem o rosto.





36 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Hum, muito sem sentido. Até daora o rosto cair, mas como ele deduziu que o cachorro era do doutor... só porcausa da deformação? argumento bem ruim, e a creepy deixou a desejar. Mesmo assim devo elogiar mais uma bela tradução, amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você vai ao médico e sai mais f*dido que entrou, então alguma coisa errada aconteceu né?

      Excluir
    2. Hugo pensei no mesmo quando li a creepy kkkknnnnn

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. É, levar mordida é fácil, meu rato amarelo esfolado e com orgãos expostos já me mordeu também, mas e a louça? A louça ninguém quer lavar. Acho que vou procurar Hanako-chan.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara você já encheu o saco dizendo "vou procurar Hanako-Chan". Então vai, não precisa ficar falando. E sobre aquele teu site, acho que é pura babaquisse pra assustar o povo, procura o que fazer ao invés de ficar falando dessa mina aí.

      Excluir
    2. Que tal ir lavar roupa? Eu vou é compor uma música, uma combinação de Justin e Kiss! Deve ficar maravilhoso para a Hanako-chan.

      Excluir
    3. chega criatura, a Hanako-chan vai ficar de saco cheio com vc falando dela sem parar...

      Excluir
    4. Deixa o menino ir falar com a hanako-sama ué

      Excluir
    5. Kra, que coisa é essa de hanako-chan? Eu sou novo no site u.u


      Excluir
    6. Kra, que coisa é essa de hanako-chan? Eu sou novo no site u.u


      Excluir
  5. Deixou um pouco a desejar mas tirando isso ficou otima,parabéns pela tradução

    ResponderExcluir
  6. tradução impecável!
    mas por que diabos o doutos quis se vingar? só por ela ter brincado com o cachorro dele? não entendi.. D:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve ter pulado a parte que diz "o cachorro que matei lutando para tira-lo de cima de mim(...)"

      Excluir
    2. Ahhh sim, achei ali... foi na parte que já tinha perdido o interesse de ler... obrigada.

      Excluir
  7. O titulo me animou mas logo me decepcionei , me lembrei de um dia antes da festa de ano novo quando minha andy arrancou metade do meu labio superior

    ResponderExcluir
  8. Ai meu deus, um cirurgião louco fez com que meu rosto caísse aos pedaços, é melhor eu me desesperar ou pensar que tipo de louco se vingaria dessa maneira? Segunda opção, the best!

    ResponderExcluir
  9. O doutor sabe que foi ela quem matou o cachorro, ela soube que o cachorro era do doutor... well...

    E essa é uma das muitas creepypastas que não deveriam estar escritas em primeira pessoa.

    ResponderExcluir
  10. Aquele "concerte" na terceira linha me incomodou um pouco. O correto seria "conserte" né...

    ResponderExcluir
  11. O título me deixou animada porque eu tenho cinofobia '-'
    Ô bixinha esperta roba o mordedor e coloca na cara toma aqui seu premio de iMteligencia '-' mais a creepy ficou estranha como ela matou o cachorro com as mãos vazias? como o médico sabia que foi ela? videncia? como ela sabia que o cachorro era dele ? ele podia ser aqueles médicos com diploma comprado que costumam ser do SUS '-'

    ResponderExcluir
  12. A crepy fiko meio sem sentido ,mais msm assim gostei ;-) ... "da hora"

    ResponderExcluir
  13. eu imaginava que ia acontecer algo por causa da mordida do cachorro, não por causa do doutor ... não gostei

    ResponderExcluir
  14. Aí ela achou a escotilha junto com o John Locke, e eles conseguem, assim, escapar do urso polar. Agora é só digitar os números na hora certa pra ilha não explodir.

    ResponderExcluir
  15. Mto forçada a parte em q ela chegou a conclusão

    ResponderExcluir
  16. Puta Que Pariu Mano Que Foda Muito Massa

    ResponderExcluir
  17. Só não entendo porque uma hora o rosto dela está mais bonito do que antes, e outra hora acontece isso derrepente

    ResponderExcluir