16/07/14

Creepypasta dos Fãs: Cópia

Meu nome é Clarisse. Eu e meu namorado Jonathan resolvemos passar as férias em um acampamento perto da casa de veraneio dos pais dele, eu estava muito animada pois seria nossa primeira viagem como casal.

Quando chegamos no local indicado já estava um pouco escuro, nossa barraca estava acampada perto do lago. Como estávamos ainda um pouco dispostos, fizemos algumas atividades junto com os outros campistas, mas logo fiquei cansada e resolvi voltar pra tenda.

Pensei em chamar Jonathan, mas ele parecia estar se divertindo, então resolvi deixá-lo por ali mesmo.

Abri o zíper da tenda e me sentei em uma pequena almofada que forrava o chão. Peguei minha mochila a procura do livro que eu trouxe, para talvez me distrair, mas logo comecei a escutar passos.

"Jonathan?", Perguntei

Não recebi resposta, o zíper começou a escorregar, tirei da bolsa uma garrafa térmica de alumínio, me aproximei da porta da barraca, segurei o zíper, pensei um pouco e o puxei. Não havia nada lá , caminhei pra fora da tenda e logo senti um braço me enforcar por trás , fazendo com que a minha "arma" caísse. Consegui tirar os braços do meu pescoço e me virei rapidamente pra ver meu agressor, meu coração quase saltou quando vi que era eu, ou alguém muito parecida comigo.

Gritei por ajuda, a criatura apenas riu e avançou. Em uma tentativa ridícula de escapar , bati com a cabeça na estaca de metal que segurava a barraca e me senti um pouco tonta, mas continuei tentando afastá-la até que avistei meu namorado chegando, ele parecia confuso, ficou nos observando por um tempo, até que a "falsa eu" resolveu atacá-lo. Então ele foi pra cima dela e a agarrou pelos ombros, os dois caíram e foram rolando até o lago, pouco antes de atingirem a água, a criatura se transformou em algo parecido com um lobo.

Eles ficaram submersos por um bom tempo, eu já estava começando a ficar desesperada, peguei a garrafa que eu havia deixado cair e a empunhei no caso da criatura voltar.

Depois de alguns minutos de agonia, finalmente vi Jonathan nadando até a borda onde eu estava, ele estendeu a mão. "Sou eu Clarisse", ele falou calmo, então sorri e o ajudei a sair da água. O abracei e analisei seu rosto a procura de algum ferimento, não havia nem um arranhão, olhei no fundo de seus olhos verdes e então uma coisa veio a minha mente...

Os olhos do Jonathan são castanhos.

Autor: Alaskap


13 comentários:

  1. O final foi meio previsível mas ficou ótimo (:

    ResponderExcluir
  2. mas não estava escuro?
    que olhos de falcão/aguia/gavião/canarinho/andorinha essa linda tem
    ta de parabens

    ResponderExcluir
  3. Kkkkk gnt...q creepy mais louca manera na erva browwww
    Senhora dos absurdos sdddd <3

    ResponderExcluir
  4. ditto+lobisomi = essa coisa ai que nao consegue nem fazer um faquê direito

    ResponderExcluir
  5. Isso que dá deixar o namorado cazinimiga.

    ResponderExcluir
  6. Até que curti, embora o final tenha sido realmente previsível. Só não entendi direito o que era essa criatura.

    ResponderExcluir
  7. Possível explicação:

    Jonathan tinha uma tara pelo aspecto da garota, ao ponto e arranjar uma amante sósia. Um dia a sósia soube e perseguiu os dois até onde iriam se encontrar, quando Jonathan se distanciou, a sósia resolveu matar a "oficial' e tomar o lugar dela, como não conseguiu e irritada por saber que Jonathan a estava usando, ela tentou ir pra cima dele mas ele acabou a matando no meio e um monte de lodo, quando ele saiu, a "oficial", sem saber de nada, foi abraçar Jonathan como seu herói, ela só achou algo estranho: os olhos de Jonathan estavam verdes... até lentes de contato o cachorro usava pra enganar a coitada.

    ... Jonathan, você é um falso.

    ResponderExcluir
  8. Jamais use uma garrafa termica como arma....

    ResponderExcluir
  9. O cara bolta com os zoio verde e vc reclama? Ù.Ú
    Mta falta de consideraçao....
    Ps:creppy mto louca.

    ResponderExcluir