05/09/14

Creepypasta dos Fãs: The Friend - Parte 2

Bom, sempre fui muito fã do Creepypasta Brasil, sempre fui muito viciado nesse site, já li todas as creepypastas daqui, li todas as creepys daqui uma por uma, e acompanhei o site desde 2011, realmente gostei muito de todas, elas (inclusive não consegui dormir depois de alguma xD), mas, o que irei contar é sobre uma outra creepypasta, uma que eu li recentemente...

Eu estava navegando mais uma vez para ver as creepypastas novas que sairam, tinham muitas, pois já fazia algum tempo que não acessava o site, gostei muito de todas elas, porém, cheguei na creepypasta chamada ''The Friend' que foi postada aqui recentemente, eu li normalmente como todas as outras, deu um pequeno arrepio como todas as outras mais nada anormal, até um tempo depois... Como na história, a pessoa teve um pesadelo terrível a noite, bom, eu também tive, no pesadelo eu estava acordando mais um dia, era 5:00 AM e minha mãe estava tomando banho, eu me levantei da cama, me vi no espelho como sempre para saber como esta meu cabelo, porém o espelho estava sem o vidro, algo muito estranho, e estava escrito em preto no centro dela: ''PORTA 2'', eu olhei por um tempo e de repente um portal negro se abre no espelho e sou sugado para um enorme lugar negro, frio e solitário. Aquilo estava me deixando atordoado, estava tonto e balançando, até ouvir alguém falando comigo algumas palavras em inglês, mais ou menos assim: ''See? This is where I live ... It's Lonely, no?'', após isso a voz apenas começou a sussurrar palavras em russo, cujo eu não podia compreender, acordei com uma enorme dor na barriga, mas passou após uns 6 minutos... Como estou de férias eu sai para comer no girafas, quando sofri uma enorme dor na testa, era um corte, limpei com um guardanapo e joguei o papel no lixo, quando peguei minha senha o número era 667 (tirando 1 fica 666 = número da besta). Comi normalmente e estava a caminho de casa, no meio do caminho um home com uma grande roupa negra e um chapéu tornando-o irreconhecível esbarrou em mim, pedi desculpas, ele permaneceu olhando pra mim por um tempo, uns 15 segundos mais ou menos, e simplesmente saiu, achei estranho, mais nem comentei... Chegando em casa, começo a sentir um cansaço anormal e decido ir para a cama novamente, o pesadelo ocorreu de novo, dessa vez pareceu um pouco mais longo...

Acordei num lugar completamente negro, como o do sonho, mais eu sabia que não era um sonho, não era mesmo! Não sabia como sair, estava preso, desesperado, corri, gritei por todo o canto, até avistar um círculo de pessoas rodeando um garoto com cerca de 11 anos com um sorriso meio fraco no rosto, e meio sujo. Quando ele me avistou ele fez um gesto para as pessoas que estavam na frente da vista dele se afastarem, então ele disse em russo: ''Você quer ser meu novo amigo? Sempre há lugar para mais um aqui, venha!'', as palavras saiam em russo e depois na minha própria mente as palavras saiam na minha língua de uma forma que eu compreendesse, era estranho, diferente...

Eu fui em direção a ele, tentava escapar mais não conseguia, meu corpo ia sozinho em direção á ele, eu não conseguia parar nem falar nada, estava apenas como um zumbi tonto indo para lá sem expressão...

Estou com ele agora...

Quer vir conosco? Sempre há lugar para mais um aqui...



Autor: lucaspkmn10


Continuação baseada na Creepypasta: The Friend 
Autor: Adele Pontes

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, quero ir com vcs sim! Rola secsu? Parey, heihuehuehe

    ResponderExcluir