12/06/2018

Outro Dia, Talvez

Ei

O que tá acontecendo comigo?

Eu to bem?

Não sei mais. Será que...?

Nah, ainda não. Eu acho.

Outro dia, talvez, mas hoje não. Pelo menos eu espero.

Não quero ir pra escola amanhã, não quero ficar perto das pessoas. Sinto que elas precisam sumir.

Vamos incendiar esse lugar, vamos mandar todos para o inferno!

Ou será que não?

Vamos lá, eu preciso disso! Pense em todos aqueles gritos desesperados das pessoas ardendo no fogo!

Está uma noite tão tranquila hoje... Essa tranquilidade me incomoda um pouco, preciso de um pouco de ação. Talvez amanhã.

É, amanhã será um dia propício para queimar umas pessoas.

Ei, o que é isso? Eu to enlouquecendo?

Nah, ainda não. Outro dia, talvez.

Eu vou pro inferno, não vou? Mas cada uma dessas almas patéticas vai junto comigo, eu vou mandar todas elas pra lá. Não me importo com as consequências. Afinal, são as consequências que dão emoção para a vida, não é mesmo?

Sinto que vou gostar de fazer isso, vai se tornar um vício.

Ah, vai ser tão bom! Já estou até vendo!

É isso, logo vou preparar tudo para amanhã!

Sim, eu to enlouquecendo... Não!

Ainda não. Outro dia, talvez.

Amanhã será um outro dia.

Autora: Julie Valoura


15 comentários:

  1. Podia estar um pouco mais bem escrita. A história tem alguma criatividade, mas é apresentada de forma chocha.

    ResponderExcluir
  2. Ele quer incendiar algum lugar que tem pessoas que fizeram mal a ele,provavelmente a escola

    Pelo menos foi isso que eu entendi 🤔

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma conversa entre duas partes da consciência dele, uma parte um incendiário psicopata e a outra um cara normal que tá sumindo pra dar lugar ao psicopata

      Excluir
  3. Ficou parecendo quando vc traduzir a letra de alguma múnica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É assustador ter várias partes em um único ser, pensamentos, gostos e etc. Me pergunto se existem exceções.

      Excluir
  4. Um típico conflito de uma mente conturbada mas a autora poderia ter se esforçado só um pouquinho mais pra explorar esse assunto 7/10

    ResponderExcluir
  5. Um típico conflito de uma mente conturbada mas a autora poderia ter se esforçado só um pouquinho mais pra explorar esse assunto 7/10

    ResponderExcluir
  6. Nao vou dizer que a autora poderia ter feito isso ou aquilo, porque se foi essa obra que apareceu na mente dela é foi assim que ela transmitiu, acho que está muito bom. O que ela pode fazer, se quiser, é inventar novos meios de dscrever, mas esse conto foi criativo. Gostei!

    ResponderExcluir
  7. Nossa. Parece eu conversando comigo.

    ResponderExcluir
  8. Me lembrou o filme, Fragmentado onde o protagonista tem 23 personalidades em sua mente e trabalha para criar mais uma que ele mesmo denomina de a Besta. Que é aprova de balas muito louco o filme, se puderem ver recomendo. Muito Bom e criativo a creepy gostei.

    ResponderExcluir
  9. Man, parece meu o pai e o meu tio me zoando :/

    ResponderExcluir