Postagens Semanais

Segunda-Feira
Francis Divina

Terça-Feira
Gabriel Azevedo

Quarta-Feira
Francis Divina

Quinta-Feira
Gabriel Azevedo

Sexta-Feira
Talisson Bruce

Sábado
==========

Domingo
==========

Você gosta de chiclete?

Sou funcionário de uma empresa que fabrica chicletes conhecidos como "Poc-Pac" isto, por causa do curioso barulho que fazem quando mastigados. Trabalho no departamento de marketing da empresa e sou o responsavél pela edição dos anuncios de nossa empresa.

Certo dia, estava terminando o ultimo anuncio antes de voltar para casa quando meu chefe, Jeff veio até minha mesa e disse: - Dan, você poderia ficar um pouco mais, pois as coisas estão ruins por aqui e como as vendas vem decaindo, adotamos uma nova fórmula para o chiclete, e estamos trabalhando no anuncio. Por isso, vim pedir para que você termine este anuncio e passe na sala de reuniões onde irei apresentar o anuncio ao departamento de marketing.

- Tudo bem chefe. Respondi.

Terminada a edição, me dirigi a sala de reuniõ para poder ver o novo anuncio. No caminho encontrei Mark o cara que tirava as fotos para cada um dos anuncios. - Hey Dan! Preciso te contar algo. O novo anuncio, parece que vai ser todo "rebuscado" por que o chefe nem pediu meus serviços. Ele contratou um cara de fora, que é tipo freelancer. Nem sei pra que ele vai gastar grana com um cara assim sendo que ele tem o champion aqui!

Mark era do tipo brincalhão que dica sério na hora certa. Sempre fazendo suas piadas, ele era quem animava a monotonia do departamento de marketing.

Chegamos na sala de reuniões, onde a maior parte do pessoal já estava reunido, esperando o chefe. Logo Jeff apareceu com seu famoso "Pendrive imortal" porque de acordo com ele mesmo, era o pendrive que ele usava desde de sempre para salvar suas coisas.

Jeff colocou o pendrive no Netbook da empresa e começou: - Bem, como sabem as vendas tem decaido até então. Mas com um pouco de criatividade, eu pensei em um novo anuncio para nossa empresa alçar voôs. Agora que estamos reformulando nossa fórmula, temos que reformular nossos anuncios também! então, com este pequeno discurso lhes apresento o novo anuncio da empresa!

O telão mostrou uma imagem grotesca, que mostrava um porco como arames nos cantos da boca como que forçando um sorriso. Mark se levantou e pediu licença para se retirar, com uma expressão que misturava horror e nojo.

Jeff percebendo o choque disse: - Ora vamos! está boa a imagem! Só alguns retoques de nosso amigo Dan e o anuncio ficará perfeito!

- Chefe, eu me recuso a editar isto. É extremamente horrivel e passa uma sensação de "venham! Comprem nossos chicletes! São feitos de porcos! Ha Ha Ha!" Eu, não posso editar isto. Dizendo isto, me levantei para sair da sala, quando Jeff, com seu tom habitual disse tranquilamente: - Dan! Nós não usamos porcos para fazer chicletes! Ficariam parecendo borracha de pneu! A nova fórmula, além de trazer novos sabores, também adiciona um novo ingrediente. Por isso, amanhã te mostrarei o novo ingrediente e como preparamos ele para adiciona-lo ao chiclete. Esteja aqui. Irei te mandar a imagem pelo Email. Agora, Todos Dispensados!

Eu estava com ódio fervendo dentro de mim. Jeff so podia ser louco ou pelo menos estava ficando louco. Não havia sentido naquilo. Naquela imagem. Não havia sentido em nada!

No outro dia, cheguei na empresa e a primeira coisa que fiz foi abrir meu computador e checar meus emails para ver se Jeff realmente havia mandado a imagem ou se era piada com a nossa cara e o anuncio novo seria melhor. Quando abri o email senti a furia crescendo dentro de mim, lá estava a maldita imagem do porco. E junto do anexo um emoticon feliz. Aquele homem, ele era louco! Por que diabos ele insistia em publicar um anuncio com uma imagem tão horrivel?

Fechei o email e fui atrás de algum jogo para download, estava determinado a não fazer aquela porcaria, como havia dito na reunião.

O dia foi passando enquanto eu jogava aquela porcaria entediante. Jeff chegou em minha mesa quando eram umas 6:15, perto do meu horário de saida.

Com um sorriso no canto de sua boca disse: -Então Dan vou te mostrar o novo ingrediente e como é o preparo dele. Só espero que você não se impressione... Saimos andando até encontrarmos uma porta onde se lia: "Entrada de visitantes." Jeff, abriu a porta e entrou, com um sinal de venha para mim. Eu, fui seguindo.

Passamos por vários locais onde se via o preparo do chiclete e tudo mais. Até chegarmos em uma porta onde se lia: "Sala de remoção". Jeff me disse em tom calmo: - Aqui é onde obtemos o novo ingrediente para preparo. Depois deste processo, ele passa para a sala de preparo e por fim é adicionado aos chicletes.

Entramos na sala e pude ter a visão mais grotesca de minha vida. Um cirurgião ao som de musica classica, removia as cartilagens de um porco e ia colocando em uma bandeja. Senti a

bile subindo pela minha garganta e não pude conter, me ajoelhei no chão da sala e devolvi todo almoço daquela tarde.

Jeff observava sem nenhuma reação, como se fosse normal para ele ver uma cena daquelas. Eu sabia o motivo pelo qual eu havia vomitado, além da cena, eu havia mascado 2 ou 3 chicletes de menta que havia comprado na cantina da empresa.

Jeff disse: - Dan... Qual é o problema? A cartilagem, deixa o chiclete extremamente mais elástico. E com a adição de alguns copos a mais de açucar e corantes, ele fica perfeito para aumento das vendas! Acredite em mim, foi a melhor que já tive em toda minha vida para crescer esta empresa!

- V-Você só liga para si mesmo, esta empresa estúpida e dinheiro NÃO É?

- Ora Dan... Não seja assim... Afinal, sempre tiramos a cartilagem de porcos. Então pensei em te trazer como o cobaia n° 1 para ver se cartilagem humana é boa e tão elástica quanto a do porco!

A ultima coisa que me lembro, é de uma pancada na nuca, e das risadas de Jeff ecoando em minha mente.

Continua...

Bom, pessoal. Esta, é a primeira parte de uma creepy que venho planejando! Com a aprovação de vocês, posso continuar esta creepy! Então, boa leitura!

Autor: Franklin Domingos