04/07/14

O centauro de seis patas

O “Centauro de seis patas” é o nome atribuído a uma bizarra criatura que se assemelha á um centauro da mitologia Grega. Um relatório de sua aparição foi postado por um usuário anônimo do 4chan, em novembro de 2008.

 //

Eu gostaria de começar explicando que não faço ideia do que me levou a postar isto aqui. Talvez eu esteja com medo de morrer, ou algo assim.

Os eventos descritos neste post aconteceram há um mês e meio, em Shannondale, West Virginia, embora eu tenha escrito este post há duas semanas. Eu realmente não tive coragem de postar, até que aconteceu algo comigo ontem.

Tudo começou em setembro, quando meus pais decidiram visitar uns parentes que estavam fazendo uma comemoração por terem obtido uma quantia em dinheiro na loteria, Eles moravam em uma região desolada e realmente terrível de Shannondale.

O local era no topo de uma montanha, e era exatamente do modo como as pessoas imaginavam quando ouviam falar daquela região – nada além de barracos podres, trailers enferrujados, tudo coberto por decorações natalinas velhas que os caipiras fedorentos tinham preguiça de retirar. Os parentes que planejávamos visitar representavam muito bem o tipo de gente que vivia ali, todos se relacionavam entre primos. Não nos referíamos a eles como tias ou tios, apenas parentes.

Enfim, estávamos ali naquele maldito trailer. Eram oito, mais o meu pai, minha mãe, minha irmã e eu. Depois de algumas horas a minha mãe confiscou o meu celular para que eu pudesse “me concentrar na reunião entre parentes” (o que era uma tremenda besteira, tudo o que fazíamos era comer e assistir uma porcaria de TV). Depois de umas 6 horas suportando aquela merda, quase dez minutos antes de irmos embora começou a chover.

Sabemos como as estradas ficam traiçoeiras quando estão molhadas, então decidimos esperar que a chuva passasse. Duas horas depois, tudo já estava escuro pra cara*%@o, e já havia o risco de inundação na área. No momento eu já estava com o meu celular de volta (sem sinal é claro), e estava jogando Tetris quando de repente ouvi o meu pai gritar furioso na sala ao lado.

Me aproximei da parede para escutar melhor e descobri que os caipiras tinham enterrado um dos filhos, Thomas, em um local ali fora, e parecia que estavam com medo que a chuva desenterrasse o corpo. O garoto tinha uns seis anos, ele foi atacado por um cão, e eles não comunicaram a policia. Apenas o enterraram ali perto como se fosse um animal da família. Meu já estava soltando faíscas, e com razão é claro, estamos no século 21 e nossos parentes fizeram uma asneira daquelas. Então decidiram que resolveriam tudo pela manhã.

Ficamos no mesmo quarto que eles durante a noite. Nenhum de nós realmente suspeitava que eles tivessem matado o Thomas ou algo assim, já que eles eram bem tranquilos – nem tinham armas, além do velho rifle que ficava pendurado na parede da sala e nem funcionava mais. Mesmo assim, estávamos muito assustados e pretendíamos passar em uma delegacia assim que voltássemos para a cidade pela manhã.

Então… umas 3 horas da manhã e eu ainda não conseguia dormir. Já estávamos sem energia, e eu não podia recarregar o meu celular. E a pior parte é que eu conseguia ver o pequeno túmulo do Thomas pela janela. Uma pequena cruz sobre um montinho de terra, presumi que a criança não estivesse tão fundo, já que estavam preocupados que a chuva o desenterrasse. Eu não conseguia pensar em outra coisa além daquele montinho de terra, a minha atenção era sempre atraída para a janela e para o pequeno túmulo lá fora. Foi assim que acabei vendo algo muito estranho...

Alguma coisa andava pelas árvores ao redor do trailer.

Fiquei olhando por mais algum tempo, mas não conseguia uma boa visão da coisa através de toda aquela chuva e do matagal.

Por alguns minutos pensei que fossem dois cavalos muito pálidos andando lado a lado entre as árvores. Mas a coisa ficou um pouco mais visível entre as árvores, e pude ver que era apenas um, um tipo de cavalo com um torso humano, só que mais largo. Ele finalmente saiu das árvores e pude perceber que ele tinha seis patas, umas patas com um formato estranho, como uma mistura de patas de besouro com as de um cavalo.

Ele tinha dois braços, como uma pessoa normal, só que eles eram bem mais longos. Ele era careca, e o rosto parecia com um tipo de bola de massa usando uma mascara bizarra, e tinha um nariz que parecia um bico muito longo. Ele não tinha olhos, apenas duas concavidades onde os olhos deveriam estar e um tipo de boca humana logo abaixo do longo nariz.

RapeyA coisa se movia graciosamente, e fazia uns sons macios com as patas. A coisa parecia ter uns dois metros de altura e pesar uns 120 kg. Ele começou a se aproximar do túmulo de Thomas, e finalmente consegui sair do tipo de transe em que estava, e gritei. A minha mãe foi a primeira a acordar, e contei para ela sobre o que vi pela janela.

Ela correu para a janela, e por um momento pareceu não entender o que estava vendo. Depois de alguns minutos, a criatura se abaixou e começou a cavar o túmulo com as mãos. Meu pai e Jasper também correram para a janela, e Jasper logo começou a gritar “Ele está lá fora, ele voltou e está lá fora!”.

Olhei outra vez para a criatura e percebi que ela estava cavando furiosamente, puxando para cima uma grande quantidade de terra. Ouvi passos apressados pela casa, achei que deviam estar procurando por alguma arma. A coisa entrou no buraco e tirou o que presumi que fosse o corpo de Tomas. A coisa tipo que galopou de volta para a floresta, quebrando vários galhos, e então ouvimos algo. Uma criança chorando. O som de uma criança soluçando e chorando, vindo da direção por onde a coisa seguiu...

Fomos embora assim que a chuva passou, umas 5 horas da manhã. Acho que nem nos despedimos do pessoal. Dirigimos direto para Ranson, parando apenas para abastecer. Ninguém falou uma única palavra. Minha família se recusava a falar sobre o que aconteceu; Tentei levantar o assunto uma vez, apenas para ter certeza que foi algo real. Meu pai imediatamente me mandou a calar a boca, e eu o obedeci. Digitei esse relato umas três semanas após o ocorrido, mas apenas salvei o arquivo em meu notebook e tentei esquece-lo. Nunca mencionei isso para nenhum dos meus amigos, tentei apenas apagar da minha mente tudo o que vi. Tentei apagar bebendo. Ficava bêbado sempre que sentia meus pensamentos retornando para aquela noite. Isso funcionou até ontem.

Eu trabalho em um posto de gasolina em Ranson, das 8 da noite até às 3 da manhã. Trabalho na registradora, mantenho o lugar limpo, e levo o lixo para fora. Ontem, quando eu estava levando o lixo para os fundos, ouvi o que me pareceu um maldito drogado mexendo dentro do contêiner de coleta. Gritei para quem quer que fosse saísse dali antes que eu chamasse a policia. Mas enquanto eu me aproximava do contêiner, ouvi o mesmo som que a criatura fazia enquanto andava.

Voltei rapidamente para dentro e me escondi atrás do balcão. Olhei pelo monitor que mostrava o que a câmera dos fundos captava e vi uma sombra de algo grande que se movia e não era captado pela câmera. Pude ver rapidamente um... não sei... parecia um cotovelo ou algo assim. Um braço pálido, entrando e saindo do foco da câmera.

Só poderia ser aquela coisa. Esperei que ele fosse embora, e depois de um tempo ele sumiu. Acordei ainda atrás do balcão essa manhã, com o meu chefe me olhando como se eu fosse um viciado. Voltei para casa, me tranquei no quarto e digitei o resto desse relatório.

E é isso…

Estou ficando paranoico ou essa coisa realmente resolveu me atormentar?

Agora estou ouvindo algo se movendo no andar de baixo...

Sei que o meu pai só volta do trabalho às 11 da noite. Ainda não fui pegar a minha irmã na escola. Minha mãe não costuma chegar nesse horário. Mas eu realmente espero que seja a minha mãe...


Quem sabe ela saiu do trabalho mais cedo?

Eu realmente espero que seja ela... 

realmente espero




21 comentários:

  1. Só acho q vai fikar na espectativa de q é sua mãe, aó acho.....

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Ai fabrício musica do dia?
      Monster-paramore
      Brick by boring brick-paramore
      Qual dos 2?

      Excluir
    2. Brick by boring brick!

      Well go get your shovel
      And we'll dig a deep hole
      To bury the castle, bury the castle (8)

      Excluir
  3. Poderia ser até um relato interessante com um pouco mais realista, mas esse fim... indicou que era uma creepy

    ResponderExcluir
  4. Ah era só um filho do slendy com uma égua mutante nada de mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pqp.....uma aranha huheuhue
      Essa coisa parece a capitu e.e
      Te amo capitu mi amore :3

      Excluir
  5. O Slender pode deformar seu corpo, não pode? Achei esse carinha muito parecido com ele, tirando a parte do bigode e do terno.
    Amei essa creepy :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Slender+solomon=..a aranha bigoduda
      Hmmm ou sera o rato mutante KKKKK
      Adorei a do rato eh dos peitos vampiricos

      Excluir
  6. Foi bem fraquinha hein..
    Eu esperava q tivesse um final mais interessante....
    Tipo....foi rápido de mais....parece q a criatividade acabou de repente

    auehauehuaheuahuaheuaheuaheuahueuaehuaehuaehue

    ResponderExcluir
  7. Fazia tempo que não aparecia uma creepy boa :3

    ResponderExcluir
  8. Me lembrou bastante o Slenderman...realmente gostei dessa creepy :3

    ResponderExcluir
  9. Não tem, absolutamente, nada haver com o slender man... talvez o Rake... mas sinceramente, imaginei o Quirion do Percy Jackson... ._.

    Mas a imagem é uma aranha

    ResponderExcluir
  10. Podia ser maior, podia dizer o porque o negócio pegou o corpo do garoto e coisas assim... Bah

    ResponderExcluir