14/11/13

Latidos

Ainda lembro daquela noite, eu morava em outro país, quase dois ano atrás. Eu acordei, chequei meu celular para ver as horas, eram umas 2:30 am, o que me fez acordar, eu não lembro.

Na minha cozinha tinha uma porta para o jardim dos fundos, e ela era a minha única fonte de luz naquele momento, já que eu não tinha ligado a luz (eu pretendia passar rápido pela cozinha). Então ouvi o som de algo arranhando e farejando do lado de fora da porta. Derrubei o copo d’água, e fiquei ali paralisado de medo. Os arranhões ficavam mais frequentes, e o som de algo farejando foi substituído por latidos.

Latidos quase desesperados, como se estivesse implorando para entrar, tinha aquele toque choroso que todos os donos de cães conhecem, principalmente quando o cachorro tem fome. Esses latidos logo pararam, por quase dois minutos o silencio permaneceu. Eu não podia fazer nada; ainda estava paralisado, e rodeado por cacos de vidro. Então, as batidas começaram.

Batidas desesperadas, acompanhadas por ruídos agressivos. Nem posso comparar com algum outro som que eu já tenha ouvido. Eu podia sentir a pura maldade naqueles sons. Era sanguinário. Esse não era mais o meu cachorro.

Com certeza não era o meu cachorro.

Ele tinha morrido há três dias.

45 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Moral da história, nunca enterre seu cão morto no cemitério maldito

    ResponderExcluir
  3. Ah,ele só quer "brincar" de roer osso 'u' dx ele ser feliz roendo um ossim tão inútil que nem o do crânio 'u'

    ResponderExcluir
  4. o cara ouve latidos de "puro mal" e não sai correndo não chama a policia nada tipo vou ficar aqui até essa coisa me estraçalhar inteiro kkkkkkkk clichê de creepypasta.

    ResponderExcluir
  5. Ninguém tá levando o grupo do skype a sério

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hugocavalcantesr add lá. Só to pelo celular pq eu to sem internet segundaeu acho q já to com net ok?

      Excluir
    2. Já eu, nunca fui adicionada no grupo :u
      vitoria_eu_barros
      Já é a terceira vez que mando meu skype >.<

      Excluir
  6. Muito semitério maldito (manjadores manjarão do "erro de português")

    ResponderExcluir
  7. Muito semitério maldito (manjadores manjarão do "erro de português")

    ResponderExcluir
  8. Ué mas tinha que ser necessariamente o cachorro morto dele? Existe só o cachorro dele no mundo?
    Faz savor né

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei o mesmo...exageram por tudo,principalmente quando a barata começa a voar ou tem uma aranha armadeira no seu quarto.

      Excluir
    2. Mas que isso cara, baratas voadoras são piores que o Jeff

      Excluir
    3. Senhora dos Absurdos, sempre divando nos comentários XD

      Excluir
  9. Respostas
    1. porque é isso o que acontece quando você não segue o contrato =P

      Excluir
    2. Pessoas lindas que conhecem Pet Shop Of Horrors, adoro vocês! *-*
      kkkkkkkk'

      Excluir
    3. Nossa O.O
      Pensei que só eu tinha assistido Pet Shop Horrors...

      Excluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Escrevi uma creepypasta para um concurso online, em inglês, mas tenho um primeiro rascunho da história em português - se quiserem dar uma vista de olhos e gostarem, acabo a versão portuguesa durante as férias e envio-vos aqui para o blog continuem:

    http://www.chillingtalesfordarknights.com/2013/11/12/deadtime-joao-pinto/

    Se quiserem ajudar-me com um voto agradeço, não é preciso registar nem nada, é só carregar ao fundo, escolher a história da lista, clicar em votar e está feito
    Espero que gostem!

    ResponderExcluir
  12. Acho que não é o cachorro morto dele, deve ser outro cachorro porém é um cachorro demoníaco.

    ResponderExcluir
  13. É o cãozinho do inferno do Crowley u.u

    ResponderExcluir
  14. ninguém mandou enterrar no cemitério maldito ;)

    ResponderExcluir