Postagens Semanais

Segunda-Feira
Francis Divina

Terça-Feira
Gabriel Azevedo

Quarta-Feira
Francis Divina

Quinta-Feira
Gabriel Azevedo

Sexta-Feira
Talisson Bruce

Sábado
==========

Domingo
==========

Creepypasta dos Fãs: Desejo da Mulher Grávida

Dizem que certo diz uma esposa grávida chegou no marido e disse:

- Amor, estou com muito desejo. Quero comer uma coisa, mas sei que você não vai concordar.
O marido fica curioso com o que possa ser o estranho desejo de sua mulher, e como um bom e gentil marido que é sabe que não medirá esforços para atender o desejo de sua amada. Ele acaricia a grande barriga grávida dela, olha em seus olhos e com um sorriso no rosto diz:

- Diga querida, você está com desejo de que? Não me diga que quer comer berinjela com bolinhas de naftalina.

- Não. - Diz sua esposa sem sorrir para ele de volta. - Jura que atenderá meu desejo?

- Claro amor. - Responde seu amado, já sem o sorriso brincalhão de antes. O que será que ela quer? 

Ele pensa de maneira um pouco preocupada.

A esposa espera um pouco antes de continuar, o que só aumenta a tensão.

- Tá bom, lembre-se que você jurou. Pois bem, eu quero um pedaço de sua batata da perna. E tem que ser assada.
- Você está louca? - Brada o marido espantado. - Deixe de brincadeira, diz o que você quer amor.
- É isso mesmo amor, eu quero um pedaço de sua batata da perna. Eu sei que é estranho mas eu to com muito desejo. Por favor, você jurou.
Basicamente essa é uma situação de canibalismo e mutilação e o marido sabia disso, bem como sua mulher, na verdade ela sabia muito bem tanto que não insistiu mais, mesmo tendo antes cobrado a jura de seu marido. Mas como um bom marido que é ele achou melhor agradá-la e atender esse bizarro desejo, e depois de conversarem ele concordou em assar um pedaço de sua batata da perna para ela comer. Sua mulher ficou bastante satisfeita. Até o dia seguinte.
- Você quer outro pedaço? Não acha que já chega? Isso não é normal sabe!
- Eu quero, você já me deu ontem, então hoje não será muito difícil.
O marido olha para a perna mutilada e mais uma vez corta um pedaço da batata e assa para sua mulher.
No terceiro dia a mulher chega em seu marido com a faca que ele usa pra cortar sua carne e pede outro pedaço, mas dessa vez ele decide dar um basta a esse bizarro desejo de canibalismo de sua amada esposa.
- Chega! Não vou mais fazer isso. Já é o bastante, aliás nem não deveria ter feito desde o começo.
- Me dê! - Brada a mulher furiosa. - Me dê logo amor!
- Você não percebe? Está louca, pare com isso!
A mulher mais furiosa que nunca avança em direção a seu marido com a faca na mão. Ele desvia rapidamente e com uma infeliz obra do destino ela cai sobre a faca que segurava, atingindo sua barriga e a matando.
O corpo da mulher foi levado ao hospital o mais rápido possível para os médicos tentarem salvar o bobê. Após o procedimento uma enfermeira chega no marido e ele diz:
- E então enfermeira, coseguiram salvar nosso bebê? Deus! A faca não atingiu o bebê não é?
- Vocês não sabiam? - Diz a enfermeira e dá uma pausa pra pensar . - Ah alguns casais preferem não saber durante a gravidêz e esperam ter a surpresa quando a mulher der a luz.
- Como assim?
- Sinto muito pela sua esposa. Os médicos não conseguiram fazer nada para salvá-la, mas os bobês estão bem.
- Bebês?
- Sim! São trigêmeos.

Autor: Weslley Hordman