22/10/2017

Você gosta de chiclete?

Sou funcionário de uma empresa que fabrica chicletes conhecidos como "Poc-Pac" isto, por causa do curioso barulho que fazem quando mastigados. Trabalho no departamento de marketing da empresa e sou o responsavél pela edição dos anuncios de nossa empresa.

Certo dia, estava terminando o ultimo anuncio antes de voltar para casa quando meu chefe, Jeff veio até minha mesa e disse: - Dan, você poderia ficar um pouco mais, pois as coisas estão ruins por aqui e como as vendas vem decaindo, adotamos uma nova fórmula para o chiclete, e estamos trabalhando no anuncio. Por isso, vim pedir para que você termine este anuncio e passe na sala de reuniões onde irei apresentar o anuncio ao departamento de marketing.

- Tudo bem chefe. Respondi.

Terminada a edição, me dirigi a sala de reuniõ para poder ver o novo anuncio. No caminho encontrei Mark o cara que tirava as fotos para cada um dos anuncios. - Hey Dan! Preciso te contar algo. O novo anuncio, parece que vai ser todo "rebuscado" por que o chefe nem pediu meus serviços. Ele contratou um cara de fora, que é tipo freelancer. Nem sei pra que ele vai gastar grana com um cara assim sendo que ele tem o champion aqui!

Mark era do tipo brincalhão que dica sério na hora certa. Sempre fazendo suas piadas, ele era quem animava a monotonia do departamento de marketing.

Chegamos na sala de reuniões, onde a maior parte do pessoal já estava reunido, esperando o chefe. Logo Jeff apareceu com seu famoso "Pendrive imortal" porque de acordo com ele mesmo, era o pendrive que ele usava desde de sempre para salvar suas coisas.

Jeff colocou o pendrive no Netbook da empresa e começou: - Bem, como sabem as vendas tem decaido até então. Mas com um pouco de criatividade, eu pensei em um novo anuncio para nossa empresa alçar voôs. Agora que estamos reformulando nossa fórmula, temos que reformular nossos anuncios também! então, com este pequeno discurso lhes apresento o novo anuncio da empresa!

O telão mostrou uma imagem grotesca, que mostrava um porco como arames nos cantos da boca como que forçando um sorriso. Mark se levantou e pediu licença para se retirar, com uma expressão que misturava horror e nojo.

Jeff percebendo o choque disse: - Ora vamos! está boa a imagem! Só alguns retoques de nosso amigo Dan e o anuncio ficará perfeito!

- Chefe, eu me recuso a editar isto. É extremamente horrivel e passa uma sensação de "venham! Comprem nossos chicletes! São feitos de porcos! Ha Ha Ha!" Eu, não posso editar isto. Dizendo isto, me levantei para sair da sala, quando Jeff, com seu tom habitual disse tranquilamente: - Dan! Nós não usamos porcos para fazer chicletes! Ficariam parecendo borracha de pneu! A nova fórmula, além de trazer novos sabores, também adiciona um novo ingrediente. Por isso, amanhã te mostrarei o novo ingrediente e como preparamos ele para adiciona-lo ao chiclete. Esteja aqui. Irei te mandar a imagem pelo Email. Agora, Todos Dispensados!

Eu estava com ódio fervendo dentro de mim. Jeff so podia ser louco ou pelo menos estava ficando louco. Não havia sentido naquilo. Naquela imagem. Não havia sentido em nada!

No outro dia, cheguei na empresa e a primeira coisa que fiz foi abrir meu computador e checar meus emails para ver se Jeff realmente havia mandado a imagem ou se era piada com a nossa cara e o anuncio novo seria melhor. Quando abri o email senti a furia crescendo dentro de mim, lá estava a maldita imagem do porco. E junto do anexo um emoticon feliz. Aquele homem, ele era louco! Por que diabos ele insistia em publicar um anuncio com uma imagem tão horrivel?

Fechei o email e fui atrás de algum jogo para download, estava determinado a não fazer aquela porcaria, como havia dito na reunião.

O dia foi passando enquanto eu jogava aquela porcaria entediante. Jeff chegou em minha mesa quando eram umas 6:15, perto do meu horário de saida.

Com um sorriso no canto de sua boca disse: -Então Dan vou te mostrar o novo ingrediente e como é o preparo dele. Só espero que você não se impressione... Saimos andando até encontrarmos uma porta onde se lia: "Entrada de visitantes." Jeff, abriu a porta e entrou, com um sinal de venha para mim. Eu, fui seguindo.

Passamos por vários locais onde se via o preparo do chiclete e tudo mais. Até chegarmos em uma porta onde se lia: "Sala de remoção". Jeff me disse em tom calmo: - Aqui é onde obtemos o novo ingrediente para preparo. Depois deste processo, ele passa para a sala de preparo e por fim é adicionado aos chicletes.

Entramos na sala e pude ter a visão mais grotesca de minha vida. Um cirurgião ao som de musica classica, removia as cartilagens de um porco e ia colocando em uma bandeja. Senti a

bile subindo pela minha garganta e não pude conter, me ajoelhei no chão da sala e devolvi todo almoço daquela tarde.

Jeff observava sem nenhuma reação, como se fosse normal para ele ver uma cena daquelas. Eu sabia o motivo pelo qual eu havia vomitado, além da cena, eu havia mascado 2 ou 3 chicletes de menta que havia comprado na cantina da empresa.

Jeff disse: - Dan... Qual é o problema? A cartilagem, deixa o chiclete extremamente mais elástico. E com a adição de alguns copos a mais de açucar e corantes, ele fica perfeito para aumento das vendas! Acredite em mim, foi a melhor que já tive em toda minha vida para crescer esta empresa!

- V-Você só liga para si mesmo, esta empresa estúpida e dinheiro NÃO É?

- Ora Dan... Não seja assim... Afinal, sempre tiramos a cartilagem de porcos. Então pensei em te trazer como o cobaia n° 1 para ver se cartilagem humana é boa e tão elástica quanto a do porco!

A ultima coisa que me lembro, é de uma pancada na nuca, e das risadas de Jeff ecoando em minha mente.

Continua...

Bom, pessoal. Esta, é a primeira parte de uma creepy que venho planejando! Com a aprovação de vocês, posso continuar esta creepy! Então, boa leitura!

Autor: Franklin Domingos


46 comentários:

  1. Respostas
    1. Jeff..VOCÊ VIROU UM DONO DE EMPRESA DE CHICLETE E QUER USAR CARTILAGEM HUMANA ???......nossa parece bom

      Excluir
    2. Huehuehuehuehue!Imaginei aquele ser pálido como personagem

      Excluir
  2. Com todo o respeito, essa é a creepypasta mais mal escrita que eu já li aqui, erros ortográficos, repetição de palavras, não tem virgula onde deveria ter... nem consegui terminar de ler. Acompanho e valorizo muito o trabalho de vocês, espero que vejam essa crítica de uma forma construtiva, não tenho intenção de ofender ninguém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nem te conto como me incomodou ler a mesma palavra quinze vezes no mesmo trecho, só pela misericórdia mesmo

      Excluir
    2. Bem observado, Júlia. Recentemente tenho notado vários erros ortográficos... Parece que estão traduzindo no corretor e deixando de re-ler e corrigir... Acreditem, esses detalhes fazem toda diferença, afinal, estou aqui p Ler e ter uma boa leitura.. apenas passem o olho antes de postar e corrijao uma palavra ou outra pois as creeps estão cada vez melhor mas o erro faz com que eu perca todo o tesão em ler até o final

      Excluir
    3. Oi, Fregni.

      O correto seria "reler" e "corrijam".

      Fica a dica!

      Excluir
  3. Achei o final meio previsível... Quando mostrou a imagem do porco, imaginei que era porque usariam porco na receita do chiclete, mas fiquei meio na dúvida disso quando chefe disse que não usavam porco, e que iria mostrar qual era o novo ingrediente... Se ele disse que não usavam porco nos chicletes, por que depois ele foi lá e mostrou que, de fato, usavam porco? Sei la, achei que essa parte ficou contraditória e não fez muito sentido...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chicletes e gelatina utilizam cartilagem de porco nos ingredientes.

      Excluir
    2. Tá, mas... Por que ele diria que não usa porco se usam? :V Foi essa minha única duvida. E se esse é um ingrediente comum, por que o texto trata como se fosse algo horrível e fora do comum (a ponto de o personagem principal vomitar por ter mascado chiclete)?

      Excluir
  4. Respostas
    1. Aposto que não é repetida, é só o plot que é batido e previsível, o que gera essa impressão.

      Excluir
  5. É incrivel como creepypasta brasileira você reconhece logo de cara. Poxa, não foi nem revisada! Tá a bagunçada demaks. A história é chata e previsível, mas esse nem é o maior dos problemas, a forma de contar simplesmente não dá prazer - ou angústia, ou medo, ou desespero - algum. É surreal, a pontuação dá uma entonação toda errada, o autor nem tenta te envolver.
    Eu realmente espero não parecer aqueles comentaristas chatos do cacete que colocam defeito em tudo, muito menos quero insultar pessoalmente o autor, mas esse tipo de creepy realmente não é legal. Não acho que as creepypastas nacionais tenham tanto potencial, continuar traduzindo é a melhor opção.

    ResponderExcluir
  6. Muito sem graça, clichê e cansativa. 2/10

    ResponderExcluir
  7. A ideia é boa, mas está mal escrita DEMAIS
    Esperando uma continuação para ver como fica

    ResponderExcluir
  8. Anúncio anúncio anúncio anúncio anúncio anúncio anúncio anúncio

    ResponderExcluir
  9. Achei fraca, previsível e mal escrita, além de repetir MUITAS vezes as palavras anúncio e empresa

    ResponderExcluir
  10. A ideia é bem interessante, só tem que melhorar a ortografia e escolher palavras melhores, pq em muitas partes do texto perde o sentido, fora a repetição de palavras que é super desnecessário, procurar sinônimos pra elas pra não ficar lendo a mesma coisa o tempo todo. Mas a idéia é muito boa sim.

    ResponderExcluir
  11. HUEHUEHU

    Eu to impressionada que ninguém falou dos diálogos e dessas situações forçadas pra caralho pode esquecer a ortografia, nem sou boa nisso mesmo, mas a situação TODA não convence. E A RISADA NO FINAL HEUEHEUEHU PARECEU VILÃO DA NOVELA DAS NOVE. Desculpa sei que deve tá no inicio, mas te falar agora vai te forçar a ser melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O MALUCO NÃO TEM A MENOR NOÇÃO DE COMO A VIDA REAL FUNCIONA AEHUAEHAEU
      "Meu chefe me passou um trabalho que eu não quero fazer, vou baixar jogo aqui, o emprego que se dane"

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. HEUEHUEHUEHU
      CONCORDANDO E RINDO!
      ME SENTI VENDO UM FILME AMERICANO DAQUELES BEM TRASH E EU SEI QUE ELE AINDA VIU DUBLADO HEUEHUE
      VOU NEM FALAR MAIS NADA VAI QUE ELE ME BOTA NA CONTINUAÇÃO HEUEU
      bjs

      Excluir
  12. Eu tô rindo tanto dessa creepy kkk
    O cara não tem a menor noção de como é a natureza humana
    Espero que as continuações sejam ainda piores

    ResponderExcluir
  13. Ns n gostei da história. Muito previsível ( pra mim pelo menos sim) e tbm pfv dêem uma revisada nesse texto,ta mal escrito,tem muita palavra repitida e tem vírgula aonde n deveria ter,e esses erros tiram toda a sua imersão na história q por si só já n foi tão legal pra mim.Revssm isso,tá meio bagunçado.

    ResponderExcluir
  14. Bom,mas é claro q isso q eu comentei são só primeiras impressões. Eu n sei, talvez a série piore ou melhore daqui pra frente. Vamos ver...

    ResponderExcluir
  15. Ns n gostei da história. Muito previsível ( pra mim pelo menos sim) e tbm pfv dêem uma revisada nesse texto,ta mal escrito,tem muita palavra repitida e tem vírgula aonde n deveria ter,e esses erros tiram toda a sua imersão na história q por si só já n foi tão legal pra mim.Revssm isso,tá meio bagunçado.

    ResponderExcluir
  16. Primeira vez que fiquei incomodada com os erros ortográficos... pqp!!

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. PELO AMOR DE STEPHEN KING
    NÃO CONTINUE ESSA DESGRAÇA
    PREVISÍVEL DEMAIS
    CONSIDERE TERMINADA ENQUANTO NÃO ESTÁ ABUSANDO
    SINTO MUITO
    MAS NÃO DÁ NÃO
    E OLHE QUE EU SOU BEM DE BOAS

    ResponderExcluir
  19. Pra mim, os erros ortográficos nem influenciam em tanta coisa se a história realmente valer a pena, oque não é ocaso dessa. Sinto muito, mas, que falta de criatividade velho, que insulto à inteligência dos seus próprios personagens, é como se eles fossem máquinas destinadas a mostrar EXPLICITAMENTE o que eles farão, isso tira completamente a graça de ler e esperar até o final pra ver o que vai acontecer.

    ResponderExcluir
  20. Ai que pessoal chato do krl, a creepy tá ótima, independente dos erros e repetições, ninguém aqui é Machado de Assis não, a ideia é muita boa 9/10 ❤️

    ResponderExcluir
  21. As vezes eu me imagino sendo uma escritora e lendo os comentários...isso é mais assustador que boa parte das creepys :v

    ResponderExcluir
  22. Crlh!!! Voltei nos comentários de novo e tô rindo muito heuheueheueheueheue isso aqui tá parecendo creepepasta!

    ResponderExcluir
  23. Acho que esse Gabriel Azevedo deveria morrer. É o cúmulo alguém publicar essa merda e ainda estar vivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é o cúmulo, mas deveria ser o túmulo rsrs
      desculpa sao as drogas, tô alucinada dps dessa creepy cagada

      Excluir
    2. Desculpada já que esta sob efeito de drogas

      Excluir
  24. Merece meio metro de Piroca no cú e 10 tapa na cara

    ResponderExcluir
  25. Muito desnecessário falar sobre o amigo dele e o freelancer. De que adiantou?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É para justificar que ja existe uma foto sem ninguém da empresa ou da equipe dele sabendo, é um tipo de construção literária.

      Excluir