06/09/13

As crianças da floresta

Somos o som dos gravetos quebrando na floresta, à meia noite. Somos as sombras infernais que aparecem nas folhas mortas, sob a luz do luar. Somos o grito que você é capaz de jurar que ouviu, a criatura misteriosa que faz animais se esconderem de medo, nas trevas.
Somos as crianças da floresta.
Com um nome desses você acharia que somos benignos, inofensivos, talvez até mesmo capazes de ajudar. Homens mortais depreciam-nos, fazendo representações nada plausíveis de nossa raça, fazendo-nos como se parecêssemos elfos que passeiam pela floresta e conversam com fadinhas. A raça humana não só está enganada quanto a nosso propósito, mas também quanto à natureza de nossa existência. Não somos anjos guardiões, somos o pior pesadelo daqueles que habitam o inferno.
Sempre fomos parte da floresta. Nós vasculhamos a Terra desde o começo dos tempos. Milhões de anos de evolução se passaram antes que árvores grandes e nutritivas o bastante pudessem satisfazer nossas necessidades. Não se engane, somos parasitas encarnados. A floresta era um lugar majestoso de noite, coberta de fadas e outras criaturas iluminadas. Sim, isso mesmo, fadas. As folhas costumavam brilhar suavemente de noite. Essas noites se foram antes mesmo que os seres humanos fossem planejados.
Nosso objetivo sempre foi dispersar as forças das trevas. Com as forças das trevas, nós nos apoderamos da floresta. Toda a beleza da noite sumiu, nós precisávamos de sua energia pra sobreviver. Depois de um tempo, nosso poder começou a diminuir. É claro, havíamos extinguido a principal fonte dele. Então, nosso próximo passo foi a exterminação de animais.
Nós tínhamos consumido a energia de alguns antes que os seres humanos notassem. A presença de humanos avançados em todos os aspectos nos levou ao nosso destino. Você sabe, estávamos tão ocupados buscando a energia da beleza que destruímos, que durante esse tempo os humanos evoluíram de macaquinhos para esses superpoderosos que poderiam facilmente nos aniquilar.
Eles notaram a natureza de nossa fonte de alimentos, ou talvez a falta de uma. Uma noite, enquanto consumíamos  um de seus animais tão preciosos, eles nos encontraram. Tinham armas de madeira e pedra, que se mostraram superiores à nossa magia negra. Levamos vários conosco, e o dano psicológico foi pior do que o físico. Quando a poeira baixou, no entanto, não éramos mais do que vinte.
Então nós nos escondemos na floresta. Nosso grupo reduziu para quinze devido a uma enorme falta de nergia. Estávamos morrendo. Nós tivemos que mudar nossa estratégia e arrumar outro meio de nos alimentar. Crianças humanas eram perfeitas. São obtusas, têm a mente fechada, e são ingênuas. O alvo perfeito. Nosso poder é infinitamente superior ao delas, então não há como escaparem.
Vivemos nas florestas até hoje. Mas não nos limitamos a elas. Qualquer volume consideravelmente grande de vegetação serve como um refúgio, ao menos um temporário. Então, da próxima vez que você ouvir um som assustador vindo das árvores, não é o vento. Não é sua imaginação.
Somos nós.

18 comentários:

  1. Otima creppy (quem nao gosta de ler vai sofre com essa creppy kk)

    ResponderExcluir
  2. 7/10 É enigmatico, prende sua atenção. Mas não é terror nem da medo.

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Terra da Branca de Neve u.u LSD kkkkkkkkkkkk Falta uns anões, goblins ai fica completo u.u

      Excluir
  4. Nem deu medo. O comercial do Dollynho (seu amiguinho, vamos cantar?) me assusta mais.

    ResponderExcluir
  5. Essa é a historia que não te d medo agora, mas depois assusta, tipo quando se assiste Atividade Paranormal, depois cai um poste na tua rua, e tu fica sem luz, com o vento assviando nas janelas, as luzes dos raios brincando com a tua mente...

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Na verdade, não é exatamente uma Creepypasta, está mais para uma lenda urbana. É uma história que ouço desde pequena, e que aparece inclusive na série de livros "As Crônicas de Gelo e Fogo", ou "A Song of Ice and Fire", apesar de serem retratados como seres bons. A Creepy ficou bem resumida, mas é basicamente isso que a lenda conta...

      Excluir
  7. Parece até uma versão maligna das crianças kokiris de "The Legend of Zelda", curti!

    ResponderExcluir
  8. Véi na boa, tinha que falar em florestas, só pq eu vou passar o próximo mês todo no interior, onde tudo tem arvores,, vish... .-.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir