16/06/14

Macaco-gambá

Quando criança, eu não temia nada. Minha irmã tentava me assustar com aqueles gritos repentinos. Sabe, quando alguém quer lhe assustar e chega devagar por trás e de repente AAAAHHHHH! Solta um grito bem alto. Isso me fazia rir.

Ela até ia à locadora e pegava o filme mais assustador que encontrava, em uma tola tentativa de tentar me deixar assustado. Eu cresci assistindo vários filmes e minisséries de terror. E eu sempre ria, e rir realmente a deixava louca.

Um dia ela conseguiu uma daquelas máscaras do Pânico e se escondeu em meu armário. Quando voltei da escola, ouvi uns sons estranhos vindos do meu quarto. Ela já tinha voltado para casa uns vinte minutos antes de mim, então eu sabia que era ela. Eu estava com um marcador vermelho no bolso. Eu o escondi na manga da minha camisa e sentei na minha cama olhando para a janela como se estivesse distraído. Ouvi a porta do armário abrindo, virei a cabeça e a vi sair gritando.

Risquei a mascara com o marcador e a arranquei dela. Eu estava rindo tanto que ela se enfureceu. Ela me puxou pelos cabelos, olhou bem em meus olhos, e nunca esquecerei o que ela disse:

“Eu vou te assustar! Vou te deixar paralisado de medo! Nem que seja a última coisa que eu faça! Não vou sair dessa casa até conseguir, não vou me casar ou ter filhos, vou me certificar de que seja a última coisa que faça antes de morrer!”

Depois disso ela saiu, batendo a porta do quarto. Não falei muito com ela durante a noite naquele mesmo dia; nem durante o jantar. Antes de ir para cama, eu falei, “Boa noite Sissy.” Ela apenas me encarou e seguiu lentamente para o quarto dela. Na manhã seguinte era sábado, então eu dormi um pouco mais. Quando acordei, já era quase onze da manhã. Desci as escadas correndo. A minha mãe já tinha saído para o trabalho e o meu pai estava dormindo; ele trabalhava durante a noite.

A minha irmã sempre ia para a casa da amiga Zoe aos sábados. Ela sempre saía ás dez. Tomei um banho rápido, comi um pouco de cereal, assisti alguns desenhos, e então ouvi alguém batendo na porta. Fui verificar quem era.

Era o meu melhor amigo, Warner. Eu o conheci pela primeira vez na terceira série. Não conversávamos muito até mudarmos de escola, e acabarmos na mesma sala. Éramos os únicos conhecidos da antiga escola, e logo viramos grandes amigos.

Warner estava com a bicicleta; e quando abri a porta percebi uma grossa névoa na rua atrás dele. Eu nunca tinha visto algo assim e o Warner também não.

Ele veio me chamar para darmos umas voltas de bicicleta e encontrarmos com outros dois amigos (Riley e Stuart) no parque. Achei que seria divertido, então peguei meu casaco e corri para a garagem para pegar a minha bicicleta. Saímos no meio da névoa; ele estava na minha frente e logo começou a ficar para trás. Isso me deixou um pouco preocupado; com toda aquela névoa, ele sumia de vista toda hora! Eu não estava com medo, ou algo assim. Só estava um pouco preocupado. Quando chegamos, o parque estava completamente tomado pela névoa, não conseguíamos ver nada.

Encostamos as bicicletas em uma árvore e entramos na densa névoa. Olhei para trás tentando localizar a árvore e não via nada além da névoa. Era como se estivéssemos sendo engolidos por ela.

Warner falou “Não tem como voltar agora!” com um sorriso no rosto.

Só pude responder com um riso nervoso. Devo admitir! Eu já estava um pouco assustado. Ouvimos passos a nossa frente. E estavam se movendo com velocidade. E do meio da névoa saíram Riley e Stuart.

Warner disse que ia nos balanços e saiu correndo e gritando, “Quem quer ver o incrível Warner mergulhar na névoa?”

Stuart respondeu em um tom preocupado: “E se você nunca mais voltar?”

Warner gritou de volta, “Essa é a parte divertida!”

Ele começou a balançar, indo cada vez mais rápido e mais alto. Ele balançou até o topo e então... Warner se foi, voando para dentro da névoa. E essa foi a última vez que eu o vi. Ficamos ali por uns dez minutos gritando o nome dele.

Do meio da névoa ouvimos um grito fraco.

Todos ficamos com um olhar assustado. Riley gritou, “Cara! Para com isso! A brincadeira acabou!” Ouvimos o grito outra vez e mais alto. Os pelos em minha nuca se arrepiaram. Riley estava com medo, mas tentava disfarçar com a raiva. Ele gritou a mais alto que pôde, “Tudo bem seu idiota! Prepare-se para levar um chute na bunda!”

Ele já estava quase se afastando de nós quando Stuart o agarrou pelo braço e falou, “Riley, não vai!” E Riley percebeu o medo nos olhos dele.

Gritei mais uma vez, “Warner, por favor, sai dai,” quando um pequeno objeto foi jogado em nossa direção. Dei um pulo para me afastar e percebi que o objeto era... era um dos sapatos do Warner com uma grande mancha verde! Foi o suficiente para me fazer sair correndo para a minha bicicleta, Stuart e Riley estavam logo atrás de mim. Nunca tinha corrido tanto assim; meu coração batia como nunca. Quando saímos da névoa e encontramos a árvore com as bicicletas, eu já estava quase tendo um infarto. Olhei para o local onde as bicicletas deveriam estar e... não estavam mais lá! Stuart começou a chorar; Riley olhava para trás esperando que algo saísse da névoa. E então senti um fedor; um fedor terrível. Nunca senti o fedor de uma pessoa morta, mas provavelmente o que eu sentia naquele momento era pior.

A névoa ficou levemente esverdeada; comecei a me sentir enjoado. Estávamos paralisados e começamos a ouvir passos. Esses eram mais pesados; acho que até senti o chão sacudir um pouco. Algo começou a sair da névoa, e o fedor ficou mais forte. É embaraçoso dizer, mas... acho que até me urinei naquele momento. Eu vi uma coisa no meio da névoa, uma coisa alta e escura; a névoa o contornava. Era como se a névoa fizesse parte dele; senti como se ele estivesse por toda parte. Ficamos paralisados olhando para ele, e então um som muito alto veio por trás de nós. Parecia uma árvore caindo.

Virei rapidamente para trás e gritei! Caí e me enrolei feito uma bola, gritando, “Por favor, por favor, não me machuca!”

Então...

Ouvi alguém rindo. Era a minha irmã e a amiga Zoe; a minha irmã estava no chão, rolando de tanto rir. Ela repetia: “Peguei você, seu merdinha! Peguei você!”

Levantei e gritei furioso, “Muito engraçado! HA-HA-HA!”

Ela pôs a mão em meu ombro e falou. “Desculpa irmãozinho, esperei isso por muito tempo.”

Riley olhou para a minha irmã e perguntou. “Warner também estava nisso?”

Ela respondeu: “Warner? Por que eu falaria com aquele retardado?”

De repente Zoe tapou o nariz e falou, “Eca! Que fedor é esse?” Minha irmã começou a olhar para os lado e parou encarando algo na névoa.

Ela tinha visto a coisa, mas ela o viu bem mais nítido que nós. E ela disse, “Perece um macaco.”

Não tinha zoológicos em nossa cidade; acho que nem tinha um em nosso estado naquela época.

Ela ficou pálida e gritou. Um grito tão alto e assustador que todos se engasgaram! Ela começou a correr muito rápido! Tentamos acompanhar ela ouvindo os gritos e então... BOOM!

Ela foi atingida por um caminhão que descia a estrada. ... Eu revivo esse momento todas as noites em meus sonhos, e isso me assusta mais do que qualquer outra coisa; eu nunca soube o que aconteceu com o Warner. A família dele o procurou por meses; eles nem apareceram para o funeral da minha irmã. Eu costumo chamar a coisa que vimos naquele dia de “O macaco-gambá” Um tipo de primata gigante que fede igual a um gambá. Nunca mais vi uma névoa tão densa como a daquele dia, e nunca mais quero ver. A única coisa da qual tenho certeza depois de tudo que passei... é que a minha irmã cumpriu o que falou.

Ela me assustou,

e foi a última coisa que fez...



37 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. SO PORQUE EU GOSTO DE IMAGINE DRANGONS ISSO NAO QUER DIZER QUE EU SEJA GAY!!!!

    OI GENT ELE TEM UMA PELAGEM MEIO AZULADA!!! TOCÂE COMPANHERO o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, na moral, tu é MUITO ridículo ninguem acha graças desses seus comentarios idiotas e sem nexo, e que droga e essa de ficar chamando mulheres do blog de "gostosa"? isso e desprezível e ridículo você acha que faz alguém rir? Só se for de pena meu caro Matheus aposto que tanto a Agnes e a outra mulher que você perseguia te desprezam tanto quanto eu, se não até mais! faça um favor a todos nós e desapareça, niguem sentira sua falta.

      Excluir
    2. eu sentirei falta e-e ele me faz rir quando eles fala com as menina e elas da um fora nele :3

      Excluir
    3. Vadia desgraçada? shuahsuahsua

      Excluir
    4. "... ficar chamando mulheres do blog de gostosa, isso é ridículo e desprezível" - Vadia desgraçada.

      ... não que eu esteja do lado de alguém, porque acho que peguei uma discussão pela metade, mas... isso foi engraçado xDD

      Excluir
  3. Nevoa verde? Essa parte eu ri... tadinha da irma dele. Só queria dar um sustinho nele :-(

    ResponderExcluir
  4. meu deus 'o' que super peido 'o' fico até tudo verde, já até sei o que foi a menina peido dai todos ficaram assustados porque viram o menino macaco pelado ela saiu correndo pra que ningem percebesse que foi ela quem peido então foi atruvestida :P

    ResponderExcluir
  5. A Dilma adora aparecer. Tenha dó. Que mulher chata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mulher macaca (isso que da nao depila a testa)

      Excluir
    2. Esse macaco ta com os olhos vermelhos, esse é das dorgas

      Excluir
  6. Lá vem o Homem macaco correndo atrás de mim... (8)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O homem macaco que não tem alma e nem coração.....

      Excluir
    2. Se esse cara me pegar ele vai me rasgar (holy shit)

      Excluir
  7. quem ja notou que os comentarios é tudo inúltio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você voltar para o início do blog, nós fazíamos bons comentários. O problema é que bons comentários soam como soberba e rolava um clima ruim.
      Para solucionar isso começamos a fazer comentários zueros :/

      Excluir
    2. INÚTEO, A GENTE SAMOS INÚTEO!

      Excluir
    3. forasteira pra você tem que ser tudo certinho vo nem comenta

      Excluir
  8. Esse Macaco gamba é parente do Porco Aranha do Homer ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que é parente do homem-urso-porco do South Park kkkkkkk

      Excluir
  9. poxa cara, me esqueci de cortar o cabelo, foi mal matar sua irmã com aquele susto.
    e pela névoa verde, tudo que eu tenho a dizer é que tive que soltar ali ;_; desculpa cara

    ResponderExcluir
  10. Rlx, era só a Gwen querendo assustar o Ben 10 e ele virou um alien. —sqn

    ResponderExcluir
  11. Acho que ele se esqueceu de dizer que morava na silent Hill ai com o passar do tempo o lugar foi ficando poluído.....

    ResponderExcluir
  12. Minha irmã as vezes tenta me assusta... ;-;

    ResponderExcluir
  13. A creepy tava desenvolvendo tao bem q nem percebi quando acabou <\3

    ResponderExcluir
  14. Meu amigo vive querendo me assustar :/
    Sempre consegue :/

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Então você conheceu seu amigo pela primeira vez?

    ResponderExcluir