23/11/13

Guitarra de 5 cordas (FINAL)

Parte 1
Parte 2
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Enquanto se dirigia ao estúdio, ele percebeu que ainda não havia sequer terminado de explorar a casa! Estava tão interessado na guitarra e nas gravações que havia negligenciado isso por completo. Ele andou pelos corredores da parte da casa que ele ainda não havia explorado. No fim de um deles, viu uma porta. "OUTRO quarto?", ele pensou. Ele abriu a porta, mas encontrou algo que ele não esperava ver: um estúdio de gravação. Esse, no entanto, estava vazio.

Era óbvio que não haviam deixado esse passar. Pequeno e apertado. Esse devia ser o estúdio de que Bob falava. Por que a casa teria dois estúdios, ele não podia compreender. Mais interessante: como os responsáveis pela mudança ignoraram o maior que estava lá embaixo? E como Bob podia simplesmente não saber dele?

O morador anterior também fazia parte da gravadora de Bob, então os dois deviam ter estado juntos naquele estúdio. Então como ele simplesmente não mencionou o outro estúdio a Bob? Além do mais, como alguém poderia usar aquele estúdio minúsculo quando havia um incrivelmente maior e melhor lá embaixo?

Subitamente, uma música começou a ecoar pelos corredores. Elijah estava preocupado agora, mas antes mesmo que pudesse pensar, ele estava indo para o outro estúdio. Quando percebeu, estava parado na porta dele. Ele a abriu devagar, na esperança de conseguir ver o que estava acontecendo ali antes que o que quer que estivesse ali percebesse sua presença.

Apesar da tentativa, o som parou exatamente na hora que ele abriu a porta. A guitarra ainda estava ali, brilhando ainda mais. Ele a pegou sem pensar duas vezes. Começou a tocar. Parecia que ele tinha cada vez mais idéias quando tocava aquela guitarra. Idéias que ele julgava impossíveis.

"Essa coisa é um íma para a inspiração", ele disse. Conforme ele tocava, no entanto, Elijah percebeu que ele não estava tendo qualquer idéia. Ele simplesmente... as estava tocando. Seus dedos se moviam pelo braço da guitarra com uma precisão milimétrica, e as músicas soavam como se sequer fossem tocadas com seus dedos!

Ele derrubou a guitarra no chão, sem acreditar, e ela caiu com um som grave. Percebendo o que havia feito, ele analisou o estrago. Para sua surpresa, não havia sequer um arranhão no instrumento. Havia algo muito errado ali, e os instintos de Elijah falaram mais alto que seu amor pelo instrumento.

Ele saiu de perto da guitarra, e ela brilhou ainda mais. Era como se tentasse arrastá-lo de volta. Elijah sentiu que a guitarra tentava puxá-lo de volta, como se estivessem conectados. Seu corpo foi tomado por um medo irracional e ele correu para a sala de controle, batendo a porta com força. Ele se lembrou das gravações, e decidiu ouvi-las para ver se poderia descobrir o que o antigo dono estivera fazendo.

Ele ouviu as gravações em ordem cronológica, e foi perdendo as esperanças de descobrir algo interessante, quando de repente pulou para trás de susto. Ruídos extremamente altos soaram pelos falantes. Gritos horrendos saíram da gravação, mas foram se distorcendo lentamente até se tornarem notas musicais. Elijah estava em pânico e imediatamente parou a gravação. Ainda mais apavorado, ele percebeu que uma música era tocada na guitarra. Ele podia ver as cordas se movendo sozinhas, como se não ligassem mais e soubessem que Elijah já sabia o que estava acontecendo.

Elijah saiu do estúdio, em choque. As notas ecoavam conforme ele subia as escadas. A música ficou mais distorcida, mais... errada. Os acordes maiores viravam menores, o som era cada vez mais sombrio e depressivo. As melodias agora eram dissonantes e difíceis de decifrar. Elijah sabia que algo estava muito errado, e decidiu descobrir sozinho.

Elijah pegou seu notebook e começou a pesquisar sobre o desaparecimento do antigo dono. Ele se chamava Bryan Reynolds, e seu desaparecimento não foi o primeiro naquela casa. Seu nome era familiar, como se ele tivesse ouvido falar dele antes. Elijah encontrou outros artigos: desaparecimentos semelhantes. A música no estúdio ficava cada vez mais alta. Quatro casos de desaparecimento, com as mesmas características.

Ainda mais estranho, todos eram músicos. "Ah, sim... Eu ouvi falar desse cara. Um músico do caralho" ele pensou. O cara era Gabriel Morales, desaparecido antes de Bryan, e uma mulher chamada Delilah Williamns antes dele. Elijah não sabia ao certo, mas havia algo estranho com aqueles nomes. O outro desaparecido era Adrian Johnson. A guitarra estava cada vez mais distorcida. O que era uma simples melodia era agora uma série de power chords distorcidos e desafinados, entrando em seus ouvidos com violência. Sua cabeça pulsou enquanto ele via o último nome: Evelyn Myers. Apavorado, Elijah percebeu o que havia de estranho com aqueles nomes...

Subitamente, uma corrente forte atravessou a casa, derrubando o notebook e empurrando Elijah para o chão. Ele tentou ficar de pé, mas foi empurrado com mais força. Seu corpo voou como uma ragdoll pela casa. Ele percebeu que não estava sendo empurrado, mas sim, puxado. Puxado escada abaixo.

Ele bateu o rosto em cada degrau, perdendo ainda mais consciência em cada impacto. Seu corpo chocou-se contra a porta, quebrando-a. Diversos pedaços de madeira passaram por ele. Elijah agarrou-se ao canto da porta, tentando a todo custo resistir. Seu corpo parecia se esticar. A guitarra praticamente estourava seus tímpanos agora. Subitamente, o lugar onde ele estava se segurando cedeu. Elijah voou na direção da guitarra de cinco cordas.

Bob abriu a porta com cuidado. Elijah não respondia suas ligações haviam 2 dias, e ele temia que algo estivesse errado. Conforme ele andou pela casa, ele percebeu que tudo estava com antes. Ainda haviam várias caixas fechadas e a casa estava um tanto vazia. "E! E! Você está aí?" ele gritou.

Conforme ele andou pelos corredores, ele acabou encontrando a escada. Ele quase podia ouvir a música tocando lá embaixo. Lentamente, ele desceu, os degraus rangendo a cada passo. O fim da escada estava completamente escuro e ele tateou as paredes até encontrar o interruptor.

Havia apenas uma porta ali. Bob entrou por ela e encontrou um estúdio de gravação que ele sequer sabia que existia.. Mas havia algo que chamou ainda mais sua atenção...

Uma guitarra branca, muito bonita, e com todas as seis cordas.

44 comentários:

  1. É a guitarra do Jimi Hendrix ? O.O haha

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. O meu é : Doentio
      Ou... : Cloudburstification

      Excluir
  3. Pra quem não entendeu, eu ACHO que é assim: se vcs perceberem, na parte dos nomes dos músicos algumas letras estão destacadas, cada músico é uma corda. B G D A E
    Não entendo muito de cifras mas enfim...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *Edit* Eu pesquisei no Google e deu "E B G D A e" que são o dó ré mi fá sol la si da guitarra. Pronto.

      Excluir
    2. E as guitarras e violões apresentam 2 Mi (E), a primeira e a sexta cordas, por isso dois desaparecidos com E

      Excluir
  4. cada corda da guitarra correspondia a um musico¬¬
    final tosco pra uma creepy q começou tão bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para mim, é um final satisfatório para uma creepy que não começou bem U.U

      Excluir
  5. Eu também inventei um instrumento do mau, era um berimbau, mas ele nunca encontrou alguém chamado Di-di-ding para matar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sério, não estou brincando. Você pode achar fotos dele no instagram fazendo suruba com a Miley Cyrus. Pode procurar!

      Excluir
    2. Squindin-ding, squindin-ding, squindin-squindin-squindin-ding

      Excluir
  6. O final ficou bem meio muito desagradável.

    ResponderExcluir
  7. essssa creepy começo muito bem mas ah parte final fico meio falha...
    ainda mais pelo entervalo entre essssa parte e ah anterior...
    mas é interrressante msm asssim...

    ResponderExcluir
  8. Os nomes dos artistas eram as cordas.. B G D A E = Si, Sol, Ré, Lá, MÍ, ou seja.. tava faltando a mízinha(Ellijah) Curti a creepy !

    ResponderExcluir
  9. Como a segunda pessoa que encontrou a guitarra conseguiu tocá-la com uma corda só? e_ê

    ResponderExcluir
  10. as cordas....eram as almas das pessoas q morreram....ADOREEEI
    ^...^

    ResponderExcluir
  11. Então...a 1ª pessoa tocava a Paladine Guitar como se fosse tambor (na base das batucadas) , a 2ª pessoa ficava puxando uma cordinha pro lado e pro outro , a 3ª não tinha ideia de como uma guitarra de 2 cordas tocava tão bem , a 4ª pessoa achava que era um gênio por tocar uma guitarra de 3 cordas , a 5ª pessoa nunca tinha ouvido falar em harpa , o Elijah pirou na guitarra de 5 cordas e o gordinho vai se fuder pq não tem mais lugar na guitarra rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. na verdade ela pode virar um baixo de seis cordas sei la XD

      Excluir
    2. Tem guitarras que vão até 8 cordas...

      Excluir
  12. Realmente, a creepy tava boa no início, o final ficou meio tipo " 'É isso, eu descobri a verdade' Elijah pensou, e então o vento soprou e ele caiu no porão e morreu" ._.
    A ideia ficou ótima, mas acho que dava pra explorar mais, sei lá, porque esse final deu pra entender que a guitarra era o Kirby disfarçado G_G

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que Kirby o que, esse era o Yamcha que matou o Goku ai depois ele pediu pra namorar o Kirby, ele comeu a casa do Kakaroto e o Kirby rompeu com ele, aí ambos se comeram e deu nisso.

      Excluir
    2. Agnes, gostei da sur*ba na sua historia, mas não da sua lógica.

      Excluir
    3. Deixa eu ver se entendi, o Yamcha e o Kirby se comeram, e nisso surgiu uma guitarra que suga as pessoas...
      Gostei dessa teoria, toma uma viagem com acompanhante pra Paçocalândia ~le entrega uma geladeira com um arco íris desenhado~
      Se vc entrar nela, o Bruce Lee vai te levar pra um mundo mágico onde há paçoca eterna~

      Excluir
  13. Wow, ótima história, mas mesmo assim, seria legal se botasse mais medo hehe

    ResponderExcluir
  14. Para quem não entendeu, na parte em que ele sentia seu corpo se esticar estava se transformando numa corda entendem? Era por isso que as notas eram gritos, eles estavam a gritar.

    ResponderExcluir
  15. Para quem não entendeu, na parte em que ele sentia seu corpo se esticar estava se transformando numa corda entendem? Era por isso que as notas eram gritos, eles estavam a gritar.

    ResponderExcluir
  16. Para quem não entendeu, na parte em que ele sentia seu corpo se esticar estava se transformando numa corda entendem? Era por isso que as notas eram gritos, eles estavam a gritar.

    ResponderExcluir
  17. Para quem não entendeu, na parte em que ele sentia seu corpo se esticar estava se transformando numa corda entendem? Era por isso que as notas eram gritos, eles estavam a gritar.

    ResponderExcluir
  18. brian reynolds REYNOLDS #illbleed se é que vcs me entendem

    ResponderExcluir
  19. brian reynolds REYNOLDS #illbleed se é que vcs me entendem

    ResponderExcluir
  20. Poxa, achei que cada morte era uma corda a menos(Na parte 1), bem estava errada ! :)

    ResponderExcluir
  21. As primeiras letras dos nomes dos desaparecidos correspondem as cifras das notas de cada corda:

    Brian Reynolds = B = Sí = Segunda corda da guitarra
    Gabriel Morales = G = Sol = Terceira corda da guitarra
    Delilah Williamns = D = Ré = Quarta corda da guitarra
    Adrian Johnson = A = Lá = Quinta corda da guitarra
    Evelyn Meyers = E = Mí = Sexta corda da guitarra (a mais grossa)
    e Elijah = E = Mí = Primeira corda da guitarra (a mais fina)

    ResponderExcluir
  22. Caraca,só entendi quando li os comentários. Pow,man. Que massa. *u*

    ResponderExcluir
  23. Tem que tocar guitarra ou violão pra enteder uehuaehaeuh genial, inclusive, a parte que ele se sente esticado, é porque ele ta se tornando uma corda, e por isso os gritos da gravação vão virando musica ^^
    Agora eu não sei se eu toco ou não toco a minha guitarra, porque ela ta só com 5 cordas e.e

    ResponderExcluir