12/07/14

Creepypasta dos Fãs: O Diário de Ashley

Precisei me mudar, pois meus pais estão indo para a cidade vizinha, por causa do novo serviço do meu pai. Escola nova, pessoas novas, tudo isso era muito assustador para mim, desde sempre eu estudei na mesma escola. Será que essas pessoas novas iriam gostar de mim? Será que vou conseguir me encaixar nessa escola nova? Meu nome é Ashley, tenho 16 anos, e esse é o meu diário.

Estava em casa quando meu pai veio me dar a notícia que havia arrumado um emprego novo, e bem melhor do que esse que ele já tinha. Era o emprego perfeito, eu estava feliz pelo meu pai, pois ele dizia e repetia que esse era o emprego perfeito.

Ele me disse também que era necessário se mudar, eu me assustei pois nunca havia me mudado antes. -Sim eu nunca havia me mudado antes. E a minha primeira mudança seria um tanto radical para mim, afinal, iriamos mudar para outra cidade!

Se passou uma semana depois disso, e já estávamos chegando de viajem. Meu irmão veio me atazanando a viajem toda, foi um saco. Chegando na nossa casa a minha primeira impressão foi "Uau, que casa estranha". Eu acho que achei estranha pelo fato de ser um lugar novo, aonde eu iria morar, a casa tinha um tom meio sinistro, pois era bem antiga. Minha família é de classe média, e não tínhamos muito dinheiro para comprar uma casona gigante e perfeita. Porém o bairro era bem bonito, tinha árvores na rua, era um lugar movimentado e bem limpo.

Fui então correndo para o andar de cima para escolher o meu quarto. -Essa casa era um pouco maior do que a outra em que eu morava, tinha 4 dormitórios, seria perfeito, pois não irei mais dividir o meu quarto com meu irmão, pois é eu dividia o meu quarto antigo com ele. Entrei em um dos quarto e de cara eu amei, aquele seria o meu quarto. Deixei minha mala lá e desci para poder ajudar meus pais a trazer algumas malas para dentro. Então enquanto eu estava descendo as escadas tive a impressão de ver alguém na cozinha, mas acho que era só o meu cabelo passando no quanto dos meus olhos dando a impressão de ter alguém do meu lado.

Se passaram uma semana e já estava tudo arrumado, a sala, a cozinha, os quartos. Hoje era o primeiro dia do meu pai no emprego novo, ele estava muito ansioso, e eu estava muito feliz por ele. Durante essa semana que se passara, minha mãe conseguiu também um emprego no turno da manhã e da tarde, meu pai trabalhava de tarde e só voltava a noite, meu irmão começou a ir para escola um pouco antes de mim, ele ficava a tarde toda fora. Ou seja, eu ficaria sozinha por um tempo na casa.

Quando meu irmão saiu para pegar o ônibus escolar que passa bem em frente a nossa casa -Isso era bem legal, pois na minha outra casa a gente tinha que andar até o ponto do ônibus. Dei tchau para ele e voltei para sala. Liguei a TV e fiquei assistindo durante 1 hora, quando eu ouvi um barulho vindo do porão eu pensei "Eita, será que é ratos? Argh!! Odeio ratos!" Então ouvi novamente o barulho, parecia que havia alguém lá em cima, pisando forte, mas não, eu não acredito em fantasmas, sou uma garota forte e não me assusto com coisas que não podemos ver, tudo é apenas ilusão.

Se passou mais alguns dias e então eu iria a escola, meu primeiro dia na escola. Quando cheguei na escola percebi que ela era uma bela escola, achei bastante agradável. Fui até a diretoria perguntar aonde ficava a minha sala, a diretora me indicou o lugar e eu fui. Quando cheguei na minha sala, eles já estavam em aula! Ai meu deus, que vergonha, eu chegando atrasada no primeiro dia, poxa, eu demorei para achar essa bendita sala.

Entrei na sala me apresentei para o professor e me sentei no fundo da sala, na frente de um menino bonito, mas estranho, ele vestia roupas antigas, achei estranho mas fiquei na minha. Finalmente toca o sinal para o intervalo, o menino que estava atrás de mim chegou perto de mim e falou "Ah, então você é a nova moradora da casa dos Winchesters. Seja bem vinda a cidade" eu agradeci e então ele me falou seu nome, era Lysandre. Eu então perguntei a ele quem era esses Winchesters, e ele riu. "Ah, como não conhece? Ah é... Você é nova na cidade... Me desculpe, é que isso é tão comum pra mim, saber quem era os Winchesters. Enfim, eles eram uns moradores muito importantes aqui para a cidade. Eles protegeram a cidade por muito tempo."

Depois disso tocou novamente o sinal para entrar na sala, voltei e assistir todas as aulas. Tocou então o sinal para sermos dispensados. Lysandre passou ao meu lado e então disse sussurrando perto de mim "Veniet mors cito, hahaha". Isso me assustou, cara, que menino estranho. Mas tirando isso, o primeiro dia de aula nem foi tão assustador assim. Cheguei em casa, fui para meu quarto e fui fazer minha lição, pois queria ficar com a tarde livre, enquanto isso minha mãe e meu irmão se preparavam para sair, ele para escola e ela para o trabalho. Lá estava eu novamente sozinha.

Se passou uns minutos que eu estava sozinha e então eu vi alguém passar na porta do meu quarto, eu sei que eu vi, eu estava olhando para ela na hora. "Tho-thommy? É você? Idiota, você deveria estar na escola, irei ligar para a mamãe!" Desci até a sala, peguei o telefone e então algo me assustou muito, o telefone estava sem sinal, oque não é comum em um lugar movimentado como o meu bairro, isso não acontece muito por aqui.

Quando estava voltando para o meu quarto, uma coisa no final do corredor me chamou a atenção. Tinha alguma coisa no chão, parecia ser uma foto, me aproximei, realmente era uma foto, uma foto dessa minha casa, uma foto muito antiga, peguei ela e pude ver dois homens em frente a casa. Seria esses os tais Winchesters? Peguei a foto e levei para o meu quarto.

Então lá para as 18 horas meu irmão chega em casa, finalmente chega. Não quis comentar nada com ele, pois ele era uma criança ainda, e eu não queria assusta-ló. Fiquei olhando aquela foto durante horas. Minha mãe então chegou em casa, em seguida meu pai, ela fez o jantar e fomos comer. Depois disso, escovei meus dentes, vesti meu pijama e fui dormir, mal consegui dormir, aquele acontecimento mais cedo me deixou muito curiosa sobre a história da casa.

No dia seguinte eu me levantei, me arrumei e fui para o café da manhã, em seguida a escola, levei a foto comigo. Já na escola fui até o tal Lysandre, e mostrei a foto a ele, ele olhou surpreso e feliz para a foto "Sancta Christi! Essa foto é muito antiga! Aonde conseguiu? Como conseguiu?" Contei a ele o que aconteceu "Uau, isso é realmente incrível, esses são os Winchesters, os irmão Winchesters... Acho que talvez essa foto tenha caído durante a sua mudança, não sei, talvez seus pais tenham pego alguma caixa do porão e dela caiu essa foto" Pode ter sido isso mesmo.

No final da aula decidi ir até a biblioteca da cidade para pesquisar mais sobre os tais irmãos, já que eram tão "importantes" deveria ter algum registro sobre eles em algum lugar. Acabei achando uma coisa sobre eles, lá dizia o seguinte: "Henry Winchester - (01/11/1848-31/10/1885) - Profissão: Enfermeiro - Causa da morte: Não informado Simon Winchester - (26/07/1852-31/10/1885) - Profissão: Mecânico - Causa da morte: Não informado" Como pessoas tão "importantes" podem ter só isso no registro da cidade?

Ao sair da biblioteca comentei com a bibliotecária "Eu estava aqui pesquisando sobre os moradores antigos da minha casa e o máximo que eu descobri é que eles morreram no mesmo dia" E então ela me olhou meia surpresa e disse "Ah é? E em quem são esses?" Então eu disse "Os Winchesters" Ela então me olhou mais surpresa ainda "Então você é a nova moradora do local? Isso é incrível! Eles eram considerados por todos como feiticeiros, só que feiticeiros do bem! Eu sei muito sobre eles, posso te dizer oque sei sobre eles, seria um prazer!" Eu então aceitei e ela me contou mais sobre eles, ela me disse que eles eram considerados feiticeiros, só que do bem, que afastavam os feiticeiros ruins da cidade, eram muito poderosos. Até que um dia, um bruxo veio a cidade para visitar esses tais feiticeiros, ele era um bruxo muito forte, ainda mais na noite de Halloween, a noite que ele resolveu vir a cidade era justamente essa, essa em que os Winchesters teriam morrido. Diz a lenda que eles morreram no porão da própria casa, que seria essa em que eu estou morando, eu não acreditei na história da mulher até que ela disse ter a foto do tal bruxo em um dos seus livros, eu pedi para ver e então, eu me horrorizei com o que eu vi.

Era o Lysandre, na foto, era o Lysandre! Eu não pude acreditar no que estava vendo, a foto não tinha nenhum sinal de montagem, tanto porque era muito antigo. Resolvi então voltar no livro dos registros e procurar pelo tal Lysandre. Não achei ninguém com o nome e pedi ajuda a bibliotecária, ela em disse que o nome do bruxo era Dresanly, que ao contrário seria Lysandre. Então eu voltei ao livro e... achei: "Dresanly Russeau - (06/06/1840-05/11/1895) - Profissão: Não informado - Causa da morte: Dado como desaparecido em 01/11/1885, dado como morto em 05/11/1895, o corpo nunca foi encontrado" Ele obviamente não era da cidade, mas a cada pessoa que entrava na cidade eles registravam a profissão e a data de nascimento.

Eu não pude acreditar no que estava acontecendo, vou voltar para casa, irei dar uma olhada no porão.



Ashley acabou sabendo demais... E agora, você é quem sabe demais. Até o próximo Halloween. Assinado: Sr. Russeau

---

Nota policial: Esse é um dos itens encontrados na casa da Sr. e Sra. Lincon. Ashley foi encontrada morta no porão de sua casa no dia 26 de outubro de 2012, a causa da morte ainda é um mistério. Sua família se mudou do local após a morte da garota.


Autor: secretofunder

24 comentários:

  1. Nossa,cara parabéns essa creepy foi demais,sério mesmo,fiquei ate com medo..pois estou lendo isso meia noite

    ResponderExcluir
  2. Winchesters? Me parece suspeito esse nome kkkkk

    ResponderExcluir
  3. Filha eu disse para nao falar com estranhos kk

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. E esse Lysandre ainda usava roupas antigas... :v
      Então sim, acho que uma docete que curte Supernatural escreveu isso ;A;

      Excluir
  5. Snif Snif sinto de longe o cheiro de docete no ar. Podia ter chamado o Nathaniel ninja das sombras pra salva-la

    ResponderExcluir
  6. Porão no andar de cima? Vish...

    Docetes, docetes everywhere. Aliás, shippei Castiel x Lysandre no meio da Creepy.

    ResponderExcluir
  7. Tem tanto erro que eu nem terminei de ler, seria bom se houvesse alguém pra revisar esses erros ortográficos antes das creepys serem postadas n_n

    ResponderExcluir
  8. E denovo ;-; CAAAADEEEE OOO MEEEEDOOOO ;-; APAREÇA MEU FI, NUM ME DEIXE NA MAO NAO ;-; PIOI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VAI TOMAR NO SEU CU, QUER TER MEDO VAI PRO MEDO B, CREEPYPASTA NÃO TEM QUE DAR MEDO, CARAMBA PARA DE RECLAMAR EM TODOS OS POSTS QUE NÃO TE DEU MEDO, NGM QUER SABER

      Excluir
    2. Se voce esta encomodado com meus comentarios, critique entendendo , nao mande "tomar no cu" , seu ignorante. Caso voce nao saiba, creepypastas sao historias de terror populares da internet, portanto, tem que dar medo. Alem do mas, os comentarios sao uma area livre do blog, onde expressamos nossa opiniao. Respeite a opniao dos outros, e nao chegue falando retardadamente "vai tomar no cu" , hipocrita '-'

      Excluir
  9. Osh quero vê esse bruxo lança magia em mim, depois q eu colocar o nome dele na boca do sapo.

    ResponderExcluir
  10. Ou tem muitas referências a series ou sou muito viciado. Winchester? Henry Winchester? Thommy (eu li Tommem) e Lysandre (eu li Melisandre)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi só tu, quando surgiu Henry Winchester, me lembrei do avô dos Wincesters, igual ao ler Thommy, também pensei no Tommen '-'

      Excluir
  11. O nome winchester pode fazer referência ao seriado ou à família winchester real, pesquisa no google pra vc saber mais

    ResponderExcluir
  12. "Dresanly ao contrário e lysandre" nossa, parabéns fera teu QI deve tá alto né?

    ResponderExcluir
  13. O que eu posso postar!?
    Hum.. Éeee.... Massa!

    ResponderExcluir
  14. '-' eu não li issu kra...
    Não li issu...so faltou o Castiel aparecer e levar ela pro céu...
    1/10....o 1 pela criatividade capicci?

    ResponderExcluir
  15. >.< falar nd sobre essa creepy... Seria legal nao se inspirar tanto em uma unica serie, cade a criatividade? >.<

    ResponderExcluir
  16. Muito bom. Mas fala sério: roupas antigas, falando latim??

    ResponderExcluir