04/07/14

Creepypasta dos Fãs: O cãozinho perdido

Sara e Antonio desfrutavam de sua lua de mel no México. Haviam se casado apressadamente porque ela estava grávida. Sua viagem estava se tornando muito agradável, o México lhes cativava, ambos caminhavam durante horas pelas praias de Cancun até o sol se pôr, ainda não haviam visto um paraíso igual.

Uma tarde enquanto caminhavam pela praia decidiram se afastar um pouco da área de turismo a uns cem metros e encontraram o que parecia ser um esgoto. Uma área suja com um odor nauseante e um riacho, coberto quase totalmente por espuma, em meio ao lixo viram um pequeno corpo se mexer. Era um cãozinho chihuahua que parecia estar muito doente, tinha os olhos vermelhos, provavelmente por alguma infecção, estava muito magro e mal se movia. O casal, que era amante dos animais, não queriam deixá-lo, e então recolheram o animal e o levaram para o hotel. As férias estavam quase no fim e o casal sabia que o hotel não permitia animais. Sendo assim, não poderiam chamar um veterinário...

Contudo, o amor e a atenção que dedicaram ao cãozinho parecia ter dado resultado. O alimentaram e o limparam e no dia seguinte o cãozinho parecia ter melhorado muito. Já podia caminhar e abrir os olhinhos. Apaixonados pelo animal, decidiram que não poderiam abandona-lo á sua própria sorte de novo. Enquanto faziam as malas para voltar à Espanha, falaram sobre o bem que faria levar um amiguinho para seu gato, Elvis. Colocaram o cachorrinho na bolsa de Sara e seguiram para o aeroporto. Como Sara estava grávida, não precisou passar pelos filtros de segurança, assim pôde passar facilmente com o cãozinho em sua bolsa. O animal estava fraco, ainda não conseguia latir, assim foi fácil lava-lo sem que o percebessem. Uma vez que chegaram em casa, seu gato começou a se comportar de maneira estranha. Tinha um comportamento agressivo com o chiuaua, como se estivesse assustado. O casal pensou que era ciúmes, e logo os dois seriam amigos.

Passado alguns meses, ninguém podia reconhecer o chiuaua, o pequeno animal que parecia um esqueleto quando acharam, havia ganhado peso e uma poderosa musculatura. Já pesava quase 8 kilos, um peso fora do comum para um cachorrinho com suas características. O gato vivia com medo, não descia dos móveis por nada.

O chiuaua havia se tornado o rei da casa. Sara já tinha dado à luz a uma linda menininha. Devido a preocupação das últimas semanas de gravidez , e a alegria do nascimento, o casal nem havia percebido o comportamento dos seus mascotes. Até que um dia Elvis desapareceu. O gato já tinha fugido uma vez, mas essa era a primeira vez que ele não voltava pra casa...

Passaram-se vários dias, Antônio espalhou cartazes por todo bairro, mas não houve resposta. O gato havia sumindo.

Passado um tempo, tudo parecia ter voltado ao normal. A bebê já estava com 2 meses e cada dia ficava mais bonita. O cãozinho já passava de 10 kilos, e tinha um corpo roliço e muito forte, era uma verdadeira maquina de comer. Parecia nunca saciar-se. Uma tarde a comida de cachorro acabou, Antonio teve que sair para comprar, enquanto Sara ficava cuidando da menina. A mãe, aproveitando que sua filha tinha acabado de dormir, foi tomar banho enquanto, e enquanto se banhava, ouviu um curto choro da bebê, mas logo se calou. Quando Sara saiu do banho, sua filha havia desaparecido, não estava no berço onde a tinha deixado. Como louca, começou a procurar por toda casa, debaixo da cama dentro dos armários... e nada, a menina havia sumido. Antonio chega e encontra sua mulher gritando e chorando desesperada. Juntos eles revistam até o último canto da casa, até que se deram conta que seu cachorro estava com as patas sujas de barro, e sangue no focinho. Temeram o pior, e saíram para seu pequeno jardim onde encontraram escondido atrás de uma cerca um buraco no chão, que mais parecia uma toca.

Temendo o que poderiam encontrar, começaram a cavar com suas próprias mãos. Logo acharam o cadáver da sua filha, parcialmente devorado e os restos do que parecia ser o gato desaparecido.

Antonio, enfurecido, foi atrás do cão com um taco de beisebol e o golpeou várias vezes, matando-o no ato. A policia chegou em poucos minutos, e desconcertados com o caso chamaram o canil municipal para que levassem o animal e o examinassem para ver se tinha raiva e poderia ter contaminado os seus donos, ou outros cães do bairro.

O veterinário ao chegar no local do incidente deixou todos aterrorizados:

"Isso não é um cachorro, é um rato enorme!"


Autor: ryuuzakimatsumoto

25 comentários:

  1. Essa creepy é dos fas mesmo? To desconfiado de tudo agora '-'

    ResponderExcluir
  2. Que povo burro. Como assim confundir um cão com um rato? O.o

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leandro Peixoto de Melo

      Acho que tem uma possível explicação: o esgoto onde o bicho foi encontrado tinha material radioativo ou até sobrenatural mesmo, e criou um rato mutante

      Excluir
    2. Confuniam o suarez (jogador do uruguai)j

      Excluir
  3. Orra confundi rato com cachorro é foda. Aumenta o grau tio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho grau 6 e msm assim consigo diferenciar um rato d um cao
      O grau de saporra deve ser +8000

      Excluir
  4. tão mutante que que ficou parecendo um cachorro chihuahua '___'

    ResponderExcluir
  5. Nossa gente, não forcem a barra né ahshauduaid

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Acho que é aí que está a graça da história... Foi tudo muito previsível: "ah, vão achar o cachorro, ele vai ser fofinho no início, mas no fim acaba se tornando um monstro e devorando tudo". Esse final deu um tom bem trollpasta a história... ou só um final surpresa mesmo!

      Curti até...

      Excluir
  7. Sempre soube que chihuahuas eram ratos super desenvolvidos.

    ResponderExcluir
  8. Gente eu criei um insta novo @creepypastasbr_ sigam la

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que precisaria de uma permissãodos desenvolvedores desse blog, para criar o instagram deles, não? Bom, se pediu permissão ou não, vou curtir mesmo assim u-u

      Excluir
    2. Na vdd nao tem relação com o blog em si, e que fui procurar um ig de creepy "brasileira" e nao achei ai resolvi criar um, e queria deixar bem claro q se eu pegar alguma creepy daqui eu irei dar os creditos e divulgarei o blog ^^

      Excluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. É, bem normal confundir um rato com um cachorro... eu ia em um psicólogo depois dessa, pqp KKKKKKK

    ResponderExcluir
  11. Pra quem acha que essa historia e mentira acessa http://g1.globo.com/planeta-bizarro/noticia/2012/01/rato-monstro-deixa-moradores-apavorados-no-zimbabue.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara...com rato desse tamanho, não quero nem pensar o tamanho dos bichos que ele pega.Achei excelente creepy, e gostei da sua reportagem Elite

      Excluir
  12. Pior creepy dos fãs naonha humilde opinião!

    ResponderExcluir
  13. Eu conheço essa história de algum lugar...(Essa é uma história verdadeira, aconteceu com o amigo de um amigo meu) poucas pessoas vão se lembrar desse desenho q passava no Cartoon Network, até pq nakéla época poucos tinham o privilégio de ter TV a Gato em casa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois de muito procurar encontrei, só q tá em espanhol,+ dá pra entender perfectamiente
      http://www.youtube.com/watch?v=b3lDdIZD3iU

      Excluir
  14. Isso não é tão ridículo quanto parece; existem,de fato,ratos gigantes e há,inclusive,vários casos de morte de crianças envolvendo eles. Enfim, gostei de qualquer forma,.. mas não consigo olhar mais nenhum cachorro sem pensar " será que é um rato ? " XD

    ResponderExcluir