29/05/2018

Criatura das Sombras

Lá estava eu, sozinho, em casa, mais um dia de trabalho tinha passado e nada de novo havia ocorrido, aquele velho sistema: acorda, trabalha, dorme. Minha vida pessoal também permanecia calma, sem muitas saídas com os amigos ou colegas de serviço, até porque, trabalho bem longe, no meio de uma rodovia à 30 Km da minha casa, mas como minha família possui uma chácara que fica à 3 Km de distancia da fábrica optei por começar a morar sozinho.

De começo não parecia uma idéia boa, teria que fazer todos os serviços como limpar a casa, organizar o quarto e preparar comida, mas com o tempo, comecei a levar a vida à minha maneira, preparava coisas simples pra comer, limpava a casa de vez em quando (até porque não recebia visitas) e o quarto deixava bagunçado mesmo.

Talvez o único medo que eu tinha era o que minha mente criava, pois sou criativo. Então qualquer barulho que acontece fora de casa já estou olhando pelos vidros. Faz um ano e meio que já estou nessa vida, mas algo mudou está noite.

Era aproximadamente umas onze horas da noite já estava deitado na cama quando os cachorros começaram a latir sem parar, fui para a janela lateral ver se via algo onde eles estavam, eles estavam na lateral da casa olhando para o portão, então me dirigi até a janela da sala, quando olhei para o portão pude ver uma figura parada, me assustei mas permaneci observando, fui buscar meu celular no quarto e vi que estava sem sinal, voltei para frente e a pessoa havia sumido, imaginei, foi embora, está tudo bem, os cachorros se calaram e fiquei na cama alerta.

Estava quase dormindo quando ouvi barulho no porão, olhei para baixo e pude ver luz atravessando pelas frestas do piso de madeira, entrei em pânico, sabia q não podia me mover para não dar sinal de movimento, permaneci quieto até ouvir a porta se fechar, avancei em direção a sala e me posicionei na escada que levava para o sótão agora, subi ela em silêncio e fiquei observando pelo buraco. Ouvi o trinco sendo forçado até que uma porrada quebrou ele, agora a casa estava aberta, permaneci atento, escondido, a pessoa andou por toda a casa, ate começar a subir a escada. no que ele chegou pude ver que não tinha o rosto a mostra, usava uma mascara preta que impedia de ver qualquer aparência humana nele, porem fiquei assustado quando não vi nada em suas mãos, faca ou arma.

No momento em que estava indo para o outro lado do cômodo, ele desapareceu na escuridão, fiquei atento e assustado, me perguntando como ele fez isso. Então escutei um estralo na madeira, virei para o lado e vi a figura parada me observando, no que tentei me mover para fugir o ser pulou em cima de mim, começamos a rolar, eu não o espancava, apenas tentava afastá-lo, mas nada funcionava ate que ele consegui me deixar contra o chão, colocou suas mão em meu pescoço e apertou, comecei a sentir a dor e desespero, tentava afastar as mãos mas sem sucesso, até que decidi, num ultimo momento de respiro tentar ao menos ver o rosto de meu assassino, coloquei a mão em sua mascara, e no mesmo momento suas mão afrouxaram eu meu pescoço, ele permaneceu estático, não dei muita bola, e quando puxei amascara, dentro do gorro, não havia nada, apenas um vazio, e todo o ser se desfez em um resto de fumaça negra.

Me senti aliviado, livre e vivo, dormi ali mesmo. Na manha seguinte acordei com a mascara em mão ainda, a levei pro porão, peguei uma caixa de madeira e a enterrei. Me pergunto agora enquanto vou trabalhar se venci a Criatura das Sombras de vez, ou se ela irá retornar algum dia.

Autor: Ricardo B.


12 comentários:

  1. A creepy é boa, mas sem contar com alguns erros...

    ResponderExcluir
  2. Péssima, previsível, clichê e sem clímax

    ResponderExcluir
  3. Meh, fraquinha, com um final previsivel...decepcionado.

    5/10

    ResponderExcluir
  4. Gostei do começo, só achei que venceu a criatura fácil demais.

    ResponderExcluir
  5. O começo foi ótimo, só que tudo foi tão rápido que nem deu aquele ar de suspense

    ResponderExcluir
  6. Estava bom, mas quando o sentimento de aflição estava começando a se fixar, a máscara foi retirada.

    ResponderExcluir
  7. eu só consigo pensar em pq ele quis morar sozinho numa rodovia a 30km do trabalho se a família mora a 3km

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele morava com a familia a 30 km do trabalho,porém a familia dele era dona de uma chácara a 3km do trabalho então ele foi morar sozinho na chácara

      Excluir
  8. É um tanto fraca e possui alguns erros, mas agradável de ler.

    ResponderExcluir
  9. Eu entendi que a intenção foi passar que a figura no gorro era algum distúrbio psicológico que ele desenvoveu graças a rotina, mas ficou bem fraquinha como creepy sim

    ResponderExcluir