06/08/13

What Happened to Agent Small?

Vocês lembram da Karvina Corporation, empresa responsável pelo jogo Killswitch? Eis aqui mais um jogo supostamente produzido e lançado por essa desenvolvedora

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Em 1984, uma pequena companhia tcheca foi criada, recebendo o nome da cidade em que um número incerto (porém significante) de seus fundadores haviam nascido: Karvina. Um ano depois, eles lançaram seu primeiro jogo, distribuído por distribuidores do ocidente através de um incrivelmente complexo processo, uma vez que o comércio transfronteiriço, por viagens ou trocas, não era nada fácil naquele tempo. Durante sua existência, Karvina contrabandeou todos seus produtos para fora da cidade carvoeira que servia como sua base, passando os jogos de mão em mão, envelope em envelope, em trens e através de mensageiros com óculos escuros e alfinetes de lapela com uma imagem de um diamante vermelho, tudo em um sistema quase tão secreto quanto a espionagem do governo."What Happened to Agent Small?" foi uma espantosa narrativa de imagens complexas e surreais, e foi quase um completo fiasco. Apesar de ter uma ótima reputação com uns poucos e duvidosos entusiastas, foi ofuscado na época por conta dos outros sucessos da Karvina: Gargantua, Guest at the Table of Heaven, e, é claro, Killswitch.

O jogo possuía o clássico cenário de um jogo de espionagem: Agente Small desapareceu, e Agente Thin, um personagem misterioso de chapéu preto e calças amarelas, vai até um país estranho chamado Assumption em busca de seu colega. Sua arma é um baralho de cartas vermelhas: cada carta se transformava temporariamente em uma arma - o três de copas é uma pequena pistola vermelha, o valete de espadas, uma besta, etc. Cada uma dessas armas desaparece após um pequeno período de tempo. Apenas 52 armas estão disponíveis durante todo o jogo, e se forem usadas cedo demais, você deixa Thin sem ajuda por muito tempo até que ele chege ao fim. Ele é perseguido pelos agentes inimigos Thomas A. Wilson e Thomas F. Wilson (aparentemente não há nenhum erro de tradução, esses eram nomes americanos mesmo), amantes desesperadamente fiéis, famosos por terem cortado a garganta do presidente de Assumption com a ponta de uma folha de palmeira tirada de uma empresa de topiária.

O objetivo do jogo era obter três diamantes vermelho-escarlate antes que os Wilson conseguissem - as jóias eram necessárias para uma máquina criada por Agente Mire, o principal antagonista, a quem foi solicitada a criação de um pequeno sol preso à Terra que faria com que as necessidades de carvão do mundo crescessem, e destruindo diversas cidades no processo. Agente Small estava nessa mesma missão quando ela desapareceu. Apesar do enredo interessante, os diamantes nunca aparecem no fim das fases, mais ou menos como a princesa Peach nos jogos da série Mario Bros. Agente Thin abre cofre após cofre para encontrá-los vazios, abre porta após porta para encontrar teias de aranha e sombras. Nenhuma mensagem amigável encorajando o jogador.

Metade de todo o jogo se passa no Castelo Hereupon, um labirinto extremamente complicado no qual Agente Thin se vê constantemente perdido, agredido e torturado. Em diversos pontos ele é morto - não há meio de impedir isso - e ressucita no porão do castelo, no começo por um servo triste e desamparado, e depois por suas encarnações anteriores. Até que ele alcance Agente Mire, nenhum jogador (nem mesmo os melhores) conseguiu ressucitar menos que três vezes.

A batalha final consiste de um tiro de sniper (o rei de paus se torna um rifle) no Agente Mire enquanto ele está sentado em uma ampla mesa redigindo sua auto biografia, algo um tanto anti-climático considerando todo o jogo, e o resgate da Agente Small, que estava presa em um armário de remédios com seu rosto prensado no vidro. Quando você finalmente a liberta, ela lentamente abre sua boca e mostra os três diamantes vermelhos embutidos em sua mandíbula no lugar de três dos seus dentes.

O jogo tem um grande conteúdo sexual considerada sua era, os Wilson sendo, certamente, o primeiro casal publicamente assumido homossexual na história dos videogames, e a longa história de Thin e Small é contada através de diversas cutscenes enquanto eles deixam o castelo. Aparentemente casados e divorciados duas vezes, o casal condenado anda através dos sedimentos do castelo, que são repletos de carvão e máquinas, voltando para seu mundo e seus empregadores apenas um pouco melhor do que quando começaram.

Muita especulação foi feita a partir do fato de que é uma reencarnação, e não o verdadeiro Thin, que deixa o castelo com sua parceira Nenhum comentário pode ser feito, já que Karvina, no começo, pode ou não ter previsto o futuro esplendor do jogo, pode ou não ter apresentado uma desagradável e infinita procissão de sprites e sprites, pode ou não ter colocado algum significado em tudo isso, e especular sobre tudo isso apenas mostra uma mente insana.

O jogo, em qualquer avaliação, foi uma terrível catástrofe para a recém-nascida corporação. É surpreendente que eles tenham conseguido se recuperar. Registros mostram que um total de setenta e duas cópias foram vendidas, e dessas, sessenta e uma são agora parte dos arquivos. O jogo estava muito abaixo dos padrões da Karvina e está abaixo do interesse de qualquer jogador legítimo. Foi recomendado por diversos jogadores de alto nível que todos deixem esse jogo apodrecer. Sua popularidade oculta é totalmente falsa, e pede para ser condenada.

8 comentários:

  1. legal! Vou pesquisar mais sobre esse jogo...

    ResponderExcluir
  2. Creepypasta? Acho que não, somente conta a história do jogo mesmo... Mesmo assim é um ótimo informativo e.e vou pesquisar mais...

    ResponderExcluir
  3. O texto é bom, mas acho que é só uma propaganda para googlearmos o jogo...

    ResponderExcluir
  4. Adoro essas creepys que envolvem jogos fictícios... (ou será que não?)

    ResponderExcluir
  5. Desculpa, mas acabou a Creepy "Na Colina"?

    ResponderExcluir