28/10/13

Velhas noticias

“É o apocalipse, Peter!” Jacob gritou enquanto uma explosão iluminava o céu. A cidade logo foi tomada pela violência, gritos e explosões.

Começando a reviver as suas velhas memórias da Segunda Guerra Mundial, Jacob começou a entrar ainda mais em pânico quando pessoas começaram a sair cambaleando dos locais das explosões.

Peter, o seu fiel cão de guarda latia ferozmente enquanto as pessoas passavam pela frente da casa. As pessoas já pareciam mortas, e tudo ficou claro para Jacob depois que outra explosão iluminou a área para que seus velhos olhos pudessem enxergar o suficiente.

Jacob entrou rapidamente em casa e agarrou a coleira de Peter. O velho cão entrou tombando com Jacob enquanto ele fechava a porta e travava os vários trincos.

Depois de trancar completamente a casa e selar as janelas, ele tentou se acalmar o suficiente para dar uma espiada lá fora. Lá fora, o céu estava iluminado por explosões que sacudiam a casa.

De repente, um rosto surgiu na janela bem na sua frente. Levando um grande susto, ele caiu para trás em cima da mesinha de café.

“Eu sei que você está ai dentro velho,” a pessoa lá fora gemeu. Com a luz dentro da casa ele pôde ver as marcas de queimadura e várias outras feridas no rosto da pessoa na janela.

Gritando histericamente ele apagou as luzes e correu para o quarto no andar de cima. Peter estava logo atrás dele.

O homem lá fora batia em sua porta. “Saia dai e junte-se a nós!” ele gemia com uma voz de morto. Depois de alguns minutos angustiantes, as batidas cessaram e Jacob imaginou que o homem traria uma horda de outras criaturas mortas para tentar pega-lo.

Ele abriu uma gaveta do armário, afastou algumas meias e tirou uma pistola.

“Eles disseram que o apocalipse zumbi estava chegando Peter. Eu li isso na internet. Agora sei que era verdade. Me desculpa garoto,” ele disse, mirando a pistola para o seu velho companheiro, curvado em uma pilha de jornais no canto do quarto.

O cachorro morreu com apenas com um tiro e um suspiro silencioso. Em seguida Jacob virou a pistola para si mesmo.

“Planejei tudo cuidadosamente para esse dia, mas agora sabem que estou aqui. Droga, já estou indo te encontrar, Sally,” ele falou enquanto puxava o gatilho.

Porém, esse não foi o seu último pensamento.

A última coisa que passou por sua mente em seus últimos momentos de vida enquanto ainda respirava foi um importante anúncio nas páginas de um jornal que estava embaixo do corpo de Peter.

“Simulação Apocalipse Zumbi, para a noite do Halloween.”

25 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Em terra de hue hue, a Dilma fode com tudo e todos.

      Excluir
  4. Simulação de apocalipse zumbi? Isso tá mais pra treinamento da Liga da Justiça... O simulador deles que é realista as fuck... Agora te fode governo.

    ResponderExcluir
  5. O pensamento final dele depois que leu o anuncio: Merda

    ResponderExcluir
  6. Agora q ja matou o cachorro senta a bala nos cara

    ResponderExcluir
  7. Ja morreu na simulação,imagine se acontece de verdade-q

    ResponderExcluir
  8. "...Ele gemia com uma voz de morto." Mas morto não fala, kkkkkk.

    ResponderExcluir
  9. q raiva vey, eu aqui com a maior dó do cachorro e tu vem me disser q é uma simulação??????

    ResponderExcluir
  10. q raiva vey, eu aqui com a maior dó do cachorro e tu vem me disser q é uma simulação??????

    ResponderExcluir
  11. Era tudo uma brincadeira de halloween e o cara achou que era verdade e se matou(isso que da fazer piada com coisa seria)

    ResponderExcluir
  12. Eu acho que era tudo fingido(tipo Os zumbis eram só pessoas usando roupas queimadas)pro dia de halloween e ele matou o cachorro e se matou porque pensou que era de verdade:)

    ResponderExcluir